Ministro da Economia: “Se tudo está a correr bem, é possível fazer melhor”

Por a 19 de Setembro de 2016 as 11:12
Ministro da Economia

“O Turismo em Portugal está a viver um bom momento e o seu melhor ano de sempre: número recorde de turistas com um aumento na ordem dos 10%, crescimento de 16% nos proveitos, novos mercados a ganharem robustez e 55 novas ligações aéreas”. Começou assim o discurso de Manuel Caldeira Cabral, ministro da Economia, durante a Gala dos Portugal Publituris Travel Awards 2016.

O governante mostrou a sua satisfação pelo momento que a indústria atravessa e aproveitou para elogiar o sector e os portugueses que ”diariamente são a cara que recebe milhares de turistas”. “O mérito deste crescimento é, essencialmente, do sector privado e de todos os portugueses que muito bem recebem quem nos visita. O mérito é, obviamente, daqueles que investiram antes da crise, durante a crise e que tornam melhor o nosso país com a sua capacidade de trabalho”.

O titular da pasta da Economia alertou, ainda assim, “para a necessidade de manter a exigência e a responsabilidade em todos os que trabalham o sector”, acrescentando a formação como um dos pilares para assegurar a continuação dos bons resultados. “Apostamos e investimos na formação, pois recebemos cada vez mais turistas e temos que ter uma capacidade de resposta maior”.

Manuel Caldeira Cabral falou também do projecto “Portugal, destino wifi”, que “trará ligações wireless em todos os centros históricos do país” e da necessidade em “combater  a sazonalidade com o turismo de negócios e congressos através da promoção”.

Um comentário

  1. Rui Gaiola

    20 de Setembro de 2016 at 10:04

    O Sr. Ministro da Economia, no meu entender disse e muito bem que tem de se apostar na formação e também na inovação para que o sector do turismo em Portugal se possa consolidar. Um coisa é o aumento do numero de turistas que nos visita pela primeira vez, outra bem distinta é quem vai voltar. O sector tem de ser regulamentado, não basta afastar a precaridade na contratação de colaboradores mas também exigir a sua formação, desde o housekeeping até à direção dos hoteís. Se todos conhecemos o que é o Revenue Management System (RMS) poucos Grupos ainda sabem o que é o Enterprise Resouce Planning (ERP), ainda há muito a fazer.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *