Algarve com quebras perto dos 100% em fevereiro

Por a 5 de Março de 2021 as 10:10

Os meses negros para a hotelaria algarvia não têm fim à vista. No passado mês de fevereiro, a taxa de ocupação caiu 93,7% para um valor de 2,9%, revelam os dados apresentados  pela  Associação Dos Hotéis E Empreendimentos Turísticos Do Algarve (AHETA).

Os mercados que mais contribuíram para a descida verificada foram o britânico (‑98,0%) seguido pelo alemão (-97,2%) e pelo holandês (-94,9%). “Apesar de ter apresentado a menor descida homóloga, o mercado nacional desceu -71,6%”, esarece a associação.

Já o volume de vendas caiu 94,5% face a janeiro. Em valores acumulados dos últimos doze meses a ocupação cama regista uma descida média de 60,5% e o volume de vendas uma descida de 66,2%.

Um comentário

  1. Velho do rio

    8 de Março de 2021 at 17:08

    De facto, é dramática a situação da hotelaria no Algarve; contudo, gostaria de realçar o seguinte: tenho consultado alguns “sites” de empresas que se dedicam à reserva de alojamento para férias, bem como os “websites” de hoteis e, francamente, não compreendo os preços altíssimos que estão a pedir para o verão de 2021. A título de exemplo, há hoteis de 4 estrelas, cujo preços para 09 noites, em APA, rodam os 2000,00€!!!
    Quanto ao alojamento local, os preços são aceitáveis, mas as condições de cancelamento, na grande maioria, não. Alguns apenas aceitam cancelamentos até 1 mês antes do “check-in”, outros só até 15 dias, depois disso perde-se todo o valor da reserva! Assim, não vamos lá.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *