Edição digital
Assine já
PUB
Transportes

Wizz Air vai ligar a Madeira à Polónia a partir de 18 de junho

Companhia aérea low cost vai voar duas vezes por semana entre a capital madeirense e a cidade polaca de Katowice.

Inês de Matos
Transportes

Wizz Air vai ligar a Madeira à Polónia a partir de 18 de junho

Companhia aérea low cost vai voar duas vezes por semana entre a capital madeirense e a cidade polaca de Katowice.

Inês de Matos
Sobre o autor
Inês de Matos
Artigos relacionados
Ativos hoteleiros concentram 36% do volume transacionado no primeiro semestre de 2023
Alojamento
Meliá Hotels International
Cabo Verde acena bandeira da estabilidade e localização para captar investimento
Destinos
Roma ganha nova atração turística com reabertura da Domus Tiberiana
Destinos
Catalunha cria imposto para reduzir poluição de grandes navios
Transportes
Emirates e SriLankan Airlines estabelecem acordo de interline
Aviação
LATAM Airlines obtém classificaç “Five Star Global Airline” no APEX 2024 Ranting
Aviação
Em outubro: “GEA vai ter consigo” percorre nove cidades portuguesas
Agências
“Investir em Turismo” vai ser apresentado dia 26 em Faro
Agenda
APAVT institui o 31 de maio como Dia Nacional do Agente de Viagens
Distribuição
Maria Manuel Limas assume direção-geral do Hotel Casa Palmela
Alojamento

A Wizz Air vai abrir, a 18 de junho, uma nova rota entre Katowice, na Polónia, e o Funchal, na Madeira, numa operação que faz parte das novidades da companhia aérea húngara de baixo custo para este verão.

A informação foi avançada por Roberto Santa Clara, diretor do Aeroporto da Madeira, que partilhou a informação avançada pela Wizz Air no Linkedin, considerando que o anúncio da abertura da nova rota é uma “excelente notícia”.

Ao que o Publituris conseguiu apurar, os voos da Wizz Air entre o Funchal e Katowice decorrem duas vezes por semana, às terças-feiras e sábados.

Além dos voos para o Funchal, a Wizz Air vai também abrir novos voos entre Katowice e Ibiza, no arquipélago espanhol das Baleares, assim como de Tirana, capital da Albânia, para Katowice e também para Perugia, em Itália.

Os bilhetes para os novos voos da Wizz Air já se encontram disponíveis para venda, através do site da companhia aérea.

Recorde-se que, além do Funchal, a Wizz Air voa também para Lisboa, Porto e Faro.

 

Sobre o autorInês de Matos

Inês de Matos

Mais artigos
Artigos relacionados
Meliá Hotels International
Ativos hoteleiros concentram 36% do volume transacionado no primeiro semestre de 2023
Alojamento
Cabo Verde acena bandeira da estabilidade e localização para captar investimento
Destinos
Roma ganha nova atração turística com reabertura da Domus Tiberiana
Destinos
Catalunha cria imposto para reduzir poluição de grandes navios
Transportes
Emirates e SriLankan Airlines estabelecem acordo de interline
Aviação
LATAM Airlines obtém classificaç “Five Star Global Airline” no APEX 2024 Ranting
Aviação
Em outubro: “GEA vai ter consigo” percorre nove cidades portuguesas
Agências
“Investir em Turismo” vai ser apresentado dia 26 em Faro
Agenda
APAVT institui o 31 de maio como Dia Nacional do Agente de Viagens
Distribuição
Maria Manuel Limas assume direção-geral do Hotel Casa Palmela
Alojamento
PUB
Transportes

Catalunha cria imposto para reduzir poluição de grandes navios

A Generalitat da Catalunha acaba de apresentar um novo imposto ambiental que irá tributar as emissões de óxido de azoto (NOx) e partículas de grandes navios que atracam nos portos catalães. A medida, que faz parte de um pacote de ações para promover a sustentabilidade e reduzir a poluição, tem gerado polémica no setor do turismo e entre as companhias marítimas.

Publituris

O imposto, anunciado pelo ministro da Ação Climática, Alimentação e Agenda Rural, David Mascort, e pela diretora-geral da Qualidade Ambiental e Alterações Climáticas, Mireia Boya, baseia-se no princípio de “quem polui mais, paga mais”, segundo notícia publicada pelo jornal La Razón, que cita a proposta de lei de que será cobrado um euro por cada quilograma de NOx e partículas emitidas pelos navios na sua primeira fase, que terá início em 2023. Esta taxa aumentará progressivamente para 1,5 euros em 2024, 2,5 euros em 2025 e 3,5 euros em 2026, mas será revista a cada três anos.

A medida inclui ainda bónus de 10% para navios com sistemas de ligação elétrica ao cais e de 5% para navios de cruzeiros que possuam certificados de melhoria energética.

Este imposto é o primeiro do género em todo o estado espanhol e os fundos angariados serão destinados a investimentos relacionados com as alterações climáticas, garantiram os responsáveis, que avançaram não estar descartada a adoção de medidas adicionais se as emissões não forem reduzidas. O objetivo é promover práticas sustentáveis e reduzir a poluição num setor que é responsável por 14% das emissões na Catalunha e 19% na Área Metropolitana de Barcelona.

No entanto, a medida tem gerado preocupação no setor do turismo e nas companhias marítimas. O Turismo de Barcelona, segundo a mesma fonte, também teme que esta medida afete negativamente o turismo de cruzeiros na cidade, que já sofreu uma diminuição de 25% em 2022 devido à pandemia da Covid-19.

Em 2019, segundo o Turismo de Barcelona, ​​ a cidade acolheu aproximadamente três milhões de passageiros de cruzeiros. Com a aplicação do novo imposto, os navios de cruzeiro poderão pagar cerca de 1.400 euros cada vez que atracam nos portos catalães, enquanto os grandes navios em geral poderão pagar em média 759 euros pela poluição que geram.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Aviação

Emirates e SriLankan Airlines estabelecem acordo de interline

A parceria interline entre a Emirates e a SriLankan Airlines inclui 15 destinos de cada uma das companhias aéreas, aos quais os passageiros podem agora aceder via Colombo e Dubai, utilizando um único bilhete e desfrutando da facilidade de transferência de bagagens.

Publituris

A Emirates e a SriLankan Airlines estabeleceram um acordo de interline que pretende “aumentar a opções de ligação oferecidas aos passageiros de ambas as companhias aéreas”, permitindo o acesso a “novos pontos nas redes de cada uma das partes via Colombo e Dubai, utilizando um único bilhete e desfrutando da facilidade de transferência de bagagens”.

Num comunicado enviado à imprensa, as companhias aéreas explicam que a parceria interline inclui 15 destinos regionais operados pela SriLankan Airlines via Colombo, a exemplo dos dois novos destinos indianos de Madurai e Tiruchirapally, para além da ilha de Gan, nas Maldivas, e de Cochim, Chennai, Bangalore, Hyderabad, Malé, Banguecoque, Kuala Lumpur, Singapura, Jacarta, Guangzhou, Seul e Tóquio.

Já os passageiros da SriLankan Airlines passam a ter acesso a 15 cidades operadas pela Emirates, para além do Dubai, a exemplo de destinos no Médio Oriente, África, Rússia e nos EUA, nomeadamente Bahrain, Amman, Dammam, Medina, Cairo, Muscat, Nairobi, Moscovo, Tel Aviv e uma série de cidades dos EUA, incluindo Nova Iorque (JFK), Los Angeles, São Francisco, Chicago, Boston e Houston.

“Temos orgulho em ativar uma parceria interline com a SriLankan e proporcionar aos nossos passageiros mais opções e acesso a destinos adicionais que se adequam aos seus planos de viagem. Esta parceria permite aos passageiros voar sem problemas para destinos únicos na Índia e nas Maldivas, via Colombo. Esperamos continuar a desenvolver a nossa cooperação num futuro próximo e aumentar as vantagens que os passageiros podem usufruir quando viajam com a Emirates e a SriLankan, através de um único bilhete”, afirma Adnan Kazim, diretor Comercial da Emirates.

Já Richard Nuttall, diretor Executivo da SriLankan Airlines, considera que a Emirates é a companhia ideal para o estabelecimento deste acordo, uma vez que “é uma companhia aérea verdadeiramente global e tem uma longa história no Sri Lanka”.

“É, para nós, um verdadeiro prazer trabalhar com eles. A parceria proporciona mais opções de ligação de e para o Sri Lanka, ajudando os passageiros do Sri Lanka no país e no estrangeiro e apoiando o crescimento do turismo na Pérola do Oceano Índico”, acrescenta o responsável.

Recorde-se que a Emirates oferece atualmente dois voos diários diretos para Colombo, utilizando um avião Boeing 777-300ER, bem como um voo diário adicional via Malé, proporcionando aos passageiros flexibilidade para escolher voos e desfrutar da conveniência de tempos mínimos de ligação.

Os itinerários de viagem podem ser reservados diretamente em emirates.com, srilankan.com e através das agências de viagens.

 

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Aviação

LATAM Airlines obtém classificaç “Five Star Global Airline” no APEX 2024 Ranting

A LATAM Airlines destacou-se pela qualidade de classe mundial, com cabines renovadas com assentos ergonómicos, bem como pelo entretenimento a bordo, sem esquecer a conectividade, onde se destaca a implementação em curso de Wi-Fi gratuito.

Publituris

A LATAM Airlines obteve, pelo segundo ano consecutivo, a classificação de “Five Star Global Airline” no APEX 2024 Ranting, programa oficial de classificação de companhias aéreas baseado nos comentários e avaliações de passageiros, que contou com a participação de passageiros de mais de 600 companhias aéreas, que classificaram quase um milhão de voos.

“É uma grande honra receber a classificação de 5 estrelas da APEX pelo segundo ano consecutivo. Assumimos esse reconhecimento com responsabilidade e afirmando o compromisso com a experiência de cada um de nossos clientes”, afirmou Paulo Miranda, vice-presidente de Clientes do Grupo Latam Airlines.

Conforto do assento, serviço de cabine, gastronomia, entretenimento de bordo e ligação Wi-Fi são alguns dos parâmetros avaliados neste ranking, tendo-se a LATAM Airlines destacado pela qualidade de classe mundial, com cabines renovadas com assentos ergonómicos, que priorizam o conforto e a variedade de possibilidades para os passageiros, bem como o entretenimento a bordo, sem esquecer a conectividade, onde se destaca a implementação em curso de Wi-Fi gratuito.

Em destaque esteve ainda a proposta gastronómica a bordo que, segundo a companhia aérea, conta “com um serviço de cortesia em rotas domésticas e um programa de receitas exclusivo para voos de longo curso, que enfatiza o património cultural-gastronómico da América do Sul, liderado por chefs emergentes que representam cozinhas regionais a bordo”.

Os passageiros avaliaram ainda positivamente o serviço personalizado da LATAM Airlines, que se baseia na “análise constante das preferências dos passageiros, para gerar ações segmentadas que melhorem as viagens e a atenção e o serviço da sua equipa de profissionais, tanto a bordo como em terra, que se traduziu em equipas preparadas e sempre prontas para atender de forma proativa e  contínua os clientes”.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Transportes

Explora Journeys encomenda dois navios movidos a hidrogénio

Os novos navios vão ser entregues à Explora Journeys em 2027 e 2028, aumentando o investimento da companhia de luxo do MSC Group para 3.5 milhões de euros em seis navios que são também ambientalmente sustentáveis.

Publituris

A  Explora Journeys, marca de luxo da MSC Cruzeiros, confirmou esta quinta-feira, 21 de setembro, a encomenda de dois novos navios movidos a hidrogénio ao construtor naval italiano Ficantieri, com o objetivo de reafirmar o esforço para reduzir a zero as emissões de carbono até 2050.

Segundo a Explora Journeys, o acordo com a Ficantieri implica o investimento de 3.5 milhões de euros em seis navios de luxo, contratos que estão sujeitos ao acesso a financiamento, de acordo com a prática do setor.

“O EXPLORA V e o  EXPLORA VI terão medidas de eficiência energética de última geração e também serão capazes de utilizar combustíveis alternativos como biogás e sintético e metanol e a Cruise Division trabalhará no futuro com a Fincantieri para equipar os navios com tecnologias futuras, incluindo captura de carbono e sistemas de gestão de resíduos mais avançados. Os dois novos navios da Explora Journeys serão entregues em 2027 e 2028”, indica a marca de luxo da MSC Cruzeiros, em comunicado.

Pierfrancesco Vago, Executive Chairman da Cruise Division do MSC Group, lembra que os cruzeiros estão a assistir a “um crescimento contínuo no segmento de luxo”, pelo que o investimento nestes dois navios demonstra o compromisso  do grupo “em continuar a crescer neste setor, bem como em investir nos navios do futuro”.

“Juntamente com a Fincantieri, estudaremos a mais recente tecnologia que o mundo tem para oferecer e continuaremos com o nosso compromisso de introduzir estas tecnologias para aumentar a eficiência em todo o espectro de desempenho dos navios. E, claro, continuaremos a oferecer a melhor experiência de viagem de luxo, mergulhando os nossos passageiros no estado de espírito do oceano com uma alma sustentável”, acrescenta.

Os dois novos navios vão utilizar hidrogénio com células de combustível para as suas operações enquanto estiverem atracados nos portos, a fim de eliminar as emissões de carbono com os motores dos navios desligados.

Os navios vão ainda contar com “uma nova geração de motores a LNG que abordarão ainda mais a questão do deslizamento do metano com a utilização de sistemas de contenção”, explica a companhia.

Recorde-se que o primeiro navio da Explora Journeys, Explora I, foi entregue pela Fincantieri em julho de 2023 e atualmente está a navegar no Norte da Europa, enquanto o Explora II começará a navegar no verão de 2024.

Já o Explora III começará a navegar no verão de 2026, tendo a construção deste navio movido a LNG começado no dia 6 de setembro de 2023, com uma Cerimónia de Corte do Aço.

A construção do Explora IV, por sua vez, que também será movido a LNG, começará em janeiro de 2024 e deverá estar concluída no inicio de 2027.

“Todos os seis navios da frota da Explora Journeys serão equipados com as mais recentes tecnologias de redução catalítica seletiva para permitir uma redução das emissões de nitrogénio em 90 por cento e serão equipados com ligação plug-in de energia em terra para reduzir as emissões nos portos e equipados com sistemas de gestão de ruído subaquático para ajudar a proteger a vida marinha”, explica ainda a companhia de luxo, revelando que os navios têm ainda uma gama abrangente de equipamentos de eficiência energética para otimizar a utilização do motor e reduzir as emissões.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Aviação

airBaltic anuncia novas rotas para Burgas e Palma de Maiorca no verão 2024

As novas rotas da airBaltic entre Burgas e Tallinn, bem como Tampere e Palma de Maiorca, vão contar com dois voos por semana e juntam-se às 11 novas rotas que a airBaltic já tinha anunciado para o próximo verão.

Publituris

A airBaltic adicionou duas novas rotas à sua operação para o verão de 2024 e anunciou que vai passar a voar também para Burgas, na Bulgária, e Palma de Maiorca, em Espanha, à partida de Tallinn, na Estónia, e de Tampere, na Finlândia, respetivamente.

A rota de Tallin para Burgas vai contar com dois voos por semana e arranca a 1 de maio de 2024, enquanto os voos de Tampere para Palma de Maiorca, que também vão ter duas ligações semanais, começam dois dias depois, a 3 de maio do próximo ano.

Em comunicado, a companhia aérea letã lembra que estas duas novas rotas vêm juntar-se às 11 que a airBaltic já tinha anunciado para o verão do próximo ano, com partida das bases da transportadora aérea dos Países Bálticos na Letónia, Estónia e Lituânia, assim como da sua mais recente base de Tampere, na Finlândia.

“À medida que continuamos a avaliar a dinâmica do mercado e a procura dos passageiros, a airBaltic está empenhada em expandir a sua rede e melhorar as ligações nos países bálticos e em Tampere (Finlândia). Desta vez, identificámos uma oportunidade para alargar a nossa rede global na Europa Central e do Sudeste. A adição de destinos como Burgas e Palma de Maiorca diversificam ainda mais a nossa oferta”, refere Martin Gauss, presidente e diretor executivo da airBaltic.

Além destas duas novas rotas, a airBaltic já tinha anunciado a abertura de rotas para Alicante, Tirana, Sofia, Ljubljana, Skopje, Chisinau, Pristina, Billund, Malta, Krakow e Palanga/Amesterdão.

“A airBaltic continua a ser a principal companhia aérea da região e, com o lançamento de 13 novas rotas no próximo verão, reforçaremos a nossa posição e a nossa ambição de crescimento, melhorando a ligação a partir dos países bálticos e de Tampere”, acrescenta Martin Gauss.

Paralelamente, a companhia aérea planeia aumentar as frequências de voos nas rotas de Riga para Roma, Telavive, Praga, entre outras, bem como de Vilnius para Paris, Munique, Tallinn e de Palanga para Riga.

A airBaltic opera mais de 100 rotas a partir de Riga, Tallinn, Vilnius e Tampere, oferecendo ligações a uma vasta gama de destinos na rede de rotas da companhia aérea na Europa, Médio Oriente, Norte de África e região do Cáucaso. Os horários dos voos da airBaltic e os bilhetes estão já disponíveis para compra em GDS.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Aviação

Azul abre voo direto entre Brasília e Natal em dezembro

A nova rota entre Brasília e Natal arranca a 16 de dezembro, conta com um voo por semana, e vai ser operada num avião Embraer E2, com capacidade para transportar até 136 passageiros. 

Publituris

A Azul vai abrir, a 16 de dezembro, um novo voo direto por semana entre Brasília e Natal, cujos bilhetes já se encontram disponíveis para venda, informou a companhia aérea brasileira, em comunicado.

A nova rota, explica a transportadora aérea brasileira, pretende reforçar a presença da Azul e aumentar a “conexão dos brasileiros entre os destinos nacionais”, sendo o voo semanal operado aos sábados, com partida pelas 23h35 e regresso aos domingos, às 03h00.

“O nosso objetivo sempre foi conectar os brasileiros com o Brasil e oferecer um novo mercado que liga a região central do país ao nordeste é muito importante para a companhia, pois aumentamos a conectividade e oferecemos mais opções de voos diretos. A ampliação da nossa malha é fundamental para que possamos levar ainda mais clientes a todos os destinos possíveis”, diz Beatriz Barbi, gerente de Planeamento de Malha da Azul.

Os voos entre Brasília, capital brasileira, e Natal, capital do estado do Rio Grande do Norte, vão ser operados em aparelhos Embraer E2, com capacidade para transportar até 136 passageiros.

Os bilhetes para a nova rota já podem ser adquiridos através dos canais oficiais da transportadora aérea brasileira.

 

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Aviação

SATA Air Açores reembolsa empréstimo obrigacionista de 60M€

O reembolso antecipado vai permitir à companhia aérea “poupar cerca de 1,2 milhões de euros já em 2023” e “reduzir os encargos anuais com financiamentos ao longo dos próximos três anos, o que totaliza cerca de 17 milhões de euros de poupança nesse período”.

Publituris

A SATA Air Açores reembolsou antecipadamente a totalidade do empréstimo obrigacionista de 60 milhões de euros, que tinha sido emitido em dezembro de 2022, o que vai permitir à companhia aérea poupar cerca de 1,2 milhões de euros já em 2023.

Num comunicado enviado à imprensa, a companhia aérea do grupo SATA que realiza os voos entre as ilhas açorianas, explica que o reembolso antecipado deste empréstimo obrigacionista vai permitir também “reduzir os encargos anuais com financiamentos ao longo dos próximos três anos, o que totaliza cerca de 17 milhões de euros de poupança nesse período”.

“No seguimento do plano de reestruturação aprovado pela Comissão Europeia a 7 de junho de 2022, e de acordo com as obrigações por este definidas, sem aval do Governo Regional dos Açores, em dezembro de 2022 a SATA Air Açores necessitou de contratar um financiamento de 60 milhões de euros junto da J.P. Morgan Societas Europaea (“J.P.Morgan”), através da emissão de 600 obrigações com o valor nominal de cem mil euros cada, com  maturidade a 20 de dezembro de 2026”, lembra a SATA Air Açores.

A companhia aérea explica que essa emissão teve “como finalidade a amortização antecipada de dívida financeira antiga, processo que ficou concluído no final de 2022, com a liquidação de financiamentos no valor total aproximado de 40,8 milhões de euros”.

“Este é um momento histórico para a SATA e para todos os colaboradores que, diariamente, têm contribuído para a evolução positiva do negócio. É um sinal claro de que estamos a fazer todos os esforços para recuperar a SATA e criar as melhores condições para garantir a sua continuidade de forma sustentada”, congratula-se Teresa Gonçalves, CEO do Grupo SATA.

Segundo a responsável, o grupo de aviação açoriano poderia “ter optado por não amortizar já esta dívida”, o que implicaria, no entanto, que a SATA Air Açores continuasse “a ter custos financeiros muito significativos com este financiamento o que, a prazo, seria muito penalizador”.

“E se esta decisão revela o esforço que tem sido feito, é também importante que haja a consciência da responsabilidade e importância que a mesma tem, exigindo de cada um de nós um rigor cada vez maior em tudo aquilo que fazemos na companhia, com o objetivo de continuar a crescer receita com a máxima otimização de custos”, acrescenta Teresa Gonçalves.

Para a companhia aérea, “este é mais um passo dado pela SATA Air Açores no caminho da consolidação das suas contas e redução do nível de endividamento”.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Transportes

Smartwings vai voar entre Praga e Ponta Delgada no próximo verão

A partir de 26 de abril de 2024, a transportadora checa Smartwings vai lançar voos diretos de Praga para o Aeroporto João Paulo II, que serve Ponta Delgada, na ilha de São Miguel (Açores). A nova rota será operada duas vezes por semana, às terças e sextas-feiras, em equipamento B737MAX.

Publituris

A Smartwings, que acaba anunciar o lançamento, a partir do próximo verão IATA, de uma operação entre Praga e Ponta Delgada, espera que os atributos turísticos da ilha de São Miguel, nos Açores faça desta nova rota popular entre os turistas checos.

A companhia aérea é a primeira a oferecer ligações diretas aos Açores desde Praga. Os voos estão previstos para operar duas vezes por semana, às terças e sextas-feiras, partindo do Aeroporto Václav Havel.

O voo QS1172 partirá às 12h00 e chegará a Ponta Delgada às 15h30 locais com um tempo de voo de cinco horas e 30 minutos. No regresso, o voo QS1173, com duração de quatro horas e 35 minutos, deixará Ponta Delgada às 16h15 locais e aterrará em Praga às 22h50.

Os viajantes já podem adquirir os seus bilhetes através dos sites oficiais da Smartwings e da Czech Airlines, uma vez que as duas transportadoras aéreas têm uma parceria de code-share.

Peter Šujan, diretor de vendas da Smartwings , expressou o seu entusiasmo em oferecer este novo destino de férias aos seus clientes, lembrando que a companhia já liga Praga com voos regulares com as Ilhas Canárias de Tenerife (diariamente a partir de 6 de maio de 2024), Gran Canaria, Lanzarote e Fuerteventura, bem como com a Madeira.

De acordo com o horário de voos de verão de 2024, a Smartwings operará ligações diretas dos aeroportos checos para mais de 70 destinos.

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Transportes

Boas perspectivas: Inaugurada época alta de cruzeiros na Madeira

Os portos da Madeira e do Porto Santo deverão receber até ao final do ano 130 escalas de navios e cerca de 275 mil passageiros de cruzeiros, numa época inaugurada este mês de setembro com a passagem de nove navios.

Publituris

Os Portos da Madeira dão início este mês de setembro à época alta dos cruzeiros, que se prolonga até 31 de maio, e as perspetivas são bastante animadoras, revela a entidade. A época iniciou-se no dia 13, e ainda em setembro são esperadas nove escalas de cruzeiros.

Até ao final do ano estão previstas 125 escalas de navios de cruzeiro no porto do Funchal e cinco no porto do Porto Santo, o que se traduz num movimento de cerca de 275 mil passageiros e 90 mil tripulantes. Relativamente a novas entradas, até ao final do ano, a APRAM prevê 10 escalas inaugurais.

“Estes dados são reveladores da confiança que as companhias depositam nos Portos da Madeira, ao que não é indiferente o facto de a região ter recebido o prémio de Melhor Destino Europeu de Cruzeiros nos ‘World Cruise Awards’ em 2022, estando este ano nomeada mais uma vez para esta categoria”, afirma Paula Cabaço, presidente do Conselho de Administração da APRAM.

Ao fazer o balanço da época anterior, a executiva afirma que “foi bastante positivo e temos a ambição de, no período que agora se inicia, termos ainda mais visitantes e mais companhias”.

Recorde-se que na época alta de 2022-2023, os Portos da Madeira registaram um movimento de 557.824 passageiros (284 .056 na temporada anterior), o que representa um crescimento de 104% relativamente ao período homólogo. De 1 de setembro de 2022 a 31 de maio de 2023, a média de passageiros por navio fixou-se nos 1. 949, uma subida de 109% face aos 931 da época de 2021/2022. No mesmo período verificaram-se 286 escalas, menos oito que na temporada anterior.

A criação da nova assinatura ´Your Safe Port’, em 2021, refletindo o novo posicionamento da marca, presente no filme promocional e na nova brochura institucional, o lançamento de várias campanhas de marketing digital a nível nacional e internacional, assim como a presença nos principais encontros internacionais da Indústria, são fatores que permitem posicionar a região como destino consolidado e reconhecido a nível mundial, é indicado na nota de imprensa da APRAM.

De salientar ainda que estas medidas, mais o forte investimento recentemente efetuado pelo Governo Regional, no valor de nove milhões de euros visam potenciar o crescimento dos Portos da Madeira e equipará-los aos melhores portos internacionais.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Transportes

Saldos “Big Orange” da easyJet estão de volta

Saldos “Big Orange” da easyJet estão de volta, para vários voos da companhia aérea de e para Portugal, entre 1 de outubro de 2023 e 20 de março de 2024, com 20% de desconto em mais de 150 mil lugares.

Publituris

A easyJe apresenta os seus saldos “Big Orange”, com mais de 150 mil lugares disponíveis de e para Portugal, prontos para serem reservados com descontos que podem chegar até aos 20%.

As tarifas com desconto estão disponíveis entre 1 de outubro de 2023 e 20 de março de 2024, e alguns dos destinos abrangidos por estes saldos passam pela Europa e o Norte de África. O período de vendas começou esta segunda-feira e vai até ao final do dia 26 de setembro de 2023 (23h00).

Segundo José Lopes, Country Manager da easyJet para Portugal, “estes descontos irão permitir que os nossos clientes possam conhecer novos destinos de e para Portugal de forma económica”, para apontar que “pretendemos aumentar ainda mais a nossa oferta em 2024 e estar ainda mais próximos dos portugueses”.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB

Navegue

Sobre nós

Grupo Workmedia

Mantenha-se informado

©2021 PUBLITURIS. Todos os direitos reservados.