Tourism International Academy abre concurso para hotel de aplicação

Por a 31 de Julho de 2019 as 12:48

O Turismo de Portugal anunciou esta quarta-feira, 31 de julho, a abertura do concurso para a “conceção, construção e exploração do hotel de aplicação” da Tourism International Academy (TIA), cujas propostas devem ser apresentadas no prazo de 45 dias, até 6 de setembro.

De acordo com uma nota informativa do Turismo de Portugal, o hotel de aplicação “servirá o propósito da formação em contexto real de trabalho, proporcionando aos alunos uma experiência formativa o mais próximo possível da realidade do mercado”.

O hotel vai ocupar uma área total de cinco mil metros quadrados, prevendo-se a construção de um edifício de cinco pisos, com estacionamento subterrâneo e um mínimo de 80 quartos, cuja conceção deverá “considerar o facto de se tratar de um hotel de aplicação de uma Escola de Hotelaria e Turismo, prevendo a criação de espaços amplos e abertos, por forma a que os clientes possam observar de perto o funcionamento do hotel, de todos os trabalhadores, bem como dos alunos em formação nos vários serviços”, explica o Turismo de Portugal.

A unidade vai contar com um modelo de gestão semelhante “os que vigoram nos hotéis de aplicação de Lisboa e do Porto”, refere o comunicado enviado à imprensa, onde se explica ainda que está previsto que o “concessionário ministre formação aos alunos da escola, em condições reais de trabalho”.

A TIA é o mais ambicioso projeto nacional de formação em Turismo e vai nascer no Estoril, com o objetivo de criar um “hub internacional de formação, empreendedorismo, inovação e investigação para o Turismo” e que prevê a requalificação do campus da Escola do Turismo de Portugal e da Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril.

O projeto prevê também a criação de uma residência para estudantes no campus do Estoril, cujo concurso para a “reabilitação, equipamento e exploração” foi aberto ao mesmo tempo do destinado à construção do hotel de aplicação, decorrendo igualmente até 6 de setembro.

A residência de estudantes vai ficar instalada num edifício cm 2.500 metros quadrados, que se encontra devoluto e que vai ser reabilitado para receber a infraestrutura, contando com 80 quartos e capacidade para cerca de 150 estudantes.

“A residência destina-se ao alojamento dos alunos da Escola de Hotelaria e Turismo do Estoril e também da Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril, bem como formadores oriundos de outras escolas e entidades que tenham acordo com o Turismo de Portugal”, explica ainda a informação enviada à imprensa.

As condições de ambos os concursos podem ser consultadas no Anúncio do Procedimento n.º 7763/2019, no Diário da República Eletrónico n.º 139, de 23 de julho de 2019.

Além da Escola do Turismo de Portugal e da ESHTE, a TIA vai integrar também um espaço para incubação de empresas do setor, o Instituto de Formação Turística de Macau (IFT), passando ainda a contar a Escola Internacional de Turismo no âmbito da Academia da Organização Mundial de Turismo (OMT), num projeto que deverá estar concluído até 2023, altura em que duplicará o número de alunos para 5.000.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *