EUA ponderam regresso à OMT

Por a 18 de Junho de 2019 as 15:28

Os EUA estão a ponderar um regresso à Organização Mundial do Turismo (OMT), da qual o país foi membro-fundador, mas que abandonou há mais de 40 anos, segundo Emma Doyle, chefe de Estado Maior Adjunta do Presidente dos EUA, que participou na reunião do Conselho Executivo da OMT, em Bakú, no Azerbaijão.

De acordo com o Hosteltur, que cita a responsável norte-americana que liderou a comitiva dos EUA no Conselho Executivo da OMT, o país está a ponderar um regresso à organização, com a qual espera trabalhar para “fomentar o turismo em todo o mundo”.

Recorde-se que os EUA foram um dos países fundadores da OMT, mas decidiram abandonar a organização há mais de 40 anos, tendo aceitado agora o convite pessoal do secretário-geral da OMT, Zurab Pololikashvili, para estar presente na reunião do Conselho Executivo, presença que foi encarada como um compromisso do país para com o mandato da entidade.

Emma Doyle liderou a comitiva norte-americana e aproveitou a ocasião para dizer que o slogan utilizado por Donald Trump quando concorreu à presidência dos EUA, ‘America First’, que em português pode ser traduzido como ‘América Primeiro’, “não significa só Estados Unidos”.

“Existe um tremendo potencial para que a OMT, com o seu foco na criação de emprego e na educação, seja um farol de inovação para outras organizações internacionais”, acrescentou a responsável norte-americana.

Os EUA são, atualmente, um dos principais mercados turísticos, recebendo anualmente mais de 60 milhões de turistas, número que terá subido 7% no primeiro trimestre deste ano, segundo o mais recente Barómetro do Turismo Mundial da OMT

 

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *