Vilalara Thalassa Resort reabre esta quarta-feira

Por a 30 de Junho de 2020 as 12:51

O Vilalara Thalassa Resort, resort de cinco estrelas do Algarve, que integra um dos cinco melhores Centros de Talassoterapia do mundo, reabre esta quarta-feira, dia 1 de julho, preparado para receber com “a máxima segurança e o habitual conforto os clientes que aqui escolhem usufruir das suas férias ou de uma escapada num destino paradisíaco”.

Reconhecido com o selo Clean & Safe, emitido pelo Turismo de Portugal, o Vilalara Thalassa Resort oferece 11 hectares de jardins à beira-mar, quatro piscinas de água salgada e uma de água doce e acesso direto à praia (semi-privativa). Também aqui se pode desfrutar de um wellness center que abriga um dos cinco melhores Centros de Talassoterapia do mundo e um Longevity Medical Spa e de experiências gastronómicas no restaurante B&G, servidas com vista para o mar e confecionadas sob a mestria do chefe Pedro Sequeira.

Com 104 suites júnior, 7 suites e 12 apartamentos, em todas as unidades de alojamento se desfruta de espaços amplos. Para celebrar a reabertura o Vilalara Thalassa Resort lançou exclusivamente para os dois primeiros fins-de-semana de julho uma oferta especial a partir de 275€ a noite, com check-in antecipado e check-out tardio.

Esta campanha está disponível para estadas de duas noites e contempla ainda Tratamento Vip no quarto e pequeno-almoço.

2 comentários

  1. Elvira Costa

    30 de Junho de 2020 at 18:38

    E de facto um local paradisíaco. Pena é que, em termos ambientais, falhem. A descarga de uma das piscinas é, não sei se as vezes ou sempre, feita falésia abaixo e indo diretamente para o areal, junto à concessão. Aparentemente, parece uma linda cascata, mas, de facto, é um crime ambiental. Esperava-se muito melhor emuito mais respeito pelo ambiente e pelas pessoas que frequentam tao linda praia.

  2. Carlos Castro Leal

    30 de Junho de 2020 at 18:03

    É um resort de luxo numa praia espetacular. Praia da Cova Redonda.
    Pena é que façam descarga de água da piscina diretamente para a praia, poluindo-a e contribuindo para a erosão da falésia.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *