Pullmantur cresceu 5% em passageiros em 2019

Por a 12 de Fevereiro de 2020 as 10:45

A Pullmantur registou um crescimento de 5% nos passageiros transportados em 2019, num total de 406 mil passageiros, mais três mil que no ano anterior, números que tornaram o ano passado no melhor para a companhia de cruzeiros dos últimos 15 anos.

“Apesar de 2019 não ter sido um ano fácil, foi o melhor da Pullmantur nos últimos 15 anos”, sublinhou Richard Vogel, presidente e CEO da Pullmantur, citado pelo jornal espanhol Hosteltur.

De acordo com o responsável, que divulgou os resultados da companhia de cruzeiros de  origem espanhola durante uma conferência de imprensa, no ano passado, os resultados da Pullmantur foram idênticos aos registados em 2018, até porque a companhia manteve a capacidade oferecida.

Para 2020, a Pullmantur vai, no entanto, operar com menos um navio, já que o Zenith deixou a frota da companhia de cruzeiros no passado mês de janeiro, o que deverá reduzir em cerca de 20% o total de passageiros da Pullmantur ao longo de 2020.

A capacidade da Pullmantur deverá voltar a subir logo em 2021, já que está prevista a integração do navio Grandeur of the Seas na frota da companhia, que vai aumentar a capacidade da Pullmantur em cerca de 30%.

Por enquanto, a Pullmantur mostra-se confiante para a próxima temporada de cruzeiros, até porque as reservas estão acima de igual período do ano passado e a companhia acredita no potencial do mercado espanhol, que representou, em 2019, 163 mil passageiros, com a Pullmantur a deter uma quota de 28% no mercado espanhol.

Apesar do potencial do mercado espanhol, os números totais deste mercado estão ainda aquém de 2008, quando este mercado atingiu o seu pico máximo nos cruzeiros, com 800 mil passageiros, número que, em 2018, se ficou pelos 530 mil, diferença que, no entanto, não desanima Richard Vogel, que prevê que o mercado espanhol chegue a um milhão de passageiros nos próximos anos.

 

 

 

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *