Assine já
Destinos

BTL 2012: Egipto mostra-se pronto para receber turistas

Com a sua participação na BTL, o Egipto pretende demonstrar que recuperou dos confrontos político-sociais vividos no ano passado.

Tiago da Cunha Esteves
Destinos

BTL 2012: Egipto mostra-se pronto para receber turistas

Com a sua participação na BTL, o Egipto pretende demonstrar que recuperou dos confrontos político-sociais vividos no ano passado.

Sobre o autor
Tiago da Cunha Esteves
Artigos relacionados
Egipto pondera pôr câmaras ao vivo em locais como praias
Destinos
O Turismo de costas voltadas para o Mediterrâneo
Destinos
Mediterrâneo
Porto e Norte fecha 2016 com quase sete milhões de dormidas
Destinos
Porto e Norte
Egipto com aumento de 57,5% no número de turistas portugueses
Homepage
Mediterrâneo

A Oficina de Turismo do Egipto vai estar presente na BTL 2012, feira que arranca esta quarta-feira, na FIL, em Lisboa. O objectivo do destino é “mostrar aos portugueses que está pronto para receber turistas, após os acontecimentos que culminaram a mudança de regime”.

O Turismo do Egipto vai estar localizado no pavilhão 4, dando a conhecer o melhor da cultura e oferta turística egípcia e prestar todas as informações necessárias aos profissionais e público que ali se deslocar.

Sobre o autorTiago da Cunha Esteves

Tiago da Cunha Esteves

Mais artigos
Artigos relacionados
Transportes

MSC Virtuosa faz escala inaugural no Porto do Funchal

A MSC Cruzeiros assinalou, no Porto do Funchal (Madeira), a escala inaugural do seu mais recente navio, o MSC Virtuosa, em evento simbólico que contou com a presença de várias entidades locais e agentes de viagens.

Publituris

Para além da troca de placa comemorativas com o comandante do navio e as autoridades locais, realizou-se uma apresentação onde se deram a conhecer mais informações sobre o navio, sobre o compromisso de sustentabilidade da companhia, assim como todas as novidades do inverno 2022/2023 e do verão 2023, com principal destaque para os cruzeiros portugueses, e a operação com partida e chegada ao Funchal. Por último, foi teve lugar uma “ship tour” pelo navio antes do almoço, informou a MSC Cruzeiros.

O MSC Virtuosa é um dos mais recentes navios da MSC Cruzeiros e da inovadora classe Meraviglia, inaugurado em 2021, e inclui 19 decks que disponibilizam aos passageiros de todas as idades restaurantes de alta gastronomia, entretenimento de classe mundial, bares e lounges, lojas de compras, centros de spa e fitness, um parque aquático e clubes de crianças até jovens. A sua característica mais emblemática é a sua promenade interior de 112 metros com uma cúpula em LED.

Uma caraterística do MSC Virtuosa é o MSC Starship Club, apresentado pelo primeiro bartender robótico humanóide futurista do mundo, chamado Rob.

 

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Hotelaria

Turismo de Portugal inaugura novo edifício da Escola de Hotelaria e Turismo de Portimão

O ministro da Economia e Mar, António Costa e Silva, e o secretário de Estado do Turismo, Comércio e Serviços, Nuno Fazenda, vão inaugurar as novas instalações da Escola de Hotelaria e Turismo de Portimão (EHTP) esta segunda-feira, 23 de janeiro, às 16h30.

Publituris

A sessão conta ainda com a presença da presidente da Câmara Municipal de Portimão, Isilda Gomes, do presidente do Turismo de Portugal, Luís Araújo, do presidente da ESTAMO – empresa responsável pela gestão do património do Estado –, António Furtado, e do diretor da EHTP, Pedro Moreira.

Fruto de um investimento de 2,3 milhões de euros, o novo edifício da EHTP localiza-se no antigo estabelecimento prisional da cidade, “combinando espaços técnicos inovadores com características sustentáveis e eficientes, que permitirão incrementar a qualidade da formação e reduzir os consumos de energia e de água”, como adiantado em comunicado.

A nova escola é composta por oito salas de aula equipadas com a mais recente tecnologia, “que vem facilitar o ensino híbrido, com formação presencial e à distância”. Disponibiliza ainda duas cozinhas de aplicação com equipamentos topo de gama, um auditório com capacidade para 140 pessoas, laboratório com cozinhas individuais, bar e restaurante de aplicação – estes últimos abertos ao público em geral.

Com esta requalificação, o Turismo de Portugal afirma em comunicado que “mantém a sua aposta na formação e capacitação de recursos do sector, através do reforço da oferta formativa com novas áreas de formação, de um foco na digitalização dos programas e de infraestruturas que permitem o desenvolvimento de produtos e investigação, com a possibilidade de ser usada por empreendedores locais para o desenvolvimento dos seus próprios projetos”.

A programação completa da inauguração pode ser consultada abaixo.

16h30: Acolhimento;

16h45: Boas-vindas
– Presidente da Câmara Municipal de Portimão, Isilda Gomes;
– Diretor da Escola de Hotelaria e Turismo de Portimão, Pedro Moreira;
– Secretário de Estado do Turismo, Comércio e Serviços, Nuno Fazenda.

17h15: Intervenção do presidente da ESTAMO, António Furtado;

17h30: Escolas de Hotelaria e Turismo – Contributos para a qualificação das pessoas e do turismo
– Presidente do Turismo de Portugal, Luís Araújo.

18h00: Encerramento
– Ministro da Economia e Mar, António Costa e Silva.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Distribuição

19ª Convenção da Airmet adiada para 24 a 26 de março

“Devido aos recentes imprevistos” a Airmet anuncia que a realização da sua 19ª Convenção anual, que estava prevista entre 27 e 29 de janeiro, na Madeira, foi adiada para os dias 24 e 26 de março de 2023.

A manutenção do pré-aviso de greve na TAP marcado entre os dias 25 e 31 de janeiro, terá ditado esta alteração. O local mantém-se, ou seja, no Pestana Casino Park, no Funchal, bem como o tema ““Green’it possible – The Game Changer” e o programa.

Numa comunicação, na semana passada, dirigida aos participantes do evento e assinada pelo diretor geral da Airmet, Luís Henriques, a rede referia que “este constrangimento afetará, de forma muito significativa” a realização da Convenção, uma vez que as datas são coincidentes.

Segundo o responsável, “temos colegas que estão integrados nos voos “Airmet”, mas temos igualmente colegas que compraram voos TAP diferentes dos que demos como opção o que faria com que a participação, que à data está nas 320 pessoas (tornando esta convenção na maior de sempre) fosse largamente reduzida”, para acrescentar que “consideramos que não teremos condições para realizar a convenção nas datas iniciais caso a greve se mantenha”.

Luís Henriques destacava na comunicação que “estamos a trabalhar para que o evento seja um sucesso e caso seja necessário alterar as datas estamos totalmente preparados para tal tendo já, conforme indicado, um plano B que nos permitirá ter a nossa convenção sem custos adicionais para as agências de viagens”.

 

Sobre o autorCarolina Morgado

Carolina Morgado

Mais artigos
Análise

Europa domina turismo, mas será ultrapassada pela Ásia – revela o WTTC

As cidades da Europa continuam a ser os destinos preferidos dos turistas de todo o mundo, mas, a curto prazo, a Ásia vai destronar o velho continente como potência turística, estima afirmou o World Travel Tourism Council (WTTC).

Segundo um estudo apresentado pela entidade em Madrid, no decorrer da Fitur – Feira Internacional de Turismo, o WTTC indica que a capital francesa era o principal destino urbano mundial, mas este ano será superada por Pequim.

O WTTC lembrou que a pandemia de Covid-19 teve um impacto devastador no setor das viagens e turismo, sobretudo nas grandes cidades, uma vez que os governos nacionais tomaram a decisão de fechar as fronteiras para fazer face à crise sanitária.

Assim, um bom número de viajantes trocou as visitas das cidades por destinos menos massificados, tanto no litoral como nas áreas rurais, mas com a abertura das fronteiras, as grandes cidades voltaram a ser o foco das atenções para as férias.

“Paris assume a coroa como o destino urbano mais poderoso do mundo, com um setor de viagens e turismo no valor de quase 36 mil milhões de dólares em 2022, em termos de contribuição direta do PIB para a cidade”, mencionou o WTTC, que destacou que, nos próximos 10 anos a capital de França deverá cair para o terceiro lugar, embora o seu valor suba para mais de 49 mil milhões de dólares.

A organização observou que Pequim, na China, é atualmente o segundo maior destino urbano do mundo, com um setor de viagens e turismo avaliado em quase 33 bilhões mil milhões de dólares. No entanto, “ultrapassará Paris nos próximos 10 anos, crescendo para impressionantes 77 mil milhões de dólares”, assumiu.

No continente americano, Orlando, nos Estados Unidos, foi avaliado em 31 mil milhões de dólares em 2022 e ocupa o terceiro lugar, seguido por Xangai, Las Vegas e Nova Iorque.

“Grandes cidades como Londres, Paris e Nova Iorque continuarão a ser potências globais, mas nos próximos anos Pequim, Xangai e Macau subirão na lista dos principais destinos urbanos”, disse Julia Simpson, presidente e CEO do WTTC.

A executiva observou que os turistas sempre terão cidades favoritas para onde voltar, mas “à medida que outros países priorizam viagens e turismo, veremos destinos novos e emergentes a desafiar os favoritos tradicionais”.

 

Sobre o autorCarolina Morgado

Carolina Morgado

Mais artigos
Emprego e Formação

CNFT define novas estratégias para captar e reter talento no setor do turismo

A Comissão Nacional de Formação para o Turismo (CNFT) reuniu na Escola de Hotelaria e Turismo de Lisboa, para apresentar novos projetos, um estudo de mercado para o setor, elaborado pela Universidade de Aveiro e para debater novas estratégias para captar e reter talento.

A reunião permitiu um debate alargado em torno da construção de uma agenda para a qualificação e o emprego no turismo e apresentar os resultados do “Estudo de Empregabilidade no Setor do Turismo”, realizado pela Universidade de Aveiro.

Organizada pelo Turismo de Portugal, a reunião contou com a presença do secretário de Estado do Turismo, Comércio e Serviços, Nuno Fazenda, do presidente do Turismo de Portugal, Luís Araújo, e com 90 representantes de cerca de 50 entidades do setor do turismo em Portugal e que são membros da referida Comissão.

Na sua página oficial, o Turismo de Portugal dá conta que, durante a sua intervenção, o secretário de Estado do Turismo, Comércio e Serviços identificou as grandes prioridades para o setor, e que passam pela criação de uma agenda para a valorização e qualificação das pessoas do setor do turismo, o incremento das políticas de turismo no interior, a aposta na internacionalização das empresas e das marcas turísticas e dar força às regiões na promoção turística regional, para que possam afirmar os seus ativos turísticos territoriais específicos.

Por sua vez, o presidente do Turismo de Portugal e presidente da Comissão Nacional, Luís Araújo, aproveitou a sua intervenção para apresentar o Cartão ATLAS, um cartão digital que reunirá um conjunto de benefícios e vantagens exclusivos para os profissionais do setor e que ficará disponível no início de março, escreve o mesmo site.

Por fim, foram apresentados os principais resultados do estudo sobre o mercado de trabalho para o setor do turismo, desenvolvido pela Universidade de Aveiro, e que visou analisar, avaliar e perspetivar o mercado de trabalho no turismo, e respetivos subsetores, a 10 anos, incluindo a caracterização da evolução setor a nível mundial e nacional.  O estudo desenvolvido junto de mais de 4.800 questionários a trabalhadores e estudantes do setor reúne um conjunto de propostas e caminhos estratégicos, que podem ser conhecidos em:

Da agenda da reunião fez parte ainda a apresentação conjunta entre o Turismo de Portugal, o IEFP e a RIPTUR – Rede de Institutos Politécnicos de Turismo das principais estratégias e instrumentos para a qualificação e valorização dos profissionais do setor do Turismo, bem como a assinatura de três protocolos, no âmbito do Programa Formação +Próxima, com a AHRESP, a PRO.VAR e a Câmara Municipal do Barreiro.​​​

​​Contribuir para a definição de estratégias de formação para o setor do turismo, através da criação de um espaço de cooperação, articulação e colaboração, é um dos objetivos da CNFT, que visa ainda analisar e monitorizar a oferta formativa dos vários agentes de formação e propor alterações, que contribuam para a qualificação dos recursos humanos no turismo, e criar sinergias entre os diferentes agentes, com vista à implementação de estratégias integradas de qualificação dos recursos humanos do turismo.

Por sua vez, as competências das Comissões Regionais, compostas pelas 12 Escolas de Hotelaria e Turismo de norte a sul do país, passam por: Identificar necessidades de formação turística (médio-longo prazo); Emitir parecer sobre Projeto técnico-pedagógico (outros instrumentos de planeamento); Emitir parecer sobre Oferta Formativa da Escola; Promover a integração da escola no desenvolvimento da região; Promover a transferência de conhecimento entre a escola e o setor; Colaborar na promoção da empregabilidade dos jovens; Promover e valorizar o consumo de produtos locais na rede de distribuição e comercialização.

 

Sobre o autorCarolina Morgado

Carolina Morgado

Mais artigos
Transportes

António Costa e Silva admite que o IAG é uma das opções de topo para a privatização da TAP

O ministro da Economia e Mar, António Costa e Silva, admitiu, em entrevista concedida ao jornal espanhol El Economista, aquando da sua visita a Madrid no âmbito da participação de Portugal na Fitur, que o IAG, o grupo que detém a Iberia, é uma das opções de topo para a privatização da TAP.

Publituris

O governante português deixou claro que “a TAP é hoje uma empresa saudável e estão criadas as condições para a privatização para que a Iberia e outros operadores internacionais interessados ​​nela possam participar”, afirmou.

Embora entre os possíveis candidatos também existam outras opções, como a Lufthansa ou a Air France-KLM, para Portugal, a Iberia é fundamental porque já tem ligações com os três aeroportos continentais do país (Lisboa, Porto e Faro), bem como com a Madeira, e o ministro da Economia considera, na entrevista, que “a conectividade com o hub aeroportuário de Barajas iria potenciar o turismo e a economia do país e não só a TAP como também a Ibéria têm aqui um papel importante”.

Costa e Silva considera que “temos de lidar com a conectividade aérea porque há estudos que revelam que a falta dela condiciona a nossa economia face ao resto da Europa, visto que somos um país periférico”, realçando que a TAP desempenha um papel fundamental no crescimento do turismo e da economia portugueses.

Entretanto, o mesmo jornal espanhol indica que a  IAG, empresa-mãe da Iberia, não confirma nem desmente para já o eventual interesse na transportadora de bandeira do país vizinho – “não comentamos” -, enquanto continua focada em resolver a compra da Air Europa .

Além da conectividade aérea, Portugal e Espanha também estão avançando nas conexões ferroviárias de alta velocidade. “Na última cimeira ibérica que tivemos em Viana do Castelo, em dezembro, os dois governos falaram disso”, explicou o ministro. “É um ponto chave no desenvolvimento do turismo transfronteiriço e queremos promover as concessões ferroviárias, embora neste momento a prioridade seja a união entre o Porto e Vigo, para ligar o eixo norte de Portugal à Galiza”, aponta. No entanto, António Costa e Silva admite que “estamos também a estudar outras ligações porque gostaríamos que Portugal estivesse ligado a Espanha e que a Península Ibérica estivesse ligada às grandes redes europeias de transporte de alta velocidade. “Olhamos para a Península como um todo e vemos que podemos desenvolver um grande projeto transnacional”

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Alojamento

Gaia quer suspender por seis meses os novos registos de AL

A Câmara de Vila Nova de Gaia quer suspender por seis meses os novos registos de alojamento local e criar um regulamento municipal para tentar “regular melhor” o mercado e contribuir para a redução de preços no arrendamento.

Publituris

O objetivo da proposta, que vai ser analisada e votada na reunião camarária agendada para segunda-feira, é “colocar um travão” para que o alojamento local não substitua o arrendamento e contribuir para a “baixa de preços”. Posteriormente o tema será levado a Assembleia Municipal. Sendo aprovada, esta proposta será válida por seis meses, podendo ser renovada, por igual período.

“Acompanhamos a evolução da oferta de alojamento local e entendemos que para aquilo que é a dimensão de Gaia, temos já uma resposta sólida. É preciso colocar um travão para que o alojamento local não seja a primeira prioridade que um proprietário tem para o seu imóvel. O alojamento local, neste momento, está a ser não a reabilitação de casas pré-existentes, mas está a funcionar como substituição do arrendamento. Então, parece-nos evidente que tem de haver uma intervenção que discipline um bocadinho isto. E, de alguma forma, contribuímos para a baixa de preços [no arrendamento]”, disse à Lusa, o presidente da Câmara de Gaia, Eduardo Vítor Rodrigues.

O autarca explicou, à mesma fonte, que “em causa está também a questão da qualidade” e que se percebeu a necessidade de “alguma atividade fiscalizadora”, para acrescentar que “achamos que já temos o número suficiente de alojamentos, mas é preciso agora, na renovação anual, ter um regulamento suficientemente criterioso para garantir que o que estamos a disponibilizar é de facto de qualidade”.

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Distribuição

Soltour Travel Partners reuniu na Fitur os principais players da indústria do turismo

A digitalização das agências de viagens, as novas propostas de valor da operação turística e a sustentabilidade nas companhias aéreas, foram alguns dos temas que a Soltour Travel Partners analisou com especialistas do setor durante a Fitur, onde apresentou também dois destinos que farão parte da sua operação em 2023: República Dominicana e Cabo Verde.

Publituris

Na sua Summit, durante a Fitur, a empresa reuniu vários especialistas do mundo do turismo que partilharam a sua opinião sobre o futuro do setor em áreas importantes como a operação turística, as agências de viagens e as companhias aéreas. Além disso, a Soltour deu destaque a dois dos destinos mais exóticos e estabelecidos das suas operações – República Dominicana e Cabo Verde.

Na mesa-redonda sobre a “Digitalização das agências de viagens no desafio da sustentabilidade”, as agências de viagens presentes puderam descobrir as chaves da inovação e da digitalização, bem como as vantagens de as aplicar nos seus modelos de trabalho. “Acreditamos que a implementação de novas tecnologias aumenta a competitividade das agências de viagens e oferece um valor diferenciado às novas gerações, que estão muito conscientes sobre a importância de reduzir o seu impacto ambiental”, referiu Tomeu Bennasar, CEO da Soltour Travel Partners.

No painel de especialistas em operação turística – “Especialização e inovação: as novas propostas de valor da operação turística”, abordou-se a importância da operação turística no setor do turismo e como a proposta de valor parece ter evoluído no sentido da especialização do produto, oferecendo às agências de viagens soluções inovadoras para manter a sua competitividade na indústria.

“Voos Conscientes. Viagens consistentes”, dedicou-se à aplicação da sustentabilidade no setor da aviação. A sustentabilidade, uma tendência globalizada e cada vez mais importante entre as gerações mais jovens, obrigou a repensar as estratégias de vários setores, incluindo o turismo e a aviação, no sentido de um modelo mais ecológico, mais sustentável e mais amigo do ambiente, concluiu-se.

O primeiro dia da feira, também com a participação de vários peritos da indústria do turismo, a discussão centrou-se no papel da experiência local como dinamizadora dos hotéis e destinos.

A empresa realizou duas exposições culturais de dois destinos importantes – Riviera Maya e o Japão –, este último juntamente com o seu parceiro recente, Europamundo, e apresentou um novo parceiro, a WebBeds, o seu novo fornecedor de distribuição de alojamento.

A primeira grande experiência do dia ficou a cargo de Silvia Leal, especialista internacional em tendências e tecnologia, que abordou o Metaverso turístico e o potencial deste novo instrumento para o setor do turismo.

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Destinos

Ministra do Turismo do Brasil quer reduzir preço das passagens aéreas para estimular turismo doméstico

Daniela Carneiro diz que “reduzir o preço da passagem aérea para incentivar o turismo doméstico é uma das prioridades” da sua gestão, depois dos preços das passagens aéreas no Brasil terem subido perto de 14%.

Publituris

A nova ministra do Turismo do Brasil, Daniela Carneiro, diz que a sua prioridade é reduzir o preço das passagens aéreas para estimular o turismo doméstico, avança a CNN Brasil.

De acordo com a governante, o objetivo passa por encontrar “uma solução que democratize o acesso à aviação brasileira”, cujos preços sofreram um aumento de 13,9% em outubro de 2022, em resultado do aumento da procura e do preço do combustível.

“Reduzir o preço da passagem aérea para incentivar o turismo doméstico é uma das prioridades da minha gestão”, afirmou Daniela Carneiro, revelando que, ainda este mês, vai promover uma reunião interministerial para encontrar soluções que promovam a descida dos preços.

Daniela Carneiro já se reuniu, entretanto, com a ABEAR – Associação Brasileira de Empresas Aéreas para discutir o tema.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos

Centro de Interpretação da Batalha dos Atoleiros

Destinos

Governo atribui designação de “monumento nacional” ao Terreiro da Batalha dos Atoleiros

O governo atribuiu, em Conselho de Ministros, a designação de “monumento nacional” ao Terreiro da Batalha dos Atoleiros e aprovou ainda a reclassificação como monumento de interesse nacional o Mosteiro de Santo Sepulcro.

Publituris

O Governo decidiu esta quinta-feira, 19 de janeiro, em Conselho de Ministros, atribuir a designação de “monumento nacional” ao Terreiro da Batalha dos Atoleiros, na Herdade dos Atoleiros, em Fronteira.

“O Terreiro da Batalha dos Atoleiros constitui uma importante paisagem natural e histórico-cultural onde se conserva tanto a topografia original, como a memória material e simbólica do episódio bélico ocorrido em 1384 entre Portugal e Castela, de grande significado no quadro da resolução da crise dinástica gerada após a morte de D. Fernando I”, justifica o executivo em comunicado.

O Conselho de Ministros desta quinta-feira aprovou ainda a reclassificação como monumento de interesse nacional o Mosteiro de Santo Sepulcro, ou Mosteiro das Águas Santas, em Penalva do Castelo, Viseu.

O Mosteiro de Santo Sepulcro, que se encontra classificado como monumento de interesse público desde 2013, mantém “a zona especial de proteção anteriormente fixada”, uma vez que representa “um valioso testemunho da remota época da sua fundação e um singular exemplar artístico e arquitetónico do estilo românico”.

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos

Navegue

Sobre nós

Grupo Workmedia

Mantenha-se conectado

©2021 PUBLITURIS. Todos os direitos reservados.