Azul aprova joint venture com a TAP

Por a 11 de Dezembro de 2019 as 10:13

A Azul Linhas Aéreas aprovou segunda-feira, 9 de dezembro, a criação de uma joint venture com a TAP, segundo o portal brasileiro Mercado & Eventos, que cita o vice-presidente de Receitas da Azul, Abih Shah.

“Ontem [9 de dezembro], os nossos conselheiros aprovaram a criação da joint venture com a TAP. Agora vamos fazer um trabalho para aprovação do CADE e das agências reguladoras, tanto do Brasil como da Europa”, revelou o responsável, durante o Azul Day, iniciativa que decorreu na sede da empresa, em Alphaville, São Paulo.

Recorde-se que a criação de uma joint-venture entre a TAP e a Azul para os voos entre o Brasil e a Europa chegou a estar nos planos das duas companhias aérea em outubro de 2017, mas não chegou a avançar, uma vez que as  transportadoras optaram por estabelecer acordos de code-shares, que não terão, no entanto, sido suficientes para atingir os objetivos, que passam por coordenar horários e preços nos voos transatlânticos.

Abih Shan revelou ainda que as empresas esperam que a joint venture arranque dentro de seis meses e o objetivo, acrescentou, é oferecer mais conexões e destinos aos clientes das duas companhias.

“Quando tivermos a joint venture, voar Azul ou TAP será a mesma coisa para os clientes. Para os agentes de viagens, também não haverá diferença”, disse ainda o responsável da Azul.

David Neeleman, chairman e fundador da Azul, bem como acionista da TAP, tinha já manifestado a sua satisfação com o entendimento alcançado entre as duas companhias aéreas, afirmando que a joint-venture vai permitir “uma grande sinergia entre as companhias para coordenar voos e tarifas”.

 

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *