AHRESP saúda decisão da autarquia de Ourém de não aplicar taxa turística em Fátima

Por a 14 de Novembro de 2019 as 10:06

A Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) veio saudar a decisão da Câmara Municipal de Ourém, que optou por não aplicar a taxa turística na hotelaria de Fátima a partir de janeiro de 2020, o que, segundo a associação, “iria gerar um impacto negativo na imagem de toda a região, e particularmente no destino turístico “Fátima””.

Numa nota informativa enviada à imprensa, a AHRESP lembra o seu contributo para esta decisão da autarquia, recordando que, desde o início, esteve “em permanente diálogo com o Município de Ourém, e na procura das melhores soluções para as empresas dos setores que representa”.

Recorde-se que a taxa turística de Fátima foi anunciada, pela primeira vez, em setembro de 2018 pelo município de Ourém que previa que fosse pago um euro por noite, com limite máximo de três noites, estando isentas deste valor crianças até aos 12 anos e pessoas portadoras de deficiência acima de 60%.

 

 

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *