Acordo entre SATA e APAVT permite emissão de vouchers para reembolso a clientes

Por a 5 de Abril de 2020 as 11:21

A companhia aérea açoriana SATA e a Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo (APAVT) anunciaram na passada sexta-feira, dia 3 de abril, um acordo que permite, nas tarifas IT e Corporate, que a emissão de vouchers passe a ser exclusiva pelas agências/operadores emissores, em nome dos passageiros ou em nome das agências emissoras dos bilhetes. O mesmo acordo prevê que alargamento da validade dos vouchers, que passa agora a ser de um ano após a sua emissão, além de o bilhete gerado ter também a validade de mais um ano.

“O cliente ficará, assim, com o reembolso garantido, porque o acordo permite dar tempo às empresas para se recomporem economicamente e, juntas , gerir as próximas viagens dos seus clientes”, refere o comunicado da APAVT.

“Confiança, foco e solidariedade. É um acordo que é fruto de confiança mútua , e que dá confiança ao consumidor, que vê a cadeia de valor a organizar-se para, em tempos tão difíceis, cumprir responsabilidades; é um acordo que significa foco e esperança no futuro, uma vez que organiza a relação para o momento da retoma; finalmente, é um acto de solidariedade  –  Mais do que nunca, precisamos de dar as mãos para vivermos o futuro”, afirma o presidente da APAVT, Pedro Costa Ferreira. “Cumprimento a SATA pela coragem e pela inovação, e espero que este acordo possa ser um exemplo para todo o mercado”, acrescenta.

Por seu lado, o administrador da SATA, Mário Chaves, afirma que: “Os nossos parceiros Agentes de Viagens merecem todo o nosso apoio e, em conjunto com a APAVT, trabalhamos na busca de soluções para minimizar o impacto do momento  difícil que todos atravessamos. Simplificamos e flexibilizamos os processos por forma a assegurar maior autonomia e, desta forma, garantir a agilidade que o momento reclama. Deste nosso lado, enviamos o nosso contributo ativo para que, juntos, consigamos  enfrentar  o enorme desafio que temos pela frente!”

Recorde-se que esta solução de vouchers está a ser utilizada noutros países, nomeadamente em Espanha, para assegurar o reembolso de viagens canceladas devido à pandemia da Covid-19.

Também a Secretaria de Estado do Turismo em Portugal está a analisar, em conjunto com a APAVT, um enquadramento para as viagens organizadas por agências de viagens e turismo, à semelhança do que outros Estados Membros da União Europeia já fizeram. Fonte da Secretaria confirma ao Publituris que está, nesta altura, “em análise a oportunidade de fixar um enquadramento para as viagens organizadas por agências de viagens e turismo, em particular aquelas que não tenham sido efetuadas ou que tenham sido canceladas por facto imputável ao surto de pandemia provocado pela doença Covid 19, à semelhança do que foi feito noutros Estados Membros”.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *