Algarve aposta no Turismo de Natureza

Por a 16 de Março de 2017 as 15:47
Algarve

“Já não somos apenas um destino de Sol & Praia e Golfe. Ambos, claro, serão sempre produtos de eleição na região, mas queremos mais e pretendemos diversificar a nossa oferta. É nesse sentido que a aposta, em 2017, vai centrar-se no Turismo de Natureza, com especial destaque para o Cycling & Walking”.

Desidério Silva, presidente da RTA, é o autor destas declarações, numa apresentação durante a BTL. Afirmações que mostram que, além dos tradicionais produtos, o Algarve está, cada vez mais, a mostrar uma outra face. “Queremos ser uma região de referência no que toca ao Cycling & Walking e mostrar a natureza que abraça o Algarve”. Para isso, diz, “serão realizadas fam e press trips, serão produzidos conteúdos promocionais, programas de sensibilização e  a presença em feiras internacionais ligadas ao segmento será mais constante”.

Ainda no mesmo produto, Desidério realça a realização da 3ª edição da “Algarve Nature Week – de 5 a 14 de Maio – o Algarve 360º – experiência imersiva através de sete vídeos em realidade virtual – e ainda a nova aplicação para dispositivos móveis da RTA – Roteiro Cultural Algarve que convida a descobrir o património cultural do destino. Esta app encontra-se disponível em Português, Espanhol e Inglês.

Números do Turismo em 2016

Ainda no primeiro trimestre do ano, o presidente da RTA não quis deixar de apresentar os números turísticos da região. Em todos os índices, um denominador comum: crescimento face a 2015. “No total, em 2016, registámos 18,1 milhões de dormidas, o que corresponde um aumento de 9% face ao ano anterior. Deste valor, realce para o Reino Unido que continua a ser o principal mercado emissor com 6,1 milhões de dormidas, o que significou um crescimento de 8,6%”.

Desidério Silva destacou também o enorme crescimento do mercado francês, que chegou às 887 mil dormidas e registou um aumento de 41% face a 2015. “A estadia média do turista no Algarve foi de 4,9 noites e registámos ainda 1,3 milhões de voltas de golfe (+16,5%). O melhor ano de sempre, portanto”, destacou.

Para 2017, o responsável máximo da RTA espera uma “continuidade de crescimento nos principais mercados emissores, ainda que seja necessário monitorizar o Reino Unido para melhor entender os efeitos do Brexit”, finalizou.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *