Receitas nos serviços de alojamento caem 78% em janeiro

Por a 11 de Março de 2021 as 14:44

O volume de negócios nos serviços de alojamento caiu 78%, em janeiro de 2021, face a período homólogo de 2020, depois de, em dezembro, ter registado uma quebra de 64,9%, avançam os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE). Já a restauração e similares contraiu 49,2% no período em análise (-36,2% em dezembro), fazendo com que a globalidade dos serviços de alojamento, restauração e similares, apresentar uma diminuição homóloga de 57% (-43,9% em dezembro).

De resto, o volume de negócios nos serviços registou, globalmente, uma variação homóloga de -16,7% em janeiro, 3,9 pontos percentuais (p.p.) inferior à registada no mês anterior. Os dados não ajustados de sazonalidade e de efeitos de calendário passaram de uma variação de -13,3% em dezembro para -19,2% no mês em análise.

Mas não foi somente nas receitas que os serviços de alojamento, restauração e similares apresentaram as maiores quebras. Também no índice de emprego estes serviços caíram, apresentando os dados do INE uma quebra homóloga de 19,8%, enquanto nas remunerações a e nas horas trabalhadas as descidas foram de 20% e 44,4%, respetivamente.

Na globalidade, a redução das horas trabalhadas, a variação passou de -11% em dezembro para -16,1% em janeiro. Os índices de emprego e remunerações apresentaram variações homólogas de -8,5%, -7,6% mais próximas dos valores de dezembro (-8,4%, -6,3% respetivamente).

 

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *