Operação turística para Porto Santo retoma em julho

Por a 26 de Maio de 2020 as 12:02

A operação turística para o destino Porto Santo deverá retomar no início de julho, concretamente a 3 de julho, com um voo charter da Dinamarca que se prolongará até ao final de dezembro. Já a TAP deverá retomar os voos para o destino a 13 de julho. As datas foram avançadas por Bruno Martins, diretor-geral do Vila Baleira, unidade hoteleira de Porto Santo, na web conferência “Madeira: Preparar o futuro”, promovida pelo Publituris, com o apoio da Associação de Promoção da Madeira.

De acordo com Bruno Martins, para quem a Madeira respondeu de forma exemplar à crise sanitária, Porto Santo tem “uma oportunidade de, no verão, face às circunstâncias atuais, recuperar alguma coisa”.

O principal mercado é o nacional no verão, seguido do dinamarquês, italiano e alemão. “No que diz respeito à Dinamarca, o país prepara a sua abertura em meados do mês de junho. Itália continua a reduzir os seus números e também prepara a abertura. Já a operação da Alemanha para Porto Santo está em causa. Gostariam de começar em julho ou em agosto, mas se falharem estes dois períodos, dificilmente virão este ano”, conta Bruno Martins. Quanto ao mercado nacional, no caso do Vila Baleira, o hotel recebe mais de 10 mil portugueses por ano no período de verão. Bruno Martins está confiante na escolha de Porto Santo para as férias dos portugueses. “A própria ilha só teve dois casos, foi a primeira praia a abrir e está a uma hora e meia de distância com todas as regras asseguradas. Penso que Porto Santo poderá e deverá ser uma das principais operações para o verão dos portugueses este ano”.

Bruno Martins defende que o essencial para a retoma da atividade turística é a capacidade aérea, o levantamento da quarentena e a definição das regras de segurança e controlo de passageiros. “A situação da capacidade aérea e da quarentena estão ultrapassadas. Quanto à solução dos testes, todos concordamos que o que interessa é que haja condições para as pessoas virem e oferecermos segurança”, afirma, deixando como sugestão a oferta de um voucher a quem voluntariamente quiser fizer o teste na origem.

Com 312 quartos, o Vila Baleira não deverá funcionar com todos os quartos abertos este verão, até porque, se as “operações acontecerem, vêm com menos lugares que o habitual”. “Esperamos um hotel mais folgado relativamente aquilo que têm sido as taxas de ocupação de mais de 90%. Temos 56 apartamentos no resort, vamos ter a opção de self-catering e trabalhar no tudo incluído. Um tudo incluído em que vamos apostar muito na qualidade dos serviços e na adaptação correta dos procedimentos, através de horários, distanciamento social, acessos a buffets servidos pelos colaboradores diretamente aos clientes. Vamos suprimir ao máximo possível as superfícies onde possa haver contacto”, explica.

Um comentário

  1. Maria

    26 de Maio de 2020 at 21:14

    Vou para esse hotel, desde 2918, durante 1 semana. Adoro. Já não dispenso essa estadia, infelizmente, este ano vou ter de interromper, nao cirro o risco de uma reserva com um teste positivo, nas vésperas da partida.
    Com grande pena de não marcar o ponto, na minha ilha de eleição.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *