MICE representou 6,9% dos visitantes de Malta em 2018

Por a 27 de Agosto de 2019 as 16:28

No ano passado, Malta recebeu um total de 180 mil pessoas que visitaram o país em trabalho ou negócios, o que representou 6,9% do total de visitantes e que, segundo o Turismo de Malta, “se traduz na afirmação de Malta como um destino MICE internacional por excelência”.

De acordo com um comunicado enviado à imprensa pelo Turismo de Malta, “nos últimos anos, o número de profissionais a participar em congressos e reuniões de negócios tem vindo a aumentar exponencialmente”, o que se deve à estratégia que este país desenvolveu para este segmento, mas também à diversificada oferta de alojamento do destino, à localização geográfica do país e à experiência e profissionalismo de quem trabalha na área.

No que diz respeito à estratégia, o Turismo de Malta lembra que, em 2015, foi criada a fundação Conventions Malta, que se dedica à “organização, incentivo e promoção de Malta como destino ideal à realização de conferências e viagens de negócios” e que tem vindo a “promover Malta, Gozo & Comino como destino MICE, com foco na pesquisa e planeamento, marketing e promoção, desenvolvimento de produtos e garantia de qualidade”.

Paralelamente, o sucesso de Malta neste segmento pode ser também explicado pela diversificada oferta de alojamento do destino, que “conta com vários edifícios históricos convertidos em locais únicos, indicados para a organização de todo o tipo de eventos empresariais”.

Mas também o clima mediterrânico das ilhas maltesas contribui para os bons resultados, já que “permite a organização de alguns certames em locais ao ar livre como jardins, encostas, praias ou até mesmo em praças localizadas no centro das cidades”.

“O fator clima também deve ser considerado uma vez que influencia as atividades paralelas que poderão ser organizadas como complemento a este tipo de encontros, como visitas a lugares históricos, museus e monumentos, passeios a cavalo e de bicicleta, e atividades relacionadas com o mar, que vão desde passeios de barco, a pesca tradicional ou até mesmo a jantares em iates de luxo”, aponta o Turismo de Malta.

Além destes fatores, também a localização geográfica do país, o seu valor histórico, assim como a experiência e profissionalismo de quem trabalha na área, e o progresso tecnológico patente no arquipélago, aliados às inúmeras atrações associadas ao Turismo de Lazer, ajudam a explicar a elevada procura que o destino apresenta ao nível do MICE.

 

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *