Edição digital
Assine já
PUB
Destinos

Braga dedica semana ao turismo

O município e a Associação Empresarial de Braga (AEB) promovem, de 20 a 28 de outubro, a Semana do Turismo, visando criar divulgação e animação em época baixa do setor.

Publituris
Destinos

Braga dedica semana ao turismo

O município e a Associação Empresarial de Braga (AEB) promovem, de 20 a 28 de outubro, a Semana do Turismo, visando criar divulgação e animação em época baixa do setor.

Publituris
Sobre o autor
Publituris
Artigos relacionados
APECATE alerta: empresas de Animação Turística correm o risco e não poder operar na floresta no próximo Verão
Agenda
Grupo SATA voa alto no 3.º trimestre e fica acima de 2019
Transportes
Subsidiária da Turkish Airlines inicia voos em março de 2024
Transportes
Indústria da aviação europeia saúda acordo CAAF/3 sobre SAF
Aviação
Quinta da Marinha celebra Ano Novo com duas festas distintas, alojamento e muito fogo de artifício
Press Releases
Solférias renova e reforça aposta no Egito para Verão 2024
Distribuição
Portugal figura em 7.º no ranking de países mais seguros do mundo
Destinos
Nordeste do Brasil capta cada vez mais turistas portugueses
Destinos
Visitar Amesterdão vai ficar muito mais caro a partir de 1 de janeiro
Destinos
Excelência de Portugal lança agenda de Marketing 2024 com conjunto de ações
Destinos

A decorrer em vários espaços e instituições de Braga, abarcando múltiplas vertentes da atividade turística e cultural da cidade e da região, esta iniciativa conta com uma programação muito diversa e apelativa e é mais uma oportunidade para enaltecer o valor económico, social e cultural de um setor com o peso crescente na economia portuguesa, refere comunicado publicado no site oficial do município.

Uma iniciativa que, segundo António Barroso, adjunto do presidente da Câmara Municipal de Braga, se enquadra na estratégia do município em estabelecer parcerias e contactos permanentes com os ‘stakeholders’ locais, incentivando os bracarenses a serem turistas em casa e os primeiros embaixadores de Braga.

“O turismo só é bom se for efetivamente bom para as pessoas que vivem nesse território”, afirmou o autarca, durante a apresentação do projeto.

Na sessão, que contou com ainda com a presença de Varico Pereira e Rui Marques, vice-presidente e diretor-geral da AEB, respetivamente, António Barroso enalteceu esta “iniciativa pioneira em Braga” que se destina, essencialmente, aos empresários do setor, mas que também é aberta a toda a população. “Com a Semana do Turismo, uma iniciativa que certamente será para desenvolver nos próximos anos, pretendemos lançar novos projetos, capacitar os operadores turísticos, refletir juntamente com a população o futuro do turismo em Braga, e promover o concelho como um destino turístico de excelência”, concluiu.

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Artigos relacionados
APECATE alerta: empresas de Animação Turística correm o risco e não poder operar na floresta no próximo Verão
Agenda
Grupo SATA voa alto no 3.º trimestre e fica acima de 2019
Transportes
Subsidiária da Turkish Airlines inicia voos em março de 2024
Transportes
Indústria da aviação europeia saúda acordo CAAF/3 sobre SAF
Aviação
Quinta da Marinha celebra Ano Novo com duas festas distintas, alojamento e muito fogo de artifício
Press Releases
Solférias renova e reforça aposta no Egito para Verão 2024
Distribuição
Portugal figura em 7.º no ranking de países mais seguros do mundo
Destinos
Nordeste do Brasil capta cada vez mais turistas portugueses
Destinos
Visitar Amesterdão vai ficar muito mais caro a partir de 1 de janeiro
Destinos
Excelência de Portugal lança agenda de Marketing 2024 com conjunto de ações
Destinos
PUB
Agenda

APECATE alerta: empresas de Animação Turística correm o risco e não poder operar na floresta no próximo Verão

A APECATE vai promover, no próximo dia 11 de dezembro, pelas 15:00, no Grande Hotel do Luso, no âmbito do “APECATE Day”, um debate sobre a lei dos incêndios e quais as suas implicações no setor do turismo e animação turística.

A APECATE irá realizar no próximo dia 11 de dezembro, um debate sobre o Decreto-Lei n.º 82/2021, de 13 de outubro, que veio criar o Sistema de Gestão Integrada de Fogos Rurais (SGIFR) e estabelecer as suas regras de funcionamento, e que segundo a associação liderada por António Marques Vidal, é “muito prejudicial para a atividade das empresas de eventos e animação turística”, tendo as alterações feitas no Decreto-Lei n.º 49/2022, de 19 de julho e no Decreto-Lei L n.º 56/2023, de 14 de julho, colocado “mais uma série de entraves e limitações ao exercício das empresas de animação turística e dos eventos”.

“Com as alterações climáticas e a tipologia da nossa floresta, perante estas leis, as empresas de animação turística e eventos podem ser impedidas de operar mais de 30 a 50 dias por época alta (primavera e verão), o que se traduzirá na falência de muitas delas, nomeadamente as que operam nas zonas mais interiores”, afirma António Marques Vidal, presidente da direção da APECATE.

Este é um assunto sobre o qual a APECATE se tem manifestado e promovido o debate junto de várias entidades envolvidas. Segundo a associação, “não é colocada em causa a pertinência e a necessidade do tema abordado pelo decreto-lei, mas sim algumas questões de conteúdo e da forma que, na sua aplicação, vão inviabilizar o normal funcionamento das empresas e de toda a atividade económica”, não sendo percetível, para a APECATE, que essas medidas “contribuam efetivamente para o objetivo a que se propõem”.

Assim, para a APECATE, enquanto entidade que congrega e representa as empresas de congressos, animação turística e eventos em Portugal, é “fundamental continuar a discussão e criar estratégias para ultrapassar o contexto criado pelas leis anteriormente referidas”.

É precisamente nesse contexto que surge o “APECATE Day” no qual este tema estará em debate contando, a reunião, com a presença do presidente e da vice-presidente da Entidade de Turismo do Centro.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Transportes

Grupo SATA voa alto no 3.º trimestre e fica acima de 2019

No terceiro trimestre de 2023, a Azores Airlines transportou mais 62% de passageiros face a igual período de 2019. Já a SATA Air Açores ficou 37% acima dos meses de julho, agosto e setembro de 2019.

As companhias aéreas do Grupo SATA – Azores Airlines e SATA Air Açores – registaram um aumento significativo no número de passageiros transportados durante o terceiro trimestre de 2023 – julho, agosto e setembro -, em comparação com o período homólogo do ano pré-pandémico de 2019, avançam os de Monitorização Mensal do Tráfego Aéreo nas Infraestruturas Aeroportuárias Nacionais, publicados pela Autoridade Nacional da Aviação Civil (ANAC).

A Azores Airlines, companhia aérea que assegura as ligações entre a Região Autónoma dos Açores e o exterior, operando uma rede de rotas regulares regionais, nacionais e internacionais, registou, durante os meses mais fortes do verão (julho, agosto e setembro), um aumento de cerca de 62% no número de passageiros transportados, face a 2019, chegando a atingir perto de 70% em setembro, quando comparado com o período pré-pandémico. Estes dados conferem à Azores Airlines o terceiro lugar entre as companhias aéreas que operam em aeroportos nacionais.

No que diz respeito à SATA Air Açores, companhia aérea que realiza o transporte entre as nove ilhas do arquipélago da Região Autónoma dos Açores, apresentou, no terceiro trimestre de 2023, uma subida de cerca de 37% no número de passageiros transportados, comparativamente com o mesmo período de 2019, e de 8,9% quando comparado com período homólogo.

Qualquer uma das companhias do Grupo SATA teve um desempenho no terceiro trimestre, comparativamente com o período pré-pandemia, acima da média das companhias analisadas pela ANAC.

De acordo com os dados da ANAC, e considerando apenas o mês de setembro, a Azores Airlines é, ainda, a segunda companhia aérea a apresentar o maior número de passageiros transportados nos aeroportos portugueses, quando comparado com o mês homólogo de 2022, e a terceira a apresentar o maior número de passageiros transportados, comparando com setembro de 2019.

Recorde-se que as companhias aéreas do Grupo SATA atingirem a marca de um milhão de passageiros transportados em 2023, cerca de dois meses mais cedo do que o registado no ano anterior, com esta evolução a representar um crescimento de 34% no número de passageiros transportados, face ao período homólogo.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Transportes

Subsidiária da Turkish Airlines inicia voos em março de 2024

A AJET, subsidiária integral da Turkish Airlines, iniciará voos em 2024.

A AJET, companhia aérea anteriormente conhecido como AndalouJet e subsidiária da Turkish Airlines, iniciará voos em março de 2024, com o objetivo de “atender um público mais amplo com sua abordagem económica”, refere a companhia turca.

Fundada em 2008 para atender às necessidades de transporte aéreo da Anatólia, a informação foi avançada num evento realizado no Hangar Técnico turco do Aeroporto Sabiha Gökçen de Istambul.

A AJET, em linha com a sua visão de sustentabilidade, “operará como uma transportadora aérea amiga do ambiente e entrará no mercado com uma perspetiva inovadora”, avança a Turkish Airlines em comunicado. “Ao simplificar os serviços oferecidos e utilizar uma configuração de classe económica, o objetivo da empresa é refletir a vantagem de custo nos preços das passagens, tornando os serviços de transporte aéreo acessíveis a um público mais amplo”, refere ainda o comunicado.

Sobre a criação da AJET, o presidente do Conselho e do Comité Executivo da Turkish Airlines, Ahmet Bolat, frisou que, “em linha com nossos objetivos para os próximos 10 anos, estamos orgulhosos de ter iniciado o processo de criação da AJet O esforço e a dedicação que colocamos durante muito tempo valeram a pena e apresentaremos a AJet aos céus com a programação de verão no final de março de 2024. Acreditamos plenamente que a AJet, com seu novo nome, se tornará uma empresa parte importante da indústria da aviação rentável em escala global.”

A empresa, estabelecida como uma companhia aérea económica e de padrões globais, continuará a fortalecer a sua posição competitiva no mercado, com as operações a ficarem baseadas nos aeroportos de Istambul Sabiha Gökçen e Ankara Esenboğa a partir do final de março de 2024.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Aviação

Indústria da aviação europeia saúda acordo CAAF/3 sobre SAF

O setor da aviação europeu está coletivamente empenhado para liderar o caminho na redução das emissões de CO2 da aviação até 2030 e 2050. Nesse sentido, as cinco principais associações europeias de aviação congratulam-se com o acordo alcançado pela ICAO.

As cinco principais associações europeias de aviação que representam as companhias aéreas, os aeroportos, a indústria aeronáutica civil e os prestadores de serviços de navegação aérea da Europa, e que são parceiros próximos através da aliança DESTINATION 2050 – A4E, ACI EUROPE, ASD, CANSO Europe e ERA – saúdam o acordo alcançado pela ICAO Estados-Membros na Terceira Conferência sobre Combustíveis Alternativos para a Aviação (CAAF/3) no Dubai.

O acordo é um passo importante necessário para começar a implementar o Objetivo Aspiracional de Longo Prazo da ICAO de atingir zero emissões líquidas de carbono até 2050 para a aviação internacional. Os combustíveis de aviação sustentáveis (SAF) são uma componente crucial do caminho da aviação para a neutralidade climática.

Os parceiros do DESTINATION 2050, em particular, aplaudem a inclusão de um objetivo de redução de 5% das emissões de CO2 até 2030 através da utilização de SAF a nível mundial, o que fornecerá um sinal claro para o sector energético desenvolver combustíveis alternativos e atrair o investimento necessário.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Press Releases

Quinta da Marinha celebra Ano Novo com duas festas distintas, alojamento e muito fogo de artifício

Onyria Quinta da Marinha Hotel e Onyria Marinha Boutique Hotel disponibilizam pacote de passagem de ano com alojamento e festa de passagem de ano “Black &80’s”.

O Onyria Quinta da Marinha Hotel e o Onyria Marinha Boutique Hotel acabam de lançar os seus programas de passagem de ano “Black & 80’s”, com pacotes que incluem, não só o jantar e festa, como alojamento em quarto duplo e brunch de dia 1 de janeiro, com late check out.

Este ano a passagem de ano vai ser a “Black & 80’s”, sendo que está dividida em dois: uma é a “Black”, com festa na Lake House e alojamento no Onyria Marinha Boutique Hotel, e a outra, é a “80’s” com festa e alojamento no Onyria Quinta da Marinha Hotel. A festa Black na Lake House vai ter a banda Rose Martini, banda tributo dos Pink Martini, que vão tocar música soul e jazz e no final também vai haver um DJ. A festa 80’s é no Onyria Quinta da Marinha Hotel, vai ter como tema os anos 80, e o DJ vai ser Paulino Coelho da Rádio Renascença. E ambos os programas incluem um welcome drink, jantar, champanhe e passas, ceia e fogo de artifício.

No Onyria Marinha Boutique Hotel, a despedida de 2023 começa na Lake House com um cocktail, seguido de um jantar. À meia-noite, e como manda a tradição, há passas, champanhe e muito fogo de artifício, ao som da banda de tributo aos Pink Martini, seguida de um DJ.

Já no Onyria Quinta da Marinha Hotel, os 80’s começam igualmente com um cocktail, seguido de jantar. Para a ceia, o famoso caldo verde, com a meia-noite a ser acompanhada por champanhe e passas.

Em ambos os hotéis, o programa de passagem de ano inclui alojamento em quarto duplo com vista, Festa de Reveillon com o cocktail de despedida do ano velho, jantar com bebidas incluídas, espumante, passas e fogo-de-artifício à meia-noite, ceia, bar aberto com DJ Paulino Coelho ou banda Rose Martini, além de brunch de dia 1 de janeiro com late check-out. Os preços começam nos 391€/pessoa.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Distribuição

Solférias renova e reforça aposta no Egito para Verão 2024

A Solférias acaba de confirmar o reforço no Egito, com dois voos especiais diretos para Hurghada.

Prosseguindo a sua estratégia de, gradualmente e atempadamente, revelar e disponibilizar os destinos e programação para o Verão de 2024, a Solférias acaba de anunciar a renovação e reforço no destino Egito.

Assim, o operador reforça a aposta no destino, com dois voos especiais diretos para Hurghada.

Estância balnear de referência, e porta de entrada para um dos destinos que no mundo combinam lazer, história e cultura de uma forma ímpar, Hurghada conquistou rapidamente um lugar de eleição na preferência dos viajantes portugueses.

Para 2024 e além de Hurghada, a Solférias aposta igualmente na área de Marsa Alam, onde os viajantes terão a possibilidade de conhecer as maravilhas patrimoniais do Egito.

Esta operação especial da Solférias terá um voo com partida de Lisboa e chegada a Hurghada, às sextas-feiras, com o primeiro voo a realizar-se a 7 de junho de 2024, sendo que a última partida acontecerá a 6 de setembro de 2024.

Já do Porto, o primeiro voo para Hurghada realizar-se-á a 10 de junho de 2024 e todas as segundas-feiras, com a última partida da Invicta a acontecer no dia 9 de setembro de 2024.

Os preços anunciados pela Solférias vão desde 908 euros por pessoa, programa 7 noites em hotel 4* no regime de tudo incluído; e 1.034 euros por pessoa, programa 7 noites em hotel 5* no regime de tudo incluído.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Destinos

Portugal figura em 7.º no ranking de países mais seguros do mundo

Liderado pela Islândia, Portugal aparece em 7.º lugar no ranking dos países mais seguros do mundo. Afeganistão é, por sua vez, o país menos seguro.

A 17.ª edição do Índice de Paz Global (Global Peace Index – GPI, sigla em inglês) coloca Portugal como 7.º país mais seguro do mundo, num ranking liderado pela 16.ª vez pela Islândia.

Portugal sobe uma posição face ao índice de 2022 e aparece com uma pontuação de 1.333, atrás da Islândia (1.124 pontos), Dinamarca (1.31 pontos), Irlanda (1.312 pontos), Nova Zelândia (1.313 pontos), Áustria (1.316 pontos) e Singapura (1.332 pontos), mas á frente de países como Japão (1.336 pontos), Suíça (1.339 pontos), Canadá (1.35 pontos) ou Finlândia (1.399 pontos).

Globalmente, apesar de 126 países terem melhorado o seu índice de paz entre 2009 e 2020, o Índice de Paz Global (GPI) de 2023 revela que o nível médio de paz global deteriorou-se pelo nono ano consecutivo, com 84 países a registarem uma melhoria e 79 uma deterioração. A Paz Positiva medida pelo Índice de Paz Positiva (PPI) representa atitudes, instituições e estruturas que criam e sustentam sociedades pacíficas. Isto demonstra que a deterioração foi maior do que as melhorias, uma vez que o aumento da agitação civil e da instabilidade política pós-COVID permanece elevado enquanto os conflitos regionais e globais aceleram.

Medindo o impacto económico global da violência, este aumentou 17%, ou seja, 1 bilião de dólares, atingindo 17,5 biliões de dólares em 2022, o equivalente a 13% do PIB global, o que dá 2.200 dólares por pessoa.

Contudo, para os 10 países mais afetados pela violência, o impacto para a economia foi equivalente a 34% do PIB, em comparação com 2,9% nos 10 países menos afetados pela violência. Ucrânia, Afeganistão e a República Centro-Africana foram os países com maior incidência com 63%, 47% e 40% do PIB, respetivamente.

Sobre o autorVictor Jorge

Victor Jorge

Mais artigos
Destinos

Nordeste do Brasil capta cada vez mais turistas portugueses

De entre os turistas estrangeiros que chegam ao Nordeste do Brasil, os portugueses estão na linha da frente entre os europeus, e isto deve-se às ligações diretas com Portugal, mas também à motivação sol e praia todo o ano.

O jornal do Nordeste do Brasil publicou que o Ceará continua a ser a principal preferência dos europeus que se destinam ao Nordeste brasileiro.De acordo com dados do Ministério da Justiça, de janeiro a setembro deste ano, foram 34,3 mil europeus no Estado. Portugal é o principal emissor de turistas para o Ceará com 9,5 mil visitantes no período.

Em seguida, aparecem os franceses (7,2 mil), italianos (6,9 mil) e espanhóis (3,02 mil). Completam a lista Alemanha, Suíça, Países Baixos e Reino Unido. Além dos europeus, o Ceará recebeu ainda norte-americanos (4,9 mil) e argentinos (2,3 mil).

O total dos turistas das 10 mais nacionalidades que chegaram ao Ceará por via aérea direta internacional somam 41.670. O número representa 89,7% de todas as nacionalidades estrangeiras que chegaram ao estado por voos internacionais diretos (46.431) no mesmo período.

Na Bahia, diz a mesma publicação, segundo estado a mais receber europeus, são igualmente oito países do velho continente entre os 10 maiores emissores, totalizando 26.026. O total de turistas entre os 10 maiores emissores é de 54.244 (via aérea internacional direta), 90% do total de turistas estrangeiros nos nove primeiros meses de 2023, que foi de 57.590. A Bahia é, portanto, o estado que mais recebeu turistas estrangeiros do Nordeste.

Na Bahia, chama atenção que, nas duas nacionalidades emissoras americanas (Argentina e Uruguai), o total de turistas recebidos, 28.218, é maior que todo o quantitativo de europeus recebidos nos nove primeiros meses de 2023: 26.026. Como no levantamento de 2022, os argentinos continuam líderes com muita folga em relação às outras nacionalidades.

Pernambuco vem em terceiro lugar no ranking de recetor de europeus, com 16,6 mil visitantes de sete nacionalidades diferentes. Uruguaios, norte-americanos e argentinos são praticamente o mesmo número de europeus que chegam por via aérea a esse estado nordestino do Brasil. Nesse período, o total de estrangeiros que chegaram por via aérea em voo direto a Pernambuco foi de 35.545.

No Rio Grande do Norte, os europeus de nove países totalizam 9,6 mil turistas, entre 3.624 argentinos, mais que o Ceará inclusive. Refira-se que, para a alta estação de Natal, estão previstas frequências diárias de Lisboa, em que em alguns dias o voo se estende até Maceió.

O estado recebeu ao todo 14.014 turistas estrangeiros nos nove primeiros meses de 2023. Assim, 13.224 dos 10 maiores países emissores são mais de 94% do total.

Alagoas vem logo atrás na atração de europeus: são 1.676. O estado também recebe mais turistas das Américas do que da Europa. Os alagoanos conseguem atrair ainda mais argentinos que o Ceará, que possui histórico de voos diretos para Buenos Aires desde 2014.

A não esquecer que Alagoas tem investido muito na divulgação na Europa para atrair mais turistas, tendo passado a ter voos TAP de Lisboa desde 2020, o que tem vindo a consolidar-se, refere o jornal.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Destinos

Visitar Amesterdão vai ficar muito mais caro a partir de 1 de janeiro

A cidade de Amesterdão acaba de aprovar uma taxa turística, a entrar em vigor no primeiro dia de janeiro de 2024, mais elevada do que originalmente orçamentado em setembro deste ano.

A taxa de entretenimento aplicável aos cruzeiros pelos canais, sobe dos atuais 1,5 euros para 2,5 euros.

A tarifa diária, aplicável a passageiros com escala em cruzeiros marítimos e fluviais, aumenta 75%, passando para 14 euros, acima dos atuais 8 euros. O aumento originalmente orçamentado era de 11 euros, enquanto o imposto sobre dormidas vai aumentar para 12,5%, substituindo o modelo híbrido de 7%, ou seja, mais 3 euros.

A ETOA – Associação Europeia de Turismo, alerta que estes impostos são inflacionários e afetam a competitividade do setor naquele país.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Destinos

Excelência de Portugal lança agenda de Marketing 2024 com conjunto de ações

A Excelência de Portugal, que acaba de lançar no mercado a sua agenda de Marketing 2024, diz que é ambiciosa e dirige-se, além dos seus membros, a todos os hotéis boutique e de luxo portugueses que se queiram juntar ao projeto para dar consistência à imagem de Portugal como um destino Premium e de luxo.

A Excelência volta a repetir o seu evento Wedding Destination Lab em abril 2024, a primeira vez após a pandemia para promover Portugal como Wedding Destination especificamente ao junto do mercado brasileiro. O evento terá lugar no Palácio do Freixo no Porto, Leading Hotel of the World.

No início de novembro 2024 acontecerá pela primeira vez o workshop de Enoturismo no Alentejo, destino que a empresa considera de excelência nesta área de negócio, com hotéis vínicos de luxo.

Sendo o mercado brasileiro o mais forte para a empresa, haverá igualmente roadshows por várias cidades no Brasil no mês de março e também em outubro do próximo ano. A Excelência não faltará à também à LTM.

Espanha e Escandinávia são outras das apostas para continuar a marcar presença ao longo do ano 2024 através de roadshows, workshops ou studytrips.

Refira-se que, para ganhar maior visibilidade em outros mercados europeus a Excelência fechou uma parceria com os GMF – Global Mice Foruns para incluir especificamente quatro foruns da agenda no seu plano de Marketing. Estes foruns promovem sobretudo destinos da Península Ibérica para buyers europeus e internacionais e tem um formato mais intimista e familiar permitindo os networking e reuniões mais personalizados. O primeiro forum terá lugar de 21 a 23 de janeiro 2024 e o local será o membro fundador da Excelência Portugal, o hotel Palácio Estoril.

Para dar os primeiros passos no mercado dos Estados Unidos da América, a Excelência de Portugal promove ainda parceria com a empresa TRU Marketing, permitindo, a valores muito acessíveis, que os seus membros tenham uma representação constante neste mercado.

A Excelência Portugal é uma empresa portuguesa que promove a softbrand para hotéis de luxo e de boutique portugueses bem como marcas portuguesas de luxo ligadas à hospitality. A sua missão é promover Portugal com um destino premium aproveitando esta umbrela brand para promover vários eventos ao longo do ano em mercados alvos que são menos abordados ou onde uma presença constante é dispendiosa.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB

Navegue

Sobre nós

Grupo Workmedia

Mantenha-se informado

©2021 PUBLITURIS. Todos os direitos reservados.