Edição digital
Assine já
PUB
Distribuição

Lusanova com variedade de pacotes especiais para fim de ano na Europa

O operador turístico Lusanova disponibiliza ao mercado uma variedade de pacotes especiais para o fim de ano na Europa. A oferta inclui destinos como Açores, Madeira, Croácia ou as Capitais do Báltico, além de circuitos em autocarro para os mais variados mercados de Natal europeus.

Publituris
Distribuição

Lusanova com variedade de pacotes especiais para fim de ano na Europa

O operador turístico Lusanova disponibiliza ao mercado uma variedade de pacotes especiais para o fim de ano na Europa. A oferta inclui destinos como Açores, Madeira, Croácia ou as Capitais do Báltico, além de circuitos em autocarro para os mais variados mercados de Natal europeus.

Publituris
Sobre o autor
Publituris
Artigos relacionados
Turismo sustentável no Alentejo tem “caminho difícil pela frente” assume José Santos
Destinos
Alambique adquire o Convento do Seixo no Fundão
Alojamento
Stay Upon abre hotel em Alcochete após investimento de 6M€
Alojamento
China abre-se cada vez mais ao mundo com isenção de visto a cidadãos de cinco países europeus
Destinos
ETC celebra 75º aniversário
Turismo
TAAG com reforço nas rotas africanas
Transportes
World2Meet compra Viajes Cibeles
Distribuição
Barceló Funchal Oldtown celebra o Natal e Ano Novo com elegância e encanto
Press Releases
Brasil com boas perspetivas para o início de 2024
Destinos
Grande Rota 22 das Aldeias Históricas de Portugal passa a ser ibérica
Destinos

A Pérola do Adriático é uma das sugestões apresentadas pela Lusanova para levar os portugueses a receber 2024 num destino diferente. Com partida de Lisboa a 29 de dezembro, o pacote turístico de quatro noites em Dubrovnik inclui voo especial direto com a Croatia Airlines em classe económica, alojamento em hotel selecionado com pequeno-almoço, transferes de chegada e saída, taxas de aeroporto, segurança, combustível e turísticas, assim como seguro de viagem.

Riga é outra das opções apresentadas para celebrar a chegada de 2024. A capital da Letónia pode ser desfrutada em quatro dias com saída de Lisboa a 30 de dezembro.

A capital da Estónia, Tallin, e outra sugestão da Lusanova é um pacote de quatro dias também com saída a 30 de dezembro. Existe ainda a possibilidade de combinar as várias Capitais Bálticas num programa mais prolongado de oito dias.

Dentro de portas, a Lusanova sugere a célebre festa de passagem de ano Funchal. Com saídas de Lisboa e do Porto, em voos TAP ou SATA, o programa inclui estada de quatro noites, transferes e outras facilidades, dando ainda a possibilidade de se optar pelo regime de meia pensão e jantar de Réveillon no hotel.

Nos Açores, concretamente para a ilha de São Miguel, o convite passa por comemorar o novo ano no mais recente hotel Vila Galé Collection S. Miguel. Com partida de Lisboa, a oferta compreende três noites em regime de alojamento e pequeno-almoço, jantar de Réveillon com bebidas selecionadas e transferes.

Especializado em viagens organizadas para todo o mundo, o operador Lusanova tem ainda disponíveis circuitos em autocarro um pouco por toda a Europa, tanto para a passagem de ano como para os Mercados de Natal.

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Artigos relacionados
Turismo sustentável no Alentejo tem “caminho difícil pela frente” assume José Santos
Destinos
Alambique adquire o Convento do Seixo no Fundão
Alojamento
Stay Upon abre hotel em Alcochete após investimento de 6M€
Alojamento
China abre-se cada vez mais ao mundo com isenção de visto a cidadãos de cinco países europeus
Destinos
ETC celebra 75º aniversário
Turismo
TAAG com reforço nas rotas africanas
Transportes
World2Meet compra Viajes Cibeles
Distribuição
Barceló Funchal Oldtown celebra o Natal e Ano Novo com elegância e encanto
Press Releases
Brasil com boas perspetivas para o início de 2024
Destinos
Grande Rota 22 das Aldeias Históricas de Portugal passa a ser ibérica
Destinos
PUB
Destinos

Turismo sustentável no Alentejo tem “caminho difícil pela frente” assume José Santos

O presidente da Entidade Regional do Turismo do Alentejo-Ribatejo, José Santos, assumiu que o turismo sustentável na região “tem caminho difícil pela frente”, mas “está no caminho certo”, porque “já temos um legado”, que foi ter começado há 7/8 anos a trabalhar a certificação junto das empresas turísticas.

Publituris

“É um caminho difícil e quase sempre inacabado”, afirmou o presidente da Entidade Regional de Turismo (ERT), José Manuel Santos, que falava aos jornalistas à margem da conferência intitulada “Impulsionar o Turismo Sustentável do Alentejo e Ribatejo: acelerar a mudança”, que se realizou em Évora.

No entanto, considerou que, ao longo dos anos, tem havido uma evolução positiva. “Já temos um legado, nomeadamente, começámos a trabalhar a certificação junto das empresas turísticas há já sete, oito anos. Há já muitas empresas no Alentejo que apostaram neste tema de certificação do turismo sustentável, agora há que aprofundar esse trabalho, há que o levar mais aos destinos, trabalhar com os municípios, com as comunidades. Diria que temos um trabalho longo pela frente”, disse.

O dirigente sublinhou que as metas nacionais e regionais a respeito da sustentabilidade “não foram ainda atingidas”, pelo que “é preciso acelerar e trabalhar com as empresas, porque a sustentabilidade hoje não é uma tendência ou uma distração, é uma obrigação”, porque cada vez mais os mercados turísticos procuram destinos sustentáveis, além do que é necessário dar valor aos negócios das empresas.

Para o presidente da ERT Alentejo e Ribatejo, a mudança neste sector e na região “é tão urgente quanto necessária”, sem deixar de destacar “as políticas corretas que têm vindo a ser construídas no sentido de integrar o nosso ecossistema turístico, a nossa organização da oferta, a forma como as empresas promovem os seus produtos e como os destinos turísticos se promovem com todas estas preocupações da sustentabilidade, essencialmente ambiental, social, económica e cultural”.

A ERT vai continuar a dar a conhecer o PREST – Programa Regional de Ecoturismo e Sustentabilidade no Turismo Alentejo e Ribatejo, um “instrumento estratégico”, que vai guiar a implementação da estratégia de sustentabilidade do setor na região no período 2024 e 2027”.

Refira-se que esta iniciativa, ​realiza no âmbito da apresentação pública do PREST – Plano Regional do Ecoturismo e da Sustentabilidade do Alentejo e do Ribatejo, teve como objetivos dar a conhecer as medidas que podem ajudar a alavancar investimentos do setor privado alinhados com o Portugal 2030 e os programas do Turismo de Portugal.

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos

Créditos: Convento do Seixo, via Booking

Alojamento

Alambique adquire o Convento do Seixo no Fundão

Por enquanto ainda não é conhecido o valor desta aquisição, no entanto, a posse administrativa da unidade hoteleira está prevista para os primeiros dias do próximo ano.

Carla Nunes

O hotel Alambique d’Ouro, que após um rebranding este ano passou a designar-se apenas como Alambique, comprou o Convento do Seixo, uma unidade hoteleira de cinco estrelas localizada na Aldeia de Joanes, no Fundão.

A informação adiantada pela imprensa regional do Fundão foi confirmada à Publituris Hotelaria por José Almeida, diretor do Alambique Hotel Resort & Spa, que para já não revelou o valor deste investimento, visto que “o processo de aquisição ainda se encontra em curso”.

O profissional explica que “a posse administrativa da unidade hoteleira está prevista para os primeiros dias do próximo ano, não havendo ainda uma data fechada para a transição”.

Quando questionado sobre o motivo desta aquisição, José Almeida refere que “para lá de se tratar de um edifício com grande valor histórico, estrategicamente trata-se de uma oportunidade para reforçar o nosso posicionamento no destino”. O objetivo passa ainda por alargar “o leque da oferta para novos segmentos, nomeadamente em alguns nichos do mercado externo”, como explica o diretor hoteleiro.

Por enquanto, e “numa primeira fase”, não estão previstas “alterações significativas” do Convento do Seixo, já que José Almeida aponta para as “excelentes condições de conservação do edifício e às competências do mesmo”. No entanto, o profissional ressalva que “existem possibilidades de ampliação que iremos avaliar oportunamente”.

“O expectável, e numa primeira abordagem, será um reforço do posicionamento no mercado, com introdução desta unidade na orgânica comercial e de marketing de que já dispomos, na perspetiva de alavancarmos a performance do hotel. Prevemos ainda uma reorganização interna e alguns ajustamentos ao nível dos serviços a prestar aos clientes”, termina José Almeida.

Sobre o autorCarla Nunes

Carla Nunes

Mais artigos

Crétidos: Upon Vila

Alojamento

Stay Upon abre hotel em Alcochete após investimento de 6M€

O Upon Vila localiza-se no espaço do antigo Vila Foz e acrescenta 89 quartos à região de Alcochete. A aposta passa por captar clientes não só de lazer como também de negócios, principalmente os chamados “nómadas digitais”, razão pela qual o hotel investiu em espaços de cowork.

Carla Nunes

O grupo hoteleiro Stay Upon apostou mais uma vez em Alcochete com um novo hotel, o Upon Vila, fruto de um investimento de cerca de seis milhões de euros.

A nova unidade, que abriu portas no final de julho deste ano no lugar do antigo Vila Foz, junta-se a um outro hotel do grupo em Alcochete, o Praia do Sal Resort, para “trazer o conforto do campo para dentro de um hotel moderno”. A garantia foi dada por Pedro Gomes, Assistant General Manager do Upon Vila, que numa visita guiada à imprensa deu a conhecer esta nova unidade que pretende servir tanto os segmentos de lazer como de negócios.

A oferta de 89 quartos divide-se por quatro pisos nas tipologias standard – vista, superior vista, ou familiar – e suite, que pode ser standard ou deluxe. Estes quartos, todos com máquina de café, revestem-se de tons pastel e de madeiras claras de folha de oliveira para acolher os hóspedes num ambiente de conforto, a linha que guia o conceito deste hotel, cujo projeto de arquitetura e design de interiores ficou a cargo do Atelier Catarina.

Quarto familiar. Créditos: Upon Vila

No lobby do hotel, além da receção e do espaço de pequenos-almoços com capacidade para 55 a 65 pessoas, foi dada primazia a espaços que permitissem aos hóspedes trabalhar em regime de cowork, para atrair os nómadas digitais e os adeptos de teletrabalho. Nesse sentido, este piso térreo conta com um centro de negócios – uma sala semi-privada para trabalhar – e uma sala de reuniões.

“Trabalhamos com muitos grupos, não só desportivos, mas também com muita indústria [à volta de Alcochete] que precisa de estadias mais curtas para os colaboradores”, explica Pedro Gomes ao Publituris.

O profissional aponta que os portugueses são o principal mercado do Upon Vila, com a unidade a indicar em nota de imprensa que Portugal representa 50% dos mercados do hotel, seguido por Espanha (19%), França (16%), Alemanha (8%) e Reino Unido (7%).

Espaços de lazer para desfrutar do estuário do Tejo

Apesar desta aposta no mercado de negócios, Pedro Gomes garante que a maior percentagem de hóspedes cabe aos clientes de lazer, com o segmento de casais a marcar uma maior presença aos fins-de-semana.

Para dar resposta a estes hóspedes o Upon Vila dispõe de uma piscina aquecida no terraço da unidade no quinto piso, com vista desafogada sobre o estuário do Tejo. Por enquanto descoberta, o plano passa por criar uma estrutura coberta amovível para a piscina, que complementa o Terraço da Vila Bar, um espaço de bar situado junto à piscina com carta de cocktails tradicionais e de autor, bem como de pequenos petiscos.

Piscina no Terraço da Vila Bar. Créditos: Upon Vila

A ideia passa por disponibilizar este terraço não só a hóspedes, mas também aos locais de Alcochete que queiram desfrutar da vista sobre o rio, razão pela qual o hotel tem em vista a dinamização de pequenos espetáculos de música ao vivo neste espaço. Outra das novidades para o início do próximo ano passa pelo serviço de brunch no terraço aos domingos.

Também no quinto piso, a unidade hoteleira disponibiliza um pequeno ginásio com uma passadeira, duas bicicletas e halteres.

Para a presente época baixa, as tarifas do Upon Vila rondam os 100 euros para um quarto standard sem pequeno-almoço.

Sobre o autorCarla Nunes

Carla Nunes

Mais artigos
Destinos

China abre-se cada vez mais ao mundo com isenção de visto a cidadãos de cinco países europeus

Turistas da Alemanha, Espanha, França, Itália e Países Baixos deixam de precisar de qualquer documento especial para entrar no território chinês, que se abre cada vez mais ao mundo exterior. Portugal não foi contemplado.

Publituris

A China anunciou que os cidadãos de cinco países da União Europeia – Alemanha, Espanha, França, Itália e Países Baixos – vão passar a ter isenção de visto para estadias de até 15 dias no país asiático.

Para além dos cinco países europeus, a China decidiu também alargar a isenção de vistos à Malásia, “numa base experimental”, disse a porta-voz do ministério dos Negócios Estrangeiros chinês, Mao Ning, em conferência de imprensa, citado pela Lusa. A nova medida vai vigorar entre 01 de dezembro de 2023 e 30 de novembro de 2024.

“Os titulares de passaportes ordinários dos países acima referidos que se desloquem à China por motivos de negócio, turismo, visitas a familiares e amigos, e em trânsito por um período não superior a 15 dias, vão ser autorizados a entrar na China sem visto”, acrescentou a porta-voz, de acordo com a mesma fonte.

Mao Ning considera que medida visa “facilitar” os intercâmbios internacionais entre pessoas e permitir “uma abertura de alto nível ao mundo exterior”.

Estes países juntam-se ao Japão, Brunei e Singapura na lista das nações que gozam de isenção de visto para estadias de 15 dias na China.

A decisão surge quase um ano após a China ter abdicado da política de ‘zero casos’ de Covid-19. Refira-se que o país manteve as fronteiras praticamente encerradas durante quase três anos: quem chegava do exterior tinha que cumprir um período de quarentena de até 21 dias, em hotéis designados pelo governo, enquanto o número de ligações aéreas ao país foi reduzido a 2%, face ao período anterior à pandemia.

A China tomou outras medidas este ano para impulsionar o número de visitas ao país, uma vez que, dados regionais mostram que o número de visitantes continua muito aquém do nível de 2019. Neste caso incluem-se as carteiras digitais WeChat Pay e Alipay. Desde julho passado que estes sistemas de pagamento estão disponíveis para utilizadores estrangeiros que visitam o país e que, por vezes, têm dificuldade em realizar pagamentos e usar determinados serviços.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos

fotos profesionales tenerife, canarias, madrid españa, spain

Turismo

ETC celebra 75º aniversário

A European Travel Commission (ETC) acaba de assinalar o seu 75º aniversário com a adesão de novos membros, confirmados na 106ª Assembleia Geral que decorreu em Tenerife (Canárias).

Publituris

A Comissão Europeia de Viagens comemorou 75 anos de promoção e representação do turismo europeu na sua 106ª Assembleia Geral, em Tenerife. O evento contou com uma participação recorde, reunindo líderes 33 organizações nacionais de turismo europeias, bem como membros associados da ETC do setor privado.

Recorde-se que a ETC foi criada em 1948 para promover a Europa como destino e defender o turismo como um setor crucial para a manutenção da paz e da prosperidade. 75 anos depois, a ETC e os seus 35 membros continuam a colaborar para promover conjuntamente o continente europeu no exterior e impulsionar a transição para um ecossistema de viagens mais resiliente e regenerativo.

Para assinalar este marco, a ETC convidou os seus membros e parceiros a refletir sobre o futuro do turismo europeu. As discussões reuniram especialistas da Comissão Europeia, da Organização Mundial do Turismo (OMT), da Associação Europeia de Turismo (ETOA), do Conselho Mundial de Viagens e Turismo (WTTC), da Turespaña e do Turismo de Tenerife para partilhar ideias e melhores práticas sobre como construir um futuro verde e próspero para o setor de viagens.

Segundo o presidente da ETC, Miguel Sanz, esta Assembleia Geral foi uma “excelente oportunidade” para a organização celebrar o seu 75º aniversário “ao lado de tantos dos nossos valiosos membros e parceiros. Depois de três quartos de século a promover o turismo europeu, é maravilhoso ver que a ETC continua a crescer, com o regresso da Go Türkiye à nossa organização. Também estamos entusiasmados em dar as boas-vindas ao Hilton Group, Mastercard, Miles Partnership e Queer Destinations como novos membros associados. Essa forte colaboração e clareza de visão colocam-nos numa excelente posição para orientar a indústria em direção a um futuro próspero, resiliente e sustentável”.

Mesmo depois de 75 anos, a ETC continua a crescer para acolher novos membros nacionais e parceiros do setor privado. A partir de 2024, Go Türkiye voltará a aderir como membro de pleno direito, elevando para 36 o número de conselhos de turismo que a organização representa. Foi igualmente anunciado que o Grupo Hilton, Mastercard, Miles Partnership e Queer Destinations se juntariam como membros associados no próximo ano. Os novos associados participarão na missão da ETC de melhorar a sustentabilidade e a inclusão do turismo europeu através de pesquisas especiais e colaborações de marketing.

 

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Transportes

TAAG com reforço nas rotas africanas

Depois de São Tomé e Príncipe e São Paulo (Guarulhos), a TAAG – Linhas Aéreas de Angola vai aumentar os voos, a partir de Luanda para mais destinos em África.

Publituris
tagsTAAG

A TAAG – Linhas Aéreas de Angola vai aumentar os voos, a partir de Luanda, para a Namíbia (Windhoek), República do Congo (Ponta Negra) e Moçambique (Maputo) a partir de 11 de dezembro de 2023.

Este anúncio vem depois da companhia aérea angola já ter revelado um aumento de frequências para São Tomé e Príncipe e São Paulo-Guarulhos.

Os destinos africanos agora anunciados têm observado, segundo a TAAG, “um crescimento significativo de procura no mercado, sendo rotas preferenciais do segmento corporativo, de lazer e de tráfego oriundo da lusofonia, este último no caso específico dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP)”.

Assim, a TAAG passará a contar com voos diários para Windhoek (WDH); introduz uma segunda frequência, com voos à segunda-feira e sexta-feira, para Ponta-Negra (PNR), e acrescenta uma quinta frequência, com voos à terça-feira, quarta-feira, quinta-feira, sábado e domingo, para Maputo (MPM).

Adicionalmente, em Angola, haverá um aumento de frequências para a cidade de Lubango, província da Huíla, que, a partir do dia 11 de dezembro, passa a ter dois voos diários à quinta-feira, totalizando 9 frequências semanais.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Distribuição

World2Meet compra Viajes Cibeles

A divisão de viagens da Iberostar liderada por Gabriel Subías, World2Meet (W2M) adquiriu acaba de adquirir o Viajes Cibeles, que está no setor há mais de 30 anos, após uma operação que começou no verão passado.

Publituris

Este é considerado, segundo o diário espanhol para profissionais de turismo, Agenttravel, um movimento estratégico para a World2Meet, pois representa a sua entrada no programa Rotas Culturais da Comunidade de Madrid, do qual participa a Viajes Cibeles. Este operador turístico e agência de viagens, presente no mercado há mais de 30 anos, possui cinco escritórios espalhados por toda a Comunidade de Madrid, dois deles na capital.

Recorde-se que, recentemente, o grupo de viagens adquiriu a rede comercial Azul Marino Viajes, bem como a Viajes Eroski. Além disso, a W2M conta com o grupo gestor ByTour no seu portefólio.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Press Releases

Barceló Funchal Oldtown celebra o Natal e Ano Novo com elegância e encanto

O Barceló Funchal Oldtown preparou um programa de celebrações que inclui jazz, um espectáculo de videomapping e um Jantar de Gala.

Publituris

O Barceló Funchal Oldtown, hotel de 5 estrelas situado no coração do Funchal, preparou um conjunto de eventos para celebrar o Natal e Passagem de Ano com elegância e encanto, que inclui um concerto de jazz, um espetáculo de videomapping e um Jantar de Gala.

O restaurante Noz é o local para para reunir amigos e família nos convívios da quadra natalícia: a 24 de dezembro, será servida a Ceia de Natal, e a 30 de dezembro será realizado o evento “Make a Wish”, com um concerto de jazz ao vivo da Associação Melro Preto, enquanto expressa os seus desejos para o ano que se avizinha. Para culminar esta época de celebração haverá um Jantar de Gala no dia 31 de dezembro, com a noite a culminar com os fogos-de-artífico no B-Heaven Rooftop Bar.

“Estamos muito satisfeitos por oferecer uma gama diversificada de experiências aos nossos hóspedes e à comunidade local durante esta época festiva. O nosso objetivo é tornar esta época festiva mágica para todos os que optarem por celebrar connosco. Desde jantares requintados a entretenimento encantador, o Barceló Funchal Oldtown é o lugar para estar nesta época festiva”, refere Cristina Pérez, Diretora Geral do Barceló Funchal Oldtown.

Ceia de Natal (24 de dezembro): Para a noite da Consoada, a equipa de cozinha do restaurante Noz, elaborou um menu de jantar festivo que irá deliciar o paladar de toda a família. A entrada conta com trouxinha de queijo de cabra e nozes, pequena salada verde e molho de frutos vermelhos. Para prato principal, o restaurante Noz sugere Filete de dourada corado, puré de batata violeta, legumes baby salteados em manteiga de alho, molho de champagne ou Peito de peru recheado com espinafres e frutos secos, batata doce assada com mel de cana, espargos verdes salteados em azeite bio e molho de citrinos. Na sobremesa não falta o tradicional Tronco de Natal. Com música ao vivo, Welcome-drink e bebidas durante a refeição, este Jantar de Natal promete ser inesquecível.

Jantar de Véspera de Ano Novo – “Make a Wish” (30 de dezembro): Este evento encantador promete ser memorável, cheio de esperança e antecipação para o ano que se aproxima. A música jazz da Associação Melro Preto irá animar este jantar, enquanto faz os seus desejos para o ano que se aproxima. Carpaccio de novilho Black Angus, pequena salada verde e lâminas de queijo parmesão para entrada, Lombo de bacalhau com crosta de broa e chouriço, puré de batata violeta, legumes baby salteados em manteiga de alho ou Carne de pato confitada, batata- doce asada com mel de cana, cogumelos Portobello salteados em azeite Bio e molho de citrinos para prato principal e Bolo de chocolate e caramelo salgado com gelado de nata e molho de frutos vermelhos para sobremesa, são as propostas do restaurante Noz.

Passagem de Ano – “A Floresta Encantada” (31 de dezembro): Este será o primeiro ano de celebração da Passagem de Ano no Barceló Funchal Oldtown e reúne as condições ideais para que seja uma experiência memorável. Com um Jantar de Gala no Restaurante Noz, um menu especial e animação ao vivo pelas Divas da Madeira e videomapping pelos Glitch Visual Artists, este evento será aberto aos clientes do hotel, bem como à comunidade local. Ao reservar o Jantar de Gala, terá acesso ao B-Heaven Rooftop Bar para o icónico fogo de artificio e também à actuação do Dj João Garcia, que promete animar as hostes até às 3 da madrugada. A equipa do chef João Lima preparou um menu especialmente para a ocasião garantirá que os participantes tenham uma experiência gastronómica excepcional, que irá incluir uma entrada de Lagosta Marinada em Citrinos e Alga wakame sobre salada de Manga e Abacate, maionese de Laranja do Algarve e Pimenta Rosa, gel de Framboesas. Do Mar, será servido um Robalo selvagem e Carabineiro, arroz cremoso em caldo de Mariscos e Salicórnia, Telha de tinta de Choco e da Terra Filete de Angus, medalhão de Foie Gras, Polenta ao Parmegiano, Legumes glaceados em Mel de Urze, Shimeji e molho Vinho de Madeira 20 anos. Para a sobremesa, o chef João Lima irá servir uma Sweet Surprise of chocolate, banana and passion fruit. O menu será acompanhado de uma cuidada selecção de vinhos que irá complementar a experiência, especialmente seleccionado pela equipa da sommelier Filipa Sousa.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Destinos

Brasil com boas perspetivas para o início de 2024

À medida que o Brasil se prepara para a época alta, os dados da ForwardKeys apontam para que o país está prestes a atingir os níveis pré-pandemia nas chegadas de turistas. E Portugal aparece em destaque na procura para o 1.º trimestre de 2024.

Victor Jorge

Uma análise da ForwardKeys sugere que, à medida que o Brasil se prepara para a época alta, os dados apontam para que o destino está perto de atingir os níveis pré-pandemia nas chegadas de turistas, destacando províncias como Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Santa Catarina como sendo as regiões com melhor desempenho no país.

Os números indicam um aumento no interesse entre viajantes internacionais em visitar o Brasil neste mês de dezembro, afirmando a ForwardKeys “que o interesse crescente é uma excelente notícia para a indústria de viagens do Brasil”, referindo que, no geral, os bilhetes para chegadas de turistas internacionais, em dezembro, estão apenas 4% atrás de 2019.

Mas a recuperação está longe de ser uniforme em todo o país, afirma a ForwardKeys, acrescentando que, a nível regional, a recuperação é “desigual devido a diferentes circunstâncias”, como a conectividade dos voos e a dependência de mercados de origem de diferentes nacionalidades de viajantes.

A ForwardKeys afirma que existe um forte interesse no mercado de longo curso e que a procura de viagens ainda é forte no primeiro trimestre de 2024, especialmente nos mercados de longo curso. As perspetivas também são muito promissoras para mercados regionais como Uruguai, Chile e Argentina.

Olhando para os principais eventos do calendário do turismo, os dados do Flight Search da ForwardKeys revelam que o Carnaval do Rio de Janeiro, em fevereiro, tem um forte apelo para os viajantes internacionais.

Os EUA, França, Portugal, Reino Unido, Alemanha e Espanha são os mercados mais interessados em visitar este evento, uma visão crucial para outros destinos que pretendam promover a sua “experiência carnavalesca brasileira” junto do público internacional.

“Tudo isto mostra que existe uma forte procura, apesar da limitada conectividade de voos internacionais para alguns estados. Na verdade, a capacidade de assentos para voos internacionais atingiu, finalmente, os níveis pré-pandemia no quarto trimestre, mas o restabelecimento das ligações internacionais é desigual entre os estados”, afirmando ainda a ForwardKeys que “esta situação cria uma dependência de aeroportos de entrada como São Paulo”.

Além disso, mostra que o potencial de crescimento é maior, desde que a conectividade de voo atinja níveis adequados, alertando a ForwardKeys que “a conectividade insuficiente pode aumentar as tarifas aéreas e afastar os viajantes durante a popular época alta no Brasil”.

A análise refere ainda que os viajantes da Alemanha, Suíça e Itália desempenharão um papel crucial para manter o setor do turismo ocupado no próximo ano.

Foto crédito: Depositphotos.com
Sobre o autorVictor Jorge

Victor Jorge

Mais artigos
Destinos

Grande Rota 22 das Aldeias Históricas de Portugal passa a ser ibérica

A GR22 – Grande Rota as Aldeias Históricas de Portugal vai passar a incluir também 13 municípios da Deputação de Cáceres, em Espanha, que lhe acrescentam 200 km no país vizinho.

Publituris

A GR22 – Grande Rota as Aldeias Históricas de Portugal cresceu e ganhou dimensão ibérica, passando a incluir também 13 municípios da Deputação de Cáceres, em Espanha, que lhe acrescentam 200 km no país vizinho, revelou a  Aldeias Históricas de Portugal – Associação de Desenvolvimento Turístico (AHP – ADT), durante um recente encontro da ERA Associação Europeia de Caminhada.

“A GR22 contava com cerca 600 km de extensão, distribuídos por 20 municípios, num percurso circular que unia as 12 Aldeias Históricas de Portugal, caminhos históricos e natureza em estado puro. Agora, a aventura envolve também o país vizinho: juntam-se a esta rota 13 municípios da Deputação de Cáceres, acrescentando mais de 200 km de território espanhol e inúmeras povoações históricas”, avança a associação, num comunicado enviado à imprensa após o encontro.

A GR22 totaliza agora aproximadamente 900 km de percurso, incluindo os cerca de 80 km na ligação de Portugal à fronteira com Espanha, numa “verdadeira vivência ibérica”.

“Agora, quem percorrer a GR22 vai passar não só pelas Aldeias Históricas de Portugal, âncoras deste percurso, como também lugares históricos em Espanha, tornando a experiência numa verdadeira vivência ibérica. São, no total, 111 localidades em Portugal e 36 em Espanha”, destaca a AHP – ADT.

A ampliação da rota surge ao abrigo do projeto POCTEP – Cooperação Transfronteiriça e implicou a assinatura de um protocolo com a Deputação de Cáceres que formaliza este projeto transfronteiriço, no âmbito do qual está prevista a mudança de nome desta rota, que passa a ser conhecida como “GR22 – Aldeias Históricas”.

A colaboração com Deputação de Cáceres prevê ainda o melhoramento do sistema de monitorização já existente na GR22, que passa a estar “mais alinhado com o racional estratégico da Rede dedicado à sustentabilidade”, nomeadamente através da “introdução de painéis fotovoltaicos para alimentar os contadores que viabilizam a contagem do número de passagens de aventureiros a pé ou de bicicleta”.

Recorde-se que a GR22 é a maior rota europeia para caminhadas com selo Leading Quality Trails – Best of Europe (LQT), certificação que foi entregue pela primeira vez às Aldeias Históricas de Portugal pela European Ramblers Association (Associação Europeia de Caminhada) em 2019 e que foi agora renovado até 2025, durante o encontro que se realizou no início do mês.

A European Ramblers Association certifica os melhores destinos de caminhada na Europa segundo critérios como a sustentabilidade, o nível de experiência proporcionado ao utilizador, a qualidade do traçado, e a riqueza cultural e natural.

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB

Navegue

Sobre nós

Grupo Workmedia

Mantenha-se informado

©2021 PUBLITURIS. Todos os direitos reservados.