Como vão os destinos do interior atrair turistas?

Por a 29 de Julho de 2020 as 11:12

O interior do país ganhou especial destaque no período pós-confinamento junto dos portugueses que, este ano, procuram lugares menos massificados e mais perto da natureza.

Apesar de já receberem visitantes e turistas ao longo dos anos, os municípios do interior aproveitaram esta oportunidade e ajustaram as suas estratégias para melhor se posicionar como destino de férias ou de uma escapadela dos portugueses, como é o caso do Fundão.

“Já tínhamos saudades, regressámos ao ritmo da natureza, com toda a segurança” é o mote da campanha de promoção do Fundão para este ano, que visa, sobretudo, promover-se como “um destino seguro por natureza pois o facto de estarmos numa região de baixa densidade é um fator de segurança”. O destino conta com várias infraestruturas ligadas à natureza tais como, os 350km de percursos pedestres, os 450 km de percursos de BTT, os Parques Fluviais, a canoagem pelo rio Zêzere, as viagens de balão de ar quente, os voos de asa delta e as atividades de aventura para toda a família – como o arvorismo, a escalada, o slide ou o salto negativo. A acompanhar está a gastronomia típica e o vasto alojamento, sobretudo unidades de Turismo Rural na região, “que permite ao turista sentir-se seguro, conectado consigo mesmo e com o destino”, diz a autarquia.

A autarquia considera também que o que define o destino Fundão é a sua “autenticidade”. “As suas paisagens, as suas gentes, os produtos locais, fazem deste um destino com um conteúdo emocional forte e surpreendente”. Aqui, os visitantes e turistas podem encontrar também “desde o hotel cinco estrelas, ao hotel de cidade, ao resort, ao turismo em espaço rural – mais próximo da componente agrícola ou mais próximo da história, ao Glamping e ao parque de campismo”. A completar estão as estruturas de resposta sanitária do destino.

Entre as atrações sugeridas, a Câmara do Fundão aponta também para a Aldeia Histórica de Castelo Novo, que considera-se o ponto de partida para a descoberta da História e da Cultura do concelho; mas também a Aldeia do Xisto da Barroca, onde é possível recuar até à pré-história, através da observação das gravuras rupestres. Por fim, a Aldeia do Xisto de Janeiro de Cima permite “apreciar a arquitetura em xisto e pedra rolada que torna esta aldeia única”.

 

Melgaço

Também Melgaço, bem na sub-região do Alto Minho, posiciona-se como “o destino de natureza mais radical de Portugal”. Para voltar a receber turistas e visitantes, os empresários da região adoptaram medidas de segurança sanitária nas suas práticas para que estes possam usufruir das experiências que Melgaço tem para oferecer. Melgaço apresenta-se como um destino com “caraterísticas geográficas e geológicas que lhe concedem uma posição de destaque de entre todos os subdestinos do Porto e Norte de Portugal. É o destino de natureza mais radical de Portugal. Aqui é possível praticar os desportos de rio e montanha mais exigentes, durante todo o ano, ao sabor de um Alvarinho único e do fumeiro de Melgaço”. A autarquia sublinha ainda que se trata de uma terra “rica em tradições, histórias, lendas e testemunhos de vivências passadas”. “É detentor de uma rica e saborosa gastronomia. Tem condições naturais de microclima e solo que proporcionam a esta região produzir uma das mais nobres castas brancas portuguesas, a casta alvarinho”, completa a autarquia. Melgaço está ainda no PNPG – Parque Nacional Peneda Gerês, consagrado pela UNESCO Reserva Mundial da Biosfera.

Bragança

Com o objetivo de atrair visitantes e turistas ao território de forma a mitigar os efeitos da pandemia Covid-19, o município de Bragança delineou um plano de ações e de atividades até ao final do ano. Além do novo vídeo promocional “Bragança. Naturalmente”, o município vai divulgar mais quatro novos vídeos promocionais, nas temáticas gastronomia, natureza, património e cultura no mês de agosto, assim como lançar o portal Visit Bragança, previsto para 3 de agosto, “uma ferramenta moderna e com imagem atrativa, que será importante para a preparação da visita a este território”, explica o presidente, Hernâni Dias. A par destas iniciativas está também o lançamento de um novo guia turístico de Bragança, em formato papel e digital e outras ações de promoção em Portugal e Espanha.

O responsável salienta que “é inquestionável que o turismo de proximidade e de fronteira será visto como um produto que, para além de se poder “vender” a curto prazo, representa os valores e pode assegurar as experiências que o turista pós-COVID procurará. Trata-se de um turismo acessível que, também, é geralmente baseado em elementos associados ao património cultural e/ou natural do território.  Assim, o mercado interno e de proximidade são os únicos que o potencial turista terá em mente, a realizar de carro. Neste contexto, Bragança, devido à centralidade ibérica, e sendo já considerado um destino seguro, autêntico e de qualidade, entendemos que o turismo pós-Covid será uma oportunidade para este território”.

Para o autarca, Bragança tem a vantagem de permitir conjugar o turismo de natureza com uma vertente mais citadina. “Uma opção excelente, por exemplo, para famílias que durante a sua estadia podem intercalar programas na natureza com um programa cultural, visitando o património e os equipamentos culturais da cidade, facilmente percorridos a pé, ou mesmo nas redondezas enquanto descobrem aldeias típicas”, sugere. O mesmo completa que, “a par da natureza única (o Parque Natural de Montesinho é de visita obrigatória), temos uma gastronomia ímpar, com produtos regionais de excelente qualidade, confecionada por mãos sábias, que respeitam o produto e a sua origem”.

 

Mértola

Promover-se como um destino “tranquilo, seguro e genuíno” é o propósito do município de Mértola, no Alentejo. A complementar estas características, encontramos património, paisagens, o rio Guadiana e as atividades náuticas, a praia da Tapada Grande na Mina de S. Domingos (Bandeira Azul, Praia Qualidade de Ouro e Praia Acessível), assim como “unidades de alojamento de excelência, boa gastronomia e uma oferta de animação diversificada” em Mértola.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *