Acordo para Taxa Turística será debatido no Parlamento

Por a 8 de Abril de 2015 as 14:37

O presidente do Instituto Nacional da Aviação Civil (INAC) e da administração da ANA irão ao Parlamento explicar os contornos do acordo acerca da Taxa Turística, celebrado entre a gestora aeroportuária e a Câmara de Lisboa.

Segundo a agência Lusa, o requerimento apresentado esta quarta-feira na comissão de Economia e Obras Públicas, pelo PSD e CDS-PP, para audição do presidente do Conselho Directivo do INAC e do presidente do Conselho de Administração da ANA, foi aprovado por unanimidade.

“Saúdo o facto da autarquia de Lisboa ter recuado na sua intenção inicial de criar uma taxa sobre todos os passageiros que desembarquem em Lisboa e ficamos à espera quer sejam esclarecidos os contornos desse acordo privado com a ANA”, afirmou António Pires de Lima, ministro da Economia, no âmbito desta comissão.

O ministro da Economia português disse ainda querer conhecer os contornos do acordo entre a Câmara de Lisboa e a ANA, que prevê que a gestora aeroportuária assuma o pagamento da Taxa Turística, entre 3,6 a 4,4 milhões de euros, avança ainda a agência.

Um comentário

  1. Luis Leal

    9 de Abril de 2015 at 13:19

    Portugal gasta milhoes para atrair o turista!!! O mesmo ao chegar a Portugal ira ser surpreendido com a penalidade por ter escolhido Portugal……
    O Governo esta convencido que so com TAXAS podem resolver a crise!!
    Mas que maneira estupida de receber em sua casa um convidado para jantar para ao fim lhe pedir que pague a sobremesa!! E como a taxa do IVA de 23% no restaurant!! Quantos empregos sao criados com essa taxa? So falta uma taxa para quem visitar a Serra da Estrela para ir respirar ar puro!!!

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *