Assine já
Premium

Montebelo Mosteiro de Alcobaça Historic Hotel planeia soft opening para outubro

A unidade pretende ser um polo para a organização de eventos, numa lógica de bleisure.

Carla Nunes
Premium

Montebelo Mosteiro de Alcobaça Historic Hotel planeia soft opening para outubro

A unidade pretende ser um polo para a organização de eventos, numa lógica de bleisure.

Carla Nunes
Sobre o autor
Carla Nunes
Artigos relacionados
Primeiro hotel da Visabeira Turismo em Lisboa abre em 2017
Alojamento
Visabeira estreia-se em Lisboa com unidade na Baixa
Homepage
Edição digital: Entrevistas Pedro Barreto (BPI) e Miguel Quintas (grupo MQ), integração agências RAVT na GEA, Guias de Portugal e dossier RH
Edição Digital
Edição Digital: A conferência sobre o novo viajante, Portugal Trade Awards, programação W2M, retoma da promoção turística do Brasil e a aposta tailandesa em Portugal
Edição Digital

Após vários avanços e recuos, o Montebelo Mosteiro de Alcobaça Historic Hotel prevê a abertura em soft opening ainda durante este mês de outubro. A garantia é dada por Jorge Costa, vice-presidente do conselho de administração da Visabeira Turismo, que em entrevista à Publituris Hotelaria fala sobre o investimento feito na região e as valências deste novo hotel de cinco estrelas localizado num dos claustros do Mosteiro de Alcobaça.

A unidade já soma um investimento que ronda os 22,5 milhões de euros, num total de 91 unidades de alojamento, entre quartos singles e duplos, quartos familiares, suites e uma master suite.

Das valências do novo hotel fazem parte um spa e uma piscina interior “cénica”, integrada entre os pilares do mosteiro, um bar e um restaurante. Neste será apresentado “o melhor que a gastronomia portuguesa tem para oferecer, mantendo uma ligação natural à gastronomia de Alcobaça e da região, fortemente marcada pela excelência dos produtos locais e da doçaria conventual”, como explica Jorge Costa, não adiantando ainda quem será o chef deste espaço.

Somam-se ainda “salas de reuniões e espaços para congressos e casamentos com atmosferas únicas”, sendo que Jorge Costa atribui especial destaque “para a sala localizada na antiga biblioteca”.

Um espaço para diversos eventos

O projeto de arquitetura, bem como o de interiores, é assinado pelo arquiteto Eduardo Souto Moura, Prémio Pritzer de Arquitectura, e integra peças não só deste profissional como de Siza Vieira. Aliás, é através deste pormenor que a unidade pretende ser integrada “nos roteiros mundiais de turismo de arquitetura”, além de ambicionar tornar-se um polo para a organização de eventos, sejam eles corporativos, educacionais, científicos, culturais ou religiosos.

“Este é um hotel que vai combinar as estadias de lazer com eventos, sem que essa convivência cause constrangimentos a ambos, desde reuniões empresariais, congressos científicos e lançamentos de marcas ou produtos, até cerimónias oficiais e casamentos, aproveitando as excelentes relações e sinergias com o Mosteiro de Alcobaça”, enumera Jorge Costa.

A proximidade do mosteiro à costa da Nazaré é ainda vista pelo vice-presidente como um ponto que torna o “hotel atrativo para quem quer combinar uma estada mais ativa”.

O processo de recrutamento para este hotel ainda está a decorrer, privilegiando-se “bons profissionais que se enquadrem na filosofia dos Montebelo Hotels & Resorts: formação, experiência, compromisso, respeito pela região e envolvimento com o espaço onde o hotel se enquadra e um foco muito importante no serviço e no cliente”.

Construção do Montebelo Vista Alegre Chiado Hotel segue focado no mercado de lazer

Também ainda em processo de construção encontra-se o Montebelo Vista Alegre Chiado Hotel, em Lisboa. Apesar de não se querer comprometer com uma data definitiva, Jorge Costa afirma que no grupo “estamos confiantes que conseguiremos ter a obra terminada até final deste ano”. No entanto, o vice-presidente não esconde a apreensão relativamente à conjuntura atual, com “atrasos no fornecimento de alguns materiais”.

“O facto de ser um edifício com valor patrimonial e numa zona classificada fizeram desta obra um projeto mais complexo do que o esperado, mas o resultado também nos tem surpreendido pela positiva”, afirma.

Com um investimento previsto de cerca de 9,5 milhões de euros, este cinco estrelas terá à volta de 58 unidades de alojamentos, entre quartos, suites e “uma fantástica suite master, repleta de elementos arquitetónicos únicos”.

O “universo visual e decorativo da marca Vista Alegre” emprestará a sua identidade ao hotel, cuja obra e decoração são assinadas por Paula Nunes e Tiago Araújo, a dupla responsável pela arquitetura e decoração de uma outra unidade do grupo, o Montebelo Vista Alegre Ílhavo Hotel.

Também o restaurante será “enquadrado no espírito da marca Vista Alegre, combinada com a tradição e qualidade da cadeia Montebelo Hotels”. Por enquanto, não são adiantados nem a proposta gastronómica, nem o chef que irá assumir o espaço.

A presença do grupo em Lisboa com uma segunda unidade é justificada com o facto de Lisboa continuar “a ser a grande porta de entrada para o mercado internacional e uma referência para os portugueses”.

“O sucesso do Montebelo Lisbon Downtown Apartments, localizado na Rua da Prata, foi um excelente teste para o que representa a presença em Lisboa. Qualquer marca que queira ter uma presença relevante a nível nacional, tem de ter uma presença forte e marcante [na capital]”, defende o vice-presidente.

Numa nota final, Jorge Costa explica que, dadas as características do edifício e a sua localização, no Chiado, este “será um hotel mais direcionado para o mercado de lazer, com uma forte componente de clientes internacionais”. O processo de recrutamento para a unidade já está a decorrer, sendo que o grupo está a contratar “para todas as áreas” do setor.

Sobre o autorCarla Nunes

Carla Nunes

Mais artigos
Artigos relacionados
Press Releases

The Lodge Hotel convida a um Natal tradicional em família

O The Lodge Hotel, localizado numa das margens do rio Douro, propõe um Natal de convívio à volta da mesa, onde não faltarão os sabores tipicamente portugueses.

Publituris

Estamos em contagem decrescente para a época mais mágica do ano. E para viver as festividades como manda a tradição, o The Lodge Hotel, localizado numa das margens do rio Douro, propõe um Natal de convívio à volta da mesa, onde não faltarão os sabores tipicamente portugueses.

“Venha viver connosco esta época numa mesa rodeada de tradição” é o mote do The Lodge para a celebração do Natal. A unidade hoteleira, que oferece uma vista imperdível para a cidade do Porto, convida as famílias a viver uma experiência única. Além do alojamento e quartos de requinte, a proposta passa por uma ceia e almoço de Natal pensados ao pormenor pelo chef do restaurante Dona Maria, João Vieira.

Na noite de consoada a refeição começa com uma variedade de entradas: seleção de pães, camarão ao alho, pataniscas de bacalhau, croquetes de leitão, bolas de alheira de Mirandela, salada de polvo e creme de castanhas e erva-doce.

Também nos pratos principais se seguem as tradições das celebrações: Bacalhau de cura portuguesa, com batata e legumes cozidos; Capão de Freamunde assado com chouriço doce Vila Rei, castanhas, marmelos e batatas com grelos e Bola de fumeiro de Lamego. Estas delícias podem ser harmonizadas com uma seleção de bebidas.

Para prolongar a noite até à hora da troca de presentes, claro que não poderiam faltar os doces, principalmente os tipicamente natalícios como o Tronco de chocolate e creme de castanha, Bolo-rei com frutos secos marinados em aguardente, Trouxa de ovos e fios de ovos, Papos de Anjo, Rabanadas com calda de mel, Vinho do Porto e frutos secos, Aletria com canela, entre outros. Estará ainda disponível um buffet de queijos DOP e compotas.  O valor do jantar de consoada é de 125 euros por pessoa.

No dia de Natal, 25 de dezembro, a família poderá reunir-se novamente à mesa do Dona Maria. O chef João Vieira preparará um almoço buffet, no qual manterá as tradições típicas. Nas entradas, haverá uma variedade de saladas, o Folar de Valpaços ou a Bola de Lamego. Antes dos pratos principais, os hóspedes podem ainda saborear um caldo-verde com chouriço.

À mesa não poderia, claro, faltar o Farrapo velho. Nos pratos de peixe será ainda possível saborear Polvo com molho verde e cataplanas (amêijoas, berbigão, mexilhão e lingueirão). Nos pratos de carne, será servido o Peru assado com batatas assadas, cebolinha e cenoura glaceada, Anho assado com arroz de forno, batata à padeiro e grelos salteados e Leitão com batatas chip. Estes sabores poderão ser harmonizados por uma seleção de bebidas.

No buffet de sobremesas os doces tradicionais voltam a reinar: Bolo-rei com passas, pinhões e frutos cristalizados; Pão de ló; Pudim de castanhas natalício; Filhós de abóbora; Arroz-doce, Rabanadas de mel, entre outros. A acompanhar os doces, haverá ainda um buffet de queijos e compotas. O valor do almoço de Natal é de 110 euros por pessoa.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Press Releases

Vila Galé tem menus de Natal desde 28€ por pessoa

Os hotéis Vila Galé em Portugal têm sugestões exclusivas para os habituais almoços e jantares de confraternização da quadra natalícia.

Publituris

Os hotéis Vila Galé em Portugal têm sugestões exclusivas para os habituais almoços e jantares de confraternização da quadra natalícia, com opções buffet e à la carte desde 28€ por pessoa.

Creme de alho francês e castanhas com malagueta, dourada em risotto de funcho e almofadinhas de peru recheadas com alheira ou a tradicional doçaria da época são algumas das sugestões da opção à la carte dos hotéis Vila Galé de quatro estrelas em Portugal. Os preços podem ser de 28€ ou 38€ por pessoa (bebidas não incluídas), consoante se escolha um ou dois pratos principais. Já no buffet disponível nestes hotéis será possível saborear diferentes entradas, pratos quentes e sobremesas, desde 28€ por participante.

As unidades Collection de quatro estrelas têm também uma oferta especial em buffet ou à la carte. Este inclui lombo de bacalhau escalfado em leite, Brás e tapenade de azeitona ou filetes de polvo crocantes em esparregado de espinafres e tomate cherry assado, finalizando com buffet de sobremesas e frutas. Está também disponível a opção de buffet e, nestas unidades, os preços são a partir de 28€ por pessoa.

Já no Vila Galé Collection Palácio dos Arcos, hotel de cinco estrelas em Paço de Arcos, entre as propostas à la carte, como entrada, pode optar-se por folhado de camarão em fricassé de cogumelos com espargos verdes ou crocante de tâmaras com foie gras em redução de vinho doce. Já para prato principal pode escolher-se entre os lombos de bacalhau confitado com cebola, tomilho com batata salteada e grelos ou o maigret de pato, salteado de lombardo e bacon, salsa crocante e molho de chocolate balsâmico. As doces iguarias da quadra, como mini pão de ló em leite de baunilha ou rabanadas em leite creme caramelizado, também marcam presença. Esta proposta tem preços desde 38€.

E no Vila Galé Sintra, o menu do buffet (31€ por pessoa, sem bebidas) conta com sopa de camarão, carpacccios, ceviches de peixes, filete de robalo grelhado com molho de limão, ou bacalhau gratinado com camarão em crosta de amêndoa. Nas sobremesas destacam-se as filhoses, o bolo-rei ou o crumble de frutos vermelhos. Se preferir o menu à la carte (desde 30€), também pode escolher entre diferentes entradas, pratos de peixe e de carne e sobremesas.

As pizzarias Massa Fina no Porto, Estoril, Lagos, Praia da Galé (Albufeira) e Vilamoura também dispõem de uma oferta apta para grupos, diversificando assim as propostas apresentadas pela Vila Galé. Além de pizzas, os cardápios incluem bruschettas, saladas, pastas ou risottos, com ambiente informal e descontraído.

Para estes encontros natalícios, a Vila Galé tem ainda um presente especial, oferecendo um voucher de uma noite para sortear entre os participantes, no caso de grupos entre 25 e 50 pessoas. A grupos de 51 a 150 elementos serão oferecidos dois vouchers e grupos acima de 150 ganharão três vouchers.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Destinos

Madeira não está preocupada com greve porque a TAP já é uma “companhia sem grande importância” para a região

O presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque, defende que a greve não vai ter grande impacto na região, pois a TAP “começa a ser uma companhia sem grande importância para o turismo da Madeira”.

Publituris

O presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque, diz não estar preocupado com o impacto da greve dos tripulantes de cabina da TAP na região, uma vez que, afirma, a TAP “começa a ser uma companhia sem grande importância para o turismo da Madeira”.

Segundo o Diário de Notícias da Madeira, Miguel Albuquerque acrescentou que, “felizmente”, a Madeira conta com outras opções para assegurarem as ligações aéreas, uma vez que contabiliza, atualmente, “mais 34 companhias a operar com 90 rotas” para a região.

Recorde-se que a greve dos tripulantes de cabina da TAP está agendada para os dias 8 e 9 de dezembro e, em consequência das negociações falhadas com o sindicato que representa os trabalhadores da companhia aérea de bandeira nacional, a TAP decidiu já cancelar cerca de 360 dos 500 voos que seriam realizados nesses dois dias.

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Transportes

TAP inclui Europa, Brasil, EUA, Canadá e Norte de África na “Black Friday”

Além dos voos de ida-e-volta a partir de 49 euros para destinos da companhia na Europa, Brasil, Estados Unidos da América, Canadá e Norte de África, a TAP alarga esta promoção, também, para viagens em classe Executiva, com preços a partir de 299 euros para voos de ida-e-volta.

Publituris

A promoção de “Black Friday” da TAP – disponível até ao dia 28 de novembro – oferece voos de ida-e-volta a partir de 49 euros para destinos da Companhia na Europa, Brasil, Estados Unidos da América, Canadá e Norte de África, alargando esta promoção, também, para viagens em classe Executiva, com preços a partir de 299 euros para voos de ida-e-volta.

A promoção Black Friday aplica-se a vendas realizadas até 28 de novembro, para voos a realizar entre 16 de janeiro e 30 de novembro de 2023 (exceto os períodos de 31 de março a 17 de abril e de 15 de julho a 31 de agosto de 2023).

Esta promoção da TAP está também disponível nos mercados de Portugal, Áustria, Bélgica, Suíça, Chéquia, Alemanha, Espanha, França, Irlanda, Itália, Luxemburgo, Países Baixos, Noruega, Polónia, Dinamarca, Suécia, Croácia e Reino Unido, na Europa, mas também no Brasil (Belém, Natal, Maceió e Salvador), Estados Unidos e Canadá.

Os preços são válidos para estadas mínimas no destino de três dias (Europa e norte de África) e de cinco dias nos restantes mercados.

Para lançar esta campanha, com o mote “grandes viagens ficam para sempre, estes preços só até 28/11”, a TAP divulga um vídeo nos seus canais de internet e redes sociais, em que mostra uma partida realizada em parceria com o estúdio de tatuagens Ink and Wheels.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Transportes

“Black Friday” da easyJet 28.000 lugares para este inverno

Este ano, a easyJet disponibiliza 4,8 milhões de lugares para a estação de inverno (entre outubro de 2022 e março de 2023), um aumento de 51% em relação ao período pré-pandémico.

Publituris

A easyJet lança a sua campanha de “Black Friday”, disponibilizando 28.000 lugares de e para Portugal a partir de 19,99 euros, promoção válida para viagens que decorram entre os dias 10 de dezembro de 2022 e 31 de março de 2023.

A campanha em vigor inclui voos para mais de 80 destinos, sendo que os lugares estão disponíveis para reserva até dia 28 de novembro, em easyjet.com.

Entre as diversas viagens que os clientes podem escolher, destacam-se as rotas que foram recentemente anunciadas Lisboa para Rennes, Toulouse, Funchal, Luxemburgo e Tenerife Sul; bem como Porto para Rennes, Toulouse, Funchal e Luxemburgo.

José Lopes, Country Manager da easyJet para Portugal, refere, em comunicado, que “como é hábito, nesta altura da Black Friday gostamos de presentear os nossos clientes com descontos que os permitam viajar, a custos ainda mais baixos, para os seus destinos preferidos”, salientando que, “ao longo dos últimos meses, temos vindo a alargar a nossa rede europeia para aumentarmos a variedade da nossa oferta e conseguirmos aproximar os portugueses dos seus locais de interesse”.

De referir que, em Portugal, a easyJet serve cinco aeroportos e oferece voos diários para mais de 80 destinos na Europa, disponibilizando, este ano, 4,8 milhões de lugares para a estação de inverno (entre outubro de 2022 e março de 2023), um aumento de 51% em relação ao período pré-pandémico.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Destinos

“Aqui Entre Nós” do Centro de Portugal no pódio do circuito mundial de festivais de filmes turísticos

O filme do Centro de Portugal foi o terceiro mais bem classificado entre aqueles que concorreram na categoria “Destinos Turísticos – Regiões”.

Publituris

O filme promocional “Aqui Entre Nós”, da Turismo Centro de Portugal (TCP), recebeu o troféu correspondente ao terceiro lugar na categoria “Destinos Turísticos – Regiões”, nos World Tourism Film Awards, organizada pelo Comité Internacional de Festivais de Filmes de Turismo (CIFFT).

O filme do Centro de Portugal foi o terceiro mais bem classificado entre aqueles que concorreram na categoria “Destinos Turísticos – Regiões”, ficando apenas atrás de filmes da Andaluzia (Espanha) e do Peloponeso (Grécia).

Pedro Machado, presidente da Turismo Centro de Portugal, destaca o prémio recebido, “numa categoria que distingue as regiões enquanto destinos turísticos. A região magnífica que é o Centro de Portugal não merece menos”.

O circuito internacional do CIFFT engloba 10 festivais em outros tantos países. O filme “Aqui Entre Nós” foi premiado no Festival Internacional de Filmes de Turismo de África, na África do Sul, no Festival TourFilm de Zagreb, na Croácia, no ART&TUR – Festival Internacional de Cinema de Turismo, em Ourém, Portugal, e no Amorgos Tourism Film Festival, na Grécia.

Produzido para a Turismo Centro de Portugal pela Ideias Com Pernas – Creative Films, partindo de um conceito desenvolvido pela agência criativa Bang Bang Creative Shots, o filme “Aqui Entre Nós” inseriu-se numa campanha lançada pelo TCP em 2021, que teve como como grande objetivo dar a conhecer aos portugueses a essência do Centro de Portugal e solidificar a região como o primeiro destino de férias dos portugueses.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Destinos

Algarve acolhe o V Fórum Regional de Enoturismo APENO – Ageas Seguros

Descentralizar tem sido a palavra-chave da APENO e da Ageas Seguros para se fazer mais e melhor pelo enoturismo em Portugal.

Publituris

A Associação Portuguesa de Enoturismo (APENO) e a Ageas Seguros, em parceria com as Comissões Vitivinícolas Regionais nacionais (CVR), realizam no próximo dia 5 de dezembro, o V Fórum de Enoturismo como objetivo de debater os pontos fortes e de melhoria do enoturismo nacional.

Este fórum no Algarve segue outros fóruns regionais realizados na região de Lisboa, região do Tejo, região de Setúbal e região do Alentejo.

Descentralizar tem sido a palavra-chave da APENO e da Ageas Seguros para se fazer mais e melhor pelo enoturismo em Portugal. A missão, desta vez, “é abrir portas a ciclos de debates, em que o foco é discutir os pontos fortes e fracos do enoturismo nacional, com o intuito de se encontrarem soluções para fazer crescer ainda mais um setor já de si em franca expansão, mas com muito mais ainda para dar em território português”, refere a associação em comunicado.

“Queremos reforçar o nosso posicionamento no setor de Enoturismo, junto destes profissionais, contribuindo para um setor mais seguro e sustentável. É nosso compromisso estar presentes na vida das empresas de uma forma relevante, próxima e emocional», reforça Gustavo Barreto, membro da Comissão Executiva do Grupo Ageas Portugal.

Do lado da APENO, o presidente da associação, Maria João de Almeida, refere que “fala-se muito de enoturismo, mas ainda ninguém tem definições nem números que ajudem a compreendê-lo, entre outras questões que têm de ser debatidas”, considerando que a APENO tem estado “focada em resolver estas questões e em criar bases sólidas de trabalho para que Portugal seja considerado uma região de referência no enoturismo a nível mundial”.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Turismo

Educação e investimentos considerados pilares para transformar o turismo na reunião da OMT

Zurab Pololikashvili, secretário-geral da OMT, deixou a mensagem que “a janela de oportunidade para transformar o setor não ficará aberta por muito tempo”, enfatizando ainda que “agora é a hora de acelerar a construção de um setor mais inclusivo, resiliente e sustentável”.

Publituris

Organização Mundial do Turismo (OMT) reuniu em Marrakesh, Marrocos, os líderes do turismo de todas as regiões do mundo para apresentar planos para transformar o setor num cenário de “desafios antigos e novos”.

Segundo dados da OMT divulgados recentes, as chegadas internacionais estão a caminho de atingir 65% dos níveis pré-pandêmicos até o final do ano. No entanto, com base no seu apelo de há um ano para que os líderes do setor público e privado “repensem o turismo”, a OMT colocou a “inovação, os investimentos, a educação e o empoderamento da juventude” no centro das discussões, ao mesmo tempo em que enfatizou o “maior interesse pela transformação por meio da Ação Climática” e da “importância do setor para o desenvolvimento rural em todos os lugares”.

Zurab Pololikashvili, secretário-geral da OMT, referiu no discurso de boas-vindas aos 16 ministros do Turismo e delegações de 36 países, por altura da 117.ª reunião do Conselho Executivo da organização, que “a janela de oportunidade para transformar o nosso setor não ficará aberta por muito tempo”, enfatizando ainda que “agora é a hora de acelerar a construção de um setor mais inclusivo, resiliente e sustentável”.

Pololikashvili lembrou também que o sucesso do turismo não pode mais ser medido com base apenas em números, “mas sim no impacto que nosso setor tem nas vidas, nos meios de subsistência e no bem-estar das pessoas e do planeta”.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Alojamento

Air Cairo abre voos para Lisboa e passa a ser representada pela ATR em Portugal

A companhia aérea egípcia de baixo custo Air Cairo passou a ser representada em Portugal pela ATR e prepara-se para abrir, a 30 de dezembro, voos entre Lisboa, Assuão e o Cairo, passando a ligar, no verão, Lisboa a Hurghada.

Publituris

A companhia aérea egípcia de baixo custo Air Cairo vai abrir, a 30 de dezembro, voos entre Lisboa, Assuão e o Cairo, capital do Egito, informação que é avançada em comunicado pela ATR, que passou a representar a transportadora no mercado português.

“Atualmente, a Air Cairo é uma companhia aérea nacional egípcia de baixo custo com uma frota de 10 aviões, operando mais de 200 voos semanais para 25 destinos internacionais e domésticos”, indica a ATR, recordando que a companhia aérea nasceu em 2003.

A 30 de dezembro, a Air Cairo inicia uma operação de inverno que vai ligar Lisboa, o Cairo e Assuão, que conta com um voo por semana, às sextas-feiras, e que vai operar até 24 de março de 2023.

A partir de 28 de março, os voos da Air Cairo passam a ligar a capital portuguesa a Hurghada, estância balnear egípcia localizada no Mar Vermelho, que vai contar com voos às terças-feiras, até 24 de outubro de 2023.

“Em breve teremos mais novidades em relação ao verão IATA”, acrescenta a ATR, revelando que os voos e as tarifas já se encontram carregados no GDS da Amadeus, enquanto as agências que utilizam o Galileo, da Travelport, devem contactar a ATR através do e-mail [email protected] ou pelo número de telefone +351 217618987.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Distribuição

Soltour Travel Partners lança nova linha de negócios costeira especializada em sol e praia

A Soltour Travel Partners estabeleceu uma parceria com a Guest Incoming para lançar uma nova linha de negócios costeira especializada em sol e praia, que inclui as costas espanholas e o Algarve.

Publituris

A Soltour Travel Partners estabeleceu uma parceria com a Guest Incoming para lançar uma nova linha de negócios costeira especializada em sol e praia, que inclui as costas espanholas e o Algarve.

Segundo um comunicado enviado à imprensa esta quinta-feira, 24 de novembro, a Soltour Travel Partners explica que esta nova linha de negócio costeira vai beneficiar “da perícia e do know-how da Guest Incoming”, uma nova agência de viagens para o Mediterrâneo, que conta com contratação direta de cerca de 2.000 hotéis e que é “líder em serviços e novas tecnologias”.

“O seu profundo conhecimento do setor posicionou-os, em poucos anos, como uma das melhores agências recetivas em Espanha, gerindo mais de 400.000 clientes por ano”, acrescenta a Soltour Travel Partners.

Segundo o comunicado divulgado, esta parceria com a Guest Incoming é “mais uma demonstração do compromisso da empresa com as agências, com as quais pretendem liderar o segmento de sol e praia desde a Costa Brava até ao Algarve, oferecendo soluções abrangentes e transformando-as em verdadeiros players chave no mercado”.

Esta nova linha de negócio costeira deverá diferenciar-se pela “qualidade”, assim como por uma “seleção de locais privilegiados e um serviço personalizado”, que vai disponibilizar “tarifas competitivas e exclusivas em hotéis preferenciais na costa espanhola e portuguesa”.

Costa Brava e Costa de Barcelona, assim como Costa Dorada, Costa Blanca (Benidorm-Gandia), Murcia, Costa del Sol (Torremolinos, Benalmadena, Fuengirola), Costa de la Luz (Matalascañas) e o Algarve são as zonas incluídas na nova linha de negócio.

“A nossa missão com esta aliança centra-se em oferecer às agências um produto da mais alta qualidade e garantia, que lhes ofereça segurança e confiança. Além disso, o nosso objetivo é acelerar o seu trabalho, uma vez que todas estas ofertas serão apresentadas através de um único interlocutor”, afirma Tomeu Bennasar, CEO da Soltour Travel Partners, salientando que “tudo isto foi possível graças ao Guest Incoming, um dos melhores parceiros possíveis em Espanha neste segmento”.

Entusiasmado com a parceria mostra-se também Omar Spezie, CEO da Guest Incoming, que sublinha que esta nova linha de negócio vai oferecer “às agências de viagens um método de despersonalização da procura, permitindo desfrutar da costa espanhola e portuguesa em qualquer altura do ano”.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos

Navegue

Sobre nós

Grupo Workmedia

Mantenha-se conectado

©2021 PUBLITURIS. Todos os direitos reservados.