EUA alertam contra viagens para o Reino Unido

Por a 20 de Julho de 2021 as 12:37

Os cidadãos norte-americanos foram advertidos quanto a possíveis viagens ao Reino Unido, depois do Governo de Boris Johnson ter levantado a maioria das restrições no país como, por exemplo, a obrigatoriedade de uso de máscaras, embora recomendado, a reabertura das discotecas, cinemas e outros locais, além de deixar de ser necessária uma quarentena de 10 dias para os vacinados que regressem de países da lista “âmbar”.

O Centres for Disease Control and Prevention (Centro de Controlo e Prevenção de Doenças, “CDC” sigla em inglês) emitiu uma atualização em que colocou o Reino Unido no nível mais alto da orientação de viagens dos EUA – “Nível 4: Muito Alto” -, alertando que mesmo viajantes totalmente vacinados podem estar em risco.

Esta mudança é vista como um golpe para Boris Johnson, depois de ter procurado acertar uma maneira de reabrir as viagens entre o Reino Unido e os EUA com o presidente Joe Biden.

Os americanos foram instruídos a “evitar viajar para o Reino Unido”, mas aconselhados a certificar-se de que estão totalmente vacinados se a viagem for essencial. “Devido à situação atual no Reino Unido, mesmo os viajantes totalmente vacinados podem correr o risco de infetar-se e disseminar variantes da COVID-19”, acrescenta a orientação do CDC.

O Reino Unido junta-se, assim, a países como Brasil, África do Sul e Holanda no Nível 4, enquanto Portugal mantém-se no Nível 3, com a indicação do viajante “certificar-se de que está totalmente vacinado antes de viajar para Portugal. Os viajantes não vacinados devem evitar viagens não essenciais para Portugal”, lê-se na indicação.

 

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *