Partido ‘Chega’ quer Madeira a promover-se na Europa de Leste para compensar Brexit

Por a 12 de Setembro de 2019 as 12:40

O candidato do partido ‘Chega’, Luís Vieira, acusou esta semana o Governo Regional da Madeira de nada fazer para minimizar o impacto do Brexit e defende que o destino deve apostar numa maior promoção no mercado da Europa de Leste para compensar as previsíveis quebras do mercado britânico.

“O mercado inglês é o maior fornecedor de clientes e gerador de receitas”, afirmou Luís Vieira, citado pelo JM – Madeira, defendendo que “uma das possíveis soluções será uma maior promoção do destino Madeira, no crescente mercado da Europa de Leste”.

Além da aposta na Europa de Leste, Luís Vieira defendeu também que “deveriam ser efetuados esforços para baixar o custo das viagens aéreas de forma a tornar o destino mais atrativo”.

O partido ‘Chega’ propõe a criação de um regime de exceção para turistas oriundos do Reino Unido, nomeadamente a não obrigatoriedade de vistos para visitantes, medida que, segundo Luís Vieira, “iria reduzir o impacto burocrático do Brexit e agilizar a entrada desses visitantes no espaço nacional”.

Luís Vieira propõe ainda a realização de uma campanha no pós-Brexit, que vise os operadores turísticos britânicos, de forma a mostrar que os turistas do Reino Unido vão continuar a ser recebidos com a mesma hospitalidade em Portugal.

 

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *