Assine já
Distribuição

Canceladas operações charter para a Tunísia

O anúncio foi feito pelos operadores turísticos que se tinham juntado nesta operação conjunta para o verão 2021 para a Tunísia.

Publituris
Distribuição

Canceladas operações charter para a Tunísia

O anúncio foi feito pelos operadores turísticos que se tinham juntado nesta operação conjunta para o verão 2021 para a Tunísia.

Publituris
Sobre o autor
Publituris
Artigos relacionados
Seis operadores unem-se em operação conjunta para a Tunísia no verão 2021
Homepage
Tunísia promovida em roadshow
Homepage
Número de turistas portugueses cresce para a Tunísia
Homepage
Publituris Hoje: TAP e operadores: Qual o futuro?
Homepage

As operações em voos charter Nouvelair, para Djerba e Monastir, na Tunísia, à partida de Lisboa e Porto se encontram canceladas.
O anúncio foi feito pelos operadores turísticos que se tinham juntado nesta operação conjunta para o verão 2021 para a Tunísia.

Em comunicado, a Solférias, que também refere o cancelamento da operação para Saïdia, em Marrocos, indica que a tendência das reservas à última hora “por oposição ao planeamento antecipado que era a tendência dos últimos anos”  tem “um impacto claro nas operações em voos especiais, muito mais adaptadas a situações de procura e reserva antecipada”.

A Solférias e a Viajar Tours referem que mantêm este destino na sua programação com base em voos regulares da Tap Air Portugal, à partida de Lisboa, com lugares garantidos (possibilidade de efetuar ligações à partida de outros aeroportos nacionais).

Recorde-se que os operadores turísticos Jade Travel, Solférias, Soltrópico, Sonhando, Viagens Abreu e Viajar Tours se tinham juntado para operar este destino no próximo verão.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Artigos relacionados
Transportes

TAP cancela 360 voos devido à greve e estima perda de 8M€ em receitas

Apesar da greve ainda não estar totalmente garantida, a TAP não acredita que a mesma seja desconvocada e decidiu já cancelar perto de metade dos voos previstos para 8 e 9 de dezembro.

A TAP vai cancelar um total de 360 voos nos dias 8 e 9 de dezembro, devido à greve dos tripulantes de cabine, decisão que afeta cerca de 50 mil passageiros e que, estima a companhia aérea de bandeira nacional, deverá levar a uma perda de receita de oito milhões de euros.

Numa conferência de imprensa que decorreu na tarde desta quarta-feira, 23 de novembro, Christine Ourmières-Widener, CEO da TAP, revelou que o Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC), responsável pelo agendamento da greve, “decidiu manter a assembleia no dia 06 de dezembro, dois dias antes da greve”, considerando, no entanto, que independentemente do resultado e devido à dimensão da TAP, “será tarde para fazer algo devidamente organizado”.

Por isso, e apesar de não ter sido fácil, acrescentou a responsável da TAP, a companhia aérea tomou já “a decisão de cancelar 360 voos, nos dias 8 e 9 de dezembro”, o que corresponde a menos de metade dos cerca de 500 voos previstos para esse período.

Segundo Christine Ourmières-Widener, o cancelamento antecipado de grande parte dos voos programados para 8 e 9 de dezembro permite que a TAP possa  trabalhar com parceiros para encontrar alternativas para os clientes que tinham voos marcados para os dias de greve.

A CEO da TAP adiantou ainda que não acredita que o SNPVAC venha a desconvocar a greve agendada na assembleia de 6 de dezembro e revelou que a paralisação vai ter um “grande custo” para a empresa, prevendo-se que a companhia aérea perca cerca de oito milhões de euros em receitas.

Christine Ourmières-Widener revelou também que cerca de 25% dos passageiros com voos agendados para os dias da greve já procederam à alteração das suas viagens  “sem qualquer penalização e sem alteração de tarifa, para datas entre 28 de novembro e 19 de dezembro”.

Recorde-se que a greve agendada para 8 e 9 de dezembro deverá contar com uma oferta de serviços mínimos limitada, que não deverá abranger, nomeadamente, as ligações aéreas para as ilhas da Madeira e Açores, uma vez que o sindicato defende que existem alternativas asseguradas por outras companhias aéreas.

O SNPVAC considera que os voos de regresso diretamente para o território nacional para Lisboa e Porto, voos de emergência, voos militares e voos de Estado, nacional ou estrangeiro são considerados “como serviços mínimos a assegurar a satisfação das necessidades sociais impreteríveis, no período decretado de greve”.

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Alojamento

A mudança do perfil hoteleiro marca próxima sessão da “Be Our Guest”

Na próxima segunda-feira, 28 de novembro, pelas 19h00, terá lugar mais uma conversa “Be Our Guest”, desta vez sobre a “a mudança do perfil hoteleiro”.

A sessão em ambiente digital contará com a presença de Carlos Alves, diretor regional de operações do Vila Galé Hotéis para a região Norte e Centro e coordenador da Adega Val Moreira – um projeto do grupo com produção de Vinhos DOC Douro. A conversa será moderada por Marcos Sousa, dirigente da ADHP responsável pela pasta de Finance & Data.

“Nesta sexta conversa, o Be Our Guest traz mais um grande nome ligado à hotelaria. Será uma excelente oportunidade para perceber as perspetivas de um convidado com tanta experiência sobre a gestão hoteleira, a relação com os colaboradores, com os hóspedes, e as alterações no perfil hoteleiro”, refere Patrícia Correia, dirigente da ADHP responsável pelo projeto “Be Our Guest”.

À semelhança das conversas anteriores, a sessão decorrerá através do Zoom, sendo que as inscrições já se encontram abertas e devem ser efetuadas através de um breve formulário. Apesar de as inscrições serem gratuitas, a organização alerta que estas são limitadas.

Esta será a sexta conversa online promovida pela ADHP – Associação dos Diretores de Hotéis de Portugal, uma iniciativa da ADHP que promove conversas informais com diretores de hotéis e nomes de referência do turismo sobre as suas experiências profissionais, a hotelaria e o setor turístico.

A conversa tem o patrocínio da e-GDS Global Distribution Solutions.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos

SONY DSC

Alojamento

Hotel Turismo da Guarda poderá integrar a carteira do Grupo Pestana

Uma “fonte próxima do processo de concessão da unidade hoteleira” adiantou ao jornal Terras da Beira que o Hotel Turismo da Guarda deverá passar para as mãos do Grupo Pestana, podendo adotar a marca “Pousadas de Portugal”.

O Hotel Turismo da Guarda deverá passar para as mãos do Grupo Pestana, podendo adotar a marca “Pousadas de Portugal”.

A informação é adiantada pelo jornal Terras da Beira, da Guarda, que averiguou junto de “fonte próxima do processo de concessão da unidade hoteleira” que está apenas a faltar a autorização do Ministério das Finanças à proposta que tinha sido aprovada pelo conselho diretivo do Turismo de Portugal, tendo em vista a celebração de “um contrato de arrendamento com um operador económico”.

De acordo com o semanário da Guarda, as negociações decorrem desde o início do verão e têm estado a cargo dos ministérios da Economia e do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social. Desta forma, a unidade hoteleira deverá integrar a rede Pousadas de Portugal, que já inclui outras unidades na região, como a Pousada de Viseu, a Pousada Convento de Belmonte e a Pousada Serra da Estrela.

O semanário antecipa que “o anúncio oficial deverá ser feito pelo ministro da Economia e do Mar, António Costa Silva, no próximo domingo, 27 de novembro, durante a sessão solene comemorativa do aniversário da cidade da Guarda”.

Na sua edição impressa anterior, o jornal Terras da Beira já tinha referido que a Secretária de Estado do Turismo, Rita Marques, tinha afirmado na Assembleia da República, no debate sobre o Orçamento de Estado, que já tinha sido aprovada a proposta, sem identificar, contudo, o operador escolhido, apenas dizendo que “todos o conhecemos”.

Recorde-se que a 11 de outubro um despacho do Governo determinou “a desafetação do Programa REVIVE do [Hotel Turismo da Guarda] do domínio privado do Instituto do Turismo de Portugal, I. P.”, como noticiado na altura pela Publituris Hotelaria.

A decisão foi justificada com a urgência de “recorrer a soluções alternativas que permitam estancar a degradação contínua do imóvel e promover o respetivo aproveitamento económico, em benefício do Estado e da economia nacional”.

O edifício foi vendido em 2010 pela Câmara Municipal da Guarda, à altura liderada por Joaquim Valente, ao Turismo de Portugal, por 3,5 milhões de euros, para ser recuperado e transformado em hotel de charme com escola de hotelaria. No entanto, o projeto não saiu do papel e o imóvel mantém-se de portas fechadas e a degradar-se.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Destinos

Rio de Janeiro relança plataforma Visit.Rio

O Visit.Rio reúne dados sobre hotéis, bares e restaurantes, disponibiliza informação sobre as atrações turísticas e passeios na cidade, assim como sobre transportes e ainda a agenda cultural atualizada do Rio de Janeiro.

A cidade do Rio de Janeiro, no Brasil, voltou a contar com a plataforma Visit.Rio, portal que foi relançado para divulgar as atrações turísticas da cidade e que “reúne todas as informações fundamentais para quem quer visitar a cidade”.

Segundo um comunicado do Rio Convention & Visitors Bureau (Rio CVB), o relançamento da plataforma motivou já um acordo de cooperação técnica entre o Riotur e o Rio CVB, com vista ao planeamento, desenvolvimento e implementação do portal e redes sociais.

“A ideia é que o portal se torne uma referência para turistas e cariocas sobre a cidade”, indica o Rio CVB, num comunicado divulgado esta quarta-feira, 23 de novembro.

Visit.Rio reúne dados sobre hotéis, bares e restaurantes do Rio de Janeiro, disponibilizando ainda informação sobre as atrações turísticas e passeios na cidade, assim como a agenda cultural atualizada do Rio de Janeiro, além de detalhes sobre compra de bilhetes e transportes.

“Acreditamos no potencial e no valor que a marca Visit pode agregar a uma cidade turística como o Rio de Janeiro. Estar no ambiente digital hoje é fundamental para diversos setores e com o turismo não é diferente. Não podemos mais pensar de forma tradicional, é preciso inovar, facilitar o acesso à informação, agregar experiências ao viajante e modernizar a indústria como um todo”, considera o presidente-executivo do Rio CVB, Carlos Werneck.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Transportes

Celebrity Cruises lança programação 2024-2025 com quase 500 partidas e muitas novidades

A programação da Celebrity Cruises para 2024-2025 conta com quase 500 partidas nos 16 navios da companhia de cruzeiros e visita mais de 250 destinos e 70 países.

A Celebrity Cruises já lançou a sua programação 2024-2025, que conta com quase 500 partidas nos 16 navios da companhia de cruzeiros e visita mais de 250 destinos e 70 países.

De acordo com a companhia de cruzeiros, que é representada em Portugal pela Melair Cruzeiros, esta é a “mais ambiciosa” programação da Celebrity Cruises de todos os tempos e contempla diversas novidades.

“As novas ofertas incluem novos portos de embarque para alguns dos navios da Classe Edge; partidas durante todo o ano na Europa, com novos portos; mais noites em escala e em alguns casos 2 noites em escala; e novas experiências em todas as regiões, enquanto desfruta da plenitude da experiência de um cruzeiro Celebrity”, resume a companhia de cruzeiros.

Na Europa, a Celebrity Cruises vai contar com partidas ao longo de todo o ano e mais de 40 itinerários diferentes, além de noites em escala em 11 das cidades mais belas do mundo, como é o caso de Lisboa, Portugal; Istambul, Turquia e Reykjavik, Islândia, e ainda novos portos de escala, incluindo Pauillac (Bordeaux), França; Brindisi e Trieste, Itália; e Kavala e Volos, Grécia.

“A Celebrity Cruises irá expandir a sua oferta de itinerários europeus com 153 viagens diferentes, com escalas em quase 100 destinos a bordo de 7 navios, incluindo três dos navios da Classe Edge – Celebrity Ascent, Celebrity, BeyondSM e Celebrity Apex”, indica a companhia.

Pela primeira vez, um navio da classe Edge, o Celebrity Apex, vai ter como porto de embarque Southampton, com destino aos Fiordes Noruegueses, num novo itinerário de 12 noites nos Fiordes Noruegueses e ao Círculo Ártico.

Já o Celebrity Ascent vai ter a sua temporada inaugural na Europa em 2024, visitando cidades culturais em toda a Espanha, Itália, França e Grécia; enquanto o Celebrity Beyond vai oferecer itinerários de 10 e 11 noites pela Grécia, Istambul e Nápoles.

Além destas opções, há ainda viagens adicionais que incluem cruzeiros pela Escandinávia, além de itinerários especiais ao Egito e Israel.

Já nas Caraíbas, onde a Celebrity Cruises vai disponibilizar três itinerários novos, há também de até 12 noites a partir dos quatro portos de embarque – Miami, Fort Lauderdale, Tampa (Flórida) e San Juan (Porto Rico).

“A temporada 2024-25 nas caraíbas, contará com oito navios Celebrity, incluindo três navios Classe Edge – Celebrity Ascent, Celebrity Beyond e Celebrity Apex – estes irão oferecer itinerários que variam entre mini-cruzeiros ao fim de semana de 3 noites e viagens mais longas de 12 noites”, lê-se na informação divulgada.

O Celebrity Ascent, o mais recente navio da companhia, vai fazer a sua estreia nas Caraíbas, realizando itinerários rotativos de 7 noites pelas Caraíbas Orientais e Ocidentais, que visitam os portos de St. Thomas e St. Maarten, Georgetown, Grand Cayman e a paisagem única de Labadee, no Haiti.

Já o Celebrity Beyond vai realizar cruzeiros de 10 e 11 noites no Sul das Caraíbas, visitando St. George, Granada; St. John’s Antigua, St. Maarten, assim como o Canal do Panamá, enquanto o Celebrity Apex vai ter cruzeiros de 7 noites para alguns dos destinos mais procurados da região, incluindo Puerto Plata, República Dominicana; Labadee, Haiti; Key West, Bimini, Bahamas; São Cristóvão e Tortola.

Para visitar o Alasca, a Celebrity Cruises disponibiliza o navio Celebrity Edge, que vai ter partidas de Seattle e realizar itinerários 7 noites até Endicott Arm Fjord e Dawes Glacier, incluindo escalas em Victoria, British Columbia e Ketchikan.

“Juntamente com o Celebrity Summit e o Celebrity Solstice, juntos, oferecem um conjunto de 57 viagens e uma variedade de itinerários de 6 a 8 noites de maio a setembro de 2024”, acrescenta a Celebrity Cruises.

A programação inclui ainda cruzeiros na Ásia, uma vez que, entre abril e outubro de 2024, o recém revitalizado Celebrity Millennium vai fazer um itinerário de 12 noites, com partida do porto de Yokohama, em Tóquio, no Japão.

Após a temporada no Japão, o Celebrity Millennium vai juntar-se ao Celebrity Solstice para oferecer cruzeiros de 11 a 14 noites pelo Sudeste Asiático, que 32 incluem destinos no Vietname, Tailândia, Malásia, Indonésia, Sri Lanka e Índia, entre setembro de 2024 e abril de 2025.

Além destas regiões, a Celebrity Cruises vai contar também com alguns cruzeiros especiais, nomeadamente nas Galápagos, onde os navios Celebrity Flora, Celebrity Xpedition e Celebrity Xploration vão disponibilizar “itinerários de seis ou sete noites cuidadosamente selecionados para garantir que os hóspedes tenham experiências únicas neste arquipélago extraordinário”.

Já o Celebrity Equinox vai realizar a sua temporada inaugural na América do Sul, com um cruzeiro de 14 noites que irá à Pantagónia, Argentina e Antártico, que permite que os passageiros possam assistir a um “espetáculo de tango ou desfrutem das belas praias de Montevidéu, Uruguai”.

O Celebrity Eclipse, por sua vez, vai viajar pelo Canadá e Nova Inglaterra, assim como pela Groenlândia e Islândia, disponibilizando itinerários de 7 noites nas Bermudas da área de Nova York.

A nova programação da Celebrity Cruises inclui algumas partidas únicas, às quais se aplica a campanha em vigor, que oferece até 75% de desconto no segundo passageiro e crédito a bordo até 800 dólares.

Esta campanha é válida para reservas efetuadas até 1 de dezembro de 2022 e aplica-se a partidas entre 10 de dezembro de 2022 e 30 de abril de 2025, excluindo os cruzeiros nas Galápagos.

Todas as propostas da Celebrity Cruises estão já disponíveis para reserva. Para mais informações, está disponível o número de telefone 210 329 400 ou o e-mail [email protected].

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Figuras

W Algarve contrata novo diretor de marketing e comunicação

Henrique Pires é a nova aposta do W Algarve para dirigir o departamento de marketing e comunicação da unidade hoteleira, como anunciado em comunicado.

Com 11 anos de experiência no setor hoteleiro, o profissional setubalense começou o seu percurso profissional no Pine Cliffs Hotel, passou pelo Waldorf Astoria Ras Al Khaimah e fez carreira na cadeia Minor Hotels, onde foi responsável pelas áreas do marketing e comunicação dos Anantara Hotels & Resorts e dos Tivoli Hotels & Resorts, em Portugal.

Chega agora ao recém-aberto W Algarve, onde irá desempenhar funções como diretor de marketing e comunicação.

“Estou muito contente e entusiasmado por me juntar à fantástica equipa do W Algarve e abraçar este novo desafio. É um grande orgulho para mim trazer as minhas ideias e visão para um hotel que abriu há cerca de meio ano e que já conquistou tanto terreno na região”, garante Henrique Pires.

O W Algarve marca o primeiro Hotel da marca W a abrir em Portugal. Situado no topo das icónicas falésias do sul de Portugal, o recém-aberto W Algarve junta-se à família de W Escapes, oferecendo “uma mistura de descontração à beira-mar com uma energia exuberante”, como referido em comunicado.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos

CARAÍBAS: Viaje com a MSC Cruzeiros e não perca a oportunidade de ter tudo incluído nos cruzeiros deste inverno por um preço irresistível

Quer opte por realizar um cruzeiro pelo Médio Oriente, pelas Caraíbas e Antilhas, pelo Mediterrâneo, pelo Norte da Europa ou caso opte por uma Grand Voyage poderá efetuar a sua reserva com a MSC Cruzeiros e ter a possibilidade de ter tudo incluído neste Inverno 2022/2023!

As Caraíbas são, para quem já as visitou, um lugar de sonho. São encaradas como um dos mais belos e fascinantes destinos do mundo, um sonho para qualquer turista que pretende descansar em cenários majestosos, rodeados por enormes praias de areia branca, palmeiras, frutos exóticos, barreira de corais, repleta de peixes tropicais de todas as cores e um mar azul-turquesa.

Ciente do forte interesse que existe por esta região, a MSC Cruzeiros terá 4 navios a navegar pelas Caraíbas durante o Inverno 2022/23 para que nada falte aos passageiros que desejam conhecer melhor as praias caribenhas, entre outras atrações.

Bahamas, Ocean Cay MSC Marine Reserve – Photo credit Conrad Schutt

O MSC Seascape, que será inaugurado em Nova York, iniciará a sua temporada inaugural no dia 11 de Dezembro de 2022 em Port Miami (EUA) aos Domingos. O navio vai disponibilizar itinerários de 7 noites com escala na Ocean Cay MSC Marine Reserve nas Bahamas, em Cozumel no México, George Town nas Ilhas Caimão e Ocho Rios na Jamaica antes de regressar a Miami.

Com porto de embarque em Port Miami, os passageiros da MSC Cruzeiros poderão antes de realizarem o embarque, encontrar uma cidade cujos bairros são muito diversificados, um autêntico puzzle que forma um corredor urbano de duas cidades tecnicamente separadas: a parte continental de Miami e o enorme banco de areia conhecido por Miami Beach.

Ao realizar um cruzeiro nas Caraíbas com a MSC Cruzeiros, a maioria das pessoas acaba por passar o tempo em South Beach, uma área relativamente pequena na extremidade sul do banco de areia, onde encontrará muitas das principais galerias de arte da Flórida, restaurantes em voga e grande parte da sua efervescente vida noturna.

Antigua, from St John’s – English Harbour

De seguida, o navio irá escalar na Ocean Cay MSC Marine Reserve, uma autêntica ilha Caribenha, onde poderá encontrar um ambiente eco-friendly, sentir o calor do espirito bahamiano, fazer uma massagem relaxante numa cabana, descobrir toda a beleza dos mares e explorar a ilha com excursões dedicadas.

O MSC Seascape passará também por Cozumel, uma ilha de quarenta quilómetros de extensão junto à costa de Playa del Carmen, a Ilha Cozumel é um porto de escala famoso, onde quase diariamente atracam até 10 navios numa das docas especializadas da ilha, todas situadas a sul da única cidade, San Miguel.

Posteriormente, o navio irá para o porto de George Town, uma cidade tradicional das Caraíbas com casas coloridas em madeira intercaladas com edifícios mais recentes. Poderá também mergulhar na história da ilha no Museu Nacional de George Town que serve duas finalidades: além de poder descobrir exemplos das espécies endémicas de flora e fauna mais interessantes, pode ainda conhecer a história da ilha.

Antes de regressar a Miami, o navio passará por Ocho Rios que se caracteriza pelos seus rios e pelo seu mar cristalino. No seu cruzeiro pelas Caraíbas recomendamos-lhe que experimente as diversas atividades ao ar livre disponíveis nos rios, como caiaque e tubing.

O MSC Meraviglia também estará a navegar pelas Caraíbas, partindo do porto de embarque Port Canaveral, onde a cerca de 20 minutos de carro, pode descobrir o fenomenal Centro Espacial Kennedy, onde os veículos da NASA são desenvolvidos, testados e enviados para a órbita do planeta.

O navio passará por Nassau que conta com o maior aquário ao ar livre do mundo, com mais de 100 espécies diferentes de peixes tropicais coloridos. Nesta região é possível interagir com golfinhos e fazer excursões a ilhas vizinhas em lanchas.

De seguida, o navio irá para a Ocean Cay MSC Marine Reserve antes de passar pelo porto da Costa Maya, onde é possível sentir a vivacidade sentida na região com as suas bancas de recordação turísticas e de aluguer de jet-ski ao largo do passeio marítimo sofisticado.

O navio passará ainda por Cozumel, antes de regressar ao porto de desembarque, Port Canaveral, num itinerário que terá a duração de sete noites.

O MSC Divina realizará itinerários de 10 noites com partida de Port Miami (EUA), fazendo escala em Ocho Rios (Jamaica), passando depois por Cartagena (Colômbia), antes de chegar ao Panamá na cidade de Colón. Através da MSC Cruzeiros poderá ter a oportunidade de realizar excursões a Portobelo. Como lugares imperdíveis em Colón, poderá visitar o Lago Gatún e o Canal do Panamá.

USA, Miami – South Beach

De seguida, o navio navegará em direção a Puerto Limón (Costa Rica), onde poderá realizar uma excursão que tem como destino o Veragua Rainforest, um parque de investigação e aventura interessante na floresta tropical que apresenta várias exposições sobre a vida animal, podendo, se assim o desejar, conversar com os biólogos responsáveis e saber mais sobre os estudos desenvolvidos continuamente sobre a extraordinária coleção de borboletas do parque.

Antes de regressar a Miami, o MSC Divina fará escala ainda na Ocean Cay MSC Marine Reserve nas Bahamas para que os passageiros conheçam a ilha.

A bordo do MSC Seaside poderá realizar cruzeiros de 7 noites com partidas de Fort- de-France (Antilhas Francesas), Pointe-à-Pitre (Guadalupe) e Philipsburg (St Maarten) com dois itinerários que incluem escalas para destinos como Castries (Santa Lúcia), Bridgetown (Barbados), Saint George (Granada) ou St John´s (Antigua e Barbuda), Basseterre (St Kitts e Nevis) e Roseau (Dominica).

Antes de embarcar no seu cruzeiro em Fort- de- France poderá desfrutar de locais imperdíveis nessa região como da Praia Anse Mitan, de andar numa ponte suspensa no jardim e da destilaria de rum Depaz que já produz a bebida nacional desde 1651.

MSC Divina in Port Canaveral – Photo credit: Port Canaveral for MSC Cruises

De seguida, o navio irá para Point-a Pitre, em Guadalupe, onde poderá desfrutar dos aromas e sons que emanam dos seus inúmeros e pequenos mercados. Destaca-se o Mercado Central, também chamado de Mercado de Saint Antoine, situado na praça com o mesmo nome em pleno centro da cidade, o Mercado das Flores na Praça Gourbeyre, em frente à Igreja de São Pedro e São Paulo, e o Mercado do Porto de Keruland no mar das Caraíbas. Para os amantes de Parques Nacionais não poderão perder a oportunidade de visitar o Parque Nacional de Guadalupe reconhecido como Reserva Mundial da Biosfera pela UNESCO.

Um dos itinerários percorrerá a capital de São Martinho, Philipsburg, onde poderá aproveitar para realizar um passeio a cavalo, ou ainda visitar a conhecida Lagoa de Simpson Bay. Posteriormente, seguirá para Saint John´s (Ilha de Antígua), uma colónia da Coroa Britânica ao longo de mais de 300 anos onde não pode perder a oportunidade de visitar o Estaleiro de Nelson, um velho estaleiro restaurado e ainda a Shirley Heights que é considerado o local ideal para apreciar o pôr do sol ou as festas mais famosas da ilha.

De seguida, irá para Basseterre onde poderá encontrar duas ilhas das Caraíbas que foram frequentadas pelos turistas de elite ao longo de, pelo menos, dois séculos, tendo sido o destino da nobreza europeia entre os séculos XIX e XX.

Antes de regressar a Fort-de-France o navio navegará para Roseau, a capital de Domínica, situada na costa do mar das Caraíbas. Trata-se de um lugar muito envolvente e o seu estilo colonial francês e o seu traçado urbano original ainda podem ser apreciados nas zonas do Antigo Mercado. São várias as excursões que cada passageiro pode realizar que envolvem caminhadas desde as menos exigentes às mais exigentes fisicamente.

Martinique, from Fort-de-France – Balata Church

Já o outro itinerário partirá também de Fort-de-France, fará escala em Pointe-à-Pitre, antes de ir para a capital de Santa Lúcia, Castries, antigo refúgio de piratas, onde poderá encontrar as melhores praias desertas e os melhores centros comerciais das Caraíbas.

De seguida, o MSC Seaside passará por Barbados, onde poderá descobrir a capital Bridgetown. Entre as várias atrações desta pequena cidade das Caraíbas, vale a pena admirar os seus vários edifícios coloniais, o Edifício do Parlamento e a estátua de Lord Nelson, situada na praça atual denominada National Heroes Square.

Posteriormente, o seu navio irá para Saint George (Granada), onde poderá vislumbrar algumas casas crioulas do século XIX que ainda mantêm os telhados de telhas em tijolos, usadas como lastro nos navios do Velho Mundo.

Antes de desembarcar em Fort-de-France, o navio passará por Kingstown onde encontrará a atmosfera típica das Índias Ocidentais, com o seu mercado de peixes, lojas de rum e edificações coloniais.

Considerada um paraíso escondido nas Caraíbas, Kingstown tem também belíssimas igrejas como a Catedral de Santa Maria, datada de 1820, famosa pelos seus arcos de estilo romano, torres góticas e ornamentos mouriscos.

Não lhe faltam motivos para fazer um cruzeiro!

Embarque nesta aventura com a MSC Cruzeiros!

 

 

Sobre o autorMargarida Magalhães

Margarida Magalhães

Mais artigos
Destinos

Turismo internacional recupera e deve atingir 65% dos níveis pré-pandemia, prevê OMT

Até setembro, as chegadas internacionais alcançaram 63% dos níveis pré-pandemia, enquanto os gastos turísticos ultrapassaram 2019 em vários países, incluindo Portugal. No entanto, o ambiente económico continua a ser “desafiante”, o que leva a OMT a mostrar-se “cautelosamente otimista” para os últimos meses do ano.

Até setembro, cerca de 700 milhões de turistas realizaram viagens internacionais, mais do dobro (+133%) do registado em igual período do ano passado, o que permitiu uma recuperação para 63% dos níveis pré-pandemia, indica a Organização Mundial do Turismo (OMT), que prevê, no entanto, que até final do ano seja possível chegar a 65% dos níveis de 2019.

De acordo com a OMT, a recuperação registada até setembro foi impulsionada “pela forte procura reprimida, pela melhoria dos níveis de confiança e pelo levantamento de restrições num número crescente de destinos”.

Os resultados, que constam do mais recente Barómetro Mundial do Turismo da OMT, indicam que as chegadas mensais ficaram 64% abaixo dos níveis de 2019 em janeiro de 2022 e atingiram -27% em setembro, com a OMT a estimar ainda que cerca de 340 milhões de chegadas internacionais tenham sido registradas apenas no terceiro trimestre de 2022, o que corresponde a quase 50% do total dos nove meses.

Por regiões, a Europa continua a liderar a recuperação no que diz respeito ao internacional e, até setembro, contabilizou 477 milhões de chegadas internacionais, o que corresponde a 68% do total mundial e permitiu atingir 81% dos níveis pré-pandémicos.

Segundo a OMT, os resultados alcançados na Europa representaram mais do dobro de 2021 (+126%) e foram impulsionados pela “forte procura intrarregional e viagens dos Estados Unidos”, que ditaram um desempenho “particularmente robusto” da Europa no terceiro trimestre de 2022, “quando as chegadas atingiram quase 90% dos níveis de 2019”.

No mesmo período, também o Médio Oriente se destacou, já que as chegadas internacionais mais do que triplicaram e cresceram 225%, subindo para 77% dos níveis pré-pandémicos.

Em África, houve ainda um crescimento de 166% nas chegadas internacionais e nas Américas a subida foi de 106%, atingindo 63% e 66% dos níveis de 2019, respetivamente.

Já nas região Ásia-Pacífico, as chegadas internacionais aumentaram 230%, o que corresponde a mais do triplo do mesmo período do ano passado, o que, segundo a OMT, reflete a “abertura de muitos destinos, incluindo o Japão no final de setembro”.

Contudo, acrescenta a OMT, as chegadas internacionais na Ásia-Pacífico permaneceram 83% abaixo dos níveis de 2019, uma vez que a China, que é “um importante mercado de origem para a região, permanece fechada”.

Por sub-regiões, a OMT acrescenta ainda que várias “atingiram 80% a 90% das chegadas pré-pandémicas em janeiro-setembro de 2022”, a exemplo da Europa Ocidental (88%) e do sul da Europa mediterrânea (86%) que, segundo a OMT, registaram a “recuperação mais rápida em relação aos níveis de 2019”.

Já as Caraíbas, a América Central (ambas com 82%) e o norte da Europa (81%) “também registraram bons resultados”, com a OMT a destacar ainda países como Albânia, Etiópia, Honduras, Andorra, Porto Rico, República Dominicana, Colômbia, El Salvador e Islândia onde as chegadas ficaram acima dos níveis pré-pandémicos.

Apenas em setembro, as chegadas superaram os níveis pré-pandémicos no Oriente Médio (+3% em relação a 2019) e nas Caraíbas (+1%), enquanto na América Central registaram uma aproximação ao resultado de mês homólogo de 2019, ficando apenas -7% abaixo. Já a Europa do Norte houve uma descida de 9% e na Europa Meridional e Mediterrânica as descidas foram de 10% .

Portugal entre os destinos com maior aumento nas receitas turísticas

Apesar da recuperação ainda estar em curso, a OMT destaca que vários países já “conseguiram aumentos notáveis ​​nas receitas do turismo internacional nos primeiros sete a nove meses de 2022”, a exemplo de Portugal.

Além de Portugal, as receitas turísticas aumentaram também na Sérvia, Roménia, Turquia, Letónia, Paquistão, México, Marrocos e França.

Além das receitas, a OMT invoca também a recuperação dos gastos com turismo emissor dos principais mercados de origem e dá como exemplo a França, onde os gastos atingiram -8% até setembro, em comparação com 2019.

Tal como a França, também a Alemanha, Bélgica, Itália, Estados Unidos, Catar, Índia e Arábia Saudita registaram “fortes gastos nos primeiros seis a nove meses de 2022”, indica a OMT.

Os resultados dos primeiros nove meses de 2022 levam a OMT a mostrar-se otimista face aos próximos meses, ainda que a organização sublinhe que este otimismo é cauteloso, uma vez que o ambiente económico continua a ser “desafiante” e a inflação continua “persistentemente alta”, o que se junta ao aumento dos preços da energia, que foi “agravado pela ofensiva russa na Ucrânia”.

Todos estes fatores, defende a OMT, podem “pesar no ritmo de recuperação” no quarto trimestre e em 2023, até porque os últimos resultados do inquérito ao Painel de Especialistas em Turismo da OMT indicam uma descida da confiança face aos últimos quatro meses do ano, o que reflete um “otimismo mais cauteloso”.

Ainda assim, a OMT estima que as receitas provenientes da atividade turística se situem entre os 1,2 a 1,3 biliões de dólares em 2022, o que corresponde a um aumento de 60% a 70% face a 2021 e a 70% a 80% 1,8 biliões de dólares contabilizados em 2019.

 

Sobre o autorInês de Matos

Inês de Matos

Mais artigos
Distribuição

Nortravel anuncia charters de Lisboa e Porto para Cabo Verde no verão de 2023

A Nortravel vai programar dois charters para a ilha do Sal, com partidas de Lisboa e Porto, assim como uma operação desde o Porto para a Boa Vista. Os preços começam nos 726 euros e as reservas online já estão disponíveis.

O arquipélago de Cabo Verde vai ser uma das apostas da Nortravel para o próximo verão, com o operador turístico a anunciar charters com partida de Lisboa e Porto, com destino às ilhas do Sal e Boa Vista.

De acordo com um comunicado da Nortravel, para a ilha do Sal estão previstos charters com saída de Lisboa e do Porto, com as partidas de Lisboa a acontecerem todas as sextas, de 7 de julho a 8 de setembro, enquanto as partidas do Porto, que também decorrem às sextas-feiras, realizam-se entre 2 de junho a 29 de setembro.

Já no caso da ilha da Boa Vista, o operador turístico vai ainda programar um charter à partida do Porto, com saídas às quintas-feiras, entre 22 de Junho a 14 de Setembro.

“Estas propostas serão realizadas em modernos aviões Boeing 737/800 da companhia polaca Enter Air, com capacidade para 189 passageiros”, indica ainda a Nortravel no comunicado divulgado.

Para as partidas de Lisboa com destino ao Sal, o operador turístico disponibiliza preços desde 834 euros, em regime de alojamento e pequeno-almoço, enquanto no caso das partidas do Porto os preços começam nos 726 euros, também em regime de alojamento e pequeno-almoço.

Já para a operação com destino à Boa Vista, cujas partidas decorrem do Porto, a Nortravel está a disponibilizar valores que começam nos 1.019 euros, em regime de tudo incluído.

As propostas do operador turístico para o verão de 2023 em Cabo Verde já se encontram disponíveis para reservas online com confirmação imediata, através do site da Nortravel.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Meeting Industry

FITUR 2023 aposta no desporto

A próxima FITUR, a realizar de 18 a 22 de janeiro de 2023, terá no desporto uma nova área, reconhecendo a organização da feira tratar-se de “um dos produtos turísticos de maior crescimento global”.

A FITUR 2023, organizada pela IFEMA Madrid, a realizar de 18 a 22 de janeiro de 2023, terá no desporto uma das grandes apostas, com o lançamento da nova área FITUR Sports, reconhecendo a organização tratar-se de “um dos produtos turísticos de maior crescimento global”.

O novo espaço, organizado em colaboração com a associação desportiva espanhola AFYDAD, responde à preocupação permanente da FITUR em dotar-se de novas ferramentas e plataformas que contribuam para potenciar ainda mais o relançamento de uma indústria do turismo cujo desenvolvimento e expansão assenta fundamentalmente na crescente especialização e segmentação da oferta.

A FITUR Sports, que vai mostrar como o turismo desportivo é um motor de crescimento sustentável para a indústria do turismo, será o ponto de encontro de ambos para destacar “o potencial desta alavanca de desenvolvimento socioeconómico, analisar os seus desafios, partilhar conhecimento e gerar oportunidades de negócio”, refere a organização do evento. Tudo isto enquadra-se no objetivo da FITUR de “continuar a aprofundar o seu papel de referência e dinamizadora da indústria do turismo, aprofundando o seu conhecimento e divulgação dos principais nichos de mercado e segmentos de negócio com maior futuro na indústria do turismo global”.

De referir que a FITUR Sports vai complementar as outras nove áreas monográficas já presentes na FITUR, ligadas às tipologias de turismo, segmentos de mercado e divulgação do conhecimento (MICE, Know-how&Export, TechY, Talent, LGBT+, Lingua, Screen, Woman e Cruises), “tornando possível que todo o ecossistema da indústria do turismo se reúna na feira”.

Turismo desportivo em todas as facetas
A FITUR Sports, que realizará o 1.º FITUR Sports Tourism Summit, a 19 de janeiro de 2023, abordará o turismo desportivo em todas as suas vertentes: eventos desportivos, estágios, férias desportivas, entre outras. A nova área, que incluirá um dia de conhecimento e um espaço de networking, analisará nesta primeira edição eventos de alta participação (maratonas, corridas de trilho, triatlos, marchas ciclísticas, torneios amadores) e eventos nacionais e locais. Irá também centrar-se em campos de treino (centros de treino para equipas profissionais e amadoras) e férias desportivas (viagens desportivas sem ambições competitivas relacionadas com o golfe, esqui, cicloturismo, ténis, turismo ativo).

A organização revela, desde já, que os eventos desportivos internacionais de grande audiência (Formula 1, Liga dos Campeões, LaLiga, Ténis, Basquetebol) serão o foco da segunda edição.

Esta primeira edição tem como foco o turismo desportivo ativo. Entre os conteúdos a serem discutidos na FITUR Sports estarão o turismo desportivo como motor do desenvolvimento territorial, económico e social; turismo desportivo e sustentabilidade; turismo desportivo, inovação, tecnologia; marketing e comercialização do turismo desportivo; e sinergias e oportunidades entre as indústrias do turismo e desporto. Além disso, a nova área da FITUR mostrará como os eventos desportivos e o turismo desportivo e de atividade física podem responder aos desafios globais dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

Nos últimos anos, o turismo desportivo tem aumentado notavelmente em importância tanto para os destinos como para as empresas, pelo facto de contribuir para a combater a sazonalidade da época; dinamizar o desenvolvimento territorial em ambientes não turísticos e não urbanos; criar imagem e marca e posicionar destinos internacionalmente; e possuir, igualmente, um perfil de visitante com nível de gastos acima da média.

Os números mais recentes relativamente ao turismo desportivo em Espanha dizem que este segmento gerou uma receita de 2.416 milhões de euros, em 2021, mais 36,8% que no ano anterior, embora o valor tenha atingido os 7.151 milhões de euros antes da pandemia, segundo dados do Instituto Nacional de Estatística (INE) espanhol, concluindo a organização da FITUR “o seu potencial de dinamização e relançamento continua muito importante”.

Sobre o autorVictor Jorge

Victor Jorge

Mais artigos

Navegue

Sobre nós

Grupo Workmedia

Mantenha-se conectado

©2021 PUBLITURIS. Todos os direitos reservados.