Edição digital
Assine já
PUB
Turismo

Nações Unidas discutem papel do turismo para o desenvolvimento sustentável

O papel do turismo no desenvolvimento sustentável foi o tema central da recente Assembleia-Geral das Nações Unidas. No evento, além do foco dado à importância do setor para as sociedades e economias, houve também uma chamada de atenção para o consumo insustentável e como este está a provocar a perda de biodiversidade.

Publituris
Turismo

Nações Unidas discutem papel do turismo para o desenvolvimento sustentável

O papel do turismo no desenvolvimento sustentável foi o tema central da recente Assembleia-Geral das Nações Unidas. No evento, além do foco dado à importância do setor para as sociedades e economias, houve também uma chamada de atenção para o consumo insustentável e como este está a provocar a perda de biodiversidade.

Publituris
Sobre o autor
Publituris
Artigos relacionados
Reforço da pista do aeroporto do Porto custa 50 milhões e vai demorar 19 meses
Aviação
Turismo da ONU quer integração da biodiversidade nas políticas nacionais do setor
Destinos
Clientes Bestravel podem aderir às Aventuras Solidárias da AMI
Agências
Rio Grande do Sul precisará de 1 bilião de reais para recuperar turismo
Destinos
Grupo GEA celebra os Santos Populares com arraiais em Lisboa e no Porto
Agências
RoomRaccoon contrata Cyril Lavenant para diretor global de Customer Success
Figuras do Turismo
Portugal leva 20 empresas à maior feira de turismo da China
Destinos
Lusanova com ofertas especiais para o Fim-de-Ano na Madeira e em São Miguel
Distribuição
Solférias lança campanha especial para agentes de viagens
Distribuição
Região de Lisboa promove-se na maior feira de turismo da Galiza
Destinos

A Assembleia-Geral das Nações Unidas realizou, recentemente, um segundo evento temático centrado no turismo e no papel fundamental do setor no desenvolvimento sustentável e na resiliência.

Organizado pelo presidente da Assembleia-Geral em colaboração com o Turismo da ONU (UN Tourism), o evento teve lugar na sede da ONU no âmbito da Semana da Sustentabilidade. A presença de Estados Membros, Observadores, organizações da sociedade civil e agências da ONU refletiu um crescente compromisso coletivo para aproveitar o poder transformador do turismo para o desenvolvimento inclusivo e sustentável.

Dirigindo-se à Assembleia-Geral, o secretário-geral do Turismo da ONU, Zurab Pololikashvili, destacou a “importância crescente do setor do turismo para as nossas sociedades e economias acarreta uma responsabilidade acrescida. Não podemos permitir que a tábua de salvação do turismo seja novamente cortada. A resiliência no setor do turismo não é apenas uma questão de planeamento ou de reação a crises. Trata-se também de abordar de forma proactiva os factores subjacentes a essas crises”.

Pololikashvili salientou ainda que “o consumo insustentável está a provocar a perda de biodiversidade, as alterações climáticas e o aparecimento de pandemias”. Por isso, considerou que “é vital que adotemos políticas que acelerem a mudança transformadora”.

Já o presidente da Assembleia-Geral da ONU, Dennis Francis, reconheceu que “precisamos de um setor de turismo global que seja sustentável – um setor com cadeias de valor locais profundas que expandam a procura de produtos e serviços feitos localmente de forma a beneficiar direta e positivamente as comunidades locais; um setor que sirva como uma força positiva para a conservação da biodiversidade, proteção do património e meios de subsistência amigos do clima”.

Plataforma de partilha
O evento temático proporcionou também uma plataforma para os Estados-Membros partilharem as melhores práticas, estratégias e abordagens inovadoras para promover o turismo sustentável e resiliente, alinhado com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Os principais destaques incluíram o “Fireside Chat: O Futuro do Turismo” onde os líderes da indústria do turismo, do meio académico e da sociedade civil participaram numa discussão dinâmica sobre o futuro do turismo e a necessidade de soluções inovadoras para enfrentar os desafios e oportunidades emergentes.

Nas Mesas redondas ministeriais foram realizadas discussões sobre o lançamento do Quadro Estatístico para Medir a Sustentabilidade do Turismo e estratégias para promover um turismo resiliente face aos desafios globais. Ministros e funcionários de alto nível partilharam ideias e compromissos para promover práticas e políticas de turismo sustentável.

Recorde-se que a Assembleia-Geral da ONU adotou uma resolução para declarar 2027 como o Ano Internacional do Turismo Sustentável e Resiliente. A resolução convida o Turismo da ONU a trabalhar com governos, agências da ONU e organizações internacionais para a implementação do ano temático.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Artigos relacionados
Reforço da pista do aeroporto do Porto custa 50 milhões e vai demorar 19 meses
Aviação
Turismo da ONU quer integração da biodiversidade nas políticas nacionais do setor
Destinos
Clientes Bestravel podem aderir às Aventuras Solidárias da AMI
Agências
Rio Grande do Sul precisará de 1 bilião de reais para recuperar turismo
Destinos
Grupo GEA celebra os Santos Populares com arraiais em Lisboa e no Porto
Agências
RoomRaccoon contrata Cyril Lavenant para diretor global de Customer Success
Figuras do Turismo
Portugal leva 20 empresas à maior feira de turismo da China
Destinos
Lusanova com ofertas especiais para o Fim-de-Ano na Madeira e em São Miguel
Distribuição
Solférias lança campanha especial para agentes de viagens
Distribuição
Região de Lisboa promove-se na maior feira de turismo da Galiza
Destinos
PUB
Aviação

Reforço da pista do aeroporto do Porto custa 50 milhões e vai demorar 19 meses

O reforço da pista do Aeroporto Francisco Sá Carneiro, na Maia, começa a 31 de julho, vai demorar 19 meses, de segunda-feira a sábado, entre meia-noite e 06:00, num investimento de 50 milhões de euros.

Em comunicado, a ANA Aeroportos explicou que a opção pelo trabalho em horário noturno visa “minimizar o impacto nas operações aeroportuárias”.

O contrato de empreitada foi assinado com a Acciona esta segunda-feira, 27 de maio, e representa “um investimento de qualidade, segurança e desempenho ambiental, permitindo acomodar o crescimento do tráfego aéreo”, relata a nota de imprensa.

Com esta operação, continua o comunicado, a ANA vai “reforçar as condições operacionais do aeroporto, sendo esta a maior intervenção realizada na pista desta infraestrutura”.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Destinos

Turismo da ONU quer integração da biodiversidade nas políticas nacionais do setor

Embora 95% das políticas nacionais de turismo reconheçam a natureza como um bem primário para o setor, muitas vezes faltam planos detalhados para práticas de gestão sustentável, revela um novo relatório do Turismo da ONU.

O relatório “A Integração da Biodiversidade nas Políticas Nacionais de Turismo”, que acaba de ser publicado pelo Turismo da ONU, explora a intrínseca relação entre os dois setores, que engloba a diversidade dentro das espécies, entre espécies e de ecossistemas. Avalia como 80 políticas nacionais de turismo incorporam valores de biodiversidade e visa aprofundar a compreensão das referências à biodiversidade nessas políticas.

O documento compreende quatro subsecções detalhadas que examinam a integração da biodiversidade nas narrativas e declarações políticas, programas estratégicos e compromissos de monitorização. Ao fornecer informações sobre a amplitude e profundidade dos atuais esforços de integração, serve, segundo o Turismo da ONU, como um recurso valioso para os decisores políticos, as partes interessadas e a comunidade global, apelando a novas ações para um futuro sustentável.

O Secretário-Geral da organização, Zurab Pololikashvili, afirma que, “como guardiões dos recursos naturais da Terra, é crucial que promovamos uma relação harmoniosa entre o turismo e o ambiente”, para acentuar que esta publicação não só destaca a interdependência da biodiversidade e do turismo, como também sublinha o papel essencial que políticas bem integradas desempenham na garantia de um futuro sustentável para todos.

Este novo relatório surge como parte dos compromissos assumidos na Conferência da ONU sobre Biodiversidade COP-15, realizada em Montreal em dezembro de 2022, onde foi adotado o histórico Plano de Biodiversidade. Além disso, o relatório complementa a publicação recentemente lançada “Nature Positive Travel & Tourism Action” amplificando o impulso para práticas ambientalmente responsáveis ​​no setor do turismo.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Agências

Clientes Bestravel podem aderir às Aventuras Solidárias da AMI

A Bestravel anuncia uma parceria com a Assistência Médica Internacional, visando a comercialização das suas Aventuras Solidárias, viagens desenhadas segundo os princípios e missão da AMI. Neste âmbito, a rede de franchising de agências de viagens disponibilizará três programas de férias solidárias para São Miguel (Açores), Réfane (Senegal) e Bolama/bijagós (Guiné-Bissau).

Esta iniciativa, que marca mais um passo significativo no compromisso da Bestravel para com o turismo responsável e o apoio a comunidades vulneráveis em todo o mundo, reforça também a parceria que a rede de franchising de agências de viagens está a desenvolver com a AMI e que se traduzirá em diversas iniciativas durante o ano de 2024, como parte da sua política de responsabilidade social.

Refira-se que a Aventura Solidária é um projeto emblemático da AMI, que oferece aos participantes a oportunidade única de contribuir diretamente para o desenvolvimento sustentável e o bem-estar de comunidades locais. Através desta experiência, os viajantes não só apoiam financeiramente uma causa ou projeto significativo, mas também mergulham profundamente nas realidades culturais e sociais das regiões visitadas, trabalhando lado a lado com os locais na busca de soluções para os seus desafios. Apresenta-se como uma iniciativa multifacetada com o propósito de gerar impactos positivos tanto no âmbito social quanto ambiental. Este esforço é complementado pela intenção de fortalecer as comunidades locais, incentivando a permanência das populações nos seus territórios natais através do acesso ampliado à saúde, educação e oportunidades de empreendedorismo.

No âmbito deste acordo, a Bestravel disponibilizará três programas de férias solidárias: São Miguel (Açores), Réfane (Senegal) e Bolama/bijagós (Guiné-Bissau).

Para São Miguel (Açores), o programa de sete dias/seis noites no Hostel Change The World, desde 1.256 euros por pessoa, tem partida agendada de Lisboa a 30 de outubro de 2024. Este projeto tem como objetivo reduzir a poluição luminosa que afeta as áreas protegidas dos arquipélagos da Madeira, Açores e Canárias, e mitigar os seus impactos nas espécies protegidas ao nível da UE. As aves marinhas serão utilizadas como espécies-bandeira e indicadoras do impacto da poluição luminosa, uma das ameaças prioritárias para este grupo na Macaronésia.

Já Réfane, no Senegal são 10 dias/7 noites no acampamento AMI, desde 2.428 euros por pessoa, com partida de Lisboa a 1 de novembro de 2024. Este projeto irá apoiar a reabilitação do Centro de Saúde de Mbambey, que prevê a expansão do serviço de obstetrícia do seu Centro de Saúde.

Por sua vez, o programa “Ilha de Bolama-Bijagós” (Guiné-Bissau) oferece nove dias/sete noites, e inclui uma noite no Hotel Ancar em Bissau, cinco noites nas instalações da Missão de Desenvolvimento da AMI, e uma noite no hotel Uaque, desde 2.752 euros por pessoa, com partida de Lisboa a 26 de novembro de 2024. Este projeto tem como objetivo o reforçar das capacidades institucionais das Direções Regionais de Saúde de Bafatá, Bolama, Gabú, Quinara e Tombali.

Ricardo Teles, diretor operacional da Bestravel afirma que com esta parceria com a AMI “estamos a abrir caminhos para que cada viagem deixe uma pegada positiva, transformando o ato de viajar numa poderosa ferramenta de mudança”, destacando que “esta colaboração não é apenas sobre explorar novos destinos, mas sobre criar oportunidades para que as comunidades locais prosperem, garantindo que o desenvolvimento sustentável e a ajuda humanitária caminhem lado a lado”.

A colaboração com a AMI estende-se também a uma ação de responsabilidade social que está em vigor até final do mês de junho. Por cada passageiro que reservar uma viagem com a Bestravel, a Bestravel compromete-se a doar automaticamente 50 cêntimos para a AMI, apoiando assim as numerosas iniciativas humanitárias da organização.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Destinos

Rio Grande do Sul precisará de 1 bilião de reais para recuperar turismo

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, afirmou, que serão necessários cerca de um bilião de reais para recuperar o setor turístico do estado assolado pela tragédia das chuvas torrenciais, e voltou a defender a reedição de um benefício federal semelhante ao programa de emergência de manutenção do emprego e da receita, lançado em 2020 para minimizar os prejuízos económicos decorrentes da pandemia da covid-19.

Em reunião com o ministro do Turismo, Celso Sabino, e o presidente da Embratur, Marcelo Freixo, o governador afirmou, conforme avança a imprensa brasileira, que o turismo é um dos temas que preocupa, por ser uma atividade que o estado tem vocação e que envolve muitos empregos em áreas atingidas pelas fortes chuvas.

Leite mencionou que, embora o Ministério do Turismo tenha decidido libertar 100 milhões de reais via Fungetur, além de mais 100 milhões em seguida, ainda serão necessários mais recursos. “Em conversa com o trade turístico, vemos a necessidade de chegar até 1 bilião de reais”, afirmou o governador.

O Fungetur, um fundo especial de empréstimo vinculado ao Ministério do Turismo, possui taxas de juros atrativas, com carência de até cinco anos e prazo de pagamento de até 12 anos. Para o Rio Grande do Sul, esses prazos foram ampliados e os pagamentos dos financiamentos foram suspensos por seis meses, conforme informado pelo ministro Celso Sabino.

O objetivo é socorrer os empreendedores; proprietários de pousadas, bares, restaurantes e hotéis; transportadores, operadores turísticos e agentes de viagens” cujas atividades tenham sido afetadas pelas consequências dos recentes eventos climáticos extremos.

O ministro Sabino explicou que foi editada uma portaria inédita para que os recursos do Fungetur sejam usados exclusivamente no Rio Grande do Sul. O objetivo é socorrer os empreendedores; proprietários de pousadas, bares, restaurantes e hotéis; transportadores, operadores turísticos e agentes de viagens” cujas atividades tenham sido afetadas pelas consequências dos recentes eventos climáticos extremos. “Todos os que adquiriram financiamento através do Fungetur terão mais seis meses de fôlego”, acrescentou.

Durante a reunião, Leite também defendeu a criação de um benefício de emergência para manutenção de empregos e receita, similar ao concedido durante a pandemia. Argumentou que esta medida é fundamental para evitar demissões em massa no setor turístico, impactado pelas estradas bloqueadas e o principal aeroporto do estado inoperante.

Estas medidas, segundo o governador do estado do Rio Grande do Sul, Leite, visam apoiar os empregadores a custear parte dos salários dos empregados de empresas afetadas, e uma forma “rápida e ágil” de evitar demissões enquanto o setor turístico se reestrutura.

Além disso, propôs a isenção do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) para artigos da linha branca, reduzindo os custos de renovação de equipamentos em restaurantes, hotéis e pousadas.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Agências

Grupo GEA celebra os Santos Populares com arraiais em Lisboa e no Porto

O Grupo GEA vai promover, durante o próximo mês de junho, os Arraiais GEA, dois eventos exclusivos para as suas agências associadas e parceiros de negócio, que terão lugar em Lisboa e Porto.

Estes eventos visam, por um lado, celebrar duas datas populares do calendário e cultura nacional e, por outro, fortalecer laços, partilhar experiências e criar memórias inesquecíveis. Os Arraiais GEA ocorrerão em Lisboa, no dia 19 de junho, das 19h00 às 22h30, no Carnide Clube, e no Porto, no dia 20 de junho, das 19h00 às 22h30, no Soundwich, e têm como main sponsor o Grupo W2M.

Durante os eventos, os participantes terão a oportunidade de desfrutar de um ambiente festivo, com música tradicional, comidas típicas e muita animação.

Carlos Baptista e Pedro Gordon, administradores da GEA destacam que será uma oportunidade para juntar as agências associadas da rede para um momento de convívio, “reconhecendo o seu trabalho e dando as boas-vindas ao verão”.

Para Duarte Correia, diretor geral da W2M, “acreditamos que é uma oportunidade única para estarmos ainda mais próximos das agências GEA, num momento que promete ser de convívio, animação e networking”.

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Figuras do Turismo

RoomRaccoon contrata Cyril Lavenant para diretor global de Customer Success

O RoomRaccoon acaba de nomear Cyril Lavenant como novo diretor global de Customer Success, com vista a garantir um maior foco na satisfação do cliente, e para que milhares de hoteleiros que utilizam o software deste sistema de gestão hoteleira para hotéis independentes possam ter ainda mais sucesso.

Com mais de duas décadas de experiência em funções de liderança em vendas e gestão de receitas, Cyril Lavenant, que se junta agora à RoomRaccoon, desempenhava funções de Chief Revenue Officer na DataMa, empresa que oferece soluções de análise aumentada, onde foi responsável pelo crescimento das receitas e aumento da satisfação geral dos clientes.

Na sua nova função, Cyril liderará a equipa que apoia mais de duas mil propriedades em todo o mundo para garantir que possam proporcionar experiências excepcionais aos seus hóspedes, ao mesmo tempo que superam os seus objetivos de negócio com a tecnologia fornecida pela RoomRaccoon.

Com mais de 10 mil utilizadores ativos, o professional irá liderar estratégias centradas no cliente e envolve-los para aproveitarem ao máximo o potencial do RoomRaccoon.

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Destinos

Portugal leva 20 empresas à maior feira de turismo da China

Depois da participação na ITB China, que decorre entre 27 e 31 de maio, o Turismo de Portugal vai promover um roadshow por Pequim, Cantão e Macau que deverá reunir mais de 200 empresas chinesas e motivar encontros com os principais parceiros da operação turística.

Portugal está presente na ITB China, a maior feira de turismo da China, que decorre entre 27 e 31 de maio, e na qual o país está representado por uma delegação de 20 empresas, liderada pelo Turismo de Portugal.

Num comunicado enviado à imprensa, o Turismo de Portugal explica que a participação na ITB China visa “explorar oportunidades de cooperação entre as entidades turísticas dos dois países, fomentar a cooperação na área da formação de estudantes e a capacitação de profissionais de turismo e incentivar as empresas locais a investirem na indústria do Turismo, em Portugal”.

“Trata-se efetivamente de um mercado emissor com uma importância estratégica, não só pela sua dimensão, mas também pela história que nos une. O turismo desempenha um papel fulcral no aprofundar das relações bilaterais e na prossecução de um maior equilíbrio da balança comercial de Portugal com a China”, afirma Carlos Abade, presidente do Turismo de Portugal, lembrando que esta ação coincide com o 45.º aniversário do estabelecimento das relações diplomáticas entre Portugal e China.

Além da participação na feira, a ocasião vai ser também aproveitada para celebrar contratos com empresas locais para o lançamento de campanhas de marketing para promoção de Portugal em toda a China, dando ainda origem a um roadshow que vai passar por Pequim, Cantão e Macau, e que deverá reunir mais de 200 empresas chinesas e motivar encontros com CEO dos principais parceiros da operação turística.

A participação do Turismo de Portugal na ITB China, assim como a realização do roadshow em Pequim, Cantão e Macau, já tinham sido revelados no início de abril por Lídia Monteiro, vogal do Conselho Diretivo do Turismo de Portugal. (https://www.publituris.pt/2024/04/02/turismo-de-portugal-retoma-promocao-na-china-e-promove-roadshow-no-final-de-maio)

Recorde-se que a China é o maior mercado de turismo outbound do mundo, motivo pelo qual é encarado de forma estratégica, até porque continua a ser um mercado com um elevado potencial para Portugal, uma vez que, entre janeiro e fevereiro de 2024, foi o 17.º mercado turístico da procura externa para o destino Portugal aferido pelo indicador dormidas (quota 1,3%) e ocupou o 14.º lugar no indicador hóspedes (quota 2,1%) totalizando 37,1 mil.

 

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Distribuição

Lusanova com ofertas especiais para o Fim-de-Ano na Madeira e em São Miguel

O operador turístico Lusanova anuncia ao mercado as suas ofertas especiais para o Fim-de-Ano para a ilha da Madeira e a ilha de São Miguel, nos Açores.

O operador turístico já disponibiliza pacotes para as festividades de Fim-de-Ano tanto na Madeira como na ilha de São Miguel, nos Açores.

Para a Madeira o pacote, com partida de Lisboa no dia 29 de dezembro, em voos TAP, oferece estada de cinco dias e quatro noites, com preços por pessoa em quarto duplo a partir de 830 euros, enquanto, o programa para a ilha de São Miguel inclui partida também no dia 29 de dezembro também de Lisboa, em voos SATA, com estada de quatro dias e três noites, a preços por pessoa em quarto duplo desde 655 euros.

Os pacotes da Lusanova incluem voos diretos em classe económica, alojamento em hotel selecionado com pequeno-almoço, transferes de chegada e saída, taxas de aeroporto, segurança, combustível e turísticas, assim como seguro de viagem.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Distribuição

Solférias lança campanha especial para agentes de viagens

“Melhor que vender viagens é experimentar essas viagens” é o mote de uma campanha com preços especiais que o operador turístico Solférias acaba de lançar para os agentes de viagens e acompanhante, para um conjunto de destinos.

O operador turístico Solférias acaba de lançar uma campanha de preços especiais para os agentes de viagens e acompanhante.

Com o mote “Melhor que vender viagens é experimentar essas viagens”, a campanha inclui Saïdia desde 439 euros por pessoa para partidas de junho, Porto Santo, a partir de 572 euros por pessoa, com alojamento no Porto Santo Hotel, para a saída de 17 de junho, e Hurghada (de Lisboa), desde 679 euros por pessoa, para as partidas a realizar no próximo mês de junho.

Para dar a oportunidade de os agentes de viagens conhecerem Monastir, a Solférias oferece o destino tunisino às quartas-feiras, nas partidas de julho, preços desde 648 euros por pessoa. Para Cabo Verde, a Ilha do Sal custa a partir de 920 euros por pessoa, na saída de 1 de junho, com alojamento no Hotel Oásis Belorizonte, enquanto para a Ilha da Boavista, para partida a 12 de julho, e alojamento no Hotel Royal Horizon, de quatro estrelas, o preço por pessoa começa nos 965 euros. Finalmente, desde 1.532 euros por pessoa, os agentes de viagens podem aproveitar esta viagem nas partidas de setembro.

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Destinos

Região de Lisboa promove-se na maior feira de turismo da Galiza

Na Turexpo Galicia, que decorre entre 30 de maio e 2 de junho, a região de turismo nacional participa com um stand próprio, de 25m2, no qual vão ser promovidos os “destinos e recursos junto do mercado espanhol”.

A Região de Lisboa vai participar, entre 30 de maio e 2 de junho, na Turexpo Galicia, a maior feira de turismo da Galiza, em Espanha, na qual a região de turismo nacional participa com um stand próprio, de 25m2, no qual vão ser promovidos os “destinos e recursos junto do mercado espanhol”.

“Sendo a Turexpo Galicia uma montra daquilo que melhor a Região de Lisboa tem para oferecer, os visitantes terão a oportunidade de conhecer em detalhe todas as atrações e experiências a usufruir. Além da presença institucional da ERT-RL, os municípios de Mafra e Vila Franca de Xira terão igualmente uma participação ativa”, indica a Região de Lisboa, num comunicado enviado à imprensa.

Segundo Carla Salsinha, presidente da ERT-RL, “a Turexpo Galicia é um ponto de encontro excecional para partilhar e descobrir” o que o presente e o futuro reservam ao setor do turismo, pelo que esta presença representa uma “oportunidade para reforçar” o posicionamento da Região de Lisboa e “incentivar” os turistas a visitarem esta região portuguesa.

Além desta feira na Galiza, a Região de Lisboa está empenha na promoção no mercado espanhol e, por isso, já esteve presente em diversas feiras de renome, como a FITUR, em Madrid, a Navartur, em Pamplona, a B-Travel, em Barcelona, e a Expovacaciones, em Bilbao, contando vir ainda a participar, entre 14 e 17 de novembro, na INTUR – Feira Internacional do Turismo de Interior.

Recorde-se que a Turexpo Galicia recebeu,  no ano passado, 102.689 visitantes, e insere-se numa proposta multissectorial – Feira Internacional ABANCA – Semana Verde da Galiza, que regista uma procura elevada por parte do público.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB

Navegue

Sobre nós

Grupo Workmedia

Mantenha-se informado

©2021 PUBLITURIS. Todos os direitos reservados.