CTP elogia Programa de Estabilização Económica, mas pede mais medidas de apoio à capitalização das empresas

Por a 5 de Junho de 2020 as 20:25

A Confederação do Turismo de Portugal (CTP) considera que o Programa de Estabilização Económica e Social (PEES) apresentado ontem pelo Governo “responde às necessidades atuais do país e inclui medidas essenciais para permitir a retoma económica”.

«Ainda numa análise preliminar, consideramos este pacote de medidas uma resposta positiva e adequada ao contexto em que nos encontramos, particularmente difícil para algumas atividades como é o caso do turismo. O prolongamento do lay-off simplificado por mais um mês é uma das medidas que a CTP propôs e à qual o Governo foi sensível», afirma Francisco Calheiros, presidente da CTP., em comunicado.

A CTP destaca pela positiva as medidas específicas para o turismo, como a dedutibilidade do IVA dos congressos e eventos, o reforço das linhas de financiamento dirigida às microempresas turísticas, as verbas para reforço das rotas aéreas e a isenção do pagamento por conta até dezembro para o alojamento e restauração, sem necessidade de fazer demonstração de quebra de faturação superior a 40%. «Pela negativa, evidenciamos o facto de o programa não prever a redução do IVA do golfe e da restauração e consideramos que as medidas de apoio à capitalização das empresas são vagas», afirma o presidente.

Refira-se que a CTP elaborou um Plano de Retoma do Turismo Português no qual fez uma análise da atual realidade do turismo nacional e propôs um conjunto de medidas globais e específicas para os vários ramos de atividade e sobre várias matérias, desde as questões sanitárias, passando pela mobilidade e acessibilidade, promoção turística, apoio às empresas e o tema laboral.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *