TAP suspende pagamento de passagens aéreas com cartão de crédito

Por a 17 de Março de 2020 as 17:28

A companhia aérea TAP Portugal anunciou, esta terça-feira, que o pagamento de passagens aéreas e serviços auxiliares com cartão de crédito encontra-se temporariamente suspenso.
Segundo a companhia aérea, esta medida decorre da pandemia do novo coronavírus. Em Portugal, o pagamento está disponível apenas por Mbway, PayPal ou referência de multibanco.
Ainda no âmbito da influência do Covid-19, a companhia aérea passou a permitir a alteração da reserva até 24 horas antes da partida do seu primeiro voo, podendo o passageiro remarcar a nova viagem para qualquer destino e iniciando a viagem até 31 de dezembro de 2020.
Em alternativa, a TAP refere que reembolsa na íntegra o valor pago na aquisição do bilhete, através da emissão de voucher, enviado por e-mail, com validade de um ano, para utilização numa viagem futura à escolha.
Para bilhetes de milhas, compradas no âmbito do Programa TAP Miles&Go, o passageiro também poderá pedir a alteração sem pagamento da taxa de alteração. “No caso de pedir o reembolso, todas as milhas serão devolvidas para a Conta de Cliente e todos os valores pagos em dinheiro serão reembolsados com emissão de voucher, sem cobrança de taxa de cancelamento”, informa a companhia aérea.
Para os clientes que têm uma viagem para data posterior a 31 de maio de 2020, “recomendamos que aguarde a evolução da situação do Coronavirus (Covid-19), e quando a sua viagem estiver mais próxima e se a situação relativa à pandemia se mantiver, verifique novamente junto da TAP quais as alternativas disponíveis”, indica ainda a companhia aérea.

2 comentários

  1. Manuel de Campos Rodrigues

    23 de Março de 2020 at 13:12

    Quem está a pagar a passagem e ainda não viajou como fica

  2. Da Silva Nogueira Vera Lucia

    22 de Março de 2020 at 14:53

    No caso de viajem de volta, pra quem tem residência. Na Itália e foi remarcada .Como vai ser o procedimento .? Preciso de uma resposta , não vejo nenhum comentário a respeito.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *