Edição digital
Assine já
PUB
Aviação

Air France-KLM assume interesse na TAP

O interesse é assumido pelo presidente executivo da Air France-KLM, Ben Smith, que diz que, “se as circunstâncias forem as adequadas”, o grupo vai “definitivamente envolver-se formalmente” no processo de alienação de capital da TAP.

Publituris
Aviação

Air France-KLM assume interesse na TAP

O interesse é assumido pelo presidente executivo da Air France-KLM, Ben Smith, que diz que, “se as circunstâncias forem as adequadas”, o grupo vai “definitivamente envolver-se formalmente” no processo de alienação de capital da TAP.

Publituris
Sobre o autor
Publituris
Artigos relacionados
Hotéis de Macau recebem 1,15 milhões de hóspedes em abril
Destinos
Algarve apresenta-se a diferentes públicos durante o mês de junho
Destinos
Lisboa e Funchal entre os destinos mais populares neste verão
Destinos
Living Tours promove na China novas experiências turísticas em Portugal e Espanha
Distribuição
Fundação INATEL lança debate sobre economia social e incluiu o turismo
Meeting Industry
GEA e TAP juntam agentes de viagens em dois eventos formativos
Distribuição
easyJet lança campanha de verão com descontos até 15%
Aviação
Programa de passageiro frequente da Air France-KLM lança oferta exclusiva para residentes em Portugal
Aviação
Rodrigo Pinto de Barros eleito para último mandato na APHORT
Alojamento
7 etapas de um roteiro para afastar o excesso de turismo dos destinos
Destinos

O presidente executivo do Grupo Air France-KLM, Ben Smith, assumiu que o grupo de aviação franco-holandês está interessado numa parceria ou aquisição de capital da TAP, “se as circunstâncias forem as adequadas”.

“Estamos interessados”, afirmou o responsável, durante a apresentação de resultados da Air France-KLM do terceiro trimestre de 2022, em que o grupo de aviação obteve receitas de 8112 milhões de euros e um lucro de 460 milhões de euros.

Segundo Ben Smith, o Grupo Air France-KLM vai “definitivamente envolver-se formalmente” no processo de alienação de capital da TAP, com vista a uma parceria ou aquisição de capital, quando for aberto o processo de reprivatização da companhia aérea de bandeira nacional.

“A consolidação é um factor-chave para nós, especialmente na Europa”, acrescentou o presidente executivo da Air France-KLM, explicando que o grupo de aviação tem “estudado durante vários anos” o mercado da Península Ibérica.

Recorde-se que, além do interesse manifestado na TAP, a Air France-KLM está atualmente em conversações para entrar no capital da ITA, companhia aérea italiana que veio substituir a Alitalia.

A Reuters adianta que o grupo franco-holandês terá apresentado uma proposta de 350 milhões por 50% do capital da ITA, mais uma ação, de modo a garantir a maioria do capital.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Artigos relacionados
Hotéis de Macau recebem 1,15 milhões de hóspedes em abril
Destinos
Algarve apresenta-se a diferentes públicos durante o mês de junho
Destinos
Lisboa e Funchal entre os destinos mais populares neste verão
Destinos
Living Tours promove na China novas experiências turísticas em Portugal e Espanha
Distribuição
Fundação INATEL lança debate sobre economia social e incluiu o turismo
Meeting Industry
GEA e TAP juntam agentes de viagens em dois eventos formativos
Distribuição
easyJet lança campanha de verão com descontos até 15%
Aviação
Programa de passageiro frequente da Air France-KLM lança oferta exclusiva para residentes em Portugal
Aviação
Rodrigo Pinto de Barros eleito para último mandato na APHORT
Alojamento
7 etapas de um roteiro para afastar o excesso de turismo dos destinos
Destinos
PUB
Aviação

easyJet lança campanha de verão com descontos até 15%

A campanha da easyJet conta com 15 mil lugares com descontos até 15% e aplica-se a viagens que decorram entre 3 de junho e 30 de setembro para vários destinos da easyJet à partida do Porto, Lisboa, Faro, Funchal e Porto Santo.

A easyJet laçou esta terça-feira, 28 de maio, uma campanha de verão de última hora que conta com descontos até 15% e que é válida até à próxima segunda-feira, 3 de junho, em destinos selecionados da companhia aérea low cost.

“Para esta promoção, a companhia disponibiliza 15 mil lugares para quem ainda esteja a planear as suas férias de verão ou queira dar uma escapadinha de última hora”, lê-se numa nota divulgada pela easyJet.

A campanha aplica-se a viagens que decorram entre 3 de junho e 30 de setembro, e inclui vários destinos da rede da easyJet à partida dos aeroportos do Porto, Lisboa, Faro, Funchal e Porto Santo, como Marrocos, Ibiza ou Nantes.

Os bilhetes com preços promocionais no âmbito desta campanha de verão da easyJet já se encontram à venda e podem ser adquiridos aqui ou através da app da companhia aérea.

 

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Aviação

Programa de passageiro frequente da Air France-KLM lança oferta exclusiva para residentes em Portugal

O Flying Blue, programa de passageiro frequente da Air France-KLM, associou-se à Loyalty Status Co. para lançar uma oferta exclusiva de equivalência de nível para os passageiros frequentes elegíveis residentes em Portugal.

O Flying Blue, programa de passageiro frequente da Air France-KLM, associou-se à Loyalty Status Co. para lançar uma oferta exclusiva de equivalência de nível para os passageiros frequentes elegíveis residentes em Portugal.

De acordo com um comunicado enviado à imprensa, esta “oferta vai permitir aos clientes com um determinado nível de passageiro frequente no programa de fidelização de uma das companhias aéreas elegíveis a possibilidade de solicitarem uma equivalência de nível”.

Desta forma, os passageiros elegíveis podem fazer o upgrade para o nível Flying Blue Silver, Gold ou Platinum, e “desfrutar dos benefícios exclusivos das categorias Elite ou Elite Plus durante 12 meses, mesmo que não tenham viajado com a Air France ou a KLM”.

Segundo a Air France-KLM, as vantagens desta oferta incluem  a obtenção de benefícios desde o check-in até ao embarque prioritários, incluindo a seleção gratuita de assentos ou o acesso às salas VIP SkyTeam para os associados Gold e Platinum.

Os clientes que cumpram os requisitos podem solicitar esta oferta aqui, enquanto os interessados que ainda não sejam membros do Flying Blue podem registar-se no programa aqui e, de seguida, preencher o formulário para o pedido de equivalência de nível.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Aviação

TAP entre as 25 companhias premium

A AirlineRatings nomeou as melhores 25 companhias aéreas premium, com base em 12 critérias. A TAP Air Portugal é uma delas.

Depois de analisadas mais de 230 companhias aéreas, responsáveis pelo transporte de 99% dos passageiros em todo o mundo, a AirlineRatings definiu o ranking das 25 companhias premium. A TAP Air Portugal é uma delas.

O júri teve em conta uma série de critérios que incluem a segurança e a classificação do produto, a idade da frota, a rentabilidade, os incidentes graves, as avaliações dos passageiros provenientes de várias fontes, a inovação e as encomendas futuras da frota.

Fique a conhecer as 25 companhias aéreas premium:

Qatar Airways
Korean Air
Cathay Pacific Airways
Air New Zealand
Emirates
Air France/ KLM
All Nippon Airways
Etihad Airways
Qantas
Virgin Australia/Atlantic
Vietnam Airlines
Singapore Airlines
EVA Air
TAP Air Portugal
JAL
Finnair
Hawaiian
Alaska Airlines
Lufthansa/Swiss
Turkish Airlines
IGA Group (British Airways & Iberia)
Air Canada
Delta Air Lines
United Airlines
American Airlines

Relativamente ainda aos critérios, o sistema de classificação vai de uma a sete estrelas em termos de segurança, sendo sete a classificação mais elevada. O sistema de classificação tem em conta uma série de factores diferentes relacionados com as auditorias dos organismos que regem a aviação, as associações de líderes, bem como os dados de segurança da própria companhia aérea.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Aviação

Saiba quais são as 25 melhores companhias lowcost

Mais uma vez a AirlineRatings definiu quais as melhores companhias aéreas ‘lowcost’ a atuar no mercado.

Todos os anos a AirlineRatings estabelece, segundo 12 critérios – incluindo comentários de passageiros de várias fontes, idade da frota, oferta de produtos e classificação de segurança e incidentes – quais as melhores companhias aéreas a atuar no mercado.

No caso das companhias lowcost, conheça o Top 25, por ordem alfabética:

AirAsia Group
Air Baltic
Air Canada Rouge
Cebu Pacific
easyJet
Eurowings
FlyDubai
FlyNAS
GOL
Jetblue
Jet2
Jetstar Group
Jeju Air
Norwegian
Peach
Ryanair
Scoot
Spicejet
Suncountry
Southwest
Transavia
Vietjet
Volotea
Vueling
WizzAir

A AirlineRatings também selecionou os vencedores regionais para o seu Top 25 de companhias aéreas lowcost.

São eles: Américas – Southwest; Médio Oriente – FlyDubai; Ásia – AirAsia Group; Austrália/Pacífico – Jetstar Group; Europa – easyJet.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Aviação

Reforço da pista do aeroporto do Porto custa 50 milhões e vai demorar 19 meses

O reforço da pista do Aeroporto Francisco Sá Carneiro, na Maia, começa a 31 de julho, vai demorar 19 meses, de segunda-feira a sábado, entre meia-noite e 06:00, num investimento de 50 milhões de euros.

Publituris

Em comunicado, a ANA Aeroportos explicou que a opção pelo trabalho em horário noturno visa “minimizar o impacto nas operações aeroportuárias”.

O contrato de empreitada foi assinado com a Acciona esta segunda-feira, 27 de maio, e representa “um investimento de qualidade, segurança e desempenho ambiental, permitindo acomodar o crescimento do tráfego aéreo”, relata a nota de imprensa.

Com esta operação, continua o comunicado, a ANA vai “reforçar as condições operacionais do aeroporto, sendo esta a maior intervenção realizada na pista desta infraestrutura”.

A intervenção será realizada na pista e áreas adjacentes, nomeadamente, na repavimentação completa da camada de desgaste da pista 17-35; intervenções de reforço estrutural da pista; ajustamento da geometria da faixa de pista (strip) e na linha de aproximação (sinalização luminosa) das pistas 17 e 35; substituição do sistema de luzes de pista por LED’s; renovação integral do sistema de drenagem da pista; bem como instalação de infraestruturas civis para a implementação de equipamentos de navegação (ILS categoria II) na pista 35 que vão permitir operações em baixa visibilidade.

Para Thierry Ligonnière, CEO da ANA Aeroporto de Portugal, este “é um investimento estrutural relevante que vai contribuir para o desenvolvimento do Aeroporto do Porto, para que continue a ser um dos melhores aeroportos da Europa, de acordo com as opiniões dos passageiros”.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Aviação

Air France revela primeiras novidades para o inverno 2024-2025 com novo destino no Brasil em destaque

No inverno 2024-2025, a Air France vai abrir três novas rotas para o Brasil, Suécia e Maldivas, que vão estar acessíveis aos passageiros portugueses através dos voos da Air France desde Lisboa e Porto, via Paris-CDG.

Publituris

A Air France já começou a revelar algumas das novidades que vão constar do seu calendário de inverno 2024-2025, com destaque para a abertura de três novas rotas para o Brasil, Suécia e Maldivas, que vão estar acessíveis aos passageiros portugueses através dos voos da Air France desde Lisboa e Porto, via Paris-CDG.

“A Air France continua a expandir a sua rede, oferecendo 5 rotas adicionais – incluindo 3 novas – a partir de Paris no inverno de 2024-25 (novembro de 2024 a março de 2025)”, destaca a companhia aérea num comunicado enviado à imprensa esta sexta-feira, 24 de maio.

Um dos principais destaques da Air France para o próximo inverno vai ser Salvador da Bahia, no Brasil, que passa a contar com três voos por semana a partir de 28 de outubro, às segundas, quintas e sábados, em aparelhos Airbus A350-900 com 324 lugares.

“A antiga capital brasileira, inscrita no Património Mundial da UNESCO, será o 5º destino da Air France no Brasil, depois do Rio de Janeiro, São Paulo, Fortaleza e Belém (este último, servido a partir de Caiena, na Guiana). No inverno de 2024, a Air France vai operar até 30 voos semanais de/para o Brasil”, refere a Air France na informação divulgada, onde se explica ainda que, graças a uma parceria comercial com a brasileira GOL, os clientes podem conectar-se facilmente a 40 destinos domésticos no Brasil.

Além da capital baiana, a Air France vai também começar a voar, este inverno, para Malé, nas Maldivas, disponibilizando até dois voos por semana, às sextas-feiras e domingos, durante o período festivo do fim de ano, ou seja, entre 20 de dezembro de 2024 e 5 de janeiro de 2025, que vão ser operados num avião Airbus A350-900 com 292 assentos.

As novidades da Air France para o inverno 2024-2025 ficam ainda completas com uma nova rota para Kiruna, na Suécia, que, a partir de 21 de dezembro de 2024, vai contar com  um voo por semana, aos sábados, num avião A319.

“Depois de Rovaniemi, Kittilä (Finlândia), Tromsø (Noruega) e Narvik Loften (Noruega, destino servido apenas no verão), Kiruna será o 5º destino da Air France na Lapónia. Localizada 200 quilómetros a norte do Círculo Polar Ártico, Kiruna é um ponto de partida ideal para desfrutar da natureza intocada da região e tentar observar as auroras boreais”, explica a Air France.

Além destas novidades, a Air France também vai continuar a reforçar a sua oferta para os Estados Unidos, alargando o serviço para Denver (Colorado, EUA) e Phoenix (Arizona, EUA) no inverno, com três voos semanais para cada cidade, a partir de Paris-CDG.

“Oferecida apenas no verão até agora, a ligação para Denver, e também a rota para Phoenix, nova no verão de 2024, será inaugurada a 23 de maio”, destaca ainda a companhia aérea.

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Aviação

Grupo Saudia encomenda mais 105 aviões à Airbus

Mais 105 aviões da família A320neo. Esta nova encomenda do Grupo Saudia eleva para 144 as aeronaves encomendadas ao fabricante europeu em detrimento da Boeing.

Publituris

O Grupo Saudia, representado pela Saudia, transportadora nacional de bandeira do Reino da Arábia Saudita, e pela flyadeal, transportadora lowcost do grupo, assinou uma encomenda de mais 105 aviões da família A320neo. A encomenda inclui 12 aeronaves A320neo e 93 A321neo.

Este novo acordo aumenta a carteira de encomendas de aeronaves Airbus do Grupo Saudia para 144 aeronaves da família A320neo.

A Arábia Saudita está a criar oportunidades sem precedentes para a aviação mundial através da Estratégia Nacional de Turismo da Arábia Saudita, que tem como objetivo mais de 150 milhões de turistas até 2030. Esta encomenda à Airbus desempenhará um papel significativo no reforço da ambição do Reino de se tornar um dos principais destinos turísticos mundiais.

Com um valor de 19 mil milhões de dólares (cerca de 17,5 mil milhões de euros), de acordo com o Fórum da Aviação do Futuro, em Riade, onde Ibrahim Al-Omar, diretor-geral do Grupo Saudia, tornou pública a notícia, ainda não é claro se o negócio é, nas suas palavras, “o maior negócio da história da aviação saudita”, devido ao número de aviões envolvidos ou ao montante despendido.

Segundo os analistas, os recentes problemas de fabrico e de reputação da Boeing podem ter contribuído para a escolha do fornecedor, mas o Grupo Saudita já opera uma frota maioritariamente Airbus, com apenas 51 dos seus 144 aviões fornecidos pela Boeing. 39 outros Airbus já estão encomendados e serão complementados pela última aquisição de 12 aviões A320neo e 93 A321neo, elevando a carteira total de encomendas para 144.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Aviação

Delta Air Lines celebra 5.º aniversário da rota Lisboa-Boston com 14 voos por semana entre Portugal e EUA

A rota da Delta Air Lines entre Lisboa e Boston conta com voos diários entre março e dezembro, aos quais se juntam voos diários entre a capital portuguesa e Nova Iorque -JFK.

Publituris

A Delta Air Lines está a celebrar o 5.º aniversário da rota Lisboa-Boston, operação que conta com um voo diário entre março e dezembro e que é complementada pelas ligações que a companhia aérea também opera entre Lisboa e Nova Iorque-JFK, totalizando 14 voos por semana entre Portugal e os EUA.

Num comunicado enviado à imprensa, a Delta Air Lines lembra que a rota Lisboa-Boston começou a ser operada em 2019 e, desde então, foram já transportados mais de 235.000 passageiros nestes voos.

“Com dois voos diários de Lisboa para os Estados Unidos e cerca de 860 lugares disponíveis todos os dias, a companhia oferece ligações convenientes de uma escala para destinos nos EUA e mais além, através dos seus principais hubs em Boston e Nova Iorque-JFK”, acrescenta a Delta Air Lines.

Este verão, os voos da Delta Air Lines são operados em aviões Boeing 767-300ER, aparelhos que representam um aumento de capacidade de 40 lugares face aos Boeing 757-200ER que a companhia aérea utilizava anteriormente.

“Boston é um dos nossos hubs internacionais de crescimento mais rápido e um destino popular para os clientes portugueses”, afirma Paul Hassenstab, diretor de Vendas EMEAI da Delta Air Lines, considerando que a celebração do quinto aniversário é “um grande marco” para esta rota, que “continua a ter um desempenho robusto”.

Satisfeito mostra-se também Carlos Abade, presidente do Turismo de Portugal, que defende que o quinto aniversário desta rota atesta o “compromisso de ligar Portugal aos Estados Unidos”, numa parceria que “tem fortalecido os laços entre os dois países e, também, contribuído para a dinamização da economia portuguesa porque facilita o acesso a Portugal e a toda a sua oferta turística”.

Os voos da Delta Air Lines partem de Lisboa diariamente às 12h45 e chegam a Boston às 15h30, enquanto em sentido contrário a partida da cidade norte-americana decorre às 23h15 para chegar a Lisboa às 10h45 do dia seguinte.

Já a rota de Nova Iorque-JFK, que também conta com voos diários e ao longo de todo o ano, parte de Lisboa às 10h00 e chega à cidade dos EUA pelas 13h00, enquanto em sentido contrário a partida de Nova Iorque acontece às 19h55, chegando a Lisboa às 08h00 do dia seguinte.

Os clientes que voam a partir de Lisboa podem escolher entre 55 destinos via Boston e 75 via Nova Iorque-JFK. As principais ligações para os viajantes portugueses incluem Los Angeles, São Francisco e Orlando, nos Estados Unidos, e San Juan, Porto Rico; Cancun, México; São Paulo, Brasil; e Nassau, Bahamas.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Aviação

APG-IET integra Volotea

Neste verão, a Volotea vai operar “mais de 450 rotas” entre “mais de 100 cidades por toda a Europa” e passa agora a esta disponível para emissões interline.

Publituris

A APG Portugal anunciou a integração da Volotea no programa APG-IET, passando a companhia aérea low cost, com sede em Barcelona, a estar disponível para emissões interline com a chapa GP.

De acordo com a APG Portugal, a Volotea vai operar, neste verão, “mais de 450 rotas” entre “mais de 100 cidades por toda a Europa”, passando agora a esta disponível para emissões interline.

A Volotea, que no ano passado foi reconhecida como a melhor companhia Low-cost da Europa nos World Airline Awards, conta com uma frota composta por 41 aviões, entre 20 aparelhos Airbus A319 e 21 Airbus A320.

Com a integração da Volotea, o programa APG-IET passa a contar com 145 companhias aéreas, cuja oferta já está disponível para emissões interline com a chapa GP-275, através dos sistemas Galileo, Sabre, Amadeus e Worldspan.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Aviação

Dubai espera bater novo recorde de passageiros no atual aeroporto

Os responsáveis pelo Dubai International Airport (DXB) esperam bater um novo recorde, com a movimentação de mais de 91 milhões de passageiros, em 2024.

Publituris

Depois de ter registado, no primeiro trimestre de 2024, mais de 23 milhões de passageiros a passarem pelo Dubai International Airport (DXB), correspondendo a um acréscimo de 8,4% face ao mesmo período de 2023, os responsáveis pela infraestrutura aeroportuária admitem bater novo recorde e chegar a mais de 91 milhões de passageiros neste ano.

Paul Griffiths, CEO dos Aeroportos do Dubai, refere, na apresentação de resultados do DXB), que “a trajetória de crescimento robusto no DXB continuou no primeiro trimestre do ano, com o hub a registar números verdadeiramente impressionantes. Graças, em parte, à proliferação de cidades que estão a ser adicionadas à nossa rede pelas nossas transportadoras Emirates e flydubai, nos últimos meses. À medida que o Dubai emerge como líder global na atração de talentos, empresas e turistas de todo o mundo, a nossa atenção continua a centrar-se na manutenção da dinâmica de crescimento e na melhoria da experiência geral no aeroporto para todos os passageiros que passam pelos nossos terminais. Com um forte início do segundo trimestre e uma perspectiva otimista para o resto do ano, revimos a nossa previsão para o ano para 91 milhões de passageiros, ultrapassando o nosso anterior recorde de tráfego anual de 89,1 milhões em 2018.”

A Índia continua a ser o principal país de destino do DXB, com o tráfego a atingir 3,1 milhões de passageiros, seguida da Arábia Saudita (2 milhões), do Reino Unido (1,5 milhões) e do Paquistão (1,1 milhões). Outros contribuintes significativos incluem os EUA (836.000), a Rússia (725.000) e a Alemanha (728.000). As principais cidades por número de passageiros incluem Londres com 961.000 passageiros, Riade (795.000) e Jeddah (669.000), seguidas de perto por Bombaim com 637.000 visitantes.

De referir que o Emirado anunciou, recentemente, que está a construir um novo terminal de passageiros no Al Maktoum International – o segundo aeroporto do Emirado, também conhecido como Dubai World Central (DWC) – à medida que o DXB se aproxima da sua capacidade total.

O novo DWC, com um investimento total de 128 mil milhões dirhams (mais de 32 mil milhões de euros), terá uma capacidade para 260 milhões de passageiros. Uma vez concluído, o aeroporto terá a maior capacidade do mundo e será cinco vezes maior do que o DXB, que atualmente ocupa o primeiro lugar no ranking mundial do tráfego internacional de passageiros.

O DXB está atualmente ligado a 256 destinos em 102 países através de 90 transportadoras internacionais. No primeiro trimestre deste ano, o aeroporto registou 109.238 movimentos de aeronaves, o que representa um aumento anual de 8,3% segundo a Dubai Airports.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB

Navegue

Sobre nós

Grupo Workmedia

Mantenha-se informado

©2021 PUBLITURIS. Todos os direitos reservados.