Assine já
Alojamento

Cuba com menos um hotel RIU

O RIU Playa Turquesa vai deixar de ser gerido pela marca hoteleira espanhola a partir de dia 30.

Publituris
Alojamento

Cuba com menos um hotel RIU

O RIU Playa Turquesa vai deixar de ser gerido pela marca hoteleira espanhola a partir de dia 30.

Publituris
Sobre o autor
Publituris
Artigos relacionados
RIU Hotels & Resorts deixa Cuba
Alojamento
RIU Hotels lança nova aplicação
Alojamento
RIU abre primeiro hotel no Dubai e introduz conceito ‘all inclusive’
Homepage
Riu Palace Maspalomas reabre depois de reforma completa
Homepage

A RIU Hotels & Resorts chegou a acordo com o proprietário do hotel RIU Playa Turquesa, do Grupo de Turismo Gaviota, para terminar o contrato de gestão no próximo dia 30 de Novembro, indica o Hosteltur.

Localizado junto à praia Yaraguanal, em Holguin, Cuba, o hotel conta com 531 quartos e é um quatro estrelas. A unidade faz parte do portfólio RIU desde Maio de 2012, disponibilizando o programa Tudo Incluído desde então.

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Artigos relacionados
Transportes

Lisboa encerra viagem inaugural do novo navio da Mystic Cruises

O World Traveller é um navio da classe Explorer, que tem capacidade para transportar até 200 passageiros e 130 tripulantes, e que vai navegar ao serviço da Atlas Ocean Voyages, uma das marcas do empresário Mário Ferreira.

O Porto de Lisboa recebeu esta segunda-feira, 17 de outubro, o navio World Traveller, a mais recente embarcação da Mystic Cruises, que terminou na capital portuguesa o seu itinerário inaugural, que passou por Marrocos.

Num comunicado divulgado esta segunda-feira, 17 de outubro, o Porto de Lisboa destaca a passagem do navio pela capital portuguesa, de onde o World Explorer tinha também partido para o seu itinerário inaugural, a 14 de outubro.

“Para assinalar a viagem inaugural, com partida do Porto de Lisboa, o Comandante do World Traveller recebeu a habitual placa comemorativa da ocasião”, destaca o Porto de Lisboa.

O navio, o quarto da frota da Mystic Cruises construído nos estaleiros da West Sea em Viana do Castelo, conta com 126 metros de comprimento, 19 metros de largura, 4,7 metros de calado e 9 300 toneladas de arqueação bruta.

Com 98 cabines distribuídas por oito decks, o World Traveller, que é um navio da classe Explorer, tem capacidade para transportar até 200 passageiros e 130 tripulantes, e vai navegar ao serviço da Atlas Ocean Voyages, uma das marcas da Mystic Cruises, que pertence ao empresário português Mário Ferreira.

O World Traveller é um navio amigo do ambiente, uma vez que dispõe de tecnologia de gestão de energia híbrida, que é capaz de maximizar a eficiência do combustível, de forma a consumir apenas um quinto do combustível, em comparação com os sistemas convencionais de navios de cruzeiro.

“O seu sistema alternativo de propulsão a jato de água ajuda o navio a cruzar silenciosamente até cinco nós, sem perturbar a vida selvagem marinha, o que tem a vantagem suplementar de proporcionar encontros incomparáveis com a fauna oceânica”, acrescenta o Porto de Lisboa.

O World Traveller é o segundo de cinco navios gémeos da Classe Explorer do operador Atlas Ocean Voyages, que já conta com o World Navigator e que aguarda a chegada do World Seeker e do World Adventurer para 2023, assim como do World Discoverer, em 2024.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Hotelaria

“Transformação Digital na Hotelaria” esta quarta-feira em webinar promovido pela AHP

A Associação da Hotelaria de Portugal (AHP) promove esta quarta-feira, pelas 11 horas, um webinar sobre “Transformação Digital na Hotelaria” com parceiros de referência a nível internacional.

Como influenciar a escolha dos clientes e proporcionar-lhes uma boa experiência? Qual a vantagem competitiva que as soluções de BI podem trazer ao seu negócio? Como baixar o custo por venda das campanhas digitais e proteger a marca online? Como aumentar o lifetime value do seu negócio? Como aumentar a competitividade das empresas e trazer melhores experiências aos clientes?

São estas as questões que a AHP quer desvendar num webinar que tem lugar esta quarta-feira, 19 de outubro, a partir das 11 horas.

As boas vindas dicam a cargo de Cristina Siza Vieira, vice-presidente executiva da AHP, seguindo-se a mesa redonda sobre o tema “Transformação Digital na Hotelaria”, com Tatiana Taylor, Global Marketing Manager, da IDeaS, e Francisco Sánchez, Business Development Manager EMEA da TrustYou,

O webinar conta com a participação de três empresas parceiras da AHP: a SmartLinks, agência digital 360º especializada em Turismo, e-commerce e transformação digital e que assegura o Gabinete Digital da AHP; a IDeaS, líder mundial em soluções de Revenue Management; e a TrustYou, maior plataforma mundial de reviews de hóspedes.

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Alojamento

Canto das Fontes lança franchising de glamping de luxo

O Eco-Glamping da Madeira – Canto das Fontes, com o apoio do Turismo de Portugal, quer replicar este conceito, tanto em Portugal continental como nas ilhas, onde se possa desfrutar da natureza.

O Turismo de Portugal selecionou o Eco-Glamping da Madeira – Canto das Fontes para fazer parte do programa de aceleração de empresas inovadoras no setor do Turismo – Push4Tourism gerido pela Gesentrepreneur. A ideia passa por replicar o sucesso obtido na Ponta do Sol – Madeira, por onde já passaram três mil pessoas, criando outros espaços únicos para desfrutar da Natureza em Portugal Continental e Ilhas.

A empresa madeirense procura agora terrenos com características únicas, vistas privilegiadas, afastados de estradas ou ruídos, e com acesso a água, para criar o “oásis” que caracteriza a experiência oferecida

Este projeto, lançado em 2015 na Madeira, teve, desde o seu início, grande projeção internacional, beneficiando da cobertura mediática de jornais como o britânico The Guardian, entre outros, contando ainda com cerca de mil reviews de cinco estrelas.

Diz a empresa, em nota de imprensa, que a taxa de ocupação de 90% durante todo o ano, de mais de 60 nacionalidades diferentes, e a grande procura do espaço, foi a grande motivação do fundador Roberto Varela em querer proporcionar a experiência a um maior número de pessoas, e de fazer crescer o projeto ao mesmo tempo que espera contribuir para um Turismo cada vez mais sustentável e amigo do ambiente.

O Canto das Fontes nasceu através da recuperação de um terreno familiar, mas não é o único projeto do empreendedor na área do Turismo. Roberto Varela é também responsável por transformar, igualmente na Madeira, uma gruta antiga em alojamento, o  – Atlantis Beach Cave.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Emprego e Formação

Glion e Les Roches dinamizam personal meetings de 20 a 25 de outubro

As sessões decorrem em Lisboa e no Porto, das 14h00 às 18h00.

A Glion e Les Roches vão promover personal meetings entre 20 e 25 de outubro, com o objetivo de atrair futuros talentos para os setores da hotelaria e turismo.

A 20 e 21 de outubro, o evento decorre em Lisboa no hotel Ritz Four Seasons. Já de 24 a 25 de outubro, as sessões migram para o Porto, no Sheraton Porto Hotel & Spa. As sessões decorrem sempre das 14h00 às 18h00.

De acordo com informação enviada em comunicado, as one-to-one meetings pretendem “apresentar as várias tipologias formativas aos jovens portugueses que pretendem dar continuidade ao seu percurso académico a nível internacional”. Esta figura-se assim como uma oportunidade para os interessados obterem informações sobre o funcionamento das escolas, o método de ensino, as oportunidades de carreira e esclarecerem eventuais dúvidas sobre os próximos intakes, que tem lugar em março e setembro de 2023.

Tanto a Glion com a Les Roches procuram em Portugal “alunos com um perfil internacional, que gostem de viajar, tenham bom nível de Inglês e interesse pela indústria hoteleira”.

Os processos de admissão já estão a decorrer e há vagas disponíveis nos vários campus das duas instituições de ensino, nomeadamente na Suíça e em Espanha.

Os encontros individuais têm a duração de aproximadamente uma hora e devem ser agendados através do e-mail [email protected]

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Destinos

Silvio Nascimento é o novo presidente da Embratur

Silvio Nascimento é o novo presidente da Embratur – Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo, sucedendo no cargo a Carlos Brito, que assumiu funções como ministro do Turismo do Brasil.

Silvio Nascimento é o novo presidente da Embratur – Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo, sucedendo no cargo a Carlos Brito, que assumiu funções como ministro do Turismo do Brasil.

Num comunicado enviado à imprensa esta terça-feira, 18 de outubro, a Embratur indica que Silvio Nascimento é licenciado em Direito pela ASCES – Centro Universitário Tabosa de Almeida, conta com experiência em Gestão Empresarial, assim como nas áreas administrativa, financeira, comercial e de produção.

O novo presidente da Embratur tem também experiência na coordenação de planos corporativos, análise estratégica e na definição de posicionamento de mercado.

Silvio Nascimento já desempenhava funções na Embratur desde 2019, quando assumiu o cargo de coordenador Geral de Publicidade e Propaganda. Em 2020, passou a gerente de Publicidade, Publicidade e Marketing Digital e, mais tarde, tornou-se ainda diretor de Marketing, Inteligência e Comunicação.

“Levamos o nome do Brasil, as belezas do nosso país, as qualidades únicas do nosso povo e da nossa cultura, ao conhecimento de um grande número de estrangeiros. Continuaremos o caminho que temos seguido até agora”, garantiu já Silvio Nascimento, que é natural de Recife – Pernambuco.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos

Créditos: Pascal Pigeyre

Transportes

Virgin Atlantic já voa com A330neo

Virgin Atlantic encomendou 13 aviões A330neo com a intenção de eventualmente expandir a frota para 16 aeronaves.

A Virgin Atlantic recebeu o seu primeiro Airbus A330neo aircraft, em leasing com a Air Lease Corporation (ALC), aeronave que irá, segundo a companhia, “desempenhar um papel fundamental na transformação da frota, sendo o 50.º aparelho Airbus da companhia aérea sedeada no Reino Unido.

A Virgin Atlantic torna-se, assim, no primeiro operador deste modelo no Reino Unido, tendo encomendado 13 aviões A330neo (seis em locação da ALC) com a intenção de eventualmente expandir a frota para 16.

A família A330 é considerada a aeronave widebody mais popular de sempre em termos de clientes e rotas, enquanto a flexibilidade do A330neo no mercado de médio a longo alcance é “inigualável”, salienta a Airbus em comunicado.

“O A330neo, equipado com motores Rolls-Royce Trent 7000, traz custos operacionais por assento dois dígitos mais baixos e tem menos 25% de queima de combustível e emissões de carbono em comparação com a geração anterior de aeronaves concorrentes”, refere a Airbus.

Esta aquisição por parte da Virgin proporciona aos pilotos uma “uniformização da frota” do Virgin Atlantic A330-A350 e uma experiência aos passageiros sem descontinuidades, uma vez que o Virgin Atlantic já opera nove aviões A350-1000 de última geração.

Beneficiando da maior taxa de bypass dos motores Trent, o Trent 7000 oferece uma melhoria significativa da queima de combustível por assento em comparação com o seu antecessor e reduzirá significativamente o ruído dos aviões. Está certificado para operar com uma mistura de 50% de Combustíveis de Aviação Sustentáveis (SAF); o voo de entrega da aeronave de Toulouse para Londres Heathrow voou com uma mistura de 35% de SAF.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Transportes

Transporte aéreo de passageiros cresce 63,1% em agosto mas continua abaixo de 2019

Os aeroportos nacionais movimentaram, em agosto, 6,3 milhões de passageiros, valor que traduz um crescimento de 63,1% face a agosto do ano passado, mas que ainda fica 1,9% abaixo do registado em 2019, segundo o INE.

Os aeroportos nacionais movimentaram, em agosto, 6,3 milhões de passageiros, número que representa um crescimento de 63,1% face a agosto do ano passado, mas que ainda fica 1,9% abaixo do registado no mesmo mês de 2019, antes da pandemia, avança o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Os dados divulgados pelo INE esta segunda-feira, 17 de outubro, mostram que, “em agosto de 2022, registou-se o desembarque médio diário de 99,4 mil passageiros nos aeroportos nacionais (104,3 mil no mês anterior), aproximando-se do valor observado em agosto de 2019 (101,3 mil)”.

“O ano 2022 tem revelado uma tendência de aproximação aos níveis registados no período pré-pandémico”, destaca o INE, no comunicado que acompanha as estatísticas rápidas do transporte aéreo de agosto.

Do total de passageiros desembarcados em território nacional, 79,0% corresponderam a tráfego internacional, quando em igual mês do ano passado este valor era de 74,4%, e foram essencialmente provenientes do continente europeu, representando 65,2% do total.

Já nos passageiros embarcados, 80,0% corresponderam a tráfego internacional, quando em agosto do ano passado eram 75,6% do total, e tiveram como principal destino aeroportos no continente europeu, que representaram 67,5% do total.

No oitavo mês do ano, os aeroportos nacionais receberam ainda 22,9 mil aeronaves em voos comerciais, o que corresponde a uma descida de 1,4% no número de aeronaves aterradas face a 2019.

Porto com maior aproximação a 2019 no acumulado

No acumulado de janeiro a agosto, o número de passageiros movimentados nos aeroportos nacionais aumentou 203,3% face a igual período do ano passado, ainda que, numa comparação com o acumulado de 2019, se continua a registar uma descida de 9,3%.

Por aeroportos, Lisboa representou quase metade dos passageiros recebidos pelos aeroportos nacionais entre janeiro e agosto, com 48,8% do total de passageiros, o que representa 18,0 milhões. O aeroporto lisboeta registou mesmo um crescimento de 229,7% face a igual período de 2021, ainda que, em comparação com o mesmo período de 2019, se mantenha uma descida de 13,6%.

Apesar disso, o INE diz que, entre os três aeroportos nacionais com maior tráfego de passageiros, foi em Faro que se registou o maior crescimento face a 2021 (+272,9%), enquanto o Porto apresentou a maior aproximação aos níveis de 2019 (-6,8%).

Por mercados, o Reino Unido foi o principal país de origem e de destino dos voos e, entre janeiro e agosto, registou um crescimentos de 416,4% no número de passageiros desembarcados e 450,8% no número de passageiros embarcados face a 2021, o que, diz o INE, se fica a dever ao “encerramento do corredor aéreo entre Portugal e o Reino Unido em grande parte do período em análise em 2021”.

A segunda posição foi para a França, que registou subidas de 143,6% nos passageiros desembarcados e 150,9% nos passageiros embarcados, enquanto Espanha  ocupou a terceira posição como principal país de origem e de destino.

 

Sobre o autorInês de Matos

Inês de Matos

Mais artigos
Transportes

Governo quer voos diretos entre o Funchal e a Venezuela

O secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, Paulo Cafôfo, acredita que a euroAtlantic airways está em boas condições para vir a abrir, no futuro, voos diretos entre o Funchal e a Venezuela.

O secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, Paulo Cafôfo, aplaudiu este sábado, 15 de outubro, a retoma dos voos da TAP para a Venezuela, mas defendeu que ainda falta abrir voos diretos entre a Venezuela e o Funchal, na Madeira, de onde são originários muitos dos emigrantes portugueses no país.

De acordo com Paulo Cafôfo, as ligações aéreas são fundamentais para que os portugueses na Venezuela possam visitar a sua “terra natal”, motivo pelo qual o governante pede voos diretos entre o Funchal e a Venezuela, assim como a entrada de mais empresas nas operações entre os dois países.

“Queremos mais, queremos mais voos, queremos que possam esses voos responder às necessidades”, afirmou, dando conta de que o avião em que viajou para a Venezuela estava completamente cheio, motivo pelo qual considerou que “são bem-vindas” novas operações de outras companhias aéreas, a exemplo da auroAtlantic airways que, segundo o governante, “tem já aprovados os ‘slots’ e as viagens possíveis para o Funchal”.

“Cabe agora à euroAtlantic, obviamente, desencadear um processo comercial”, acrescentou, salientando que “todo o trabalho feito com muita dedicação e muita vontade de diversas pessoas, tornou possível essa autorização por parte do Instituto Nacional de Aviação Civil, por parte das autoridades venezuelanas”, de modo a que a “operação possa ser bem-sucedida”.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Alojamento

Cabo Verde aumenta taxa turística em 25% para 2023

Com o aumento previsto, o Governo de Cabo Verde estima que esta taxa possa gerar receitas de 8,6 milhões de euros ao longo do próximo ano.

A taxa turística paga pelos turistas na hotelaria de Cabo Verde vai aumentar 25% no próximo ano, chegando aos 2,50 euros por noite, avança a Lusa, que diz que a medida consta da proposta de Orçamento de Estado de Cabo Verde para 2023.

Segundo a proposta a que a Lusa teve acesso e que vai agora ser discutida no parlamento cabo-verdiano, esta taxa deverá subir, em 2023, cerca de 50 cêntimos, o que leva o Governo a estimar que esta taxa possa gerar receitas de 8,6 milhões de euros ao longo do próximo ano.

“A taxa turística vai ser aumentada em 50 cêntimos de euro. A receita resultante desse aumento é consignada ao ‘Programa MAIS’ para financiamento de projetos destinados à erradicação da pobreza extrema”, afirmou Ulisses Correia e Silva, primeiro-ministro de Cabo Verde, quando apresentou as primeiras medidas incluídas na proposta de orçamento.

Recorde-se que a taxa turística foi introduzida na hotelaria cabo-verdiana em 2013 e tinha um valor de dois euros por noite, em estadias até 10 dias, aplicando-se apenas a turistas com mais de 16 anos de idade.

Este ano, até julho, Cabo Verde arrecadou já 3,6 milhões de euros com a taxa turística, valor que equivale a 85,3% do orçamentado pelo Governo para todo o ano de 2022 e que, segundo o Ministério das Finanças, corresponde a “um aumento exponencial ao montante cobrado no mesmo período de 2021”.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Destinos

Cuba ultrapassa a marca do milhão de turistas internacionais até agosto

Cuba ultrapassou, até agosto, a marca de um milhão de turistas internacionais, quando em todo o ano de 2021, a ilha acolheu um pouco mais de 500 mil visitantes estrangeiros.

O Canadá manteve-se, até agosto último, o primeiro mercado emissor para Cuba, que juntamente com os Estados Unidos e Espanha representaram 43% dos visitantes internacionais.

Face aos resultados de janeiro a agosto, a ilha das Caraíbas mantém a meta para este 2022 de atingir 2,5 milhões de turistas estrangeiros e receita de 1.012 milhões de euros.

As chegadas internacionais aumentaram 593,3% nos primeiros oito meses de 2022 e agosto foi o segundo mês mais movimentado (136.565 visitantes), atrás de julho (152.480). O mês de agosto destronou abril, que havia alcançado números excecionais após a eliminação de PCRs e certificados COVID.

Recorde-se que antes da pandemia, em 2018 e 2019, a ilha recebia entre quatro e cinco milhões de viajantes internacionais por ano. O turismo é o segundo maior produto interno bruto (PIB) e a segunda maior fonte de divisas, atrás apenas da exportação de serviços profissionais, principalmente no setor da saúde.

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos

Navegue

Sobre nós

Grupo Workmedia

Mantenha-se conectado

©2021 PUBLITURIS. Todos os direitos reservados.