Governo dos Açores lança apoio a fundo perdido para empresas de turismo

Por a 16 de Setembro de 2020 as 10:20

O Governo Regional dos Açores lançou esta terça-feira, 15 de setembro, um novo programa de apoio financeiro a fundo perdido para as empresas do setor do turismo afetadas pela pandemia de COVID-19, iniciativa que visa assegurar a manutenção dos postos de trabalho e garantir a sustentabilidade das empresas.

“Esta medida extraordinária visa auxiliar as empresas açorianas do setor do turismo através de um apoio financeiro que permita minimizar os seus custos operacionais, atendendo à perda de receitas associada à manutenção de valores elevados no atual contexto pandémico, com vista à sua rápida recuperação e à garantia da manutenção do emprego”, explica o Governo Regional dos Açores, num comunicado enviado à imprensa.

De acordo com a informação avançada, este programa provê que o apoio financeiro seja não reembolsável, ou seja, a fundo perdido, consistindo na comparticipação de 75% sobre o valor das despesas elegíveis com eletricidade, água, vigilância e segurança, rendas e alugueres, seguros e comunicações, relativas ao período de 1 de julho de 2020 a 31 de março de 2021.

A referência, acrescente o executivo açoriano, é a “média mensal daqueles gastos relativa a abril e maio de 2020”, sendo a comparticipação máxima, por empresa, de 125 mil euros, enquanto os grupos empresariais regionais podem usufruir de um valor máximo de 500 mil euros.

Como contrapartida, as empresas que venham a beneficiar deste apoio concedido pelo Governo Regional dos Açores, através da Vice-Presidência, devem manter a média de postos de trabalho de janeiro/fevereiro de 2020 até março de 2021.

O programa está disponível para candidaturas de entidades empresariais das áreas do alojamento e da restauração e bebidas, aluguer de veículos de transporte (rent-a-car), agências de viagens, operadores e guias turísticos, bem como empresas de recreação e lazer e de outros serviços turísticos.

“Com o objetivo de minimizar os efeitos na rentabilidade das empresas do setor, assegurando a manutenção de postos de trabalho, o Governo dos Açores, através desta medida extraordinária, está a criar condições para que as empresas instaladas na Região possam responder às necessidades mais imediatas e de médio prazo, ficando, deste modo, mais bem preparadas para acompanhar o aumento contínuo da atividade”, explica ainda o executivo açoriano.

As candidaturas a este programa de apoio devem ser apresentadas até 31 de dezembro, pelo e-mail [email protected].

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *