Turismo de saúde é aposta estratégica do Governo

Por a 3 de Dezembro de 2012 as 10:01

O turismo de saúde é uma aposta estratégica do actual Governo português, de acordo com o ministro da Saúde, Paulo Macedo, que participou na III Conferência Anual do Health Cluster Portugal (HCP), na semana passada, em Cascais.

Adiantando que o Governo vai continuar a apoiar o trabalho desenvolvido pelo Health Cluster Portugal (HCP) e pela Associação Empresarial de Portugal (AEP) no âmbito do projeto “Healthy’n Portugal”, o ministro afirmou que o objectivo é afirmar Portugal como um destino de excelência para o desenvolvimento do turismo de saúde.

Já a secretária de Estado do Turismo, Cecília Meireles, lembrou que apenas 1,9% dos turistas que visitam Portugal o fazem procurando o país como destino de turismo de saúde, sublinhando o potencial de desenvolvimento que existe neste produto. Por outro lado, referiu ainda a questão da sazonalidade, já que existe uma oferta de cerca de 54% de camas hoteleiras que não estão a ser utilizadas anualmente.

De acordo com dados divulgados pelo HCP, o turismo de saúde gera mais de 70 mil milhões de euros de receitas anualmente, em termos mundiais, e no ano passado registou um crescimento de 20%.

Um comentário

  1. António Carmo

    12 de Janeiro de 2013 at 2:32

    É uma mina de ouro inexplorada! mas não poderá entender-se como um turismo alternativo ao outro, as pessoas doentes que estão longe do seu meio sentem-se muito inseguras, e só virão se lhes garantirmos absoluta segurança e lhes inspirarmos total confiança. A não ser que se entenda como “Turismo de Saúde” vir a banhos termais, SPA e massagens.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *