Fusão entre Viajes El Corte Inglés e Logitravel cria empresa com mais de 500 agências

Por a 2 de Julho de 2021 as 11:19

A Viajes El Corte Inglés e a Logitravel chegaram a um acordo de fusão para criar uma nova empresa com um volume de negócios superior a 3.500 milhões de euros, no exercício 2019, mais de 5.000 colaboradores e mais de 500 agências em todo o mundo e ampla cobertura online, aspirando, assim, “a converter-se numa referência global no setor das viagens”, refere a empresa em comunicado.

A nova empresa abrangerá tanto as viagens de lazer, como as de negócios, incentivos, congressos e eventos, encontrando-se a operação pendente da aprovação da CNMC (Comissão Nacional dos Mercados e Concorrência em Espanha).
De acordo com a “nova” empresa, “esta nasce sem dívidas e com una sólida posição financeira” e será liderada por Jorge Schoenenberger como CEO. A empresa refere ainda, no comunicado que anuncia esta operação, que a referida fusão “constituirá uma plataforma única para o desenvolvimento de novos negócios e progresso na internacionalização”.

Além disso, “reforçará o seu posicionamento no mercado ibérico tanto no negócio emissor como no recetivo”, ao mesmo tempo que “impulsionará novos destinos na América Latina, no Sul da Europa e na zona Mediterrânica, desenvolvendo novos mercados de forma seletiva”.

Segundo avança o site espanhol Hosteltur, a Viajes el Corte Inglés ficará com 70% da nova empresa, fruto do maior volume de negócios (cerca de 2.700 milhões de euros), em 2019, enquanto a Logitravel fica detentora dos restantes 30%, em função dos 800 milhões de euros de faturação que apresenta.

Esta fusão entre a Viajes El Corte Inglés e a Logitravel será, segundo a nova empresa, “uma referência em determinados produtos, como Disney ou Cruzeiros”, e contará com uma forte presença em Espanha, Portugal, França, Alemanha e América Latina.

A empresa conclui que “este é o ponto de partida de uma empresa que é criada com grande ambição e com um mapa de rota em que se contemplam novas alianças que se possam somar ao projeto”.

De referir ainda que o acordo de fusão não afetará as duas marcas que continuarão a operar de forma independente, tornando-se, se aprovada a operação pela CNMC, no segundo maior grupo turístico espanhol, a seguir à  Ávoris Corporación Empresarial.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *