Agências de viagens lançam vídeo promocional sobre a sua importância em situações de crise

Por a 26 de Maio de 2020 as 10:27

Promover o serviço que “as agências de viagens prestam aos seus clientes, seja quando tudo corre bem, seja quanto tudo muda de um momento para o outro, o apoio nos repatriamentos ou nos reembolsos”, foi o mote do novo vídeo promocional que a APAVT – Associação Portuguesa de Agências de Viagens e Turismo lançou para lembrar que as suas associadas continuam, “como sempre, disponíveis para os seus clientes”.

“Se há aspecto que ficou bem sublinhado nesta crise é a mais-valia das agências de viagens, que repatriaram os clientes e assumiram  o pagamento de reembolsos. Hoje, quando muitos ainda tentam, em diversos pontos de venda on-line,  perceber se terão direito, não ao reembolso, mas a uma simples resposta, os agentes de viagens já estão a dialogar com os seus clientes de sempre, para … reservar novas aventuras”, afirma o presidente da APAVT, Pedro Costa Ferreira.

Com o apoio da Click and Play, produtora deste vídeo, a APAVT possibilita às suas associadas a personalização desta peça promocional, adaptando-a com o logótipo e depoimentos dos seus colaboradores, para utilização através das suas próprias redes e canais de comunicação.

3 comentários

  1. Daniela Vicente

    27 de Maio de 2020 at 13:01

    Logitravel

    É com enorme frustração, angústia e tristeza que, pela primeira vez, me sinto lesado por um serviço que nem chegou a ser prestado.

    Eu e o meu namorado a planeámos esta viagem durante meses e decidimos escolher ir com agência por ser (supostamente) mais cómodo, sem chatices e mais prático. A escolha pela Logitravel recaiu por ter sido já anteriormente escolhida para uma viagem que fiz com amigas, que aparentemente correu sem surpresas desagradáveis.

    A viagem a realizar, em Junho para Zanzibar, estava a ser paga mensalmente em tranches (para um total de 2449,83 euros), na qual boa parte do valor (mais de metade, a três meses da viagem) já se encontrava com a Logitravel. Os vistos estavam a ser tratados e tudo decorria com normalidade, até que o estado de emergência foi declarado.

    No dia 21 de Março, dias depois do estado de emergência, tentámos contactar a agência, para perceber como proceder, se daria para continuar a pagar ou adiar a viagem, dado que existia alguma incerteza e receio do que poderia acontecer. Mas apenas uma resposta automática da sra. “M.G” (apenas usarei as iniciais do nome) a dizer que “não se encontrava no escritório”.

    A partir daí tentámos contactar por telefone e semanalmente por email, tudo sem resposta – ou apenas respostas automáticas, sem sequer uma resposta plausível.

    Após inúmeros emails, tentativas de contacto e muita frustração pelo meio, sentimos-nos desmotivados, cansados e sem certezas de reaver o dinheiro – ou parte dele – tão depressa (ou se alguma vez o chegarmos a reaver).

    Com isto, estamos sem resposta há 68dias. Sem dinheiro, sem viagem e sem paciência

  2. RAIMUNDO

    27 de Maio de 2020 at 12:17

    Eu também acabo de ter uma ma experiencia, marquei uma viagem para o Funchal a agencia recebeu e enviou me o booking para um aeroporto que esta fechado. Quando tento contactar a agencia . No email do booking ,diz no reply . Vou ao booking onde diz changes?? So posso mudar 3 horas antes da partida…agencia chama- [email protected]
    TENHO A CERTEZA QUE EUM SCAM…

  3. Bruno Fialho

    26 de Maio de 2020 at 14:31

    Lamentavelmente não foi a experiência que tive. A agência de viagens Xtravel que organizou a viagem de finalistas da minha filha , anda desde Março a adiar uma resposta ao pedido de devolução da verba entregue para uma viagem que não aconteceu. Pior é quem devia regular estas situações assobia para lado! Respeitem os vossos clientes.
    Agências de viagens para mim perderam a credibilidade toda!

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *