Edição digital
Assine já
PUB
Transportes

Emirates recruta pilotos em Portugal

O roadshow da Emirates para recrutamento de pilotos em Portugal vai ter lugar nos dias 21 e 22 de junho, em Lisboa, e inclui três apresentações da companhia aérea.

Publituris
Transportes

Emirates recruta pilotos em Portugal

O roadshow da Emirates para recrutamento de pilotos em Portugal vai ter lugar nos dias 21 e 22 de junho, em Lisboa, e inclui três apresentações da companhia aérea.

Publituris
Sobre o autor
Publituris
Artigos relacionados
Turismo sustentável no Alentejo tem “caminho difícil pela frente” assume José Santos
Destinos
Alambique adquire o Convento do Seixo no Fundão
Alojamento
Stay Upon abre hotel em Alcochete após investimento de 6M€
Alojamento
China abre-se cada vez mais ao mundo com isenção de visto a cidadãos de cinco países europeus
Destinos
ETC celebra 75º aniversário
Turismo
TAAG com reforço nas rotas africanas
Transportes
World2Meet compra Viajes Cibeles
Distribuição
Barceló Funchal Oldtown celebra o Natal e Ano Novo com elegância e encanto
Press Releases
Brasil com boas perspetivas para o início de 2024
Destinos
Grande Rota 22 das Aldeias Históricas de Portugal passa a ser ibérica
Destinos

A Emirates vai realizar um roadshow para recrutamento de pilotos em Portugal, iniciativa que vai ter lugar nos dias 21 e 22 de junho, em Lisboa, e que inclui três apresentações da companhia aérea.

Num comunicado enviado à imprensa, a Emirates revela que o roadshow para recrutamento de pilotos vai decorrer no SANA Malhoa Hotel, com o evento de dia 21 de junho a incluir apresentações da Emirates pelas 10h00 e pelas 13h00, enquanto no dia seguinte a apresentação da companhia aérea decorre pelas 10h00.

Os pilotos interessados em participar nesta ação de recrutamento da Emirates podem conhecer os três programa que a companhia aérea disponibiliza para a entrada de pilotos, concretamente Emirates para Direct Entry Captains, Accelerated Command e First Officers, cujas informações estão disponíveis aqui, e onde é também possível ficar a conhecer os requisitos de entrada e as funções a desempenhar.

No entanto, os pilotos interessados em trabalhar na Emirates não necessitam de realizar registo prévio, uma vez que as sessões são abertas a todos os pilotos e parceiros interessados em participar.

A Emirates lembra que, atualmente, conta com 1.380 pilotos que trabalham na companhia aérea há mais de 10 anos, aos quais se juntam outros 173 que estão na transportadora do Dubai há mais de 20 anos.

A Emirates conta também com uma das frotas mais modernas do mundo, que inclui mais de 260 aviões de longo curso, entre Airbus A380 e Boeing 777, e voa para para seis continentes e 140 destinos diferentes, desde São Francisco a Auckland.

A companhia aérea aposta ainda na formação de pilotos e conta com instalações que albergam 10 simuladores de voo para A380 e Boeing 777, e está a investir 135 milhões de dólares na construção de uma nova e avançada infraestrutura de formação de pilotos, com uma área de 63.318 metros quadrados, que deverá ser inaugurada em março de 2024 e que vai incluir seis simuladores, incluindo para os A350 e Boeing 777-9.

“A Emirates oferece aos seus candidatos ótimas oportunidades de carreira, com excelentes instalações de formação e uma vasta gama de programas de desenvolvimento para os seus colaboradores. Todos os pilotos da Emirates estão baseados na cidade cosmopolita do Dubai e usufruem de um pacote salarial  distintivo no mercado que inclui uma variedade de benefícios tais como um salário isento de impostos, alojamento gratuito oferecido pela companhia, transporte gratuito de e para o trabalho, excelente cobertura médica, bem como descontos exclusivos em compras e atividades de lazer no Dubai”, conclui a companhia aérea.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Artigos relacionados
Turismo sustentável no Alentejo tem “caminho difícil pela frente” assume José Santos
Destinos
Alambique adquire o Convento do Seixo no Fundão
Alojamento
Stay Upon abre hotel em Alcochete após investimento de 6M€
Alojamento
China abre-se cada vez mais ao mundo com isenção de visto a cidadãos de cinco países europeus
Destinos
ETC celebra 75º aniversário
Turismo
TAAG com reforço nas rotas africanas
Transportes
World2Meet compra Viajes Cibeles
Distribuição
Barceló Funchal Oldtown celebra o Natal e Ano Novo com elegância e encanto
Press Releases
Brasil com boas perspetivas para o início de 2024
Destinos
Grande Rota 22 das Aldeias Históricas de Portugal passa a ser ibérica
Destinos
PUB
Transportes

TAAG com reforço nas rotas africanas

Depois de São Tomé e Príncipe e São Paulo (Guarulhos), a TAAG – Linhas Aéreas de Angola vai aumentar os voos, a partir de Luanda para mais destinos em África.

tagsTAAG

A TAAG – Linhas Aéreas de Angola vai aumentar os voos, a partir de Luanda, para a Namíbia (Windhoek), República do Congo (Ponta Negra) e Moçambique (Maputo) a partir de 11 de dezembro de 2023.

Este anúncio vem depois da companhia aérea angola já ter revelado um aumento de frequências para São Tomé e Príncipe e São Paulo-Guarulhos.

Os destinos africanos agora anunciados têm observado, segundo a TAAG, “um crescimento significativo de procura no mercado, sendo rotas preferenciais do segmento corporativo, de lazer e de tráfego oriundo da lusofonia, este último no caso específico dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP)”.

Assim, a TAAG passará a contar com voos diários para Windhoek (WDH); introduz uma segunda frequência, com voos à segunda-feira e sexta-feira, para Ponta-Negra (PNR), e acrescenta uma quinta frequência, com voos à terça-feira, quarta-feira, quinta-feira, sábado e domingo, para Maputo (MPM).

Adicionalmente, em Angola, haverá um aumento de frequências para a cidade de Lubango, província da Huíla, que, a partir do dia 11 de dezembro, passa a ter dois voos diários à quinta-feira, totalizando 9 frequências semanais.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Aviação

Novo relatório sobre solução aeroportuária da região de Lisboa apresentado a 5 de dezembro

A Comissão Técnica Independente (CTI) vai apresentar o novo relatório de “análise estratégica e multidisciplinar do aumento da capacidade aeroportuária da região de Lisboa” no próximo dia 5 de dezembro.

Publituris

A Comissão Técnica Independente (CTI) apresentará no próximo dia 5 de dezembro (terça-feira), um novo relatório que dará a conhecer a avaliação relativamente às várias opções estratégicas para aumentar a capacidade aeroportuária da região de Lisboa.

As nove opções estratégicas até agora divulgadas incluem uma solução dual, em que o Aeroporto Humberto Delgado (AHD) terá o estatuto de aeroporto principal e o Aeroporto do Montijo o de complementar; uma solução dual alternativa, em que o Aeroporto do Montijo adquirirá, progressivamente, o estatuto de aeroporto principal e o AHD o de complementar, incluindo a capacidade para o aeroporto principal substituir integralmente a operação do aeroporto secundário; a construção de um novo aeroporto internacional no Campo de Tiro de Alcochete (CTA), que substitua, de forma integral, o AHD; uma outra solução dual, em que o AHD terá o estatuto de aeroporto principal e um Aeroporto localizado em Santarém o de complementar; a construção de um novo aeroporto internacional localizado em Santarém, que substitua, de forma integral, o AHD.

Além destas possibilidades, a CTI incluiu ainda as localizações Vendas Novas mais Pegões; AHD com Vendas Novas-Pegões; e Rio Frio mais Poceirão.

A avaliação terá por base cinco fatores críticos (segurança aeronáutica; acessibilidade e território; saúde humana e viabilidade ambiental; conectividade e desenvolvimento económico; e investimento público e modelo de financiamento), 24 critérios de avaliação e 88 indicadores.

Após a realização da conferência, o relatório será disponibilizado para consulta pública por um período de 30 dias úteis, sendo que, findo este prazo, a CTI elaborará o relatório final, dando por concluído o mandato que lhe foi conferido pelo atual Governo.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Aviação

Emirates torna-se na primeira companhia aérea do mundo a voar com SAF no A380

De acordo com a companhia aérea, este voo veio demonstrar o “desempenho e a compatibilidade do SAF”, contribuindo para tornar este num tipo de combustível seguro e fiável.

Publituris

A Emirates realizou recentemente um voo de demonstração num aparelho A380 que utilizou 100% de Combustível de Aviação Sustentável (SAF), tornando-se na primeira companhia aérea do mundo a utilizar este tipo de combustível no maior avião comercial do mundo.

“O voo, comandado por Khalid Binsultan e Philippe Lombet, descolou do Aeroporto Internacional do Dubai (DXB) com um dos quatro motores alimentados a 100% de SAF, contribuindo para demonstrar o seu potencial como substituto imediato que corresponde aos requisitos técnicos e químicos do combustível de aviação, sendo ao mesmo tempo uma alternativa mais sustentável”, avança a Emirates, em comunicado.

De acordo com a companhia aérea, este voo veio demonstrar o “desempenho e a compatibilidade do SAF”, contribuindo para tornar este num tipo de combustível seguro e fiável, assim como para “o crescente corpo de investigação levado a cabo pela indústria para avaliar os efeitos benéficos do SAF a 100% no desempenho das aeronaves”, uma vez que, atualmente, o SAF está limitado a uma mistura de 50% nos motores para voos comerciais.

“O SAF 100% drop-in utilizado neste voo inclui compostos sintéticos renováveis e simula de perto as características do combustível de aviação convencional. Esta é a primeira vez que o SAF drop-in é utilizado num avião A380, esperando-se que seja totalmente compatível com os sistemas existentes do avião”, acrescenta a Emirates.

O A380 da Emirates transportou, neste voo, “quatro toneladas de SAF, composto por HEFA-SPK fornecido pela Neste (querosene parafínico sintético de ésteres e ácidos gordos hidroprocessados) e HDO-SAK da Virent (querosene aromático sintético hidro-desoxigenado)”.

“O SAF a 100% foi utilizado num motor GP7200 da Engine Alliance, enquanto o combustível convencional para jatos foi utilizado nos outros três motores. A unidade de potência auxiliar (APU) PW980 da Pratt & Whitney Canada também funcionou com 100% SAF”, indica a companhia aérea.

Este voo de demonstração contou com a colaboração da Airbus, Engine Alliance, Pratt & Whitney, Neste, Virent e ENOC.

A companhia revela que, recentemente, expandiu a sua parceria com o Neste para o fornecimento de mais de 3 milhões de galões de SAF misturado em 2024 e 2025 para voos que partem dos aeroportos de Schiphol, em Amesterdão, e Changi, em Singapura.

Atualmente, a Emirates abastece-se de SAF na Noruega e em França e continua a procurar oportunidades para utilizar SAF em vários aeroportos, à medida que a oferta se torna disponível.

Recorde-se que, já no início deste ano, a Emirates completou com sucesso o primeiro voo de demonstração 100% movido a SAF na região, que foi operado num Boeing 777-300ER com motor GE90.

 

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos

Milan Malpensa, November 23, 2017: Long immigration queue at Malpensa Airport in Milan, Italy for arrivals of Non-Schengen travellers

Aviação

Aeroportos italianos em greve esta sexta-feira

Os aeroportos italianos vão ser afetados, esta sexta-feira, 24 de novembro, por uma greve de 24 horas que deverá provocar diversas disrupções na operação aérea, o que levou as autoridades do país a emitirem um alerta.

Publituris

Os aeroportos italianos vão ser afetados, esta sexta-feira, 24 de novembro, por uma greve de 24 horas que deverá provocar diversas disrupções na operação aérea, o que levou as autoridades do país a emitirem um alerta e a pedirem aos passageiros que verifiquem o estado do seu voo, antes de se dirigirem para o aeroporto.

De acordo com a publicação britânica Travel Weekly, a greve vai fazer-se sentir em todo o pais e segue-se a uma paralisação que já teve lugar na última sexta-feira e que afetou os trabalhadores italianos ligados aos transportes, com exceção do setor da aviação.

“Uma greve nacional de 24 horas do pessoal dos aeroportos, companhias aéreas e assistência em escala é esperada para 24 de novembro. Os viajantes são aconselhados a procurar atualizações com seu provedor de reservas”, lê-se no alerta emitido pelas autoridades italianas.

A greve desta sexta-feira deverá afetar os serviços de assistência, o pessoal de terra e outras funções do aeroporto, sendo esperados prováveis atrasos, cancelamentos e interrupções de voos.

Recorde-se que, por lei, os voos entre as 07h00 e as 10h00, assim como das 18h00 às 21h00, estão garantidos, apesar de se esperar que o impacto da greve venha a causar diversos atrasos.

Segundo a Travel Weekly, a greve foi agendada para protestar contra as condições salariais propostas para 2024.

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Transportes

Interesse em viajar mantém-se em alta, revela relatório ACI World

De acordo com a Airports Council International (ACI) World, 56% dos inquiridos para o “Airport Service Quality (ASQ) Global Traveller Survey” afirmaram estar a planear uma viagem nos próximos três meses.

Publituris

O mais recente relatório do Airports Council International (ACI) World – “Airport Service Quality (ASQ) Global Traveller Survey” – revela que a incerteza económica e geopolítica está a ter influência na tomada de decisões dos viajantes.

Embora 54% dos mais de 4.000 inquiridos de 30 países admitam que esta realidade tem influência nas suas decisões, o relatório da ACI World destaca que são encontradas “poucas evidências sobre o impacto da economia nos seus comportamentos reais de viagem nos últimos 12 meses ou nos seus comportamentos previstos para os próximos 12 meses”.

Na realidade, os viajantes continuam a mostrar um forte interesse em viajar, sendo que 56% dos inquiridos estão a planear viajar nos próximos três meses, comparado com os 51% de período homólogo do ano passado.

Luis Felipe de Oliveira, diretor-geral da ACI World, refere que “as conclusões mostram que, embora os viajantes relatem um elevado impacto percebido da situação económica nos seus hábitos de viagem, nunca estiveram tão ansiosos por viajar. E apesar de a economia global continuar a enfrentar incertezas, a indústria das viagens aéreas está a avançar na direção certa, com os passageiros firmemente no centro das estratégias dos aeroportos.”

O relatório mostra, igualmente, as tendências que estão a influenciar mais os comportamentos e preferências dos viajantes relativamente aos aeroportos, colocando a personalização das experiências em primeiro lugar, com 74% dos inquiridos a admitir utilizar uma aplicação que forneça informação personalizada para tornar a jornada mais fluída.

A automatização também foi destacada (58%), sendo que os viajantes são favoráveis a contactos mais tecnológicos e automatizados para melhorar a experiência ao longo da viagem. Contudo, neste aspeto, a preferência ainda vai para as interações humanas em passos cruciais como o controlo de segurança e processos de imigração.

O trabalho remoto e híbrido levou a que passasse a existir uma mistura entre as viagens de negócio e de lazer, indicando 59% dos inquiridos que combinam mais do que uma razão para realizar uma só viagem.

A sustentabilidade não podia faltar, sendo que 72% das pessoas ouvidos para este relatório indicaram que esperam ver um “ambiente mais verde” nos aeroportos, sendo que somente 43% dos inquiridos já ouviu falar em “Sustainable Aviation Fuels” (SAF).

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Aviação

APG-IET passa a permitir emissões da Dan Air

A Dan Air é uma companhia aérea com sede em Bacau, na Roménia, que opera voos internacionais para destinos como Barcelona, Bruxelas, Dublin, Londres ou Roma.

Publituris

A APG Portugal anunciou a integração da companhia aérea romena Dan Air no programa APG-IET, passando a oferta desta transportadora a estar disponível para emissões interline com a chapa GP.

Segundo a APG Portugal, a Dan Air é uma companhia aérea com sede em Bacau, na Roménia, que opera voos internacionais para destinos como Barcelona, Bruxelas, Dublin, Londres, Roma entre outros.

A transportadora aérea romena conta com uma frota composta por quatro aviões, incluindo um Airbus A319-100 e três aparelhos Airbus A320-200.

Com a integração da Dan Air, o programa APG-IET passa a contar com 139 companhias aéreas, cuja oferta já está disponível para emissões interline com a chapa GP-275, através dos sistemas Galileo, Sabre, Amadeus e Worldspan.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Aviação

ANA responde à Ryanair e diz que taxas propostas para 2024 são inferiores às de 2019

Na resposta ao CEO do Grupo Ryanair, Michael O’Leary, a ANA – Aeroportos de Portugal lembra que houve “três anos de reduções consecutivas” e que o aumento previsto para 2024 é inferior ao de 2019, lamentando que a low cost “utilize, como justificação para a redução de voos para Porto e Faro, o aumento das taxas aeroportuárias”.

Publituris

A ANA – Aeroportos de Portugal veio esta quarta-feira, 22 de novembro, responder ao CEO do Grupo Ryanair, Michael O’Leary, que acusou a gestora dos aeroportos nacionais de um aumento de taxas “excessivo e injustificado” para 2024, lembrando que houve “três anos de reduções consecutivas” e que o aumento previsto para o próximo ano é inferior ao de 2019.

“Na realidade, as taxas médias propostas para 2024 são inferiores às de 2019”, diz a ANA – Aeroportos de Portugal, num comunicado enviado à Lusa esta quarta-feira, 22 de novembro, e divulgado por vários meios de comunicação social.

Michael O’Leary esteve esta terça-feira, 21 de novembro, em Lisboa para anunciar cortes nas operações da Ryanair na Madeira, em Faro e no Porto, devido aos aumentos das taxas aeroportuárias previstos para 2024.

“A ANA lamenta que a Ryanair utilize, como justificação para a redução de voos para Porto e Faro, o aumento das taxas aeroportuárias”, lê-se no comunicado da empresa, no qual indica que, no Porto, a taxa fica 0,13€ abaixo do aumento de 2019, enquanto em Faro a diferença é de 0,17€.

“Isto, num momento em que, de acordo com um comunicado recente do ACI (Airport International Council) Europe, o aumento das tarifas praticadas pelas companhias aéreas na Europa foi de +38% nos meses de verão (3º trimestre)”, acrescenta a ANA – Aeroportos de Portugal, explicando que “os aeroportos portugueses estão no topo dos que mais crescem na Europa, liderando em termos de competitividade”.

Na informação divulgada, a ANA – Aeroportos de Portugal aborda diretamente a questão da base da companhia aérea na Madeira, de onde a Ryanair se prepara para retirar um avião já em janeiro, colocando-o em Marrocos, e lembra que a base madeirense da companhia aérea low cost beneficia do programa de incentivo, num “investimento significativo” por parte da empresa que gere os aeroportos portugueses.

A empresa indica que, na Madeira, o aumento de taxas corresponde a aproximadamente um euro e acontece “num momento em que os bilhetes da Ryanair aumentaram quase 16 euros (+21%)”, face ao verão de 2022.

Para a ANA – Aeroportos de Portugal, a Madeira é “um dos destinos turísticos com maior potencial de desenvolvimento na Europa”, que cresceu 10% este verão e que regista, por isso, um forte interesse por parte das companhias aéreas, apesar do aumento de taxas previsto para o próximo ano.

“Diversas companhias demonstram um grande interesse em continuar a desenvolver a conectividade na Madeira”, refere a ANA – Aeroportos de Portugal, dando como exemplo a SATA (Boston e Toronto), easyJet (Genebra e Basileia), Jet2 (Liverpool e Belfast) e Wizzair (Roma) como algumas das companhias aéreas que já confirmaram novas rotas para o próximo verão.

A ANA – Aeroportos de Portugal diz ainda que “mantém o seu compromisso com as regiões para continuar a desenvolver a conectividade aérea trabalhando em parceria e de forma equitativa com todas” e explica que o produto das taxas é “utilizado, nomeadamente, para financiar a segurança, a eficiência operacional e a capacidade e o conforto dos aeroportos, estando em curso intervenções nos vários aeroportos nacionais”.

Neste sentido, refere ainda a empresa, “a proposta de taxas para 2024 inclui um mecanismo de incentivo às aeronaves com menores emissões de carbono, em linha com a política ambiental da ANA/VINCI Airports e a promoção da descarbonização do sector da aviação”.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Aviação

Qatar Airways renova parceria com a FIFA até 2030

Com esta renovação, a parceria entre a Qatar Airways e a FIFA passa a incluir também os Campeonatos do Mundo de Futebol de 2026 e 2030, assim como o Campeonato do Mundo de Futebol Feminino de 2027 e os torneios juvenis a partir do Mundial Sub-17 da Indonésia.

Publituris

A Qatar Airways e a FIFA – Federação Internacional de Futebol renovaram a parceria de longa data que já mantinham e que vai agora durar até 2030, anunciou a companhia aérea de bandeira do Qatar, em comunicado.

Com esta renovação, a parceria entre a Qatar Airways e a FIFA passa a incluir também os Campeonatos do Mundo de Futebol de 2026 e 2030, assim como o Campeonato do Mundo de Futebol Feminino de 2027 e ainda todos os torneios juvenis femininos e masculinos, a começar pelo Campeonato do Mundo de Futebol de Sub-17 na Indonésia.

A renovação da parceria assegura que a Qatar Airways vai continuar a ser a Companhia Aérea Parceira Global da FIFA até 2030, estatuto que a transportadora do Qatar apresenta desde 2017, data em que a parceria com a FIFA foi iniciada.

“Desde maio de 2017, a Qatar Airways tem sido parte integrante das iniciativas globais da FIFA e, com esta parceria renovada, continuará a desempenhar um papel vital no desenvolvimento do futebol em todo o mundo”, congratula-se a Qatar Airways.

A renovação da parceria foi assinada na data em que se celebrava um ano desde o arranque do Mundial de Futebol do Qatar, numa cerimónia que decorreu no Aeroporto Internacional de Hamad, no Qatar, e que contou com a presença de Gianni Infantino, presidente da FIFA, assim como de Badr Mohammed Al-Meer, CEO do grupo Qatar Airways.

Para Badr Mohammed Al-Meer, CEO do grupo Qatar Airways, a renovação desta parceria com a FIFA vai permitir à companhia aérea “alcançar milhões de fãs de futebol” em todo o mundo.

“O futebol tem o poder de unir pessoas de culturas e continentes, e estamos orgulhosos de continuar a fazer parte desta jornada incrível. Antecipamos ansiosamente os próximos torneios e esperamos criar experiências inesquecíveis para fãs de todo o mundo”, acrescenta o responsável.

Já Gianni Infantino, presidente da FIFA, considera que esta é “uma grande parceria”, que “trouxe muito sucesso à FIFA e, claro, também à Qatar Airways”.

Além da assinatura da renovação da parceria, a ocasião serviu também para a Qatar Airways anunciar que, em breve, os adeptos de futebol vão ter “acesso facilitado a pacotes de viagens exclusivos”, incluindo bilhetes para as partidas futebolísticas, assim como voos e alojamento, através de uma plataforma que a Qatar Airways vai dedicar a este fim.

 

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Transportes

Europcar mostra oferta B2B na Conferência de Gestão de Frotas

A Europcar vai marcar presença na Conferência de Gestão de Frotas, iniciativa que vai decorrer a 30 de novembro, promovida pela Fleet Magazine e na qual a empresa de mobilidade e rent-a-car vai “mostrar a oferta competitiva que dispõe para B2B”.

Publituris

A Europcar vai marcar presença na Conferência de Gestão de Frotas, iniciativa que vai decorrer a 30 de novembro, no Centro de Congressos do Estoril, promovida pela Fleet Magazine e na qual a empresa de mobilidade e rent-a-car vai “mostrar a oferta competitiva que dispõe para B2B”.

“Com o objetivo de promover e acelerar a mobilidade sustentável em Portugal, a Europcar apresenta um stand na área de exposição do Congresso, onde os participantes podem ter contacto com um exemplo da sua frota elétrica, que está também disponível nas soluções corporate que a empresa dispõe em Portugal”, indica a Europcar, em comunicado.

Miguel Amaro, Corporate Sales Manager do EMG em Portugal, considera que a Conferência de Gestão de Frotas “é um evento muito relevante para as empresas portuguesas”, uma vez que este setor “representa cerca de 80% das viaturas que são vendidas no país”.

“Pretendemos promover e fortalecer o compromisso da Europcar com uma mobilidade mais sustentável, ao mostrar as soluções competitivas que temos ao nível do aluguer de longa duração para empresas. Sabemos que os carros elétricos e híbridos são uma realidade que veio para ficar e a Europcar posicionou-se desde o primeiro momento como pioneira”, acrescenta o responsável.

A Conferência de Gestão de Frotas espera mais mais de 500 participantes e vai contar com uma área de exposição que pode ser visitada a qualquer momento do dia e na qual vão estar 19 patrocinadores, que vão apresentar as várias soluções de mobilidade e frotas para as empresas.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Aviação

TAAG aumenta frequências para São Paulo-Guarulhos

A partir de 11 de dezembro, a TAAG aumenta o número de ligações aéreas entre Luanda, capital angolana, e São Paulo-Guarulhos, no Brasil, passando a oferecer um total de seis ligações aéreas por semana.

Publituris

A TAAG – Linhas Aéreas de Angola vai aumentar, a partir de 11 de dezembro, o número de ligações aéreas entre Luanda, capital angolana, e São Paulo-Guarulhos, no Brasil, passando a oferecer um total de seis ligações aéreas por semana.

De acordo com uma nota informativa da companhia aérea de bandeira de Angola, a nova frequência para São Paulo vai ser operada às segundas-feiras, estando o novo voo já disponível para reserva através do site da TAAG.

Com a introdução desta nova frequência, a TAAG passa a disponibilizar seis voos por semana para São Paulo-Guarulhos, contando com voos todos os dias da semana, com exceção das quartas-feiras.

A TAAG lembra ainda que, no Brasil, conta com um acordo de codeshare com a GOL, companhia aérea brasileira, pelo que os passageiros da transportadora africana podem voar desde São Paulo para 13 destinos no Brasil, através da GOL.

“Aproveite a facilidade no trânsito, isenção de visto, duas peças de bagagem incluída na tarifa e voe para destinos como para Recife, Maceió, Florianópolis ou Rio de Janeiro, entre outros”, indica a informação divulgada pela TAAG.

Além do website, a TAAG disponibiliza também o call center, através do número de telefone +351 210 203 896, para mais informações.

 

 

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB

Navegue

Sobre nós

Grupo Workmedia

Mantenha-se informado

©2021 PUBLITURIS. Todos os direitos reservados.