Terrorismo não afectou fluxo de turistas portugueses para França

Por a 2 de Fevereiro de 2018 as 15:50

A directora da Atout France para Espanha e Portugal, Dominique Maulin Diabira, disse esta sexta-feira, 2 de Fevereiro, que o fluxo de turistas nacionais para França não foi afectado pelos atentados terroristas que abalaram o país nos últimos anos e revelou que, no ano passado, aumentou para 1,3 milhões o número de portugueses que visitaram destinos franceses.

“O mercado português não sofreu com os atentados terroristas. Portugal continua a ser um mercado importante”, começou por afirmar a responsável ao Publituris, à margem do workshop Mediatour França 2018, que decorreu na embaixada francesa em Lisboa, explicando que o mercado português regista “um crescimento lento, mas um crescimento constante”.

Apesar do mercado nacional não ter sido atingido, a Atout France lançou, no final de 2017, uma campanha destinada ao mercado nacional nas redes sociais, iniciativa que surgiu na sequência de uma campanha internacional que visava recuperar a confiança por parte de mercados que apresentaram quebra após os ataques, como o Japão e a América Latina.

“Lançámos uma campanha nas redes sociais, no final do ano passado, para o mercado português. Portugal é um país moderno e o nosso target eram os jovens, daí termos optado por uma campanha nas redes sociais”, explicou Dominique Maulin Diabira.

Para 2018, as expectativas da Atout France para o mercado português são positivas, com a responsável a destacar as novas ligações aéreas da Joon, a nova companhia aérea do Grupo Air France/KLM, que abriu ligações para Lisboa e Porto no início de Dezemmbro.

“No ano passado estiveram em França 1,3 milhões de turistas portugueses, mas esperamos aumentar este ano, tendo em conta as novas ligações para França. Estamos muito satisfeitos com a abertura dos voos da Joon, o que mostra que para todos nós, Portugal continua a ser um mercado importante”, destacou Dominique Maulin Diabira.

A Disneyland Paris continua a ser o primeiro destino para os portugueses que visitam França, seguindo-se Paris e Nice. Cidades como Nantes e Lyon, para onde existem ligações directas da Transavia, bem como Toulouse, Bordéus e Marselha também já começam a ser procuradas pelos portugueses, o que, segundo a responsável, se deve a uma mudança na estratégia do Turismo francês.

“Estamos num bom momento para o Turismo francês. Todas as cidades estão a apostar em segmentos estratégicos, como é o caso de Bordéus, que se tem virado para o vinho ou Marselha para as artes. Por isso, estamos a viver um momento muito interessante, as cidades estão a apostar na diferenciação”, explicou.

E os números parecem dar razão a Dominique Maulin Diabira, uma vez que França se manteve como o principal destino turístico no mundo, com um total de 89 milhões de turistas contabilizados ao longo do ano passado.

Foi para mostrar a nova realidade do Turismo francês que a Atout France realizou esta sexta-feira o workshop Mediatour França 2018, no qual esteve presente a Air France, a Disneyland Paris e o Turismo de Nice – Côte D’Azur.

 

 

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *