Edição digital
Assine já
PUB

Foto: Depositphotos.com

Destinos

Depois da Alemanha, o destino preferido dos alemães é Espanha

Num inquérito feito pela alemã Stiftung für Zukunftsfragen, os resultados apontam para uma diminuição na escolha do mercado doméstico, embora continue na liderança, e uma preferência clara por Espanha.

Publituris

Foto: Depositphotos.com

Destinos

Depois da Alemanha, o destino preferido dos alemães é Espanha

Num inquérito feito pela alemã Stiftung für Zukunftsfragen, os resultados apontam para uma diminuição na escolha do mercado doméstico, embora continue na liderança, e uma preferência clara por Espanha.

Publituris
Sobre o autor
Publituris
Artigos relacionados

A Stiftung für Zukunftsfragen (Fundação para os Estudos do Futuro, numa tradução literal) foi perceber, recentemente, o sentimento dos alemães para as próximas férias de verão. Embora a Alemanha continue a ser o principal destino de viagem dos alemães, representando 37% das principais viagens de férias, a quota de mercado diminuiu em três pontos percentuais (p.p.). Na Alemanha, a maioria dos turistas, 5,8% de todos os viajantes, viaja para a Baviera (-2,2%), enquanto 5,7% (-0,3%) são atraídos para Mecklenburg-Vorpommern. Seguiram-se a Baixa Saxónia com 4,9% (+1,1%), Baden-Württemberg com 4,2% (+0,4%) e Schleswig-Holstein com 3,3% (-1,3%).

Já quanto aos mercados externos, a análise conclui que Espanha, Itália e Escandinávia estão entre os países que registaram ganhos.

A análise, que se baseia num inquérito representativo a 3.000 pessoas com 18 anos ou mais na Alemanha, revela que a Espanha tem uma quota de mercado de 9% (+0,9% em relação a 2022) e a Itália de 7% (+0,5%). A Escandinávia atrai pouco menos de 5% (+1%) dos visitantes alemães, seguida da Turquia com 4,6% (-0,7%), Áustria com 3,2% (+0,4%) e da Grécia com 3% (-1,2%).

Viagens de longa distância ainda abaixo do valor de 2019
Segundo a mesma análise, 16,4% dos inquiridos foram atraídos para lugares distantes, representando mais 3 p.p. do que em 2022, mas ainda um pouco menos de 1% do que em 2019. A Ásia-Extremo Oriente tem a maior quota com 3,5% (+1,3%), à frente da América do Norte com 2,6% (+0,2%) e do Norte de África com 2,3% (+0,1%). O Médio Oriente representou 1,4% (+0,4%), enquanto a América Central e as Caraíbas atraíram 1,3% dos turistas alemães em 2023 (+0,2%).

De um modo geral, os números da Stiftung für Zukunftsfragen diferem significativamente dos da DRV e dos analistas de mercado da Travel Data + Analytics (TDA). Isto aplica-se, em particular, a destinos como a Turquia e Grécia, que registam um desempenho significativamente melhor neste último. Isto deve-se provavelmente, em grande parte, ao facto de a DRV e a TDA apenas analisarem as reservas efetuadas através de agências de viagens e operadores turísticos, enquanto este inquérito também inclui viagens auto-organizadas. Em países como a Turquia, a percentagem de turistas que reservam viagens organizadas é significativamente mais elevada do que em Itália ou na Escandinávia, por exemplo.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Artigos relacionados
PUB
Destinos

APECATE cria cargo de secretário-geral e nomeia Luís de Oliveira Parro

Luís de Oliveira Parro foi nomeado secretário-geral da APECATE e vai trabalhar para “manter e reforçar a trajetória de crescimento” da associação e “aprofundar a proximidade e o relacionamento com os seus associados”.

Publituris

A APECATE – Associação Portuguesa de Empresas de Congressos, Animação Turística e Eventos criou o cargo de secretário-Geral e nomeou Luís de Oliveira Parro para desempenhar a nova função, que visa “manter e reforçar a trajetória de crescimento” da associação e “aprofundar a proximidade e o relacionamento com os seus associados”.

Segundo o próprio Luís de Oliveira Parro, o novo cargo foi criado numa altura em que “a APECATE é desafiada a acompanhar o crescimento dos setores que representa – Congressos, Eventos e Animação Turística – os quais assumem um papel cada vez mais relevante no Turismo e no apoio à economia nacional, quer como criadores de conteúdos vibrantes e cativantes, quer como dinamizadores de boas práticas de sustentabilidade e de preservação” do património histórico, cultural e natural.

Luís de Oliveira Parro conta com uma experiência profissional de mais de 30 anos e é especializado em Gestão de Empresas e em Marketing, tendo sido, durante vários anos, oficial da Marinha.

Em 1991, iniciou o seu percurso no Turismo pela animação turística, em particular no turismo de natureza e de aventura, tanto para o mercado nacional como internacional, o que o levou a cofundar um operador turístico e, posteriormente, ingressar no setor dos Congressos e dos Eventos Corporativos.

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Aviação

Etihad Airways adiciona frequência à rota Abu Dhabi-Lisboa

A nova frequência começa a ser operada a 3 de abril e mantém-se até 23 de maio, aumentando o número de voos da Etihad Airways entre Lisboa e Abu Dhabi para cinco ligações aéreas por semana.

Publituris

A Etihad Airways vai adicionar uma frequência à rota entre Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos, e Lisboa, que passa a contar com um total de cinco voos por semana, informou a companhia aérea, em comunicado.

A nova frequência começa a ser operada a 3 de abril e mantém-se até 23 de maio, partindo de Lisboa às 09h05 para chegar a Abu Dhabi às 19h45, enquanto em sentido contrário a partida da capital dos Emirados Árabes Unidos decorre pelas 02h35, chegando a Lisboa às 07h40.

Com a introdução desta nova frequência, que vai ser operada às quartas-feiras, a Etihad Airways passa a contar com voos entre Lisboa e Abu Dhabi às terças, quartas, quintas, sábados e domingos.

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Alojamento

Universidade Europeia discute recursos na hotelaria em mesa-redonda na BTL

“Do acolhimento à experiência: a humanização na Hotelaria” é o tema que dá o mote para este debate, cujo início está agendado para as 10h00, no Palco do BPI no Pavilhão 3 da FIL, no segundo dia da BTL – Bolsa de Turismo de Lisboa.

Publituris

A Universidade Europeia vai promover na quinta-feira, 29 de fevereiro, uma mesa-redonda na BTL – Bolsa de Turismo de Lisboa para debater a problemática da falta de recursos na hotelaria e a (des)valorização das profissões do setor.

“Do acolhimento à experiência: a humanização na Hotelaria” é o tema que dá o mote para este debate, cujo início está agendado para as 10h00, no Palco do BPI no Pavilhão 3 da FIL.

Adélia Carvalho, diretora geral do Grup Valverde e Mentora da Academia Valverde; Jaime Sarmento, do Grupo UIP YHotel, Porto; Isabel Moço, professora de Recursos Humanos e coordenadora da Universidade Europeia; Ana Paula Pais, diretora de formação do Turismo de Portugal; e Leonardo Simões, presidente da ADHP Junior, são os intervenientes neste debate, que vai ser moderado por Sofia Almeida, coordenadora da área de Turismo e Hospitalidade da Universidade Europeia.

“A mesa-redonda sobre a humanização da hotelaria irá destacar a importância do acolhimento, a valorização dos recursos humanos a atenção personalizada aos hóspedes enquanto criadoras de experiências memoráveis. O objetivo é discutir estratégias e práticas para promover a qualidade dos serviços e o fortalecimento do relacionamento entre os funcionários e os clientes, assumindo que sem Pessoas, não há serviço”, afirma Sofia Almeida.

Segundo a Universidade Europeia, a BTL é o local “propicio para se abordar a importância da experiência do acolhimento e a valorização dos recursos humanos no setor do turismo”, uma vez que esta “é uma das maiores feiras de turismo em Portugal”, onde todos os anos os participantes têm a oportunidade de conhecer as últimas tendências do mercado turístico.

Esta mesa-redonda decorre no âmbito das comemorações dos 60 anos da área de Turismo & Hospitalidade da Universidade Europeia, e vai decorrer no segundo dia da BTL, a 29 de fevereiro, pelas 10h00 horas, no Palco do BPI no Pavilhão 3 da FIL.

Recorde-se que a BTL decorre entre 28 de fevereiro e 3 de março, na FIL, Parque das Nações, em Lisboa.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos

Créditos: Les Roches

Emprego e Formação

Estudo Fórum Turismo: 69% dos estudantes de turismo pretende emigrar

A percentagem resulta de um inquérito aplicado pela Associação Fórum Turismo a 189 estudantes, que justificaram a sua expetativa de trabalhar no estrangeiro com a maior oferta de emprego e melhores condições de trabalho, salários e qualidade de vida.

Carla Nunes

Um estudo realizado pela Associação Fórum Turismo, que contou com uma amostra de 189 alunos de cursos de turismo em Portugal, conclui que 69% dos estudantes pretende emigrar.

A questão lançada pela associação era se estes tencionavam, “nos próximos cinco anos, ir trabalhar para o estrangeiro”. Apenas 31% respondeu que não pretendia trabalhar fora do país, sendo que, dos 69% que responderam positivamente, 17% indicou que esperam vir a trabalhar “fora da Europa”, em regiões como a Ásia, Emirados Árabes Unidos ou Estados Unidos.

A Suíça segue-se como o destino de preferência dos estudantes que querem trabalhar no estrangeiro, tendo sido indicada por 16% dos inquiridos que responderam afirmativamente à questão, a par do Reino Unido (indicado por 13% dos inquiridos).

Quando questionados sobre os motivos para quererem trabalhar no estrangeiro, os estudantes indicaram razões como o enriquecimento pessoal, o gosto por explorar mais destinos, a maior oferta de emprego, a expectativa de melhorar línguas estrangeiras, as melhores condições de trabalho, os melhores salários e qualidade de vida, o desejo por novas experiências, a proximidade com familiares emigrados e as questões culturais.

Apesar da melhoria de línguas estrangeiras ser indicada como um dos motivos para trabalhar no estrangeiro, note-se que, do total de estudantes inquiridos, 48% indicou falar três idiomas. Na linha de percentagens seguem-se os estudantes que apontaram falar dois idiomas (29%) e quatro idiomas (13%).

Apenas 6% dos inquiridos apontou só falar um idioma, com 4% a indicar mais de cinco idiomas.

63% dos estudantes antecipam primeiro salário entre os 800 e os 1.200 euros

No mesmo estudo, 33% dos inquiridos afirmam que ambicionam receber entre 800 a 1.000 euros no primeiro emprego, enquanto 30% aponta para os 1.000 a 1.200 euros de salário para a primeira experiência laboral.

Apenas 6% dos estudantes espera receber até 600 euros no seu primeiro trabalho na área, com 5% a indicar uma expetativa de 1.400 a 1.600 euros para o mesmo tipo de emprego.

A Associação Fórum Turismo apurou ainda que 61% dos estudantes inquiridos pretende prosseguir os estudos, com 32% a indicar a área de Gestão, seja turística ou hoteleira, como o curso preferencial.

Seguem-se a área de Turismo (19%), Food & Beverage (15%) e Marketing e Comunicação (14%). Nos cursos que reúnem a menor percentagem de preferência para prosseguir estudos encontram-se aqueles que não estão relacionados com o turismo (7%) e a área de Recursos Humanos (5%).

Apesar de 79% dos inquiridos assegurar que se sente preparado para entrar no mercado de trabalho, 87% afirma que os conteúdos do seu curso não são relevantes para as tendências atuais da indústria. Para Ivan Ferreira, secretário-geral da Associação Fórum Turismo, apesar de “o ensino turístico português ter bastante qualidade”, existe a necessidade de se apostar em abordagens mais práticas.

“Deve-se apostar mais em abordagens práticas e contínuas e permitir a possibilidade de personalização dos currículos académicos face aos interesses pessoais, mas as dificuldades na transição da fase académica para o mercado de trabalho são evidentes, com dois em cada três estudantes a admitirem emigrar durante os próximos cinco anos”, refere Ivan Ferreira em nota de imprensa.

O profissional explica ainda que “entre os vários fatores apontados, as condições de trabalho incompatíveis com os níveis de qualificação possuídos são a principal causa de ansiedade nos futuros profissionais do setor, algo que está inclusive a colocar em causa a sustentabilidade do Turismo em Portugal, com a queda da cultura da ‘arte de bem receber’, que sempre foi considerada uma distinção de valor acrescentado face a destinos concorrentes de Portugal”.

Por essa razão, aponta como “necessárias e urgentes ações que valorizem e retenham os recursos humanos qualificados, para continuar a incrementar a qualidade do serviço prestado aos turistas que nos visitam”.

O inquérito da Associação Fórum Turismo, do qual resultam os presentes dados, foi aplicado durante os meses de novembro e dezembro de 2023. Da amostra de estudantes inquiridos, 71% frequenta atualmente uma licenciatura e 16% Cursos Técnicos Superiores Profissionais (CTeSP).

Na nota metodológica é referido que o estudo continua em aberto para “seguir a perspectiva dos estudantes ao longo do tempo” e averiguar “como esta altera face a determinados fatores externos”.

Os resultados atuais do inquérito podem ser consultados na íntegra a partir do website da Associação Fórum Turismo.

Sobre o autorCarla Nunes

Carla Nunes

Mais artigos
Destinos

Madeira e Porto Santo mostram experiências aos visitantes da BTL

A Madeira e o Porto Santo vão contar com um stand de 504 m2, onde vai ser apresentado um “sem-número de experiências aos visitantes da maior feira de destinos turísticos de Portugal”.

Publituris

A Madeira e o Porto Santo vão voltar a marcar presença na BTL – Bolsa de Turismo de Lisboa, que decorre entre 28 de fevereiro e 3 de março, na FIL, Parque das Nações, em Lisboa, dando a conhecer aos visitantes da feira as experiências que os destinos são capazes de proporcionar.

Num comunicado enviado à imprensa, a Associação de Promoção da Madeira (AP-Madeira) revela que a Madeira e o Porto Santo vão contar com um stand de 504 m2, onde vai ser apresentado um “sem-número de experiências aos visitantes da maior feira de destinos turísticos de Portugal”.

“O objetivo é transportar todos para o destino e despertar a vontade de descoberta do arquipélago por inteiro”, destaca a AP-Madeira na informação divulgada, revelando que a natureza, a gastronomia, a tradição e a cultura vão estar em destaque no stand da região no certame turístico.

“A agenda repleta de momentos memoráveis destaca a história do destino e pretende despertar desejo em quem por lá passa. Na abertura, contamos com um get together com Eduardo Jesus, secretário Regional de Turismo e Cultura e presidente da Associação de Promoção da Madeira, e António Trindade, presidente do grupo PortoBay Hotels and Resorts, que abrem as hostilidades dos cinco dias de presença na feira”, indica a AP-Madeira.

Segundo Eduardo Jesus, “a BTL é, sem dúvida, um espaço fundamental para que a Região se mostre ao mercado nacional e internacional”, motivo pelo qual, durante a feira, o stand da Madeira e do Porto Santo vai receber workshops de poncha e bolo do caco, degustação de sabores com a assinatura do Chef Maurício Faria e provas de vinhos, no âmbito do conceito “Vive a Madeira por inteiro”.

O stand da Madeira e do Porto Santo vai receber ainda o lançamento e apresentação de diversos projetos de promoção do Destino, de âmbito digital e multimédia e que, segundo a AP-Madeira, “relevam a experiência do viajante nas ilhas do arquipélago da Madeira”.

Além disso, estão previstos momentos de conversa diários, com um painel de ilustres convidados, entre eles Francisco Pita, Lídia Monteiro, Ricardo Florêncio, Inês Mendes da Silva, Luís Araújo, Cláudia Vieira e Lourenço Ortigão, sobre temas como turismo, sustentabilidade e futuro.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Destinos

Zoomarine renova certificação de práticas de bem-estar animal

Desde 2018 que o Zoomarine recebe a certificação da American Humane, atribuída através do programa Global Humane Conservation, que “reconhece os elevados padrões de cuidados” dados aos animais residentes.

Publituris

O Zoomarine renovação a certificação da American Humane, a primeira organização nacional de cariz humanitário dos Estados Unidos e a mais relevante na certificação de práticas de bem-estar animal a nível mundial, informou o parque algarvio, em comunicado.

Segundo o Zoomarine, a certificação foi atribuída através do programa Global Humane Conservation, que “reconhece os elevados padrões de cuidados dados pelo Zoomarine aos animais residentes”.

Esta foi a sétima vez que o Zoomarine recebeu esta distinção, que obteve pela primeira vez em 2018 e que tem sido sucessivamente atribuída ao parque algarvio desde então.

“Temos uma equipa extraordinariamente dedicada, apaixonada e profissional que se esforça diariamente para garantir que todos os nossos animais têm o mais elevado bem-estar. O reconhecimento desse amor e empenho contínuos e inabaláveis pelos nossos animais por um programa tão respeitado como a Global Humane Conservation é a validação dos nossos elevados padrões de bem-estar animal. Estamos orgulhosos por termos recebido esta prestigiada recertificação”, afirma Carla Flanagan, diretora Zoológica do Zoomarine.

Para ser reconhecido como Global Humane Certified, o Zoomarine passou por uma rigorosa avaliação independente que analisou o bem-estar dos animais ao seu cuidado e demonstrou a excelência geral nas suas práticas de cuidados e bem-estar animal.

“O processo único é dirigido pela ciência mais recente e melhores práticas e é instruído por veterinários respeitados e especialistas nas áreas de bem-estar animal, ciência animal, zoologia e ética que têm décadas de experiência na proteção dos animais”, explica o Zoomarine.

O Zoomarine considera que o “processo de validação independente dá aos visitantes a confiança de que a instituição está a cumprir um elevado padrão de cuidados”, uma vez que inclui a apresentação de um pedido de pré-auditoria, seguido de uma auditoria no local que avalia o bem-estar dos animais.

“Os fatores considerados durante a auditoria incluem, entre outros, o alojamento, a nutrição, a água, a iluminação, a sombra, o som, os níveis de atividade e a formação do pessoal que interage com os animais. Os critérios são específicos para cada espécie”, lê-se ainda na informação divulgada.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Operadores Turísticos

Solférias reuniu em convenção anual com o lema “Desafios fazem líderes”

A cidade de Tomar e o recente Vila Galé Collection foram palco da VII convenção anual da Solférias, que juntou os profissionais do operador turístico, entre 16 e 18 de fevereiro 2024, com o lema “Desafios fazem líderes”.

Publituris

“Desafios fazem líderes” serviu de mote para dias plenos de atividades, onde a direção da empresa aproveitou a oportunidade para fazer um balanço sobre o ano de 2023, enquanto uma atividade de “Escape Room” visou reforçar o espírito de equipa e realçar a importância da interajuda.

Houve ainda, durante a convenção da Solférias, em Tomar, tempo para um testemunho da futebolista Kika Nazareth, que abordou o seu percurso e desafios profissionais, servindo para alertar, aos profissionais do operador turístico, para os desafios que se apresentam a quem quer ser cada dia melhor e superar-se na sua vida profissional e pessoal.

Um jantar temático medieval, onde foram sorteados alguns prémios, marcou o final do fim de semana de convívio e de trabalho. E para justificar a assinatura da marca: “Viajar Aproxima”, a convenção reteve as palavras Confiança, Interajuda, Resiliência, Compromisso e Celebração, porque, conforme disse a Solférias na sua comunicação à imprensa, mais difícil que alcançar qualquer liderança, é manter essa posição, cimentando parcerias, serrando fileiras e trabalhando, com mais empenho.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Meeting Industry

BTL 2024 vai ser também palco de conferências e talks

A 34ª edição da Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL) vai receber conferências, talks e outras iniciativas espalhadas por sete áreas distintas. Inteligência artificial, sustentabilidade, experiências e soluções tecnológicas estarão em destaque.

Publituris

A Bolsa de Turismo de Lisboa reforçou, na sua edição de 2024, a aposta em conteúdos para profissionais e consumidores, com a organização e acolhimento de várias iniciativas, entre conferências e talks espalhados por sete áreas distintas da feira, que decorre de 28 de fevereiro a 3 de março.

Estes conteúdos, de acordo com informação da organização, procuram afirmar a BTL como um espaço de discussão, troca de ideias e promoção de conhecimento, tanto para os profissionais do turismo como para o público final.

Exemplo disso são as diversas iniciativas que terão lugar no Auditório AVK. No dia 28 de fevereiro, primeiro dia da BTL, o destaque vai para a CNN Portugal Summit “Portugal Tour”, organizada pela CNN Portugal, que irá debater os principais desafios do turismo nacional. A sessão contará com um painel de convidados composto, designadamente, pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, José Manuel Bolieiro, presidente do Governo Regional dos Açores, Carlos Moedas, presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Cristina Siza Vieira, vice-presidente Executiva da AHP, João Oliveira e Costa, CEO do BPI, e Mário Ferreira, CEO da Douro Azul.

O Auditório AVK vai acolher, também, uma talk sobre turismo regenerativo, organizada pela Nova SBE Westmont Institute of Tourism & Hospitality, uma sessão sobre o novo modelo de negócio do turismo 4.0, dinamizada pela Universidade Católica de Lisboa, e uma conferência sobre enoturismo promovida pelo jornal Publituris. O espaço receberá ainda a terceira edição da conferência “Smart and Green Tourism”.

Por sua vez, no Palco BPI os profissionais do turismo poderão descobrir mais sobre a forma como a inteligência artificial está a ser trabalhada no sector em sessões promovida pelo NEST e pela Microsoft. Boas práticas de governance, a humanização, o valor das experiências, a inovação tecnológica e a sustentabilidade serão também alvo de reflexão em conferências organizadas, ao longo dos três dias profissionais da feira, pela AMROP, Universidade Europeia, BTL, NEST, BPI e RIPTUR.

O BTL Lab by Pousadas da Juventude voltará a acolher sessões dedicadas à inovação e a soluções tecnológicas para o turismo. Revenue management, tecnologia de dados, boas práticas de planeamento financeiro, gamified self-guided tours e fotografia serão alguns dos temas que estarão em destaque nesta área da BTL.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Distribuição

Lusanova com campanha especial para circuitos até 10 de março

Válida de 26 de fevereiro a 10 de março 2024, o operador turístico Lusanova vai promover uma campanha com condições especiais em Circuitos Europeus e Ibéricos.

Publituris

A campanha da Lusanova oferece comissões especiais para as reservas em alguns Circuitos Europeus Clássicos e Circuitos Ibéricos Regulares. Todos contam com partidas garantidas e reservas online disponíveis em lusanova.pt. Esta oferta é válida de 26 de fevereiro a 10 de março.

Nos Circuitos Europeus destacam-se alguns itinerários para Itália, como “Ópera Italiana”, “Itália Sole Mio” ou “Sul de Itália com Costa Amalfitana”, os quais incluem a opção mais incluído. A “Escapada a Como” também está abrangida pela campanha.

A promoção da Lusanova integra outras opções como o itinerário “Suíça e Áustria”, numa viagem de oito dias por Friburgo, Cataratas do Reno, Zurique, Innsbruck, Viena e outros destinos, ou “À Descoberta do Chipre”, no qual se pode explorar esta ilha do Mediterrâneo ao longo de sete dias.

Também as reservas em alguns Circuitos Ibéricos Regulares contam com condições especiais para os agentes de viagem. As “Grandes Cidades de Espanha”, “Grandes Santuários Ibéricos com Lourdes” ou a viagem de sete dias que explora o “Portugal Gourmet” de Sesimbra ao Porto, são alguns exemplos integrados na promoção.

 

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Meeting Industry

APAVT com presença ainda mais forte na BTL 2024

Com um palco de apresentações e um total de 80 expositores, incluindo, nomeadamente, nove operadores turísticos, 60 agências de viagens, duas empresas de rent-a-car, companhias aéreas e DMC, a APAVT marca presença ainda mais forte na edição de 2024 da BTL.

Publituris

Além de continuar a ser o maior espaço privado da BTL, com uma área de 1.200 metros quadrados, a APAVT reforça este ano a sua presença na BTL com o apoio de novos parceiros.

O bar do espaço APAVT, tradicionalmente o principal ponto de encontro do Pavilhão 4, é este ano apoiado pelo estado brasileiro de São Paulo. O espaço conta também com dois lounges exclusivos, sendo um da APAVT, apoiado pela ANA/Vinci, e outro do GDS Amadeus, ambos projetados para promover networking e negócios.

Além de manter a Ucrânia como o destino convidado, uma das grandes novidades do espaço APAVT nesta edição da BTL é que incluirá um stand de Macau, o “Destino Internacional Preferido” da associação em 2024.

Também se destaca a participação especial de Huelva, destino do congresso da APAVT deste ano, e a habitual presença do IPDAL, que reúne a promoção dos destinos latino-americanos e Caraíbas, bem como da Associação de Defesa do Consumidor – DECO e, no âmbito da Sustentabilidade, da certificadora Travelife for Tour Operators.

Nos dias dedicados ao público consumidor, o stand da APAVT passará por uma transformação de layout, concentrando-se nas vendas diretas ao público pelas agências de viagens expositoras, designadamente das redes Bestravel, GEA, DIT Portugal e Go4Travel.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB

Navegue

Sobre nós

Grupo Workmedia

Mantenha-se informado

©2021 PUBLITURIS. Todos os direitos reservados.