Vidigueira inaugura Centro Interpretativo do Vinho de Talha

Por a 6 de Novembro de 2020 as 10:04

O município da Vidigueira, Alentejo, vai inaugurar quarta-feira, 11 de novembro, o Centro Interpretativo do Vinho de Talha, espaço que fica localizado na freguesia de Vila de Frades e que “pretende transmitir aos visitantes as memórias, as vivências e as experiências relacionadas com o vinho de talha e com as gentes que ciclicamente fizeram chegar esta tradição aos dias de hoje”.

De acordo com uma nota informativa da autarquia da Vidigueira, o Centro Interpretativo do Vinho de Talha vai funcionar como um “espaço de interpretação, de difusão científica e tecnológica e de divulgação do património imaterial relacionado com o saber-fazer daquele produto ancestral” e surgiu da necessidade de “preservar este saber-fazer” que data do tempo dos romanos.

O espaço está organizado por áreas dedicadas ao Território, História Milenar (São Cucufate), Cultura da Vinha, Processo do Vinho na Adega e Taberna, e apresenta uma narrativa cronológica e sequencial, que “permite percorrer todo o ciclo, do campo ao vinho, dos romanos à atualidade”.

“Para aceder a esta narrativa é utilizada tecnologia de realidade aumentada, a qual cria um layer digital invisível de conteúdos acessíveis por intermédio de tablets dispostos ao longo do percurso. Uma voz-off, acompanhada das animações que surgem sobre as ilustrações, conta a história e fornece informação ao visitante. Já na adega, junto à taberna, onde o olhar vislumbra a vinha no exterior, uma grande mesa central convida ao convívio através de um filme dedicado à temática”, explica ainda o município da Vidigueira.

O Centro Interpretativo do Vinho de Talha funciona diariamente e, de terça a sexta-feira, está aberto entre as 10h00 e as 12h30, bem como das 14h00 às 17h30, enquanto aos fins-de-semana e feriados está aberto das 10h00 às 13h00, bem como das 14h30 às 17h30, encerrando apenas nos feriados de 1 de janeiro, domingo de Páscoa, 1 de maio, 25 de abril, feriado municipal e 25 de dezembro.

 

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *