Air France/KLM confirma aumento de participação holandesa “sem qualquer consulta”

Por a 27 de Fevereiro de 2019 as 17:50

O Grupo Air France/KLM veio esta quarta-feira, 27 de fevereiro, confirmar que o estado holandês procedeu a um aumento da sua participação no capital do grupo, com a aquisição de 12,68%, numa operação que, segundo comunicado, foi realizada “sem qualquer consulta”.

“Na sequência de uma reunião em 27 de fevereiro de 2019, o Conselho de Administração do Grupo Air France-KLM reconhece que o estado holandês adquiriu 12,68% do capital social do Grupo Air France-KLM, sem qualquer consulta”, refere o grupo num comunicado enviado à imprensa, onde garante que “acompanhará de perto as consequências dessa nova participação”, que terá envolvido um montante de 680 milhões de euros.

“O Conselho de Administração acompanhará de perto as consequências dessa nova participação no Grupo, nos seus funcionários, na sua estrutura de governança e no seu valor de mercado. O Conselho garantirá que esta iniciativa não irá impactar negativamente a nova dinâmica de trabalho do Grupo e das suas empresas”, lê-se na informação divulgada.

Recorde-se que o estado holandês adquiriu recentemente 12,68% do capital do grupo de aviação, que é composto pelas companhias aéreas Air France, KLM, Transavia e HOP!, numa operação realizada à revelia, já que, segundo a imprensa internacional, o estado francês, que detém 14,3% do grupo, só terá sido informado do negócio depois do mesmo ter sido fechado e apenas uma hora antes da conferência de imprensa em que a aquisição foi tornada pública.

Entretanto, o estado holandês veio justificar o negócio com a necessidade de “ter influência direta no desenvolvimento futuro da Air France-KLM para garantir o interesse público holandês”, com destaque para a manutenção do aeroporto de Schiphol, em Amesterdão, como hub do grupo, já que as autoridades holandesas temem que, no futuro, exista um desvio de voos da Holanda para aeroportos franceses.

Já o estado francês diz que o negócio “parece mais um roubo do que uma participação estatal”, considerando que esta aquisição é “incompreensível e má para o valor da empresa”, cujas ações estão a desvalorizar com o anúncio deste negócio, tendo chegado a cair 15%.

A estrutura de capital do grupo Air France – KLM tem ainda entre os seus acionistas a Delta Airlines e a China Eastern Airlines, ambas com 8,8%, bem como os trabalhadores, que contam com 3,9% do capital do grupo.

 

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *