Edição digital
Assine já
PUB
Transportes

EL AL reforça voos para Lisboa devido ao “sucesso” da rota

Além de anunciar mais seis voos extra, com início a 28 de março, a EL AL anunciou também que pretende fazer novos reforços da operação ao longo do verão, com voos suplementares às terças e sextas-feiras.

Publituris
Transportes

EL AL reforça voos para Lisboa devido ao “sucesso” da rota

Além de anunciar mais seis voos extra, com início a 28 de março, a EL AL anunciou também que pretende fazer novos reforços da operação ao longo do verão, com voos suplementares às terças e sextas-feiras.

Publituris
Sobre o autor
Publituris
Artigos relacionados
Governos africanos acreditam que África será “o próximo grande destino do turismo mundial”
Destinos
NCL abre vendas para o navio que chega em 2025
Transportes
MSC Cruzeiros lança novo programa de inverno com partidas de Valência
Transportes
Cabo Verde: Projeto turístico “Litlle Africa Maio” vai finalmente arrancar
Destinos
República Dominicana com aumento de 23% nos turistas recebidos até outubro
Destinos
Abreu online marca presença na WTM
Agências
Turismo do Algarve mostra-se um pouco por todo o mundo durante este mês
Destinos
WTTC tem novo chairman
Turismo
Governo aloca 30M€ para modernizar Escolas de Hotelaria e Turismo
Emprego e Formação
Voos da Delta Air Lines entre Lisboa e Boston passam a ser anuais
Aviação

A EL AL, companhia aérea israelita que é representada em Portugal pela ATR, anunciou um reforço das ligações aéreas na rota Lisboa-Telavive, num aumento de capacidade que, segundo comunicado da transportadora, se deve ao “sucesso da rota” e visa “satisfazer a procura crescente pelo destino israelita”.

Os voos extra da EL AL arrancam a partir de 28 de março e abrangem os trajetos Lisboa-Telavive e Telavive-Lisboa, estando já disponíveis para reserva através dos vários sistemas de distribuição.

Nos planos da EL AL está a realização de dois voos extra ainda em março, o primeiro dos quais no dia 28, saindo de Lisboa pelas 15h30 para chegar a Telavive às 22h45, enquanto em sentido contrário a partida de Israel decorre pelas 10h15, enquanto a chegada a Lisboa está prevista para as 14h10.

No dia 31 de março, a EL AL volta a operar novos voos extra nos dois sentidos, com a partida de Lisboa a decorrer pelas 09h05 e a chegada a Israel pelas 16h20, enquanto em sentido contrário a partida de Telavive está marcada para as 04h00, chegando à capital portuguesa às 07h55.

A 5 de abril está previsto mais um voo extra em cada sentido, com o voo da capital portuguesa a partir pelas 09h05, chegando a Telavive às 16h20, enquanto em sentido contrário a partida decorre pelas 04h00, chegando a Lisboa às 07h55.

Em abril, a EL AL vai operar mais três voos extra em cada sentido, estando também prevista uma ligação para dia 10 de abril, que parte da capital portuguesa às 17h30 e chega a Telavive pelas 00h45, enquanto em sentido contrário a partida de Telavive está marcada para as 12h15, chegando a Lisboa pelas 16h10.

A 18 de abril volta a haver novo voo, com a partida de Lisboa agendada para as 15h30, chegando a Telavive às 22h45, enquanto em sentido contrário a partida de Israel decorre pelas 09h00, enquanto a chegada a Lisboa está prevista para as 12h55.

O último voo extra da EL AL acontece a 25 de abril, saindo de Lisboa pelas 15h30 para chegar a Telavive às 22h45, enquanto a partida da cidade israelita está marcada para as 09h00, chegando a Lisboa pelas 12h55.

Ao longo do verão, a EL AL conta fazer novos reforços da operação, “acrescentando voos suplementares às terças e sextas-feiras”, adianta a transportadora israelita, sublinhando que também essas ligações vão estar “brevemente carregadas no sistema de distribuição global (GDS)”.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Artigos relacionados
Governos africanos acreditam que África será “o próximo grande destino do turismo mundial”
Destinos
NCL abre vendas para o navio que chega em 2025
Transportes
MSC Cruzeiros lança novo programa de inverno com partidas de Valência
Transportes
Cabo Verde: Projeto turístico “Litlle Africa Maio” vai finalmente arrancar
Destinos
República Dominicana com aumento de 23% nos turistas recebidos até outubro
Destinos
Abreu online marca presença na WTM
Agências
Turismo do Algarve mostra-se um pouco por todo o mundo durante este mês
Destinos
WTTC tem novo chairman
Turismo
Governo aloca 30M€ para modernizar Escolas de Hotelaria e Turismo
Emprego e Formação
Voos da Delta Air Lines entre Lisboa e Boston passam a ser anuais
Aviação
PUB
Transportes

NCL abre vendas para o navio que chega em 2025

O Norwegian Aqua tem inauguração prevista para março de 2025 e vai ser o primeiro navio da nova classe da Norwegian Cruise Line (NCL), a Prima Plus.

A Norwegian Cruise Line (NCL) já abriu as vendas para o Norwegian Aqua, novo navio da companhia de cruzeiros norte-americana e o primeiro da classe Prima Plus, que chega em março de 2025.

A NCL revela que os primeiros itinerários do Norwegian Aqua já se encontram disponíveis para venda, incluindo uma viagem transatlântica de sete noites entre Southampton, no Reino Unido, e Boston, nos EUA.

Além do transatlântico, a NCL também já colocou à venda itinerários de cinco e de sete noites pelas Bermudas, com partida de Nova Iorque e também de Miami, assim como pelas Caraíbas, à partida de Orlando, na Florida, e também de Miami.

O Norwegian Aqua é um navio inovador e disponibiliza mais 10% de capacidade que os anteriores navios da NCL, contando com 321 metros de comprimento, 156 mil toneladas e capacidade para 3.500 passageiros.

“O Norwegian Aqua é um verdadeiro testemunho da fusão do que representa o futuro da nossa marca como o primeiro navio da classe Prima Plus e do nosso compromisso de ultrapassar os limites nas experiências a que os nossos hóspedes dão prioridade”, afirma David J. Herrera, presidente da NCL.

O navio distingue-se também por contar com mais espaço exterior e oferecer novas experiências, a exemplo da Aqua Slidecoaster, a primeira montanha-russa aquática do mundo, que tem tobogãs duplos e dois percursos diferentes.

O navio conta ainda com o novo Glow Court, um complexo desportivo digital que vai oferecer atividades interativas durante o dia, enquanto, à noite, se transforma em discoteca.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Transportes

MSC Cruzeiros lança novo programa de inverno com partidas de Valência

O novo itinerário do MSC Orchestra pelo Mediterrâneo Ocidental, conta com partidas de Valência e substitui os itinerários do Mar Vermelho que foram cancelados devido ao conflito entre Israel e Gaza.

A MSC Cruzeiros lançou um novo programa para o inverno, a bordo do navio MSC Orchestra, e que vai contar com partidas desde Valência, em Espanha, informou a companhia de cruzeiros, explicando, em comunicado, que este itinerário substitui os itinerários do Mar Vermelho que foram cancelados devido ao conflito entre Israel e Gaza.

Entre 16 de dezembro de 2023 a 19 de abril de 2024, o MSC Orchestra vai realizar itinerários de sete noites pelo Mediterrâneo Ocidental, cujas partidas decorrem de Valência e que vai contar com escalas em Cagliari, Sardenha; Civitavecchia para Roma, Livorno para Pisa e Florença, Itália; Marselha, França; e Palma de Mallorca antes de regressar a Valência.

“Este novo programa foi introduzido para substituir os itinerários do Mar Vermelho que tinham sido cancelados devido à proximidade de alguns dos portos de escala de Israel e às restrições em vigor em alguns países limítrofes”, explica a MSC Cruzeiros, num comunicado enviado à imprensa.

A companhia de cruzeiros sublinha que “a segurança dos seus passageiros e tripulação é sempre a sua maior prioridade” e garante que, durante uma situação em evolução, “continuará a monitorizá-la e a alterar os itinerários dos navios, se necessário”.

O novo itinerário está abrangido pela Promoção Mar de Inverno da MSC Cruzeiros, que dá aos passageiros a possibilidade de fazerem a sua reserva com bebidas e beneficiarem do pacote Easy a preço promocional.

Os detalhes do novo itinerário estão já publicados online e podem ser consultados aqui.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Aviação

Voos da Delta Air Lines entre Lisboa e Boston passam a ser anuais

A rota da Delta Air Lines entre Lisboa e Boston, que até aqui era operada apenas durante o período de verão, vai ser mantida também durante o inverno e com voos diários, com exceção dos meses de janeiro e fevereiro, em que vão ser realizados cinco ligações aéreas por semana.

A Delta Air Lines vai manter ao longo de todo o ano as ligações aéreas entre Lisboa e Boston, operação que conta com voos diários, com exceção dos meses de janeiro e fevereiro, e que, segundo a companhia aérea, vai ser mantida depois de ter registado “uma procura recorde” este verão.

“A Delta está agora a efetuar 14 voos semanais diretos e com 430 lugares por dia, apoiando ainda mais as fortes ligações entre os dois países. Portugal é o principal destino para os turistas americanos e enormes benefícios económicos para a economia portuguesa, ao mesmo tempo que abre os Estados Unidos aos viajantes portugueses através da nossa extensa rede”, refere Fred Schenk, diretor Regional para a Europa do Sul da Delta.

A rota da Delta Air Lines entre Lisboa e Boston, que até aqui era operada apenas durante o período de verão, vai ser mantida também durante o inverno, com a companhia aérea norte-americana a indicar que vai manter os voos diários entre os dois destinos, com exceção dos meses de janeiro e fevereiro, em que vão ser oferecidos cinco voos por semana, sempre num avião Boeing 767-300.

Satisfeito com a manutenção da rota ao longo de todo o ano mostra-se também o Turismo de Portugal, com Carlos Abade, presidente do instituto, a afirmar que o prolongamento desta rota ao inverno “significa estabelecer e consolidar uma relação de benefício continuado para ambos os países”.

“Demonstra ainda a importância do destino Portugal para os turistas norte-americanos e reflete o compromisso do Turismo de Portugal com os Estados Unidos, um mercado de elevado valor acrescentado e onde esperamos manter o crescimento”, acrescenta o presidente do Turismo de Portugal.

E também o Aeroporto de Lisboa se mostra entusiasmado com a manutenção da rota, com Francisco Pitta, Chief Commercial Officer da ANA – VINCI Airports, a considerar que o facto dos voos continuarem durante o inverno demonstra “o potencial não sazonal do mercado entre os Estados Unidos e Portugal”.

“Este aumento de capacidade irá melhorar a conectividade no inverno entre o Aeroporto de Lisboa e os EUA, com benefícios para os nossos passageiros. Agradecemos à Delta o excelente trabalho realizado na sustentabilidade desta rota e ser um parceiro comprometido com o desenvolvimento da conectividade do Aeroporto de Lisboa”, refere ainda Francisco Pitta.

Recorde-se que, além dos voos entre Lisboa e Boston, a Delta Air Lines conta também com uma rota entre a capital portuguesa e Nova Iorque-JFK, operação que conta com voos diários, em Boeing 767-300, operada em  conjunto com os parceiros da joint venture transatlântica da Delta, Air France, KLM e Virgin Atlantic.

 

 

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Aviação

Aeroporto de Munique ganha nova rota para o Uzbequistão

Os voos da Uzbekistan Airways entre Munique e Tashkent decorrem às sextas-feiras e domingos, chegando ao aeroporto de Munique às 9h20 e partindo para a capital do Uzbequistão às 10h45.

A Uzbekistan Airways abriu uma nova rota que liga Munique, na Alemanha, a Tashkent, capital do Uzbequistão, numa operação que conta com dois voos por semana.

Os voos da Uzbekistan Airways entre Munique e Tashkent decorrem às sextas-feiras e domingos, chegando ao aeroporto de Munique às 9h20 e partindo para a capital do Uzbequistão às 10h45.

Os voos entre Munique e Tashkent são operados num avião A320neo e destinam-se a viajantes de negócios e lazer, uma vez que permitem a ligação a um destino integrado na Rota da Seda, conhecido pelos seus monumentos e mesquitas, assim como pelas cidades coloridas de Samarkand e Bukhara.

Além da ligação à capital do país, os voos da Uzbekistan Airways permitem também acesso a toda a rede da companhia aérea, que conta com vários destinos localizados ao longo da Rota da Seda.

 

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Aviação

Ryanair já transportou mais de 180 milhões de passageiros em 2023

Em outubro, a Ryanair transportou 17,1 milhões de passageiros e, no acumulado desde o início do ano, vai já com mais de 180 milhões de passageiros, o que representa um aumento superior a 15% face a igual período do ano passado.

Publituris

A Ryanair voltou a registar, em outubro, uma nova subida no número de passageiros transportados e, no acumulado desde o início do ano, vai já com mais de 180 milhões de passageiros, o que representa um aumento superior a 15% face a igual período do ano passado.

De acordo com uma nota informativa da companhia aérea, em outubro, a Ryanair transportou um total de 17,1 milhões de passageiros, 9% a mais que no mesmo mês do ano passado, quando a companhia aérea tinha registado um total de 15,7 milhões de passageiros.

Em outubro, o load factor dos voos da Ryanair foi de 93%, o que traduz uma descida de 1 ponto percentual face ao mesmo mês de 2022, quando os voos da Ryanair tinham apresentado uma ocupação de 94%.

A Ryanair assinala que, em outubro, realizou um total de 96,700 voos e assistiu ao cancelamento de 870 ligações aéreas devido ao conflito armado que eclodiu, no início do mês, entre Israel e Gaza.

No acumulado desde o início do ano, a Ryanair transportou já 180,3 milhões de passageiros, o que indica um crescimento de 15% face aos 157,4 milhões de passageiros que a companhia aérea tinha transportado no mesmo período de 2022.

No acumulado desde o início de 2023, a Ryanair regista também um load factor de 94%, o que traduz uma subida de 3 pontos percentuais face aos 91% de ocupação registado em período homólogo do ano passado.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Aviação

Azores Airlines vai voar para Londres e Milão no verão de 2024

Os voos da Azores Airlines para Londres e Milão arrancam a 4 e 5 de junho de 2024, respetivamente, com duas ligações aéreas por semana para cada destino.

Publituris

A Azores Airlines vai adicionar à sua oferta os destinos de Londres e Milão a partir de junho de 2024, informou a companhia aérea do Grupo SATA que realiza os voos internacionais, em comunicado.

A Azores Airlines vai disponibilizar dois voos por semana para Londres e outros dois para Milão, ambos com partida de Ponta Delgada, em São Miguel, Açores, e início a 4 e 5 de junho, respetivamente, com as ligações aéreas a decorrerem até setembro.

Para a capital britânica, a Azores Airlines vai realizar as ligações aéreas às terças e quintas-feiras, partindo de Ponta Delgada pelas 07h50 e de Londres às 13h35, enquanto os voos para Milão decorrem às quartas e sextas-feiras, com partida de Ponta Delgada às 07h25 e saída de Milão às 14h20 (locais).

“Tanto Londres como Milão são mercados emissores muito relevantes. Milão é uma oportunidade há muito identificada, tendo em conta o interesse já manifestado pelo destino Açores. Londres é um ponto de confluência de tráfego com enorme potencial. Com estas duas operações, a Azores Airlines está a proporcionar mais oferta aos passageiros residentes nos Açores, mas também novas possibilidades ao tráfego de ligação, que tem utilizado de forma crescente e consistente as ligações da Azores Airlines, quer para chegar à América do Norte, quer à Europa”, afirma Teresa Gonçalves, CEO da Azores Airlines e do Grupo SATA.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Transportes

Fitur 2024 reafirma compromisso com a indústria de cruzeiros

A Feira Internacional de Turismo de Madrid, que decorrerá de 24 a 28 de janeiro, reafirma o seu compromisso com a indústria de cruzeiros ao apostar na Fitur Cruzeiros, num novo espaço, localizado no Pavilhão 4, onde decorrerão inúmeras atividades ao longo dos cinco dias, e que promete muitas novidades.

Publituris

A Fitur Cruzeiros 2024, secção da Feira Internacional de Turismo organizada que se realizará de 24 a 28 de janeiro, reafirma o seu compromisso com a indústria de cruzeiros. Esta nova edição será realizada durante os cinco dias da Feira e decorrerá num novo pavilhão, no Hall 4, onde serão montados os stands, auditório e sala VIP para diversas atividades.

A Fitur Cruzeiros pretende contribuir para a dinamização comercial dos cruzeiros, bem como reforçar a imagem de sustentabilidade desta indústria. Procura também oferecer um ponto de encontro para portos, destinos turísticos, empresas de cruzeiros e passageiros, e contribuir para uma melhor compreensão da experiência do turismo de cruzeiro com a ajuda de agentes de viagens que facilitam a venda e de passageiros que ainda não estão familiarizados com este tipo de turismo, além de ampliar as opções para passageiros veteranos. Por último, pretende reforçar a fidelização dos passageiros de cruzeiros a este tipo de turismo, criando um sentimento de pertença a uma comunidade especial de viajantes.

No âmbito B2C, as atividades do fim de semana irão apresentar aos visitantes da Fitur Cruzeiros todas as atrações e particularidades que este tipo de viagem tem para oferecer. O programa mostrará a vasta gama de experiências de cruzeiro em terra e as possibilidades que o aguardam a bordo do navio. Haverá também um espaço dedicado aos passageiros veteranos de cruzeiros, onde poderão descobrir propostas e novidades que lhes darão mais opções de escolha neste tipo de turismo.

A Fitur Cruzeiros terá também uma área de Mercado de Cruzeiros, um espaço com diversos stands para empresas de cruzeiros, instituições, portos e agências, onde poderão interagir com os visitantes e prestar informações aos passageiros e agentes. O espaço, que lembra o convés de um navio, permitirá aos visitantes fazer contactos, negócios ou simplesmente desfrutar do ambiente marítimo da Fitur.

A edição de 2024 contará ainda com um novo desafio para os visitantes: preencher o “cartão de embarque do cruzeiro” com os selos disponíveis em cada stand, o que lhes dará a oportunidade de participar em sorteios de diversos prémios. Além disso, durante estes cinco dias serão realizados diversos eventos de networking profissional, bem como encontros para passageiros de cruzeiros.

Outro destaque será o Cruise Campus, um sistema inovador de minicursos destilados de 25 minutos que tratam de um único aspeto ou tema relacionado à experiência de cruzeiro. Apresentados de forma prática, especialistas em diversas áreas do mundo do marketing, comunicação e passageiros profissionais abordarão todos os ângulos da experiência de cruzeiro, desde como escolher o navio certo para cada tipo de passageiro até como arrumar a mala para um itinerário através do Alasca.

A popular “Cruise Scavenger Hunt” será realizada pela terceira vez nesta edição, um jogo de caça ao tesouro para passageiros de cruzeiros, onde equipas de um ou dois devem localizar e visitar uma série de escalas de cruzeiro, resolvendo pistas nos corredores da feira.

Café & Cruises será outra novidade, um encontro informal para passageiros veteranos de cruzeiros, bem como para aqueles que são novos nestas andanças e estão a planear a sua primeira viagem.

Da mesma forma, a Fitur Cruzeiros organizará um grande encontro para os amantes de cruzeiros nos dias dedicados ao público em geral. É um lugar para conhecer, aprender e compartilhar todos os detalhes da experiência do cruzeiro graças aos verdadeiros protagonistas, os passageiros.

Além disso, durante as jornadas profissionais da Fitur Cruzeiros, serão anunciados os vencedores da segunda edição dos Prémios Cruceroadicto, que revelarão o melhor navio, a melhor companhia de cruzeiro e o melhor porto do ano 2023 escolhidos pelos passageiros através de um grande concurso internacional.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Aviação

TAP já transportou mais passageiros entre o Brasil e a Europa do que todo o ano passado

Este ano, a TAP já transportou mais de 1,6 milhões de passageiros nas rotas entre o Brasil e a Europa, num aumento de 23% face a 2022 e que indica que a companhia aérea de bandeira nacional transportou, até final de outubro, mais passageiros nestas rotas do que em todo o ano passado.

Publituris

Este ano, a TAP já transportou mais de 1,6 milhões de passageiros nas rotas entre o Brasil e a Europa, num aumento de 23% face a 2022 e que indica que a companhia aérea de bandeira nacional transportou, até final de outubro, mais passageiros nestas rotas do que em todo o ano passado.

“A TAP Air Portugal celebra mais uma conquista na rota do Brasil para a Europa e supera números totais do ano passado. Até dia 31 de outubro, a companhia aérea já transportou de ou para o Brasil mais de 1,6 milhões de passageiros, o que corresponde a 23% de aumento comparado ao mesmo período de 2022”, congratula-se a companhia aérea, em comunicado.

Este ano, a TAP conta com mais de 80 voos semanais que ligam 11 capitais brasileiras a Portugal mas a transportadora nacional já anunciou que, em 2024, vai disponibilizar uma oferta ainda mais reforçada, que vai contar com 91 voos por semana, uma média de 13 por dia.

De acordo com a TAP, o crescimento previsto da oferta para o próximo ano vem reafirmar “a TAP como a mais importante companhia aérea internacional a ligar o Brasil à Europa, a companhia aérea europeia mais brasileira”.

“A TAP já foi considerada por 10 anos consecutivos a companhia aérea líder da Europa para a América do Sul pelos World Travel Awards, um reconhecimento do serviço de excelência da TAP”, acrescenta a informação divulgada pela transportadora.

Atualmente, a TAP conta com ligações aérea diretas para São Paulo, Rio de Janeiro, Belém, Belo Horizonte, Brasília, Fortaleza, Natal, Maceió, Porto Alegre, Recife e Salvador, para Lisboa, além de conectar o Porto a São Paulo e ao Rio de Janeiro, num total de 11 cidades brasileira, para onde a companhia aérea disponibiliza 13 rotas de Lisboa e Porto.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Aviação

Verão 2024: Iberia prolonga Ponta Delgada e aumenta voos para a América Latina e EUA

No verão de 2024, a Iberia vai disponibilizar mais de 3.1 milhões de lugares para a América Latina e Caraíbas, bem como 126 voos por semana para os EUA, num calendário que traz também o prolongamento da operação para Ponta Delgada, nos Açores, a toda a temporada.

Publituris

A Iberia anunciou um forte aumento de oferta para o próximo verão e, entre abril e outubro de 2024, vai disponibilizar mais de 3.1 milhões de lugares para a América Latina e Caraíbas, bem como 126 voos por semana para os EUA, num calendário de verão que traz também o prolongamento da operação para Ponta Delgada, nos Açores, a toda a temporada.

No caso da América Latina, adianta a companhia aérea em comunicado, o aumento de oferta chega aos 17,2%, uma vez que esta região é “uma prioridade para a Iberia” e vai ter, por isso, um reforço da oferta para vários destinos.

“A Iberia programou um novo aumento nas suas operações na América Latina para o verão de 2024, aumentando o número de voos semanais em muitos dos 18 destinos para os quais voa em 16 países latino-americanos. No total, mais de 3,1 milhões de lugares serão oferecidos durante os meses de verão entre as duas regiões”, destaca a companhia aérea, na informação divulgada.

No total, a Iberia vai realizar 328 voos por semana com destino à América Latina, com destaque para a Argentina, Brasil, Colômbia, México, Peru, Equador, Chile e Uruguai.

No caso da Argentina, a Iberia vai adicionar três ligações por semana aos dois voos diários que a companhia aérea já opera para o país, totalizando 17 voos por semana entre Madrid e Buenos Aires, sendo que a capital argentina chega mesmo a contar com três voos diários em três dias da semana.

No Brasil, a Iberia vai oferecer seis voos por semana para o Rio de Janeiro nos meses de junho, julho, agosto e setembro, aos quais se vão somar ainda três novas frequências para São Paulo, ampliando a atual oferta de voos diários da Iberia e chegando a dez frequências semanais.

Na Colômbia, a Iberia também vai ter novidades, oferecendo 21 frequências semanais para Bogotá, o que, segundo a companhia aérea, representa três voos diários face às 18 frequências oferecidas durante a temporada de verão de 2023.

Já no México, a Iberia conta manter os três voos diários entre a Cidade do México e Madrid, ligando o México e a Europa com 21 frequências semanais, enquanto no Peru se mantém o aumento de voos para a capital iniciado este ano, num total de 13 frequências por semana, com dois voos diários, exceto aos domingos.

No Equador, está previsto mais um voo por semana para Quito, capital do país, que passa a contar com sete ligações por semana, enquanto Guayaquil passa de três para cinco frequências entre junho e setembro, o que traduz um total de 12 frequências semanais entre Espanha e o Equador.

No Chile, a oferta da Iberia vai ter mais três voos face às sete ligações por semana disponibilizadas no ano passado, num total de 10 ligações aéreas semanais, enquanto o Uruguai vai manter os voos diários entre Madrid e Montevidéu.

Na América Central, a oferta da Iberia também se mantém forte, com a companhia aérea a revelar que voltam a existir sete frequências semanais com a Guatemala e El Salvador, enquanto San José da Costa Rica continuará a ter um voo diário. Já o Panamá terá quatro frequências semanais.

Nas Caraíbas, há um aumento de oferta para Porto Rico, que passa de cinco para sete ligações semanais, enquanto Santo Domingo, na República Dominicana, manterá um voo diário e Havana, capital cubana, continuará a ter três frequências semanais.

Por último, na Venezuela, a companhia aérea manterá o aumento dos voos para Caracas, destino que vai contar, no verão do próximo ano, com cinco frequências semanais.

EUA também ganham aumento de oferta

Apesar da prioridade ser a América Latina, a Iberia também vai aumentar a sua oferta para os EUA, com a transportadora aérea do origem espanhola a contar realizar 126 voos semanais para oito destinos neste país, ao longo do verão de 2024.

No total, a Iberia vai ter dois voos diários para Nova York e outros dois para Miami, e um voo diário para Chicago, Boston e Dallas, estando ainda previsto um aumento de frequências para Los Angeles durante junho, julho, agosto e setembro, com sete voos semanais, ante os cinco atuais, todos operados pelo Airbus A350, a maior aeronave da frota da Iberia.

No próximo verão, a Iberia conta ainda retomar os voos sazonais para Washington DC com quatro frequências semanais e três para São Francisco.

Paralelamente, também a LEVEL vai começar a operar para Miami, ligando Barcelona a esta cidade nos EUA com três voos semanais, tornando Miami no quinto destino da transportadora no país, depois de Los Angeles, São Francisco, Nova York e Boston.

Novidades também na curta e média distância

As novidades da Iberia chegam também à curta e média distância, com a transportadora a abrir uma nova rota para Tirana, na Albânia, para onde vai disponibilizar três frequências semanais, todas as terças, quintas e domingos.

No próximo verão, a Iberia vai ainda consolidar várias das rotas que operou apenas nos meses de julho e agosto, mas que, a partir do próximo verão, irão operar continuamente de abril até ao final de outubro. A rota para Ponta Delgada, em São Miguel, Açores, é um destes casos, juntamente com Split e Zagreb (Croácia) e Catânia (Itália).

No caso de Ponta Delgada, a Iberia diz que vai disponibilizar três voos semanais a partir de Madrid, enquanto a Catânia terá até nove voos semanais em agosto e Dubrovnik um máximo de 15 voos por semana em agosto. Já Zagreb, capital croata, terá um máximo de nove frequências por semana em agosto e Split vai contar ainda nove ligações semanais em agosto.

A Iberia vai ainda expandir a operação noutros destinos para onde costuma voar no verão, como as ilhas gregas e a ilha da Sardenha, prevendo-se um maior número de voos para Corfu, Mykonos e Santorini (Grécia) e Olbia (Sardenha, Itália) de maio a setembro, enquanto Bergen (Noruega) vai ter voos desde maio ao início de setembro, em vez de apenas em julho e agosto.

“Estas operações somam-se à rede de mais de 100 destinos para os quais a Iberia voa na Espanha e na Europa, o que amplia ainda mais as possibilidades de viagens para clientes na América Latina e na Europa”, conclui a Iberia na informação divulgada.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Aviação

Muthu Aviation chega em dezembro para desenvolver voos domésticos em Cuba

O projeto da Muthu Aviation aguarda apenas algumas autorizações e deverá arrancar em dezembro com um avião ATR-72, com capacidade para 72 passageiros, que vai ligar Havana a Cayo Coco, Holguín e Santa Clara.

Inês de Matos

O grupo de hotelaria MGM Muthu Hotels vai lançar, em dezembro, a Muthu Aviation para desenvolver os voos domésticos em Cuba, num projeto que arranca com um avião ATR-72 e que vai ligar Havana a Cayo Coco, Holguín e Santa Clara.

“A Muthu Aviation foi criada para providenciar voos domésticos em Cuba”, explicou ao Publituris Keith Campbell, diretor da Muthu Aviation, que apresentou o projeto durante a 5ª edição da Bolsa Destinos Gaviota, uma mostra da oferta turística cubana, que decorreu em Cayo Cruz, a 19 de outubro.

Durante a iniciativa, Keith Campbell apresentou em primeira mão um projeto que pretende dar resposta à falta de ligações aéreas dentro do país e que leva a que os turistas internacionais sejam obrigados a viajar largas horas de autocarro entre a capital cubana e os destinos de praia, como os Cayos ou Holguín.

“As pessoas que vêm a Cuba querem passar uns dias em Havana e, depois, seguir para as praias, o que, atualmente, só é possível por estrada. Por isso, acredito que a Muthu Aviation vai ser uma mais-valia porque numa hora e meia é possível viajar de Havana para Holguín, por exemplo”, explicou o responsável, revelando que, numa fase inicial, a Muthu Aviation vai operar entre Havana e Holguín, Cayo Coco e Santa Clara.

O projeto da Muthu Aviation, que aguarda apenas algumas autorizações, deverá arrancar em dezembro com um avião ATR-72, com capacidade para 72 passageiros, e que será certificado por entidades europeias e operado por pilotos e tripulações europeias, o que, segundo Keith Campbell, será fundamental para atrair os turistas europeus e também canadianos que visitam Cuba.

“Temos um avião europeu que vamos trazer para cá e que opera sob os parâmetros e regulamentação europeia. Temos tripulação europeia, com pilotos e hospedeiras europeus, assim como engenheiros e certificação da EASA – Agência Europeia para a Segurança da Aviação, que atesta a conformidade com a regulamentação europeia. É uma garantia de segurança para os passageiros europeus e que permite que os agentes de viagens reservem os nossos voos com toda a confiança”, revelou o responsável.

Apesar de ser um projeto do mesmo grupo a que pertencem os MGM Muthu Hotels, que explora várias unidades hoteleiras em Cuba, Keith Campbell revela que os voos vão estar acessíveis a todos os que os queiram reservar, seja a nível individual através de websites como o Skyscanner ou dos GDS para agentes de viagens.

“Os nossos voos vão estar também disponíveis para operadores turísticos que queiram programar Cuba. Não é um serviço apenas para os hotéis da Muthu Hotels, será um serviço para todos. A Muthu Aviation está a chegar para operar em Cuba para todos os que queiram voos em Cuba”, acrescentou Keith Campbell.

*Leia mais na próxima edição do jornal Publituris.

 

 

 

Sobre o autorInês de Matos

Inês de Matos

Mais artigos
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB

Navegue

Sobre nós

Grupo Workmedia

Mantenha-se informado

©2021 PUBLITURIS. Todos os direitos reservados.