Marraquexe: Turistas apontados como pecaminosos

Por a 4 de Abril de 2012 as 14:21

Está instalada a polémica em Marrocos. O ministro da Justiça, Mustafa Ramid, afirmou na semana passada que “os turistas vão a Marraquexe para cometerem pecados e para se afastarem de Deus”. As declarações foram feitas no âmbito de uma visita a uma escola corânica em Marraquexe e a notícia está a causar um mal-estar geral nas redes sociais e em muitos sites informativos marroquinos.

Em reacção, o Ministério do Turismo já veio repudiar esta acusação, num comunicado divulgado onde se salienta que “o turismo é um sector prioritário para o governo marroquino”. Por outro lado, o Ministério alegou ainda que, “juntamente com o chefe do governo, é o único responsável e interlocutor para o turismo”.

No ano passado, mais de 9,3 milhões de turistas estrangeiros visitaram Marrocos, um aumento de 1% em relação ao ano de 2010, de acordo com dados divulgados recentemente pelo presidente do Observatório do Turismo marroquino, Kamal Bensouda.

Já as receitas turísticas subiram 4%, atingindo os 59 mil milhões de dirhams (27 mil milhões de euros), “apesar da conjuntura difícil”.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *