Vendas da rede Bestravel crescem 19% em 2017

Por a 4 de Fevereiro de 2018 as 18:51
Luis Henriques, director-geral da Bestravel, e Carlos Neves, administrador da rede

As vendas da rede de agências de viagens Bestravel cresceram 19% em 2017 face ao ano anterior, um resultado parcialmente influenciado pela alteração das emissões aéreas, que, até Julho de 2017, eram feitas fora da rede e que, a partir dessa data, passaram a ser feitas internamente. Sem este efeito, as vendas das agências da rede cresceram 11%. Já a margem cresceu ligeiramente acima dos 11%. Os resultados da rede foram revelados por Carlos Neves, administrador da Bestravel, em conferência de imprensa à margem da convenção da rede, que aconteceu este fim-de-semana, em São Miguel, nos Açores.

O ano de 2017 foi atípico para a Bestravel, uma vez que a rede fez oito aberturas de agências, um número que “não é normal” em anos anteriores. Dessas oito aberturas, duas foram segundas aberturas de franquias já existentes e as outras duas resultaram da transição de agências que já existiam no mercado (as agências da Turangra de Ponta Delgada e Angra do Heroísmo).

Questionado sobre o número de aberturas que a rede estima para 2018, Carlos Neves explica que a marca não tem um objectivo numérico, “até porque o nosso conceito é de grande proximidade com a rede”. “Um número excessivo de aberturas pode criar-nos problemas no nível de serviço que prestamos. Diria que não deveremos fazer nunca mais do que quatro ou cinco aberturas por ano”, admite.

Destinos mais vendidos
O destino mais vendido na rede em 2017 foi Portugal, uma aposta que a Bestravel quer manter. Em seguida, surgem Espanha, Caraíbas, Cabo verde e Marrocos nos destinos mais vendidos no ano anterior. Carlos Neves destaca ainda a Tailândia, que entrou no top 10 dos destinos da rede em 2017.

Em Portugal, o crescimento deu-se, sobretudo, nos Açores, que tiveram um desempenho “muito significativo”, assim como a região Centro, que registou uma subida de vendas.

Entre os fornecedores com maiores vendas na rede, a Soltour surge em primeiro lugar, depois a Soltrópico, Jolidey, Nortravel e TUI. No entanto, a rede também se caracteriza pelo produto próprio e, nesse sentido, os fornecedores de hotelaria também ganharam um peso significativo, nomeadamente a Turitravel.

“A maior parte das franquias da rede tem mais de dez anos e, por isso, sentem-se à vontade para fazer construção de produto próprio. Em alguns destinos, baixa o recurso ao operador e sobe o recurso à hotelaria e às centrais hoteleira”, explica o responsável.

Carlos Neves considera que os operadores “olham pouco para o mercado interno” e, por vezes, “nem sequer há muitas soluções dentro do mercado interno, se excluirmos as centrais hoteleiras, por isso digamos que é um caminho natural e também imposto pela falta de soluções”.

“A maior convenção de sempre”
A convenção da Bestravel juntou este fim-de-semana, em Ponta Delgada, mais de 200 pessoas, entre agências da rede, parceiros, fornecedores. O evento contou, ainda, com a presença do presidente da Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo (APAVT), Pedro Costa Ferreira, e dasecretária Regional da Energia, Ambiente e Turismo do Governo dos Açores, Marta Guerreiro. Da rede de 50 franquias apenas quatro não estiveram presentes, o que leva Carlos Neves a considerar que, em termos absolutos, esta foi a “maior convenção de sempre da Bestravel”. “Praticamente toda a rede esteve presente”, refere.

O tema principal da convenção foi a formação, com Carlos Neves a anunciar que, até ao final do primeiro trimestre, a rede vai replicar no Porto o centro de formação que inaugurou no ano passado em Lisboa. Em simultâneo, a Bestravel será certificada como entidade formadora junto da Direcção-Geral do Emprego e das Relações de Trabalho. Também a plataforma de e-learning da rede será certificada. “À saída do Verão teremos as plataformas certificadas”, garante.

A formação para a rede contará com a participação de parceiros comerciais e irá abranger todas as áreas operacionais, assim como áreas mais abrangentes, como a forma de atendimento, gestão de reclamações, entre outras.

No final da convenção foram ainda atribuídos diversos prémios às agências da rede referentes ao desempenho obtido em 2016 e 2017. O prémio carreira foi entregue a Júlio Mateus, sócio-gerente da Bestravel Carregado.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *