Assine já
Homepage

Costa Cruzeiros sai de Portugal e é representada por GSA

Jorge Carreiras assume representação da companhia para o mercado português.

Patricia Afonso
Homepage

Costa Cruzeiros sai de Portugal e é representada por GSA

Jorge Carreiras assume representação da companhia para o mercado português.

Patricia Afonso
Sobre o autor
Patricia Afonso
Artigos relacionados
Costa Cruzeiros com voo charter Lisboa-Veneza
Homepage
Costa Cruzeiros
Publituris Hoje: “O negócio do Enoturismo”
Homepage
Costa Cruzeiros lança novos itinerários para 2022 e 2023 com novidades em Portugal
Homepage
Nova edição: Aposta da Lufthansa em Portugal, Costa Cruzeiros e Algarve
Homepage

A Costa Cruzeiros deixou de ter escritórios próprios em Portugal no início do presente mês, passando a ser representada pela GSA Line C, que tem à frente Jorge Carreiras, antigo responsável da companhia no País.

Assim, a Line C passa a actuar, desde esta segunda-feira, como Agente Geral de Vendas (GSA) da Costa Cruzeiros no mercado português. Uma decisão que integra a estratégia da companhia em privilegiar “a concentração de investimentos em mercados de relevância maior para o negócio da empresa”, refere um comunicado.

“Não deixará, ainda assim, a Costa Cruzeiros de acompanhar a evolução de mercados com potencial de crescimento, como é o caso de Portugal”, conclui a nota enviada às redacções.

À Publituris, Jorge Carreiras, o responsável pela Line C, afirmou: “Estamos no primeiro dia desta nova aventura. Foi uma decisão estratégica da Costa Cruzeiros em dedicar-se e focar-se mais nos mercados que realmente tem maior peso dentro da companhia, sendo certo que isto está numa linha de continuidade.”

“Estava à frente da companhia e mantenho-me à frente desta representação junto do mercado português. É, de alguma forma, um sinal de continuidade e de confiança da companhia no trabalho que foi desenvolvido em Portugal. Não é uma alteração radical, é uma questão de que para a companhia, que movimenta 1,5 milhões de clientes, os 8 mil passageiros de Portugal são importantes mas poderão ser geridos desta forma”, explicou Jorge Carreiras.

Sobre o autorPatricia Afonso

Patricia Afonso

Mais artigos
Artigos relacionados
Sem categoria

HiJiffy lança sistema operativo “Aplysia OS” para facilitar interações entre hóspedes e hotéis

A tecnologia utiliza inteligência artificial para acompanhar todas as fases da jornada do hóspede no hotel, desde a pré reserva até ao pós-estadia. O objetivo passa por facilitar ações como “o processo de reserva, o check-in antecipado ou a reserva de uma mesa no restaurante”, de acordo com a HiJiffy.

A HiJiffy acaba de lançar um novo sistema operativo de comunicação com hóspedes, o Aplysia OS.

Esta tecnologia utiliza Inteligência Artificial (IA) para criar interações entre os hotéis e os clientes em todas as fases da jornada do hóspede, desde a pré reserva até ao pós-estadia, de acordo com informação enviada em comunicado pela empresa.

Desta forma, a Aplysia permite conectar os hóspedes e hotéis “24 horas por dia, sete dias por semana”, sem a necessidade de interação humana”.

O objetivo passa por facilitar ações como “o processo de reserva, o check-in antecipado ou a reserva de uma mesa no restaurante”, de acordo com a HiJiffy.

A empresa explica que este sistema foi treinado nos últimos seis anos “com milhões de questões exclusivamente relacionadas com a indústria hoteleira”, pelo que possui recursos de autoaprendizagem para analisar dados em bruto e não etiquetados e classificá-los por si só.

Isto permite que a IA “aprenda de forma quase autónoma, tornando o processo de aprendizagem mais rápido face às soluções treinadas manualmente por humanos”.

Para além disso, a Aplysia consegue “entender as emoções por detrás das conversas”, através da análise semântica e de sintaxe.

O sistema consegue reconhecer se a conversa é negativa, neutra ou positiva, reagindo de acordo com esta análise – ou seja, dá prioridade e encaminha automaticamente as mensagens para o departamento certo.

Por exemplo, se a conversa for classificada pelo sistema como positiva, “o hóspede poderá seguir um fluxo de atendimento normal, eventualmente até sem qualquer interação com um agente humano”, tal como explica Tiago Araújo, CEO da HiJiffy, à Publituris Hotelaria.

Se, por outro lado, o tom da conversa for negativo, o “hóspede poderá ser imediatamente redirecionado para a equipa do front-office, por exemplo, ou então diretamente para o diretor do hotel”.

A Aplysia OS é baseada na cloud e possui uma consola acessível através de desktop, browser e aplicações para Android e iOS.

Esta solução funciona apenas para os produtos da HiJiffy e não poderá ser comprada para ser usada para outros fins, tal como indica a empresa.

De momento, a tecnologia já está disponível “para todos os clientes da HiJiffy com muitos recursos já totalmente funcionais”, como adianta a empresa.

Funcionalidades em beta testing, que de momento só estão disponíveis para um número restrito de hotéis, serão alargadas a todos os clientes “em breve”.

Sobre o autorCarla_Nunes

Carla_Nunes

Mais artigos
Tecnologia

Fairtiq vence [email protected] in Portugal 2022

Das 20 startups selecionadas, Airdoctor e Kiss & Tell foram também projetos vencedores do programa de aceleração dinamizado pela Associação Acredita Portugal e apoiado pelo Turismo de Portugal.

A startup suíça Fairtiq foi o projeto vencedor da 2.ª edição do [email protected] in Portugal, o programa de aceleração promovido pela Associação Acredita Portugal, com o apoio do Turismo de Portugal, no âmbito do Programa FIT 2.0 – Fostering Innovation in Tourism, que atrai projetos disruptivos de base turística, a nível internacional, de modo a estimular o ecossistema empreendedor. A startup suíça destacou-se entre as 20 startups selecionados que expuseram as suas ideias, por apresentar uma solução inovadora e com potencial para revolucionar o setor do turismo ao nível da mobilidade. Os segundo e terceiro lugar foram atribuídos às startups Airdoctor e Kiss & Tell, respetivamente.

Os vencedores foram anunciados no demo day, fase final do programa, que decorreu em Gaia, onde as startups tiveram oportunidade de apresentar os seus projetos, assim como a um júri, representado pela Associação Acredita Portugal, Portugal Ventures e Turismo de Portugal.

A vencedora desta edição, traz para Portugal uma tecnologia que pretende simplificar as viagens nos transportes públicos, garantindo a facilitação do processo de pagamento. A tecnológica criou uma aplicação que, através da geolocalização, permite a qualquer pessoa entrar em diferentes tipos de transportes, sem ser necessário comprar bilhetes. O utilizador apenas tem de fazer check in/ check out na aplicação.

O segundo lugar pertence à israelita Air Doctor, que já captou 31 milhões de euros. Esta startup pretende incluir Portugal num sistema que permite pesquisar, agendar e obter consultas com profissionais de saúde, presenciais ou remotas, dirigidas a quem esteja fora do seu país e que precise de consultar um médico, com ou sem seguro de saúde. O serviço já está disponível em países da Europa, Ásia, Austrália e América.

A Kiss & Tell levou o terceiro lugar e pretende facilitar a organização de todo o tipo de celebrações, tais como casamentos, em vários destinos globais. Através da plataforma desta startup é possível comparar, planear e reservar pacotes de destinos e estadias para eventos de qualquer natureza.

Miguel Queimado, fundador da Associação Acredita Portugal, revela que “esta segunda edição e as ideias inovadoras que surgiram revelaram que existe um enorme potencial para continuar a desenvolver o setor do turismo em Portugal. Além dos projetos vencedores, outras startups que chegaram até à final estão também em conversações com empresas portuguesas para que as suas tecnologias sejam introduzidas no setor turístico nacional.”

Para o Turismo de Portugal, principal parceiro do [email protected] in Portugal, “mais do que nunca, acelerar a inovação no turismo é um dos objetivos do Turismo de Portugal”, salientou Ana Caldeira, diretora do Departamento de Inovação e Gestão de Projetos que destacou a importância do programa.

Entre os 20 selecionados, 19 startups eram internacionais, cabendo a representação nacional à startup HandyHostel.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Transportes

MSC World Europa já concluiu primeiros testes de mar

O MSC World Europa começa a navegar no inverno de 2022/23 e vai ser o primeiro navio movido a GNL da frota da MSC Cruzeiros.

O MSC World Europa, o primeiro navio movido a Gás Natural Liquefeito (GNL) da MSC Cruzeiros, já concluiu os primeiros testes de mar, que incluíram avaliação de desempenho dos motores do navio, manobrabilidade, consumo de combustível, sistemas de segurança, velocidade e distâncias de travagem.

Num comunicado enviado à imprensa, a companhia de cruzeiros explica que o MSC World Europa será “o primeiro da pioneira MSC World Class – uma nova classe de navios que apresentará uma plataforma de cruzeiro completamente nova – e poderá acomodar até 6.762 passageiros”.

O navio, que começa a navegar no inverno de 2022/23, foi construído pelos estaleiros de Chantiers de l’Atlantique, em Saint-Nazaire, França, e é um dos três cruzeiros a GNL que a MSC Cruzeiros encomendou aos estaleiros franceses, que vão também construir o terceiro navio da ´World Class II´, que deverá começar no início do próximo ano.

Além do MSC World Europa, estes estaleiros franceses têm também em construção o MSC Euribia, que também já navega, tendo agora sido transferido para a ‘doca seca’ para terminar os trabalhos, antes de se juntar à frota da MSC Cruzeiros, em junho de 2023.

“Estabelecemos um importante compromisso no ano passado de atingir o objetivo de zero emissões de gases de efeito estufa até 2050 liderando a indústria de cruzeiros no caminho para a descarbonização. O MSC World Europa e o MSC Euribia desempenharão um papel fundamental nesta jornada”, congratula-se Pierfrancesco Vago, Executive Chairman, Cruise Division of MSC Group.

Além de ser movido a GNL e, por isso, ser um navio mais amigo do ambiente, o MSC World Europa conta também com um design inovador em Y, onde se destaca a Europa Promenade de 104 metros de comprimento, assim como o Venon Drop @ The Spiral, um slide de 11 decks de altura, o mais longo no mar.

No próximo inverno, o navio começa a navegar no Mar Arábico, onde vai realizar sete viagens noturnas entre dezembro de 2022 e março de 2023, à partida do Dubai, rumando, depois, em março de 2023, para o Mediterrâneo, onde vai operar cruzeiros de sete noites com escala nos portos italianos de Génova, Nápoles e Messina, bem como Valetta em Malta, Barcelona em Espanha e Marselha em França.

Já o MSC Euribia chega em junho do próximo ano e vai passar a temporada inaugural no Norte da Europa, realizando um itinerário pelos Fiordes Noruegueses, à partida de Kiel.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Destinos

Fórum Turismo promove webinar sobre Turismo LGBTQIA+

A Associação Fórum Turismo promove, no próximo dia 30 de junho, às 17h30, um webinar com o tema “Portugal: um destino LGBTQIA+”.

O objetivo é consciencializar o Turismo da forma como os destinos podem acolher esta comunidade, quais as estratégias atuais e quais os passos futuros para um setor mais inclusivo.

Este webinar enquadra no âmbito da iniciativa “3 Faces da Moeda” promovida e organizada por esta associação, que visa abordar os temas mais relevantes da atualidade, ligando-os ao setor do turismo.

Como oradores, o evento conta com a presença de Allan Barbosa, ativista e membro da direção na Associação Queer Tropical, integrante do Coletivo Aveiro Sem Armários e da Marcha LGBTQIA+ em Aveiro; Maria João Pereira, licenciada, mestre e doutorada em Ciências da Educação e coordenadora do TPC, um projeto educativo e de apoio ao estudo da Associação Renovar a Mouraria e Joana Alves, licenciada na área do Turismo, pela Escola Superior de Educação de Coimbra e profissional no Museu do Aljube Resistência e Liberdade.

A moderar a conversa estará Tiago Braz, mestre em Educação – Desenvolvimento Social e Cultural, pela UL, Gestor de Projetos no Fórum Turismo e arte-educador na ONG Conversas Associação Internacionais (CAI), em projetos com pessoas em situação de vulnerabilidade.

A participação no webinar é gratuita, mediante inscrição através do link https://bit.ly/3ymXWcI.

A propósito desta iniciativa, António Marto, presidente da Associação Fórum Turismo explica que “acreditamos num Turismo sem fronteiras no que diz respeito à inclusão”.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Eventos Publituris

Fotogaleria dos Meeting Forums do Publituris

Durante três dias, 17 buyers internacionais ficaram a conhecer a oferta dos 21 suppliers nacionais que marcaram presença nos Meeting Forums do Publituris.

Durante três dias – de 21 a 23 de junho – o Publituris colocou frente-a-frente buyers internacionais com suppliers nacionais na 6.ª edição dos Meeting Forums by Publituris, realizado no Vila Galé Sintra.

O programa dos Meeting Forums iniciou-se com um Welcome Drink, seguido de jantar no Palácio de Sintra, oferecido pela Câmara Municipal de Sintra onde os presentes tiveram oportunidade de descobrir a beleza do histórico edifício.

O segundo dia iniciou-se com as reuniões one-to-one, nas quais os suppliers nacionais tiveram oportunidade de dar a conhecer as ofertas disponíveis para os mais diversos mercados internacionais que marcaram presença no evento.

Depois de almoço, seguiu-se um tour pela região de Sintra, com prova de vinhos e visita a alguns dos mais emblemáticos locais da vila.

O jantar decorreu no Rooftop do Hotel Mundial, oferecido pelo PHC Hotels Group, e no qual os convidados tiveram oportunidade de contemplar a beleza da cidade de Lisboa, desde o castelo de São Jorge, à Baixa lisboeta com o rio Tejo como fundo.

O último dia começou, novamente, com reuniões de trabalho, seguindo-se um almoço no Sky Bar do Hotel Tivoli Oriente Lisboa, oferecido pelo Minor Hotels Group.

Presente nos Meeting Forums do Publituris, que contou com o apoio do Turismo de Portugal, e teve a TAP Air Portugal como companhia aérea oficial e a PHC Hotels, YVU Produções, Tivoli Oriente, Associação Turismo de Sintra e Hotéis Vila Galé como parceiros, marcaram presença 17 buyers internacionais e 21 suppliers nacionais.

Os buyers internacionais presentes foram:
CCMG – Congress Consulting Management Group – Dinamarca
Corporate Travel Agency s.r.o. – Praga (Rep. Checa)
Direct Travel – Montreal (Canadá)
Venue Find Group – Reino Unido
Goway Travel – Toronto (Canadá)
New Wave Travel – Toronto (Canadá)
The Travel Agent Next Door – Toronto (Canadá)
Exotik Journeys Travelbrands – Montreal (Canadá)
Windrose – Berlim (Alemanha)
Zitango Travel – Miami (EUA)
CVC Viagens – Brasil
Mapa Mundo – Espanha
Special Tours (Grupo Avoris) – Espanha
Grupo CDV – Espanha
Voyzant – Montreal (Canadá)
Lumuna Associates International – Reino Unido

Do lado dos suppliers nacionais estiveram:
Hotel Cascais Miragem
Hotel Palácio Estoril
Grupo Nau
Hotéis Olissippo
Pestana Hotels & Resorts
Go Health Portugal
EcorkHotel Évora
PHC Hotels
Domitur DMC
Bensaude Hotels Collection
Around Portugal DMC
Azoris Hotels & Leisure
Vila Galé Hotéis
Liberty International DMC
Voqin
Minor Hotels
TAP Air Portugal
Associação Turismo de Sintra
AlgarExperience
Gr8 Events
Turismo de Portugal

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Destinos

Portugal entre os destinos mediterrânicos com menor subida nos preços na hotelaria

A Grécia é, segundo uma análise realizada pela Mabrian, a campeã da subida de preços nos hotéis nos destinos mediterrânicos.

De acordo com uma análise da Mabrian, Portugal está entre os destinos mediterrânicos onde os preços na hotelaria menos subiu.

Na comparação feita entre os dias 25 de julho e 7 de agosto de 2022 e os mesmos dias de 2019, regista-se que foi na Grécia onde os preços mais subiram.

Efetivamente, no caso dos hotéis de 3*, a Mabrian indica uma estagnação dos preços em Portugal (0%), sendo o Egito o destino mediterrânico que maior subida apresenta (+25%), seguido da Grécia (+19,2%) e da Tunísia (+10,8%).

França apresenta-se como o único destino mediterrânico onde os preços dos hotéis de 3* desceu (-12%) no período analisado pela consultora.

Já nos hotéis de 4*, Portugal apresenta uma subida de 10,4% face ao período em análise que compara os anos de 2022 e 2019. O campeão da subida de preços é a Grécia (+62,7%), seguida do Egito (+40,9%) e da Tunísia (-28,3%). Mas existem destinos onde o preço apresenta uma descida, casos da França e Itália, com baixas de 11,3% e 5,3%, respetivamente.

Finalmente, nos hotéis de 5*, a subida de preços registada em Portugal é superior aos de 4*, já que o preço sobe 18,3% face a igual período de 2019. O líder neste capítulo volta a ser a Grécia, com uma subida de 110%, seguida, novamente, do Egito (+48,3%) e Tunísia (+26,6%).

Espanha, França e Itália registam subidas inferiores às indicadas para Portugal, com a Mabrian a estimar evoluções de 14,2% no caso espanhol e 13,2% e 1% para os hotéis de 5* franceses e italianos.

No campo das descidas, somente a Turquia apresenta um decréscimo nos preços (-9,9%) nos hotéis de 5*.

Sobre o autorVictor Jorge

Victor Jorge

Mais artigos
Homepage

Sleep & Nature Hotel dinamiza terapias do sono em Montemor-o-Novo

A unidade abre em regime soft opening esta quinta-feira, 30 de junho.

Publituris

Esta quinta-feira, 30 de junho, o Sleep & Nature Hotel, em Montemor-o-Novo, abre em regime de soft opening, prometendo aos hóspedes “um sono repousante”, tal como indicado em comunicado.

A unidade de quatro estrelas gerida pela Amazing Evolution localiza-se no Monte do Vagar, freguesia de Lavre, e pretende oferecer “mais do que um sítio para descansar” rodeado pela natureza.

Isto porque o conceito do hotel passa por aproveitar o ambiente envolvente, numa zona calma, para influenciar o bem-estar dos hóspedes, incentivando o contacto com a natureza como forma de melhorar as práticas de sono, através de terapias não-médicas.

Teresa Paiva, especialista em neurologia, é a responsável pelo conceito e desenvolvimento deste projeto. Chama a atenção para o facto de o sono ser “um dos cinco pilares da saúde”, influenciando o risco de “cancro, doenças autoimunes, depressão, demência e doenças cardiovasculares”.

Com uma oferta direcionada para as perturbações relacionadas com o sono e stress, a unidade disponibiliza um ginásio, piscinas interior e exterior, spa, biblioteca e restaurante.

O hotel rural contará com 32 unidades de alojamento, incluindo 8 quartos duplos, 12 quartos duplos com pátio, 7 suites e 5 suites familiares com terraço. Existem também quartos para pessoas com mobilidade condicionada.

A sua localização no Monte Vagar dá o nome ao restaurante desta unidade, com opções que pretendem “revigorar o corpo”, tendo em conta “os sabores da região”.

Da carta fazem parte opções como Polvo à lagareiro com batata a murro e espinafres salteados; Sopa de Cação; Borrego confecionado a baixa temperatura, com texturas de ervilha e hortelã Lombinhos de porco preto grelhados com migas de espargos, enchidos e ameijoas salteadas.

Os alojamentos estão disponíveis a partir de 108 euros e as reservas podem ser realizadas através do website da Sleep and Nature  ou do email [email protected].

A responsável pelo projeto, Teresa Paiva, formou-se em medicina em 1969 e especializou-se em neurologia.

É pioneira na investigação e tratamento de problemas relacionados com o sono, sendo considerada a maior especialista de medicina do sono em Portugal.

O seu trabalho clínico na medicina do sono começou em 1983 no Hospital de Santa Maria e, após uma longa experiência, começou em 1998 o Centro de Medicina e Sono (CENC).

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Destinos

Turistas dizem-se “pouco preocupados” com propagação da pandemia

À medida que a procura pelas viagens aumenta a nível internacional, são cada vez menos as preocupações relativamente à propagação da COVID-19 junto de que quer viajar, revelam os dados mais recentes avançados pela GlobalData.

Publituris

Os turistas revelam-se pouco preocupados com a pandemia da COVID-19, à medida que a confiança para viajar está em alta. De acordo com um inquérito realizado pela GlobalData, 57% dos inquiridos admitiram “não estarem preocupados” ou “pouco preocupados” com a propagação da COVID-19, sugerindo que “os turistas estão mais preparados para viver com o vírus”.

Hannah Freem Travel and Tourism Analyst da GlobalData, refere que “as previsóes para o turismo em muitos países é mais otimista do que em qualquer altura nos últimos dois anos”. Contudo, a responsável adverte que “a turbulência e incerteza da COVID-19 causou muitos desafios que poderá complicar a recuperação. A crescente procura, associada aos despedimentos e flexibilização do trabalho, bem como a concorrência por recursos humanos com outros setores de atividade, resultaram em falta de pessoal em diversas economias dependentes do turismo”.

À medida que os diferentes países levantam as restrições e o turismo regressa em diversas partes do mundo, as questões relacionadas com a higiene e segurança continuam a ser uma prioridade, salientando a consultora que “a coordenação com protocolos que protejam trabalhadores, comunidades, viajantes, enquanto apoiam as empresas e os seus recursos humanos, terão de ser implementados de forma a aumentar a confiança nas viagens”.

Hannah Free conclui ainda que “a recuperação pós-pandemia da indústria global das viagens e do turismo está a ganhar força à medida que a procura pelas viagens internacionais está de regresso”.

As mais recentes previsões da GlobalData revelam que, numa escala global, as partidas internacionais atingiram 68% dos níveis pré-pandémicos, prevendo que melhore para 82%, em 2023, e para 97%, em 2024, ultrapassando os níveis de 2019 em 2025, estimando-se ficar nos 101% face a 2019.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Distribuição

Soltrópico renova aposta na Madeira com charter no réveillon

O operador turístico Soltrópico acaba de anunciar ao mercado o lançamento da sua operação charter para o Funchal, no réveillon, assumindo, assim, a sua renovada aposta na ilha da Madeira.

Publituris

A operação de passagem de ano no Funchal será composta por dois voos charter com saídas de Lisboa e do Porto no dia 29 de dezembro de 2022, com regressos a 02 de janeiro de 2023.

O pacote de quatro noites tem o valor de 743 euros como preço base, por pessoa, em quarto duplo standard, em regime de alojamento e pequeno-almoço no quatro-estrelas Vila Galé Santa Cruz.

O programa inclui ainda passagem aérea em voo SATA Azores Airlines, com direito a 20K de bagagem, transferes, seguro de viagem Global Extra, taxas hoteleiras, serviço, IVA e taxas de aeroporto segurança e combustível 95€- sujeito a alterações nos termos previstos da lei.

Os pacotes já podem ser consultados pelos agentes de viagens no site do operador turístico.

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Distribuição

Mototurismo motiva debate na B travel Xperience Lisboa

Iniciativa decorre a 30 de junho, a partir das 18h30, na B travel Xperience Lisboa, com a participação do mototurista e blogger Henrique Saraiva.

Publituris

Os desafios do mototurismo vão estar em debate na próxima Travel Talk da B travel Xperience Lisboa, iniciativa que decorre a 30 de junho, a partir das 18h30, com a participação do blogger Henrique Saraiva.

Autor do blog “Viagens ao Virar da Esquina” e colaborador da revista Motociclismo, Henrique Saraiva vai partilhar as “suas experiências pelo país e Europa em duas rodas, desde os desafios às vantagens que viajar de mota traz”.

“A escolha dos percursos e destinos, assim como a gestão do tempo essencial numa viagem de mota, vão ser partilhados por Henrique Saraiva”, destaca a B travel Xperience Lisboa, num comunicado enviado à imprensa.

Os eventos na B travel Xperience Lisboa são gratuitos e têm entrada livre, mas os interessados devem realizar inscrição prévia através do e-mail [email protected] ou das redes sociais da B travel Xperience Lisboa.

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos

Navegue

Sobre nós

Grupo Workmedia

Mantenha-se conectado

©2021 PUBLITURIS. Todos os direitos reservados.