Revive Natureza abre concurso para mais 7 imóveis

Por a 18 de Novembro de 2020 as 10:52
Antigo Posto Fiscal da Foz do Lima, no distrito e concelho de Viana do Castelo

O Revive Natureza, programa que visa  a recuperação e valorização de imóveis públicos devolutos para fins de exploração turística, acaba de abrir concurso para a concessão de sete novos imóveis. As propostas podem ser feitas até ao próximo dia 16 de fevereiro de 2021.

A Casa da Vela e a Antiga Sede da Guarda Fiscal na Figueira da Foz, a Antiga Sede dos Serviços Florestais – Quinta do Seixal, no distrito da Guarda e concelho de Gouveia, duas moradias em Leiria, no distrito e concelho de Leiria, o Antigo Posto Fiscal de Sagres e o Antigo Posto Fiscal do Burgau, no distrito de Faro e concelho de Vila do Bispo e o Antigo Posto Fiscal da Foz do Lima, no distrito e concelho de Viana do Castelo, são os novos imóveis que acabam de ser anunciados.

“Para além de cuidarmos do presente, temos que cuidar do futuro do nosso turismo. A valorização do património edificado e natural tem que continuar a ser uma das nossas prioridades: por um lado responde às tendências da procura, por outro lado as atividades turísticas que daqui emergem criam riqueza e potenciam os atributos singulares de cada região, sem os comprometer”, refere em comunicado a Secretária de Estado do Turismo, Rita Marques.

Primeiro lote de imóveis recebeu 102 candidaturas

Relativamente à primeira carteira de imóveis apresentados, foram recebidas 102 candidaturas , sendo que se encontram ainda abertos dois concursos, relativos aos Antigos Postos Fiscais de Vilamoura e de Cabanas, cujo prazo para apresentação de propostas termina no próximo dia 30 de novembro.

O Fundo Revive Natureza, lançado em outubro do ano passado, é gerido pela Turismo Fundos, e participado pelo Estado Português, pelo Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas e pelo Turismo de Portugal e conta com um financiamento de cinco milhões de euros, da responsabilidade do TdP, destinados à recuperação dos imóveis.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *