Assine já
Destinos

Lisboa e Porto na corrida para melhores destinos da Europa

Na primeira edição dos European Consumers Choice, que decorreu em 2010, Lisboa foi eleita o melhor destino europeu.

Tiago da Cunha Esteves
Destinos

Lisboa e Porto na corrida para melhores destinos da Europa

Na primeira edição dos European Consumers Choice, que decorreu em 2010, Lisboa foi eleita o melhor destino europeu.

Sobre o autor
Tiago da Cunha Esteves
Artigos relacionados
Lisboa é o 11º melhor destino da Europa
Destinos
Lisboa e Porto entre os destinos preferidos dos europeus em 2017, revela a eDreams
Destinos
WTA2020: Portugal é o melhor destino turístico da Europa
Homepage
Não haverá festas populares até agosto
Destinos

Lisboa e Porto estão na corrida para melhores destinos da Europa nos prémios “European Consumers Choice”, cujos resultados finais vão ser conhecidos no próximo dia 27.

As cidades portugueses estão a competir contra 18 destinos. Lembre-se que Lisboa já conquistou o título de melhor destino europeu em 2010, primeira edição destes prémios, uma distinção que, no ano passado, coube à cidade de Copenhaga.

As votações podem ser feitas aqui.

Sobre o autorTiago da Cunha Esteves

Tiago da Cunha Esteves

Mais artigos
Artigos relacionados
Turismo

Nuno Fazenda de Almeida substitui Rita Marques na Secretaria de Estado do Turismo, Comércio e Serviços

Nuno Jorge Cardona Fazenda de Almeida substitui Rita Marques à frente da Secretaria de Estado do Turismo, Comércio e Serviços, estando a tomada de posse marcada para 2 de dezembro.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, aceitou esta terça-feira, 29 de novembro, as propostas do primeiro-ministro de exoneração de três secretários de Estado: dos Assuntos Fiscais, da Economia, e do Turismo, Comércio e Serviços.

Rita Marques deixa, assim, a secretária de Estado do Turismo, Comércio e Serviços (SETCS), cargo que ocupava desde outubro de 2019, sendo substituída por Nuno Jorge Cardona Fazenda de Almeida.

O novo secretário de Estado do Turismo, Comércio e Serviços tem uma licenciatura em Turismo, um Mestrado em Gestão e Políticas Ambientais e um doutoramento em Planeamento Regional e Urbano.

Técnico Superior e professor Universitário de profissão, conforme se pode ler na biografia no site do Parlamento, o novo SETCS foi deputado nas XIV e XV legislaturas, pelo círculo de Castelo Branco tendo ocupado o cargo de diretor do Departamento de Gestão de Programas Comunitários no Turismo de Portugal.

Recorde-se que Rita Marques ocupava a Secretaria de Estado do Turismo desde outubro de 2019 (acumulando a partir da tomada de posse do XXIII Governo as pastas do Comércio e Serviços), tendo substituído Ana Mendes Godinho que na altura subiu a ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social.

Antes de ocupar o lugar de secretária de Estado do Turismo, Rita Marques era CEO da Portugal Ventures.

Nas restantes secretarias de Estado, António Mendonça Mendes ocupará o cargo de secretário de Estado Adjunto do Primeiro-Ministro, enquanto, Pedro Jorge Cilínio passa a ser o novo secretário de Estado da Economia

A posse dos novos titulares terá lugar na próxima sexta-feira, 2 de dezembro, pelas 12h00, no Palácio de Belém.

Sobre o autorVictor Jorge

Victor Jorge

Mais artigos
Aviação

Azores Airlines chega pela primeira vez a um milhão de passageiros num ano

A Azores Airlines alcançou esta terça-feira, 29 de novembro, a marca de um milhão de passageiros, naquela que foi a primeira vez que a transportadora açoriana chegou a este resultado num único ano.

A Azores Airlines, companhia aérea do Grupo SATA que realiza os voos internacionais, alcançou esta terça-feira, 29 de novembro, a marca de um milhão de passageiros, naquela que foi a primeira vez que a companhia aérea açoriana chegou a este resultado num único ano.

“Trata-se de um dia simbólico para todos os que trabalham para tornar possível o crescimento da operação aérea da Azores Airlines. E nada pareceu fazer mais sentido do que partilhar o nosso entusiasmo e o sucesso alcançado com os
passageiros que escolhem viajar connosco. Afinal, sem a confiança que os nossos passageiros depositam em nós, não teríamos alcançado esta marca histórica na companhia aérea, de mais de 1 milhão de passageiros transportados num só ano”, congratula-se Luís Rodrigues, presidente do Grupo SATA.

Para assinalar a marca, a Azores Airlines promoveu uma cerimónia em que o presidente do Grupo SATA entregou ao passageiro um milhão um “boarding pass” redimensionado em honra da ocasião e um certificado de presença neste voo especial.

Recorde-se que, a 3 de agosto de 2022, o grupo SATA atingiu a marca de 1 milhão de passageiros transportados no cômputo da atividade das duas companhias aéreas, SATA Air Açores e Azores Airlines, num registo que foi alcançado antes
do que se previa, já que as companhias aéreas do Grupo SATA superaram as expectativas no que respeita à recuperação do tráfego no período pós-pandémico.

No verão de 2022, as duas companhias aéreas transportaram mais passageiros do que no ano pré-pandémico de 2019, motivo pelo qual o resultado agora alcançado pela Azores Airlines vem “reforçar a tendência crescente da procura pelos serviços proporcionados pela companhia aérea”.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Emprego e Formação

École Ducasse e École d’Hôtellerie et de Tourisme du Luxembourg criam nova formação público-privada

Com base numa parceria de mais de quatro anos, a École Ducasse e a École d’Hôtellerie et de Tourisme du Luxembourg (EHTL) reforçam a sua colaboração através da criação de um curso de formação ad hoc, concebido para estudantes das indústrias hoteleira, restauração e turismo.

Com base numa parceria de mais de quatro anos, a École Ducasse e a École d’Hôtellerie et de Tourisme du Luxembourg (EHTL) reforçam a sua colaboração através da criação de um curso de formação ad hoc, concebido para estudantes das indústrias hoteleira, restauração e turismo, como indicado em comunicado.

Desta forma, a École Ducasse vai ministrar um curso de competências certificado centrado na gastronomia a partir de maio de 2023, que fará parte do currículo educacional nacional luxemburguês da EHTL. Os alunos da EHTL vão assim juntar-se a este programa de dez semanas da École Ducasse “Les Essentiels des Arts Culinaires”, baseado num processo de seleção que envolve a apresentação de um dossier de candidatura.

Este curso de formação intensiva, com uma forte dimensão prática, permitirá aos participantes descobrir os fundamentos da cozinha francesa, bem como dominar as bases da abordagem culinária e filosofia de Alain Ducasse. Os estudantes vão implementar técnicas contemporâneas e tradicionais e descobrir os segredos dos grandes clássicos franceses, selecionando, preparando e cozinhando os melhores produtos.

O curso compreenderá os seguintes módulos de aprendizagem: Técnicas fundamentais das artes culinárias; Bistronomia e cozinha tradicional; Cozinha mediterrânica; Técnicas fundamentais de fabrico em pastelaria; Gestão financeira de restaurantes; Licenças de higiene e de funcionamento e, por fim, um estágio num restaurante.

No final deste programa, os estudantes recebem a certificação profissional de Chef(fe) de partie en restauration gastronomique (cozinheiro de restauração gourmet), reconhecida oficialmente em França.

As duas instituições decidiram anunciar este reforço da sua parceria na 14ª edição da Expogast – Salão Internacional de Gastronomia do Luxemburgo, criada em 1972 e que celebra este ano o seu 50.º aniversário.

“A parceria com a École Ducasse dará aos estudantes da École d’Hôtellerie et de Tourisme do Luxemburgo uma vantagem considerável na abordagem das profissões de hotelaria e gastronomia, bem como uma oportunidade de descobrir as aberturas profissionais facilitadas pelos diplomas de artes culinárias”, referiu Michel Lanners, diretor da École d’Hôtellerie et de Tourisme do Luxemburgo.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Distribuição

Lusanova lança online seleção de circuitos na Europa para 2023

A Lusanova já lançou no seu website os Circuitos Europa Seleção para 2023, que disponibilizam opções de viagem para vários países europeus e contam com saídas ao longo de todo o ano. Os preços começam nos 740 euros.

A Lusanova já lançou no seu website os Circuitos Europa Seleção para 2023, opções de viagem para vários países europeus, com saídas ao longo de todo o ano e que apresentam preços desde 740 euros.

De acordo com o operador turístico, estes circuitos contam com “partidas garantidas” e incluem “mais refeições e visitas”, sendo mesmo possível escolher partidas em português.

Estes circuitos, que incluem opções para visitar a Alemanha; Bulgária e Roménia; Chipre; os países Bálticos e Escandinavos; Grécia; Islândia; Itália; Polónia; Reino Unido e Turquia, tem uma duração variável, entre quatro a 12 dias, e apresentam preços que começam nos 740 euros por pessoa, em quarto duplo.

“Todos estes pacotes já estão disponíveis para venda em www.lusanova.pt e estarão a ser divulgados via webmail e redes sociais para todas as agências de viagens do país”, acrescenta o operador turístico.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Transportes

easyJet reduz perdas anuais em 80%

A easyJet registou um resultado liquido negativo de 194,3 milhões de euros no último ano fiscal, que terminou a 30 de setembro, valor que traduz uma redução de 80% das perdas registadas em igual período do ano passado.

A easyJet registou um resultado liquido negativo de 194,3 milhões de euros no último ano fiscal, que terminou a 30 de setembro, valor que traduz uma redução de 80% das perdas registadas em igual período do ano passado.

Antes de impostos, o prejuízo da easyJet chegou aos 239 milhões de euros, valor que compara com as perdas de 1191 milhões de euros que a companhia aérea low cost britânica tinha apresentado em no final do anterior ano fiscal.

De acordo com a Lusa, que cita um comunicado da companhia aérea enviado à Bolsa de Valores de Londres, a redução das perdas ficou a dever-se ao bom desempenho da easyJet no último verão, que permitiu aumentar os lucros totais da companhia aérea para 6.634 milhões de euros, num crescimento de 295% face ao ano anterior.

“A EasyJet tem um bom desempenho em tempos difíceis”, afirma Johan Lundgren, CEO da easyJet, sublinhando que a forte receita registada no quarto trimestre do ano foi determinante para a melhoria dos resultados anuais.

Já os prejuízos operacionais foram de 31 milhões de euros, o que traduz uma forte recuperação face 1.046 milhões de euros contabilizados no mesmo período do ano passado.

A 30 de setembro, o ativo líquido da easyJet ascendia aos 2.912 milhões de euros, enquanto a dívida liquida da companhia aérea low cost chegava aos 770 milhões de euros.

O CEO da easyJet considera que, com estes resultados, a transportadora está bem posicionada para regressar aos lucros, apesar do ambiente de “alto custo” que a aviação está a viver.

No último ano fiscal, a easyJet transportou também 69,7 milhões de passageiros, o que corresponde a um aumento de 242% em relação ao ano anterior, enquanto a taxa de ocupação foi de 85,5%, face a 72,5% no ano anterior.

A companhia aérea revelou ainda que, neste ano fiscal, ofereceu uma capacidade de 81,5 milhões de lugares, num total de 320 aeronaves operadas até 30 de setembro.

Passageiros crescem também nas rotas de Portugal

Os resultados da easyJet foram também positivos ao nível dos passageiros transportados nas rotas portuguesas da companhia aérea, uma vez que, nas 71 rotas operadas no ano fiscal de 2022, a easyJet alcançou “um novo recorde de 7.431 928 passageiros”, o que traduz um crescimento de 174%.

“Foi registado um crescimento de 174% no número de passageiro em Portugal, valor que ultrapassa os níveis registados em 2019, tornando-se no melhor ano fiscal de sempre da easyJet em Portugal (+ 3% do que o recorde anterior – FY19 ano pré-pandemia)”, acrescenta uma nota da companhia aérea.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Destinos

Dificuldade no recrutamento para a hotelaria e turismo acentuou-se em 2022 apesar do aumento de salários

A hotelaria e turismo viram a dificuldade no recrutamento de colaboradores acentuar-se em 2022, apesar dos salários no setor para funções mais operacionais até terem aumentado entre 5% e 10%, segundo a Michael Page.

A hotelaria e turismo viram a dificuldade no recrutamento de colaboradores acentuar-se em 2022, apesar de se ter registado um “ligeiro aumento salarial” neste setor, segundo o mais recente estudo anual sobre as principais tendências do mercado de trabalho para o próximo ano da Michael Page.

O estudo, cujas conclusões foram divulgada esta segunda-feira, 28 de novembro, abordou diversos setores, incluindo o setor da hotelaria e turismo, que registou um um “crescimento gradual ao longo do ano e recordes de faturação em alguns momentos face a 2019”.

A retoma na área da hotelaria e turismo levou também ao retomar dos projetos de investimento, o que provocou um “aumento do investimento internacional em Portugal, sobretudo na área de hotelaria e alojamento local, com destaque para os investimentos particulares e cadeias mais pequenas que viram um enorme potencial para o desenvolvimento dos seus negócios”.

De acordo com o estudo da Michael Page, com a retoma registada, os “salários tornaram-se mais competitivos” e passou a existir “uma maior capacidade para a captação de candidatos, num mercado onde a oferta é consideravelmente maior que os profissionais disponíveis”.

Por isso, acrescenta a empresa de recrutamento, a “dificuldade no recrutamento de perfis para o setor da hotelaria e turismo acentuou-se ainda mais em 2022”, o que levou a “um ligeiro aumento salarial neste setor” e à “implementação de outras medidas com benefícios para os colaboradores”, como folgas fixas ou juntas, fins-de-semana livres por mês, seguro de saúde ou subsídio de alimentação.

“Como referência salarial, um Diretor Geral de Operações pode auferir até 110 mil euros e um Diretor de Hotel até 90 mil euros, ambos na zona de Lisboa”, estima a empresa, que diz ainda que, na hotelaria e turismo, os salários em funções mais operacionais aumentaram entre 5% e 10%.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Restauração

Já estão abertas as inscrições do concurso para jovens sommeliers que leva os vencedores a Itália

A iniciativa “Viaje no seu futuro! Jovem Sommelier De Vinhos Italianos” é dividida numa competição de duas partes. No final, dois participantes ganham um curso de formação em Itália.

O concurso para jovens sommeliers tem inscrições abertas até 15 de dezembro, de acordo com informação avançada em comunicado. A iniciativa “Viaje no seu futuro! Jovem Sommelier De Vinhos Italianos”, lançada no âmbito da Semana da Cozinha Italiana no Mundo, vai levar dois participantes até Itália para um curso de formação, na Escola Internacional de Cozinha Italiana da ALMA, em Colorno, em Parma.

O concurso está aberto a portugueses até aos 40 anos que sejam sommeliers, escanções, profissionais da indústria hoteleira e da restauração, distribuição de alimentos e bebidas ou estudantes em escolas superiores especializadas e centros de formação. Os candidatos devem ter conhecimentos teóricos e práticos da viticultura em geral, devendo também estar interessados em desenvolver um conhecimento profissional sobre o vinho italiano, tanto em termos de vinhas clássicas italianas como também da sua geografia vinícola.

A iniciativa está divida em duas fases. A primeira diz respeito à fase de qualificação, na qual serão admitidos os candidatos que satisfaçam os requisitos básicos da inscrição e que possam comprovar os seus conhecimentos, sujeitos à avaliação dos organizadores. Aqui os candidatos serão submetidos a uma prova escrita, com perguntas gerais relativas à enologia, à enografia e à técnica de degustação, seguida de uma prova prática sobre a identificação e descrição da organolética do vinho italiano.

Por fim, a segunda fase contará apenas com a participação de cinco candidatos – os que obtiverem a melhor pontuação na fase de qualificação.

Dos cinco participantes serão selecionados dois vencedores, que terão a oportunidade de participar num curso de formação teórico e prático, com a duração de uma semana, na Escola Internacional de Cozinha Italiana da ALMA em Colorno (Parma). O curso inclui visitas a adegas, restaurantes italianos, produtores de vinho e provas de produtos típicos dos territórios italianos mais representativos da gastronomia e da cultura vínica daquele país. O prémio inclui ainda as despesas de viagem e alojamento.

Para participarem, os interessados devem preencher o formulário disponibilizado na página da Embaixada de Itália em Lisboa (https://amblisbona.esteri.it/ambasciata_lisbona/pt), enviando-o, juntamente com o seu CV, para o email [email protected]

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos

LATAM Boeing 787-9 Dreamliner photographed on May 13, 2016 from Wolfe Air Aviation Learjet 25B.

Transportes

LATAM Airlines lança NDC a partir de 1 de maio de 2023

Novo sistema de distribuição da LATAM Airlines para as agências de viagens entra em vigor a 1 de maio de 2023 e, até lá, decorre um período de transição.

A LATAM Airlines anunciou que, a partir de 1 de maio de 2023, o seu atual modelo de distribuição vai mudar, passando o conteúdo a companhia aérea a ser disponibilizado através do NDC by LATAM, uma nova ferramenta que recorre à tecnologia New Distribution Capability (NDC) para disponibilizar o portefólio da transportadora às agências de viagens.

De acordo com um comunicado da companhia aérea sul-americana, um dos grandes desafios tecnológicos atuais passa por conseguir “entregar conteúdo e serviços de venda e pós-vendas de alta qualidade” através dos canais da LATAM Airlines, pelo que a companhia aérea optou por desenvolver uma solução com base na mesma arquitetura dos seus canais diretos, o NDC by LATAM.

“Apresentamos o NDC by LATAM, uma nova ferramenta que utiliza a tecnologia New Distribution Capability (NDC) que permite acessar o nosso portefólio de produtos ampliados e o melhor conteúdo para agências, sem cobrança adicional na tarifa, com uma experiência única, dinâmica, num só lugar e em tempo real”, explica a LATAM Airlines.

Até 1 de maio de 2023, a LATAM Airlines vai passar por uma fase de transição do modelo de distribuição, período ao longo do qual espera que existam dúvidas por parte das agências de viagens, convidando, por isso, os agentes a contactarem a companhia aérea para esclarecer todos os detalhes.

“Estamos seguros que esta nova ferramenta nos levará a uma nova forma de acesso ao nosso conteúdo mediante a qual poderemos alcançar os nossos objetivos”, reafirma a LATAM Airlines, que remete mais detalhes sobre a mudança para uma data posterior e mais próxima do dia 1 de maio de 2023.

Até lá, os agentes de viagens podem ficar a conhecer melhor o novo NDC by LATAM através do site da companhia aérea para o trade, disponível aqui, ou através de contacto direto com o seu responsável de vendas.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Distribuição

Sabre anuncia parceria para impulsionar uso de cartões virtuais em viagens B2B

A Sabre, a Conferma Pay e a Mastercard estabeleceram uma parceria que visa aumentar o uso de cartões virtuais para pagamento de viagens entre empresas B2B.

A Sabre, a Conferma Pay e a Mastercard estabeleceram uma parceria que visa aumentar o uso de cartões virtuais para pagamento de viagens entre empresas B2B, com o objetivo de criar “um ecossistema de pagamento de viagens aberto e independente”.

“A digitalização dos pagamentos, graças aos cartões bancários virtuais, ajuda a enfrentar os desafios históricos associados às transações entre empresas (B2B), para viagens corporativas e de lazer”, sublinham as empresas parceiras.

De acordo com o comunicado divulgado, estes cartões virtuais de uso único oferecem uma “forma segura” de pagamento, uma vez que, através do número, é possível estabelecer a ligação entre a reserva e os pagamentos associados a fornecedores de terceiros.

“Os compradores e fornecedores de viagens podem facilmente acompanhar e conciliar pagamentos, beneficiar de opções flexíveis de preços e financiamento, e ter maior segurança através de garantias de pagamento com cartão”, explica o comunicado divulgado.

Como parte do acordo, a Mastercard fez um investimento minoritário na Conferma Pay, que, apesar de ter sido adquirida pela Sabre em agosto de 2022, vai continuar “a operar de forma independente e servirá toda a indústria de viagens e não só”.

“A indústria de pagamentos está no meio de uma revolução e há uma necessidade crescente de as empresas de viagens gerirem melhor toda a experiência de pagamento”, considera Kurt Ekert, presidente da Sabre, que defende que as empresas de viagens “precisam de soluções sofisticadas e conexões imaculadas”, motivo pelo qual a Sabre está “a dar passos estratégicos” para atender às
necessidades da indústria, de que é exemplo a aquisição da Conferma Pay.

De acordo com o responsável, esta “nova parceria com a Mastercard ajudará a Conferma Pay a construir novas e melhoradas capacidades digitais em cartões virtuais para transformar a experiência de pagamento dos emitentes”.

Recorde-se que a Conferma Pay conecta as empresas emissoras a mais de 700 empresas de gestão de viagens, todos os principais sistemas de distribuição global e mais de 100 ferramentas de reservas online, estando totalmente integrada nos principais esquemas de cartões e serve mais de 50 parceiros bancários, com emissões de cartões virtuais em quase 100 moedas.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Destinos

Rita Marques participa na 22ª edição da WTTC Global Summit

A secretária de Estado do Turismo, Comércio e Serviços, Rita Marques, vai ser uma das intervenientes na sessão temática “The Rising Cost of Travel in Europe”.

A secretária de Estado do Turismo, Comércio e Serviços, Rita Marques, vai participar na 22ª edição da WTTC Global Summit, que decorre em Riyadh, na Arábia Saudita, onde vai ser uma das intervenientes na sessão temática “The Rising Cost of Travel in Europe”.

O evento, que vai decorrer sob o tema “Travel For a Better Future”, vai contar também com a participação do vogal do Turismo de Portugal, Filipe Silva, assim como de responsáveis de diversos países e de representantes do Parlamento Europeu, da European Travel Commission e da City Sightseeing Worldwide.

“Num momento em que Portugal, e a Europa, se encontram sob grandes pressões e procuram responder adequadamente aos efeitos das crises que enfrentam, o setor do turismo está profundamente comprometido com o aproveitar das oportunidades existentes e Rita Marques destaca a capacidade inovadora das empresas portuguesas, que com novas abordagens de negócio e novos conceitos de serviço e experiências revolucionaram completamente a oferta turística nos últimos anos”, indica o Ministério do Mar e da Economia em comunicado.

Segundo Rita Marques, “a entrada de investidores internacionais e a atração de marcas globais, têm revolucionado a dinâmica” das regiões portuguesas e melhorado a sua atratividade, o que “exige uma resposta aos desafios assente em políticas publicas e orientações adequadas para os stakeholders do setor, visando contribuir para um futuro melhor e mais sustentável do setor e da economia como um todo”.

“Em Portugal são vários os exemplos deste tipo de políticas para apoiar o setor e aumentar a sua resiliência e capacidade de enfrentar crises”, acrescenta a governante, destacando a promoção da formação; apoio à transição para uma economia sustentável; o apoio à transformação digital e a promoção da mobilidade sustentável como algumas das políticas nacionais que têm apoiado o setor.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos

Navegue

Sobre nós

Grupo Workmedia

Mantenha-se conectado

©2021 PUBLITURIS. Todos os direitos reservados.