20% dos voos à partida de Portugal chegam ao destino com atraso

Por a 17 de Agosto de 2017 as 17:43

Nos primeiros sete meses do ano, cerca de 20% dos voos à partida dos aeroportos portugueses que chegaram atrasados ao destino, uma média que chega mesmo aos 27% no caso do Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, segundo dados revelados pela AirHelp, empresa especializada na defesa dos direitos dos passageiros aéreos.

A AirHelp revela que o número de voos à partida dos aeroportos nacionais chegou aos 112 mil entre Janeiro e Julho, o que corresponde a mais 12 mil voos face a igual período de 2016. No entanto, a par com o número de voos, também os atrasos aumentaram, variando entre os 15% e os 27% do total de voos, consoante o aeroporto de partida.

“Os atrasos nos aeroportos portugueses acontecem com mais frequência do que noutros países europeus e talvez sejam a ocorrência mais habitual”, destaca Bernardo Pinto, country manager da AirHelp em Portugal e Brasil.

Lisboa é o caso mais grave, com atrasos em 27% dos voos, uma média que piorou face a igual período de 2016, quando a percentagem de voos que chegaram atrasados ao destino tinha sido de 25%.

O Porto melhorou a pontualidade dos voos face ao ano passado, quando a percentagem de atrasos tinha sido de 22% nos primeiros seis meses, passando para os 18% em igual período de 2017, seguindo-se a Madeira, que manteve a performance do ano passado, com 17% dos voos a chegarem ao destino atrasados.

O aeroporto de Faro afirmou-se como o mais pontual, com a AirHelp a apurar que, entre Janeiro e Julho, apenas 15% dos voos à partida deste aeroporto nacional chegaram atrasados ao destino, uma melhoria face aos 19% de voos atrasados registados no ano passado.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *