Edição digital
Assine já
PUB
Aviação

TAAG aposta na digitalização e tem novo site

A TAAG (companhia aérea angolana) pretende agregar mais valor ao serviço prestado aos seus clientes apostando da digitalização. É neste sentido que acaba de lançar um novo site.

Publituris
Aviação

TAAG aposta na digitalização e tem novo site

A TAAG (companhia aérea angolana) pretende agregar mais valor ao serviço prestado aos seus clientes apostando da digitalização. É neste sentido que acaba de lançar um novo site.

Publituris
Sobre o autor
Publituris
Artigos relacionados
DUO Hotel Lisbon: A nova unidade hoteleira da Hilton em Lisboa
Hotelaria
Soltour lembra: “Este verão, a felicidade está aqui. Nos Bahia Principe Hotels & Resorts”
Distribuição
Conselho Executivo do Turismo da ONU reuniu-se para colocar o setor na agenda económica global
Meeting Industry
GEA destaca Marrocos em campanha de vendas
Distribuição
Azores Airlines já abriu rotas do Funchal para Toronto e Boston
Aviação
Portugal desce um lugar mas continua a ser um dos países mais pacíficos do mundo
Destinos
FEITUR com programação centrada na atividade turística, gastronomia e música
Destinos
TUI Portugal lança campanha de incentivo de vendas para o Dubai
Distribuição
DHM promove oferta de reuniões e incentivos junto de agências de negócios francesas
Alojamento
Lufthansa City Center leva 250 operadores e agentes de viagens a Braga e Guimarães
Destinos

A nova plataforma está disponível em quatro idiomas (português, inglês, francês e espanhol), e segundo a transportadora aérea, em nota de imprensa, tem uma navegação mais intuitiva e de fácil acesso para funcionalidades-chave, nomeadamente, a gestão de reservas, aquisição de bilhetes, check-in online, pesquisa de preços, rotas multiponto, entre outras informações úteis.

A TAAG refere ainda que posiciona o novo website como a plataforma preferencial para os clientes e passageiros solicitarem serviços, com diversos benefícios como maior autonomia, atendimento self-service 24H, agilidade e segurança.

O novo website da companhia foi totalmente otimizado, “está visualmente mais apelativo, mais rápido no processamento de instruções, mais interativo e adaptado para navegação via mobile”, indica na sua nota de imprensa, que acrescenta que até ao final de maio, novas funcionalidades serão incorporadas no website, entre as quais, o plusgrade (leilões).

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Artigos relacionados
DUO Hotel Lisbon: A nova unidade hoteleira da Hilton em Lisboa
Hotelaria
Soltour lembra: “Este verão, a felicidade está aqui. Nos Bahia Principe Hotels & Resorts”
Distribuição
Conselho Executivo do Turismo da ONU reuniu-se para colocar o setor na agenda económica global
Meeting Industry
GEA destaca Marrocos em campanha de vendas
Distribuição
Azores Airlines já abriu rotas do Funchal para Toronto e Boston
Aviação
Portugal desce um lugar mas continua a ser um dos países mais pacíficos do mundo
Destinos
FEITUR com programação centrada na atividade turística, gastronomia e música
Destinos
TUI Portugal lança campanha de incentivo de vendas para o Dubai
Distribuição
DHM promove oferta de reuniões e incentivos junto de agências de negócios francesas
Alojamento
Lufthansa City Center leva 250 operadores e agentes de viagens a Braga e Guimarães
Destinos
PUB
Aviação

Azores Airlines já abriu rotas do Funchal para Toronto e Boston

Num comunicado enviado à imprensa, a Azores Airlines explica que estas operações, ambas com um voo direto por semana, se vêm juntar à que a companhia aérea já realizava desde o ano passado e que liga a Madeira a Nova Iorque.

A Azores Airlines já inaugurou as operações que passam a ligar o Funchal, capital madeirense, às cidades de Toronto e Boston, no Canadá e EUA, respetivamente, e que contam ambas com um voo direto por semana.

Num comunicado enviado à imprensa, a companhia aérea do grupo SATA que realiza voos internacionais explica que estas novas rotas vêm juntar-se à que a transportadora já operava no ano passado e que liga a Madeira a Nova Iorque.

“Estas duas operações diretas representam o culminar de um trabalho consistente, em sintonia com os nossos parceiros nos Estados Unidos, no Canadá e no Arquipélago da Madeira, que permitiram voltar a ampliar a oferta para este Arquipélago com estes voos diretos, que se adicionam à operação de Nova Iorque e aos voos entre os Açores com destino à Ilha da Madeira, que a Azores Airlines tem assegurado ao longo dos anos”, destaca Graça Silva, diretora de Vendas, Marketing e Comunicação do Grupo SATA.

Ambas as operações contam com um voo por semana, com as partidas para Toronto a acontecerem às sextas-feiras, enquanto o regresso à Madeira tem lugar aos sábado, sendo que, no caso de Boston, as partidas desta cidade dos EUA acontecem às terças-feiras, com regresso às quartas-feiras.

“A estas ligações diretas, juntam-se sete ligações semanais, quer à partida de Boston ou de Toronto, via Ponta Delgada, das quais podem igualmente usufruir os passageiros que pretendam viajar da América do Norte para a Ilha da Madeira e vice-versa”, refere ainda a Azores Airlines, na informação divulgada.

Os bilhetes para estes voos já se encontram disponíveis para aquisição, através do Contact Center, website, balcões e lojas de vendas da SATA, assim como pelas agências de viagens.

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Aviação

Funchal-Amesterdão é uma das novidades da easyJet para o próximo inverno

A nova rota da easyJet entre o Funchal e Amesterdão arranca a 5 de novembro de 2024 e vai contar com dois voos por semana, ao longo de todo o ano.

Publituris

A easyJet anunciou que, no próximo inverno, vai abrir 60 novas rotas, incluindo a ligação Funchal-Amesterdão, nova rota que abre a 5 de novembro e que é a principal novidades para o inverno da companhia aérea em Portugal.

“O grande destaque a partir de Portugal vai para a nova rota entre o Funchal e Amesterdão, que levantará voo no dia 5 de novembro de 2024, pela primeira vez”, destaca a companhia aérea, revelando que esta operação vai contar com dois voos por semana e vai manter-se ao longo de todo o ano.

Segundo José Lopes, diretor-geral da easyJet Portugal, esta nova rota vai contribuir para “diversificar a oferta de destinos para os madeirenses”, ao mesmo tempo que facilita também “a entrada na ilha a turistas de outros pontos da Europa”.

“A easyJet mantém assim o seu compromisso em continuar a impulsionar e conectar o arquipélago da Madeira com o resto da Europa. É algo que é muito importante para nós e continuaremos a fazer os possíveis para, no futuro, adicionarmos mais rotas às que já estão disponíveis, uma vez que queremos que os nossos clientes tenham acesso a uma oferta cada mais vez diversificada”, acrescenta o responsável.

As reservas para a nova rota Funchal-Amesterdão já se encontram a decorrer, sendo que, além destes voos, a easyJet vai disponibilizar outras 12 rotas internacionais com saída da capital madeirense.

Além desta novidade, a easyJet vai operar outras 59 novas rotas no próximo inverno, naquele que é o maior lote de novas rotas anunciado pela companhia aérea para a temporada de inverno.

Entre as novidades, a companhia aérea destaca ainda o alargamento da sua rede a três novos aeroportos e a um novo país, concretamente Oslo e Tromsø, na Noruega, e Estrasburgo, em França.

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Aviação

Virgin Atlantic regressa ao Canadá em março de 2025

O regresso dos voos para Toronto enquadra-se na expansão que a companhia aérea de origem britânica está a fazer na América do Norte e é uma das novidades que a Virgin Atlantic está a preparar para assinalar o seu 40.º aniversário.

Publituris

A Virgin Atlantic vai voltar a operar no Canadá depois de mais de uma década de ausência e, no próximo ano, vai voar entre Heathrow, no Reino Unido, e Toronto, numa operação diária que arranca a 30 de março, avança a publicação britânica Travel Weekly.

Segundo a informação divulgada pela Travel Weekly, o regresso dos voos para Toronto enquadra-se na expansão que a companhia aérea de origem britânica está a fazer na América do Norte.

“A nova rota vai conectar dois grandes centros financeiros e oferecer uma melhor conectividade aos passageiros”, afirma um porta-voz da companhia aérea, citado pela publicação britânica.

Apesar de ainda não se saber exatamente qual será o aparelho usado pela Virgin Atlantic para operar esta rota, a Travel Weekly indica que a solução deverá passar pelo uso de vários aparelhos, incluindo o A330-900neo, que foi a mais recente aquisição da frota da companhia aérea.

Coincidindo com o regresso ao Canadá, a Virgin Atlantic alargou também o acordo de codeshare que mantinha com a WestJet desde outubro e que abrange os voos da transportadora canadiana desde Ottawa e Winnipeg.

Recorde-se que a Virgin Atlantic não voava para o Canadá desde 2014, ano em que a companhia aérea encerrou os voos que tinha para Vancouver, que operaram apenas durante dois anos.

O regresso ao Canadá é uma das novidades que a Virgin Atlantic está a preparar para assinalar o seu 40.º aniversário, que se comemora ainda em 2024.

 

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Aviação

Azul abre nova rota doméstica bidiária entre Campinas e Jacarepaguá

A nova rota é operada pela Azul Conecta, a companhia aérea regional da Azul, e passa a ligar o hub da companhia aérea em Campinas, na zona noroeste de São Paulo, ao Aeroporto de Jacarepaguá, na zona oeste do Rio de Janeiro, numa operação com dois voos por dia.

Publituris

A Azul inaugurou no sábado, 8 de junho, uma nova rota doméstica que passa a ligar o hub da companhia aérea em Campinas, na zona noroeste de São Paulo, e o Aeroporto de Jacarepaguá, na zona oeste do Rio de Janeiro, numa operação que conta com dois voos por dia.

Num comunicado enviado à imprensa, a Azul explica que esta rota é realizada pela Azul Conecta, a companhia aérea regional da Azul, em aviões Cessna Grand Caravan, e os bilhetes para os voos já se encontram disponíveis para venda.

Para Vitor Silva, gerente geral de Planeamento e Estratégia da Azul, esta rota destina-se a atender os passageiros que precisa de se deslocar até à Barra da Tijuca, um importante polo de negócios e eventos no Rio de Janeiro, que fica agora acessível de forma mais cómoda e rápida.

“Essa nova rota tem tudo para ser um sucesso. Os nossos estudos mostraram interesse dos clientes e uma nova oportunidade a partir da Zona Oeste do Rio de Janeiro, que fica bastante afastada dos dois principais aeroportos da cidade. Com essa conexão, os clientes terão mais opções e economizarão até uma hora de deslocamento, podendo viajar mais facilmente e com todo o conforto para todos os 160 destinos atendidos atualmente pela companhia”, afirma o responsável.

Estes voos têm partida diária de Jacarepaguá às 06h45 para chegaram a Campinas às 08h30, enquanto em sentido contrário a partida decorre às 15h00 de Campinas e a chegada está prevista para as 16h35 em Jacarepaguá.

Já o segundo voo diário parte de Jacarepaguá às 17h00 e chega a Campinas pelas 18h45, enquanto o regresso tem partida às 19h50, com a chegada a Jacarepaguá pelas 21h25.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Aviação

Grupo SATA com tarifa gratuita para crianças até 21 de junho

A campanha permite que cada adulto possa viajar com um bebé até aos 23 meses e uma criança entre os 24 meses e os 11 anos de idade, pagando apenas as taxas inerentes aos bilhetes dos mais pequenos.

Publituris

As companhias aéreas do Grupo SATA, a Azores Airlines e a SATA Air Açores, estão a promover uma campanha dedicada às famílias, no âmbito da qual estão a oferecer, até 21 de junho, a tarifa gratuita às crianças para viagens desde o Porto e Lisboa para os arquipélagos dos Açores e Madeira.

“A tarifa gratuita destinada às crianças, pretende incentivar pausas fora de época alta, para destinos especialmente adequados e procurados por passageiros que viajam com crianças”, refere uma nota informativa do grupo de aviação açoriano.

A campanha permite que cada adulto possa viajar com um bebé até aos 23 meses e uma criança entre os 24 meses e os 11 anos de idade, sendo que os mais pequenos têm a viagem completamente gratuita, ainda que as taxas inerentes ao bilhete de bebé e/ou de criança não estejam abrangidas pela campanha.

Esta oferta é válida para vendas realizadas a partir desta sexta-feira, 7 de junho, e o dia 21 deste mês, e destina-se a viagens que decorram entre 16 de setembro e 30 de novembro de 2024, em voos operados pela SATA Air Açores e pela Azores Airlines.

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Aviação

Qatar Airways já retomou voos para Lisboa

A Qatar Airways disponibiliza seis ligações aéreas por semana entre Doha e Lisboa, numa operação que se vai manter ao longo de todo o ano.

Publituris

A Qatar Airways já retomou a rota entre Doha e Lisboa, numa operação que conta com seis voos por semana e que se vai manter ao longo de todo o ano, informou a companhia aérea, em comunicado.

O regresso dos voos da Qatar Airways a Lisboa acontece quatro anos depois do cancelamento da rota diária que a companhia aérea tinha aberto em junho 2019 e que foi interrompida em 2020, devido à pandemia da COVID-19.

Com a reabertura dos voos, Lisboa torna-se no 47.º destino europeu da companhia aérea do Qatar, representando “um novo ponto de entrada para viagens internacionais da Europa para o Médio Oriente, África, bem como para o subcontinente indiano”.

“À medida que continuamos a nossa expansão de rede no mercado europeu, estamos entusiasmados em receber Lisboa de volta à nossa rede global de mais de 170 destinos. Esta adição reafirma a dedicação da companhia aérea em conectar pessoas e lugares, tornando as viagens internacionais mais acessíveis e convenientes em toda a nossa rede global”, afirma Thierry Antinori, diretor Comercial da Qatar Airways.

No comunicado que anuncia a reabertura da rota, a Qatar Airways destaca que Portugal é um destino que conta com “praias cénicas, cidades cosmopolitas prósperas e vários locais Património Mundial da UNESCO”, enquanto Lisboa, a capital portuguesa, “oferece o ponto de partida perfeito para viajantes ansiosos por explorar a rica oferta turística e cultural de Portugal”.

Os bilhetes já se encontram à venda no website da companhia aérea, que pode ser consultado aqui, onde é também possível saber mais informações sobre os benefícios do Privilege Club e sobre o programa Qatar Stopover.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Aviação

Setor da aviação considerado um dos mais atrativos para trabalhar em Portugal

OGMA, ANA- Aeroportos de Portugal e TAP Air Portugal, consideradas as empresas mais atrativas para trabalhar no setor da aviação.

Publituris

Na mais recente edição do estudo “Randstad Employer Brand Research 2024”, que analisa a perceção da população ativa em relação aos maiores empregadores, em vários países, o setor da aviação aparece como o terceiro mais atrativo para trabalhar em Portugal. Isto significa que se regista uma evolução positiva na atratividade deste setor, uma vez que no ano de 2023, nesta análise, a aviação situava-se na quinta posição em termos de atratividade.

A atratividade desta área poderá ter sido impulsionada pela OGMA, que foi distinguida no Top 20 como a segunda empresa mais atrativa para trabalhar em Portugal.

No ranking de setor, a OGMA foi também considerada a empresa mais atrativa para trabalhar, seguindo-se a ANA- Aeroportos de Portugal e a TAP Air Portugal.

Relativamente aos cinco critérios que os colaboradores mais valorizam, a análise revelou que, no setor da aviação, os profissionais destacam, por ordem de importância: a saúde financeira; o conteúdo de trabalho; a estabilidade financeira e reputação; a progressão de carreira e o salário e benefícios atrativos.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Aviação

Emirates, IATA e Airbus unem-se para lançar nova formação em A350 para pilotos

A Emirates, a IATA e a Airbus uniram-se para lançar um novo programa avançado de Formação e Avaliação com Base em Competências (FABC) destinado a pilotos e para o avião A350, que deverá arrancar em julho de 2024.

Publituris

A Emirates, a IATA – Associação Internacional de Transporte Aéreo e a Airbus uniram-se para lançar um novo programa avançado de Formação e Avaliação com Base em Competências (FABC) destinado a pilotos, para aparelhos A350.

“Esta iniciativa surge no momento em que a companhia aérea se prepara para a entrega de 65 aeronaves A350, a partir de meados de 2024. Um grupo inicial de 256 pilotos será formado como parte do novo curso, que decorrerá na Escola de Formação da Emirates, no Dubai, a partir de julho de 2024”, lê-se num comunicado divulgado pela companhia aérea do Dubai.

Este novo programa de formação para pilotos utiliza “a metodologia de formação FABC, que combina os princípios e a documentação da IATA com a experiência e os recursos operacionais da Emirates, assim como a experiência da Airbus na formação FABC do A350, que se estende há mais de 10 anos”.

“Orientado para a competência e comportamento dos pilotos, o programa FABC A350 utiliza a filosofia de formação FABC comprovada, que permite aos instrutores avaliar a formação dos pilotos e procurar melhorias imediatas no seu desempenho. O programa decorrerá em duas fases e incluirá 20 dias de formação em simulador e avaliação, distribuídos por 15 sessões separadas”, acrescenta a informação divulgada.

Segundo Bader Al Marzooqi, vice-presidente Sénior da Emirates para a Formação de Voo, com este programa, “os pilotos da Emirates recebem formação interna baseada em competências com instrutores altamente qualificados, para desenvolver capacidades de excelência que lhes permitam apoiar as operações globais da companhia aérea”.

“O programa FABC personalizado para o A350 apoia a integração do novo avião na nossa frota, com 1.000 pilotos prontos para completar esta formação de qualificação para o tipo A350. Esta última iniciativa faz parte do compromisso da Emirates em oferecer os mais elevados padrões de serviço e conforto, apoiando simultaneamente o nosso crescimento e expansão operacional”, acrescenta o responsável da Emirates.

Já Nick Careen, vice-presidente Sénior da IATA para as Operações, Segurança e Proteção, considera que esta formação é “uma oportunidade única”, uma vez que combina “a experiência da Emirates, da Airbus e da IATA para conceber e oferecer formação de qualificação de A350”.

“O nosso objetivo é utilizar todos os benefícios da FABC para qualificar os pilotos do A350 da forma mais eficiente e eficaz possível. E, ao fazê-lo em conjunto, as três organizações ganharão também uma experiência valiosa que poderá reforçar as suas outras atividades de formação”, refere o responsável da IATA.

O programa de qualificação do tipo A350 é uma das formas como a Emirates está a preparar a entrada em serviço do seu novo A350, sendo que, além da formação de pilotos, também outras áreas da companhia aérea estão a trabalhar na preparação para a estreia das operações do A350, incluindo as equipas de Prestação de Serviços e Engenharia, entre outros departamentos.

Mais informações sobre este programa de formação para pilotos podem ser consultadas aqui.

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Aviação

Finnair cresce 2,4% em passageiros em maio com destaque para a Europa

Na informação divulgada, a Finnair explica que a capacidade geral aumentou 6,0% face a maior de 2023, enquanto a receita por passageiro cresceu 2,0% e a ocupação dos aviões subiu 2,7%, atingindo os 71,3%.

Publituris

A Finnair anunciou que, em maio, transportou um total de 983.500 passageiros, valor que representa um aumento de 2,4% face ao registado no mesmo mês de 2023, avança a companhia aérea, em comunicado, atribuindo o crescimento no números de passageiros  ao aumento da capacidade, que registou uma maior subida na Europa.

“O número de passageiros aumentou 0,8% no tráfego asiático, 4,4% no tráfego europeu e 5,8% no tráfego do Atlântico Norte. Diminuíram 7,4% no tráfego do Médio Oriente e 6,1% no tráfego doméstico”, indica a companhia aérea finlandesa, num comunicado divulgado esta quinta-feira, 6 de junho.

Na informação divulgada, a Finnair explica que a capacidade geral aumentou 6,0% face a maior de 2023, enquanto a receita por passageiro cresceu 2,0% e a ocupação dos aviões subiu 2,7%, atingindo os 71,3%.

A Finnair sublinha que foi na Europa que a capacidade mais aumentou, numa subida de 13,6%, uma vez que “a maior parte do aumento da capacidade em aviões de corredor único foi atribuída à Europa”. Já na Ásia, a Finnair aumentou a capacidade em 2,0% e em 4,8% no Atlântico Norte, enquanto no Médio Oriente diminuiu 4,7%, o que a Finnair diz que se deveu “principalmente ao cancelamento de voos para Israel”.

No tráfego doméstico, acrescenta a companhia aérea finlandesa, a capacidade disponibilizada aumentou 15,9% em maio, devido à capacidade adicional em aviões de corredor único.

No entanto, foi nos voos do Atlântico Norte que a Finnair alcançou maior receita por passageiro transportado, indicador que cresceu 7,7%, enquanto na Ásia aumentou 1,6% e na Europa subiu ainda 2,3%. Em sentido contrário estiveram os voos do Médio Oriente, onde a receita por passageiro diminuiu 5,4%, enquanto no tráfego doméstico esta descida foi de 5,7%.

Tal como a receita, também a ocupação dos voos da Finnair no Atlântico Norte se destacou, uma vez que os aparelhos da companhia aérea registaram um load factor de 79,1% nesta região, seguindo-se a Europa, onde o load factor foi de 72,3% e a Ásia, onde a ocupação dos voos foi de 70,2%. Já no Médio Oriente o load factor dos voos da Finnair foi de 60,8%, enquanto a nível doméstico se ficou pelos 61,0%.

A Finnair diz ainda que, em maio, 77,2% dos seus voos chegaram ao destino dentro do horário previsto, percentagem que compara com os 86,5% registados no ano passado e cuja descida a transportadora atribui ao “encerramento de uma das pistas do Aeroporto de Helsínquia para obras de renovação”.

 

 

 

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Aviação

World2Fly vai abrir nova rota de Madrid para a Colômbia em dezembro

A rota para Cali, na Colômbia, vai contar com dois voos por semana, a partir de 1 de dezembro, juntando às outras duas que a companhia aérea já tinha anunciado como novidade para este ano e que vão passar a ligar também Madrid a Zanzibar, na Tanzânia, e ao Uzbequistão.

Publituris

A World2Fly, companhia aérea do grupo World2Meet, vai abrir uma nota rota a partir de 1 de dezembro, passando a ligar Madrid a Cali, na Colômbia, numa operação que vai contar com dois voos por semana, às quartas-feiras e domingos.

De acordo com o jornal espanhol Hosteltur, a rota para Cali, na Colômbia, vai juntar-se às que a companhia aérea já tinha anunciado como novidade para este ano e que vão passar a ligar também Madrid a Zanzibar, na Tanzânia, assim como ao Uzbequistão.

O Hosteltur diz que Bruno Claeys, diretor-geral da World2Fly, se mostra satisfeito com a nova rota, revelando que os voos para Cali vão ser realizados num aparelho A350 “de última geração, o que é algo disruptivo e diferenciador no mercado”.

Além destas novas rotas, a World2Fly continua, este ano, a operar para Cancún, no  México; Havana, em Cuba; assim como para Punta Cana e Santo Domingo, na República Dominicana.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB

Navegue

Sobre nós

Grupo Workmedia

Mantenha-se informado

©2021 PUBLITURIS. Todos os direitos reservados.