Projecto REVIVE lança concurso público para instalar hotel no Paço de Valverde

Por a 6 de Dezembro de 2017 as 17:08

A Universidade de Évora lançou um concurso público para a instalação de uma unidade hoteleira no Paço de Valverde, em Évora, que é um dos 33 imóveis inscritos no REVIVE, programa que visa a valorização e recuperação do património sem uso, segundo nota informativa da Secretaria de Estado do Turismo.

O anúncio da abertura do concurso foi publicado em Diário da República na passada segunda-feira, 4 de Dezembro, e os investidores interessados têm 60 dias para se candidatarem, concretamente até dia 2 de Fevereiro de 2018, sendo o vencedor anunciado num prazo de “120 dias a contar do termo do prazo para a apresentação das candidaturas”.

O anúncio publicado em Diário da República estima um valor de preço base do procedimento superior a 1,6 milhões de euros, a concluir num prazo de “552 meses a contar da celebração do contrato”.

No site do Turismo de Portugal dedicado ao projecto REVIVE, é possível ler ainda que a “área a afectar a uso turístico será a totalidade do imóvel (a confirmar) e o modelo jurídico será o de direito de superfície”.

“Este é o quarto concurso lançado no âmbito do Programa Revive. Recorde-se que o primeiro imóvel foi o Convento de São Paulo, em Elvas, ganho pelo grupo português Vila Galé que já iniciou as obras para a instalação de uma unidade hoteleira. A este seguiram-se os Pavilhões do Parque D. Carlos I, nas Caldas da Rainha, cujo concurso foi ganho pela Visabeira. Está neste momento em fase de conclusão o concurso do Hotel da Guarda”, refere a informação enviada à imprensa.

O Paço de Valverde é uma quinta com paço episcopal cuja origem remonta ao séc. XVI, perto da ribeira de Valverde, que guarda diversos vestígios arquitectónicos quinhentistas. Após a extinção das ordens religiosas, em 1834, todo o conjunto acabou por ficar na posse do Estado, servindo para diversos fins, até chegar à posse da Universidade de Évora, que pretende agora dar-lhe um uso turístico.

 

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *