Dezembro: Preço médio cresce 8%

Por a 8 de Fevereiro de 2018 as 15:05

Em Dezembro de 2017, a taxa de ocupação quarto em Portugal cresceu 3,2 p.p., em comparação com Dezembro de 2016, atingindo os 47%. De acordo com o AHP Tourism Monitors, ferramenta de recolha de dados da Hotelaria nacional publicada mensalmente pela Associação da Hotelaria de Portugal, o Alentejo (mais 8 p.p.), Estoril/Sintra (mais 5,7%) e Minho (5,1 p.p.) registaram a maior variação na taxa de ocupação. Mantém-se também, neste mês de Dezembro de 2017, o crescimento das duas estrelas, mais 10,6 p.p. face a Dezembro de 2016, a fixarem-se nos 69%.

O preço médio por quarto ocupado) fixou-se nos 77 euros, evidenciando um crescimento de 8% face ao período homólogo. Os destinos turísticos Minho (mais 14%), Viseu (mais 13%) e Oeste (mais 12%) registaram os maiores crescimentos em variação neste indicador. Por categorias, as três estrelas foram as que mais cresceram (mais 12%).

O RevPAR fixou-se nos 36 euros e continua a registar um crescimento bastante expressivo de 16%, face ao mesmo mês do ano anterior.  Quanto à estadia média, esta fixou-se nos 1,81 dias a nível nacional, mais 1% do que em igual período do ano anterior, com o Minho (mais 5%), Lisboa e Oeste (mais 4%) a registarem as maiores variações.

Cristina Siza Vieira, presidente executiva da Associação da Hotelaria de Portugal, afirma “fechamos o último mês do ano com resultados interessantes nos principais indicadores. Este mês, e analisando por destinos turísticos, não se registam surpresas: a Madeira foi o destino que melhor resultado teve em taxa de ocupação (62%); já em preços, destaque para a performance de Lisboa (95 euros) e ainda no RevPAR (55 euros). Também em preços, mas em variação homóloga, de salientar o crescimento muito expressivo do Minho. É claro que em termos absolutos os resultados demonstram que estamos em plena época baixa.”

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *