Sri Lanka torna vistos gratuitos para atrair turismo depois do terrorismo

Por a 31 de Julho de 2019 as 16:08

O Sri Lanka decidiu tornar os vistos para o país gratuitos durante seis meses, medida que entra em vigor esta quinta-feira, 1 de agosto, e que visa atrair o turismo, depois dos atentados terroristas que abalaram o Sri Lanka na Páscoa.

Os vistos gratuitos aplicam-se aos cidadãos provenientes de 50 países, que visitem o Sri Lanka em turismo ou em negócios, avança a TSF, que cita o ministro do Turismo do país, John Amaratunga.

“Se não for benéfico, iremos suspender o programa”, refere o responsável, que admite que, com esta medida, o governo espera um aumento substancial de turistas no país, depois da forte quebra que se sentiu após os atentados terroristas da última Páscoa.

Até aqui, o preço dos vistos turísticos para o Sri Lanka era de 35 dólares para turistas internacionais e de 20 dólares para residente no sul da Ásia, estimando-se que, com este programa de vistos gratuitos, o Sri Lanka perca 24 milhões de dólares em receitas.

Depois dos atentados terroristas da Páscoa, quando um grupo local muçulmano atacou, a 21 de abril, três igrejas e três hotéis de luxo, provocando 263 vitimas mortais, incluindo 45 estrangeiros, o turismo no país tem vindo a sentir uma forte quebra, o que tinha levado já o governo a tomar algumas medidas, como a redução das taxas para as companhias aéreas, enquanto os hotéis optaram por descontos que chegam aos 60%.

Recorde-se que, em 2018, o Sri Lanka recebeu cerca de 2,3 milhões de turistas e contou com 300 voos por semana de 29 companhias aéreas, número que têm sentido uma significativa descida, já que, depois dos ataques, foram cancelados 41 voos por semana, o que levou à perda de oito mil reservas.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *