Novo aeroporto financiado por antigos

Por a 7 de Maio de 2010 as 15:18

A construção do novo aeroporto de Lisboa, em Alcochete, vai ser paga com parte das receitas provenientes dos sete aeroportos portugueses, de acordo com uma análise ao decreto-lei que estabelece as bases de concessão do serviço aeroportuário à ANA-Aeroportos de Portugal, noticia o Jornal de Notícias.

Segundo as conclusões de um estudo encomendado pela Junta Metropolitana do Porto, o decreto-lei n.º 33/2010, publicado a 14 de Abril pelo Ministério das Obras Públicas, “consagra a privatização da ANA em bloco”, o que, segundo a economista Cristina Barbot,  significa que será apenas uma empresa a gerir os aeroportos portugueses.

O documento impõe ainda à ANA o pagamento de 3% das “receitas das actividades reguladas de aviação, de não aviação e outras “ à NAER, dos quais 1,5% servirá para pagar a actividade de fiscalização desta empresa e o restante para financiar o novo aeroporto.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *