Edição digital
Assine já
PUB
Homepage

Green Project Awards com candidaturas abertas

Este ano, uma das novas categorias a concurso é “Agricultura, Mar e Turismo”.

Tiago da Cunha Esteves
Homepage

Green Project Awards com candidaturas abertas

Este ano, uma das novas categorias a concurso é “Agricultura, Mar e Turismo”.

Sobre o autor
Tiago da Cunha Esteves
Artigos relacionados
MSC Cruzeiros continua firme no compromisso de criar uma indústria mais responsável do ponto de vista ambiental
Turismo
PLAY Airlines anuncia bom desempenho no 2º trimestre
Transportes
Decorrem concursos para concessão do Colégio de São Fiel e da Casa das Fardas para fins turísticos
Turismo
Bounce abre sede europeia em Lisboa
Destinos
Stopover da TAP tem tido papel importante nas ligações entre Portugal e Brasil
Transportes
Nova direção da RTA exigirá mais atenção da tutela e mais verbas para o Algarve
Destinos
TAAG assinala 85 anos com evento dia 8 de setembro em Lisboa
Agenda
ASGAVT muda designação para ANAV – Associação Nacional de Agências de Viagens
Agências
Rússia diz que quer receber turistas internacionais e simplifica obtenção de vistos
Destinos
Highgate Portugal incentiva a hotelaria a promover mobilidade sustentável
Hotelaria

As candidaturas à 5.ª edição dos Green Project Awards Portugal já estão abertas e podem ser feitas até 31 de Maio. Estes prémios têm como objectivo “criar um movimento que junta todos os actores da sociedade portuguesa, rumo ao desenvolvimento sustentável” e já distinguiram mais de 20 projectos e iniciativas.

Este ano, os Green Project Awards Portugal surgem reformulados, com novas categorias, parcerias e destinatários, com o intuito de criarem “um movimento para o desenvolvimento sustentável, mobilizando toda a sociedade portuguesa em torno da agenda da sustentabilidade”.

Uma das novas categorias deste ano é “Agricultura, Mar e Turismo”, sendo que serão aceites candidaturas de projectos já implementados que tenham contribuído para o desenvolvimento sustentável de um ou mais sectores de actividade.

Saiba mais sobre esta iniciativa aqui.

Sobre o autorTiago da Cunha Esteves

Tiago da Cunha Esteves

Mais artigos
Artigos relacionados
MSC Cruzeiros continua firme no compromisso de criar uma indústria mais responsável do ponto de vista ambiental
Turismo
PLAY Airlines anuncia bom desempenho no 2º trimestre
Transportes
Decorrem concursos para concessão do Colégio de São Fiel e da Casa das Fardas para fins turísticos
Turismo
Bounce abre sede europeia em Lisboa
Destinos
Stopover da TAP tem tido papel importante nas ligações entre Portugal e Brasil
Transportes
Nova direção da RTA exigirá mais atenção da tutela e mais verbas para o Algarve
Destinos
TAAG assinala 85 anos com evento dia 8 de setembro em Lisboa
Agenda
ASGAVT muda designação para ANAV – Associação Nacional de Agências de Viagens
Agências
Rússia diz que quer receber turistas internacionais e simplifica obtenção de vistos
Destinos
Highgate Portugal incentiva a hotelaria a promover mobilidade sustentável
Hotelaria
PUB

MSC World Europa

Turismo

MSC Cruzeiros continua firme no compromisso de criar uma indústria mais responsável do ponto de vista ambiental

A MSC Cruzeiros destaca, no seu relatório sobre o ano de 2022, os seus compromissos de sustentabilidade, bem como os importantes passos e avanços dados na sua estratégia sobre esta matéria a longo prazo.

A MSC Cruzeiros publicou o seu Relatório de Sustentabilidade de 2022, destacando o progresso nas suas práticas sobre esta matéria ao longo do ano.

A estratégia de sustentabilidade sustentada pela avaliação da materialidade realizada em 2019 e revisitada em 2021 garantiu que a atenção da MSC Cruzeiros se concentre nas questões de maior importância para os stakeholders externos e internos da companhia e onde o seu impacto no mundo significa que tem a responsabilidade de agir.

O Plano de Ação de Sustentabilidade está focado em seis frentes de trabalho prioritárias com o progresso em ações específicas incluídas no seu Relatório de Sustentabilidade para garantir que a companhia seja responsável pela sua concretização. As seis áreas do Plano de Ação de Sustentabilidade da MSC Cruzeiros estão alinhadas com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU- uma visão partilhada para o papel que indivíduos, empresas e governos devem desempenhar na transição para um mundo sustentável.

A companhia de cruzeiros refere que, em 2022, foram alcançados progressos em todas as áreas do Plano de Ação de Sustentabilidade com destaque para a transição para zero emissões, melhoria da qualidade atmosférica local e análise da utilização de recursos e resíduos. A empresa assegura que está totalmente empenhada em desempenhar o seu papel no combate às alterações climáticas e na promoção da biodiversidade dos oceanos. Com uma determinação resoluta, a companhia está a acelerar ativamente no sentido de atingir zero emissões até 2050.

Através de uma estreita colaboração com empresas de tecnologias de renome, estaleiros navais e fornecedores de combustível, está a desenvolver um esforço com vista a ultrapassar os limites da inovação e explorar as novas possibilidades.

Um passo importante nesta jornada crucial foi a introdução do seu primeiro navio movido a LNG em 2022, “marcando um passo significativo em direção a um futuro mais sustentável”, sublinha em nota de imprensa, para adiantar que “continuamos firmes no nosso compromisso de criar uma indústria de cruzeiros mais responsável do ponto de vista ambiental”.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Transportes

PLAY Airlines anuncia bom desempenho no 2º trimestre

No segundo trimestre desde ano, a PLAY Airlines transportou 392 mil passageiros, e alcançou uma taxa de ocupação de 84,6%, com uma receita que atingiu os 73,1 milhões de dólares, em comparação com os 32,5 milhões de dólares face ao mesmo período de 2022.

No segundo trimestre deste ano, a PLAY Airlines anunciou que bateu os recordes anteriores de número de passageiros transportados num mês, tanto em junho como em maio, e diz que as reservas futuras permanecem fortes, com um status de reserva significativamente melhorado em comparação com o mesmo período de 2022.

A PLAY Airlines lançou as rotas Fuerteventura e Verona durante o segundo trimestre e vai adicionar Frankfurt à sua rede de destinos, com voos a partir de 14 de dezembro de 2023.

A companhia aérea low cost islandesa, que opera a partir de Lisboa e Porto com destino a Reiquiavique, terminou o segundo trimestre de 2023 com resultados financeiros surpreendentes, realçando até que este período representou “um verdadeiro marco”, uma vez que “se assiste ao fim de uma fase inicial de crescimento da companhia aérea, concluída com a entrega do décimo avião no início de junho, um A321neo”.

Até ao final do ano, a PLAY Airlines prevê transportar entre 1,5 e 1,7 milhões de passageiros e gerar uma receita total de 280-310 milhões de dólares.

A companhia aérea pretende aumentar a sua frota nos próximos dois anos, estando já em negociações preliminares para adquirir um novo avião no verão de 2024 e mais quatro em 2025.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Turismo

Decorrem concursos para concessão do Colégio de São Fiel e da Casa das Fardas para fins turísticos

As candidaturas para concessão do Colégio de São Fiel, em Castelo Branco, no âmbito do programa Revive, decorre té 6 de setembro, enquanto para a Casa das Fardas, em Estremoz, terão lugar até 21 outubro de 2023.

Em 26 julho 2023, foi enviado para publicação em Diário da República o anúncio do concurso público para a concessão de exploração do imóvel denominado “Colégio de São Fiel”, em Louriçal do Campo, Castelo Branco, com vista à realização de infraestruturas, e posterior exploração para fins turísticos como empreendimento turístico, alojamento local, ou outro projeto com vocação turística, nos termos da legislação em vigor, indica o Turismo de Portugal na sua página oficial.

O Colégio de São Fiel, um edifício do antigo colégio jesuíta, localiza-se no sopé da serra da Gardunha. Inserido numa vasta propriedade arborizada, este móvel data da segunda metade do século XIX, articulado em diversas alas de planta retangular, com dois ou três pisos e um torreão. A igreja situa-se num topo e o claustro, embora adulterado, é de inspiração franciscana. Além de importantes laboratórios e equipamentos de ensino, o colégio possuía um observatório meteorológico que funcionou até 1910, um museu zoológico e um valioso herbário.

A área a afetar a uso turístico é a totalidade do imóvel (excluindo a área do campo de jogos e piscina), numa concessão de 50 anos, com uma renda anual de 21. 750 euros.

Também, em relação à Casa das Fardas (Estremoz), cujas candidaturas, no âmbito do Revive, terão lugar até ao próximo dia 21 de outubro, segundo o Turismo de Portugal, em 21 de junho de 2023, foi enviado para publicação em Diário da República o anúncio do concurso público para a sua concessão de exploração com vista à realização de infraestruturas, e posterior exploração para fins turísticos como estabelecimento hoteleiro, alojamento local, ou outro projeto com vocação turística, nos termos da legislação em vigor. A duração da concessão, com uma renda mínima anual de 3.581,40 euros, será também de 50 anos.

 

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Destinos

Bounce abre sede europeia em Lisboa

Considerando Portugal como um mercado em crescimento e com um enorme potencial, a Bounce, startup de travel tech que oferece serviço de armazenamento de bagagem para turistas em diversas cidades no mundo, abriu recentemente a sua sede europeia em Lisboa.

A Bounce fez uma análise que revela que Portugal está entre os top 10 países a nível mundial, no que diz respeito ao número de turistas que recorre ao serviço de armazenamento de bagagem.

Por outro lado, o estudo concluiu que, só este Verão, Lisboa já é a sexta cidade mais popular do mundo, competindo com destinos como Londres, Madrid, Veneza e Amsterdão, e que, entre as 10 cidades do mundo com a maior taxa de crescimento está o Porto, que regista uma taxa de 200%. Esta métrica é avaliada através do número de armazenamentos registados diariamente.

A startup de travel tech que oferece, o que é considerado o maior serviço de armazenamento de bagagem do mundo para turistas, considera que, em Portugal, foram registados mais de 18 mil armazenamentos no último ano, e que os últimos três meses, as cidades com maior taxa de utilização dos serviços Bounce foram Lisboa, Porto, Faro, Albufeira e Lagos. Por sua vez, as top 5 cidades em termos de crescimento de parceiros Bounce são Lisboa, Porto, Albufeira, Faro e Portimão/Quarteira, que estão no mesmo nível.

Foi por estas razões que fizeram com que a Bounce, que opera em mais de nove mil locais em todo o mundo na América do Norte, Europa, Ásia e Oceania, num número crescente de cidades como Londres, Paris, Lisboa, Singapura e Sydney, abrisse a sua sede europeia na cidade de Lisboa.

 

Sobre o autorCarolina Morgado

Carolina Morgado

Mais artigos
Transportes

Stopover da TAP tem tido papel importante nas ligações entre Portugal e Brasil

A TAP já transportou mais de um milhão de passageiros nas suas ligações entre Portugal e Brasil até julho de 2023, uma subida de 30% acima dos números do ano passado nas 13 rotas a partir do Porto e de Lisboa. O Programa Portugal Stopover tem tido um papel importante, segundo a transportadora aérea.

Segundo a TAP, que de janeiro a julho deste ano já transportou mais de um milhão de passageiros nas suas 13 rotas (Lisboa e Porto) entre Portugal e Brasil, o relançamento do Programa Portugal Stopover tem tido um papel importante, já que permite estadas de até dez dias no nosso país, na ida ou na volta, para outros destinos na Europa, além de outros benefícios, como descontos de 25% numa segunda viagem num destino em Portugal ou ofertas junto de mais de 115 parceiros.

No entanto, sendo um dos mercados prioritários para a companhia aérea, a partir de 29 de outubro, com o início do inverno IATA, a TAP vai ter até 81 voos semanais para o Brasil.

Refira-se que, tendo sido eleita em 2022 como a Companhia Aérea Mundial Líder para a América do Sul nos World Travel Awards, atualmente, para o Brasil, a TAP voa para São Paulo, Rio de Janeiro, Belém, Belo Horizonte, Brasília, Fortaleza, Natal, Maceió, Porto Alegre, Recife e Salvador.

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Destinos

Nova direção da RTA exigirá mais atenção da tutela e mais verbas para o Algarve

André Gomes, que tomou posse esta terça-feira como presidente da Entidade Regional do Turismo do Algarve (RTA), para um mandato de cinco anos, assegurou que, neste “novo ciclo”, exigirá mais atenção da tutela e mais verbas para o Algarve.

Na tomada de posse da nova Comissão Executiva da RTA, André Gomes afirmou que “serei firme e determinado, perante os poderes públicos nacionais, na defesa dos interesses da região”. Desde logo, “ao nível do seu financiamento”.

O novo dirigente do Turismo do Algarve recordou que “se o orçamento das regiões de turismo tivesse beneficiado da devida atualização da dotação financeira segundo a evolução do índice de preços ao consumidor, hoje estaríamos a falar de um financiamento anual da RTA para 2023 na ordem dos 5,5 milhões de euros”.

O foco do novo executivo, que exercerá funções até 2028, estará também na diversificação da oferta turística e na qualificação dos recursos humanos: “As pessoas são o elemento mais importante do Turismo”.

No discurso da tomada de posse que decorreu o Autódromo Internacional do Algarve, em Portimão, perante mais de 300 convidados, André Gomes mostrou-se empenhado na luta pela sustentabilidade do território e na procura de soluções para a falta de água no Sul do país. Assim, destacou que “existem muito bons projetos estruturais já em curso, como o aproveitamento de águas residuais tratadas, o reforço do sistema multimunicipal e a aposta em novas origens de água”. Também “o setor privado está a fazer a sua parte. Mas é preciso atrair mais investimento do setor das águas para mitigar o grave problema da escassez e permitir maior poupança deste recurso fundamental à vida e ao turismo”.

A cerimónia contou também com a presença do ministro do Ambiente, do secretário de Estado do Turismo, Comércio e Serviços, do secretário de Estado do Ambiente e da secretária de Estado das Pescas.

André Gomes passa a liderar a Comissão Executiva da RTA, contando na direção com Fátima Catarina (vice-presidente), Alberto Mota Borges (membro da Comissão Executiva), Vítor Guerreiro (membro cooptado em representação dos municípios) e José Matias (membro cooptado em representação das entidades privadas com interesse no desenvolvimento da atividade turística).

Na ocasião, tomaram ainda posse os membros da Mesa da Assembleia Geral da RTA. Hélder Martins, presidente da Associação dos Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve, ocupa o lugar de presidente, enquanto Isolete Correia, presidente da Associação Portuguesa de Portos de Recreio, assume a função de secretária.

Na ocasião, o novo presidente da Mesa da Assembleia Geral da RTA sublinhou que “tendo em consideração a conjuntura nacional e internacional, entramos hoje num ciclo onde a atuação da RTA é ainda mais importante”. Para Hélder Martins, “questões da economia internacional, com diferentes problemas, reforçam ainda mais a necessidade de uma presença forte da maior região turística nacional junto dos parceiros e clientes finais”.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Agenda

TAAG assinala 85 anos com evento dia 8 de setembro em Lisboa

A TAAG – Linhas Aéreas de Angola vai assinalar o seu 85 aniversário, no próximo dia 8 de setembro, com um evento em Lisboa, que decorrerá a partir das 20 horas no Lumen Hotel & The Lisbon Light Show, e para o qual estão convidados todos os agentes de viagens, seus parceiros de negócio.

Com o mote “TAAG Linhas Aéreas de Angola – Há 85 anos a ligar África ao Mundo”, a transportadora aérea angola, que tem o Publituris como Media Partner, vai celebrar esta data com um encontro com os seus parceiros de negócio em Portugal, os agentes de viagens, numa ação em Lisboa marcada para o dia 8 de setembro no Lumen Hotel & The Lisbon Light Show, Rua Sousa Martins, 20, às 20 horas.

Para marcar presença neste evento, basta inscrever-se na plataforma criada para o efeito: https://gr8events.live/65Publituris/.

Nesta data, a transportadora aérea de Angola pretende celebrar a sua história e longevidade que resulta desde a criação da “DTA” em 1938 até a transição para a designação “TAAG”, tal como conhecemos hoje, a companhia de bandeira nacional.

A TAAG transporta as cores de Angola e a palanca como símbolo nacional para múltiplos destinos domésticos, regionais e internacionais. Atualmente, a sua frota é composta por 21 aeronaves, e além do transporte de passageiros, a companhia tem desenvolvido o segmento de carga, um serviço cada vez mais essencial para o desenvolvimento do ecossistema e diversificação do negócio.

Com um profundo orgulho da sua história de 85 anos, a TAAG aposta na melhoria contínua, numa visão de ser a companhia aérea de eleição para serviços de passageiros e carga, que conectam a África Austral ao Mundo com foco na sustentabilidade e inovação.

Neste momento de festa, mas com os olhos no futuro, a TAAG assegura que continuará a oferecer serviços aéreos de excelência, seguros, fiáveis, modernos e centrados no cliente, gerando valor para todos os stakeholders.

 

Sobre o autorCarolina Morgado

Carolina Morgado

Mais artigos
Agências

ASGAVT muda designação para ANAV – Associação Nacional de Agências de Viagens

A ASGAVT – Associação de Sócios-Gerentes das Agências de Viagens e Turismo passa a designar-se ANAV – Associação Nacional de Agências de Viagens, após aprovação em Assembleia Geral Estatutária, realizada na última sexta-feira, dia 28 de julho.

A propósito desta alteração, o presidente da direção, Miguel Quintas, destacou que a associação “tem agora um carácter mais abrangente, de foco cem por cento empresarial e anunciando no seu nome justamente o seu âmbito nacional”. A alteração estatutária proposta pela atual direção viu o seu projeto de regulamentação interna ser aprovado por uma maioria de 93,3% dos votos dos associados.

Para além do nome, outras propostas de alteração foram igualmente aprovadas, nomeadamente “a separação total de poderes entre os órgãos estruturais da ANAV, a fim de evitar a possibilidade de ingerências diretas, indiretas ou por interposta pessoa, entre a Assembleia Geral, a Direção ou o Conselho Fiscal, bem como a limitação a dois mandatos para os presidentes desses órgãos”, referiu ainda o presidente da ANAV, em nota de imprensa.

Miguel Quintas reforçou que, entre as alterações mais importantes, encontra-se o facto de a associação possuir agora um Conselho Jurisdição “que acautele a democracia interna da associação” e ainda “a necessidade absoluta da cada direção apresentar um plano de atividades no início de cada ano, a fim de ser escrutinada pelos seus próprios associados, no final dos 365 dias”.

Miguel Quintas assegurou que os principais objetivos estratégicos traçados para este mandato passam por “garantir que somos uma associação mais democrática, mais transparente, mais combativa, com independência total entre os seus órgãos internos vitais, e uma garantia de que será devidamente escrutinada pelo novo Conselho de Jurisdição e Disciplina, assim como pelos

seus associados”.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Destinos

Rússia diz que quer receber turistas internacionais e simplifica obtenção de vistos

Mesmo em guerra, a Rússia, que quer promover a chegada de turistas internacionais, neste momento reduzida a zeros, acaba de lançar um site para facilitar a emissão de vistos válidos por até 16 dias, num período de 60 dias, para cidadãos de 55 países, incluindo a União Europeia e a Ásia.

O Ministério das Relações Exteriores da Rússia decidiu facilitar as viagens de negócios e o fluxo de turistas lançando um site para emissão de vistos válidos por até 16 dias, num período de 60 dias.

A opção, segundo a imprensa internacional, está disponível para cidadãos de 55 países, incluindo os estados-membros da União Europeia e países asiáticos, a custo de 52 dólares. O objetivo é promover o turismo e uma melhor imagem da Rússia.

Refira-se que o presidente Vladimir Putin anunciou o e-Visa em 2018, mas os planos foram adiados pela pandemia da Covid-19. Agora o trabalhoso procedimento de obtenção de visto não será mais obrigatório para muitos viajantes. Em vez de documentação impressa, o aplicativo pode ser carregado online, com confirmação por e-mail após análise. A medida está de acordo com as práticas utilizadas por outros países.

Até agora era necessário obter um documento para entrada no país nos consulados ou embaixadas que era obrigatoriamente acompanhado de um seguro médico detalhado que incluía, entre outras coisas, o retorno de o corpo à pátria.

De qualquer forma, o turismo na Rússia continua difícil e arriscado, e vários países mantêm o aviso, alertando contra viagens à Rússia. Também o Ministério português dos Negócios Estrangeiros, atrás do portal das Comunidades Portuguesas, recomenda que sejam evitadas deslocações à Rússia.

Os voos diretos para a Rússia de aeroportos da UE foram interrompidos após a invasão russa da Ucrânia em fevereiro do ano passado. Os passageiros aéreos têm de fazer desvios via Turquia, Arménia ou Geórgia, mas as viagens terrestres, nomeadamente, através da Finlândia e da Polónia continuam a ser possíveis. Os viajantes estão sujeitos a rígidos controlos de fronteira e existem limites para o transporte de dinheiro. Os cartões bancários ocidentais não funcionam mais nas caixas eletrónicas russas.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Hotelaria

Highgate Portugal incentiva a hotelaria a promover mobilidade sustentável

A empresa, através do movimento EcoWheels, apresenta ao setor hoteleiro, soluções que permitem aos seus colaboradores reduzirem custos com as deslocações e contribuírem para minorar a utilização de transporte motorizado individual.

A multinacional de gestão hoteleira, investimento, tecnologia e desenvolvimento, reforçou a sua presença na Europa através da criação da Highgate Portugal, iniciando a operação com um portefólio de 18 hotéis distribuídos pelo Algarve, Lisboa, Porto e várias outras regiões em Portugal. E é no âmbito da sua estratégia de sustentabilidade ambiental e da valorização dos recursos humanos, que lançou o movimento EcoWheels destinado a mais de 1.200 colaboradores de 18 unidades hoteleiras em território nacional.

Através deste programa, a Highgate Portugal, incentiva os trabalhadores a contribuírem, com um gesto simples, para um melhor planeta, repensando a forma de deslocação entre casa e trabalho. Neste sentido, a empresa disponibiliza bicicletas gratuitamente, atribui incentivos financeiros a quem partilha automóvel e permite a requisição de serviços TVDE.

Este movimento foi criado, segundo Alexandre Solleiro, CEO da Highgate Portugal, “a pensar no conforto e comodidade dos colaboradores e na implementação de soluções sustentáveis e amigas do ambiente”, para acrescentar que, com estas ações, “pretendemos dar um pequeno contributo para a adoção de medidas que promovem a mobilidade sustentável”, ao mesmo tempo que recorda que, de acordo com a Agência Europeia do Ambiente, “os transportes consomem um terço de toda a energia final na UE e continuam a ser uma fonte significativa de poluição atmosférica, especialmente nas cidades”.

Assim, a Highgate desafia os colaboradores da hotelaria a esquecerem o trânsito caótico e o stress das viagens diárias, apresentando diferentes soluções. Para quem prefere deslocar-se sobre rodas e desfrutar de um trajeto ao ar livre e mais económico, a empresa faculta bicicletas a quem solicitar. Partilhar carro também é uma das opções e basta que os colaboradores criem um grupo e assim contribuem para a redução do número de automóveis em circulação. A empresa atribui incentivos financeiros a quem disponibilizar o seu automóvel.

Por outro lado, a utilização da plataforma Bolt para grupos de colaboradores com horários semelhantes, a qualquer hora, de qualquer lugar e 100% confortável é a terceira modalidade apresentada aos trabalhadores.

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB

Navegue

Sobre nós

Grupo Workmedia

Mantenha-se informado

©2021 PUBLITURIS. Todos os direitos reservados.